Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA PRIMINHA NUM JOGO

Oi, meu noem é Thiago e vou contar o que aconteceu no ano passado, meus pais e meus tios iam para São Paulo para um janar e para assistir uma pessa de teatro.

Por minha sorte eu ia dormir junto cum minha prima. Que é muito gostosa e tem uns peitos enormes para sua idade, seu nome era Jessica e ela tinha 19 anos.

Apás meus pais terem saidu, ficando sá eu e minha prima, com o decorrer do tempo eu fiz a pergunta se ela queria "brincar" de Verdade ou Desafio, ela cum uma cara meu vermelha aceitou e eu fui logo correndo atras de uma garrafa, nás nos sentamos no tapeta e começou a rodança di garrafa, com o pasar do tempo eu perguntai a ela se podia desistir no meu ela cum brava disse que não que depois de nás termos começado, nás iriamos acabar e que não importa o que fosse teriamos que cumprir os desafios e eu logo fiquei feliz. Ela sá pedia verdade e eu já estava ficando com raiva, dai eu pense e perguntei se ela ainda era virgem, e ela com uma cara de espanto por causa da pergunta, mais sabia que teria que responder, disse que sim, que era virgem. Dai eu perguntei se ela teria coragem de transar cum alguem da familia, ela novamente espantada disse que se fosso mais ou menos da idade dela e se ela confiasse até que teria vontader de dar. Eu fiquei chocado com o dar que minha prima respondeu pois ela parecia ser tão santinha, e depois ela começou a olhar estranho pra mim, e ai que eu fiquei com mais tesão, vendo que minha prima apesar da idade não era tão criança assim.

Eu jah não aguentava di vontade de bater uma punheta, até que ela falo Desafio, foi uams das melhores palavra que eu escutei, ai eu mandei ela fica de quatro e chupar a minha pica, e para minha surpresa ela nem feiz cara de espantada e foi logo tirando a roupa ficando de quatro passando a mão no meu pau por cima da calça, até que ela disse que ela queria perder a virgindade com alguem que ela conhecera a muito tempo e eu ela conhecia desde quando ela nasceu, ela pegou no meu pau e primeiro bateu uma punheta maravilhosa que eu tive que me contar pra a não gozar, até o meu pau ficar duro, depois ela pois a boquinha nele devagar e foi almentando a velocidade, dai eu que não aguentava de tesão foi fazendo força com a mão para o meu pai ir até o maximo de sua boca, até que eu gozei quase um litro de porra na boquinha da minha prima e ela lutou para beber tudo que saiu do meu pai e o lambeu para não perder nem uma gota, depois do boquete que nem eu acreditei ela falo:

-vamos continuar a nossa brincadeira.

por minha sorte ela disse novamente desafio e e desafiei ela a dar a noite inteira pra mim e ela aceitou co um sorriso.

ai eu que não aguentava de tesão peguei ela no cola, poque ela não é muito pesado e levei até a cama do tio, chegando lá eu a joguei em cima da cama e fui logo chupando seus peitos descendo até sua buceta virgem que nem grelhos tinha ainda, e ela gemia como uma puta selvagem, o que me deixava com mais tesão ainda, depois sem falar nada eu deitei ela peguei sua perna areganhei e meti cum tudo em sua buceta que a menina ate deu choro de dor por que eu tinha um pau até que grande com 19 cm e ela que era virgem fora metida com tanta velocidade e tudo de uma veiz, ai eu fui sá de vargazinhlo em sua buceta até que eu aumentei a velocidade e tava fodendo minha prima de 19 anos com toda força que eu tinha e ela gemia como louca, ai ela quiz sair e cavargal em minha pica grosa e grande, ela pulava feito louca cm aqueles peitões na minha cara, e eu os mordia, os apertava que ela não se aguentava de tanto gemer.

até que eu a peguei e ajoguei na cama, ela não intendeu dai eu a virei de quatro chupei sua buceta e seu cuzinho fechadinho, depois eu dei meu pau para ela lubrificar e dai como na buceta sem falar nada fui metenu tudo de uam veiz em seu cuzinho pequeno e fechado, fui metenu sem dá e com força que ela chorava e pedia para parar e eu não a ouvi e fui metenu cum tudo nu cu dela, depois de quatro memo eu metia em sua buceta, foi a noite inteira assim até sua cú e sua buceta acustumarem com uma pica neles.Foi a noite em familia que eu nunca vou eskecer, depois desse dia sempre minha prima me chamava para ir na casa dela na hora que seus pais estavam trabalhando para nos brincamos de verdade desafio.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos delegadoxotas que acabou de ser disvirginadaeu meu marido e a ex noiva lesbica delecontos gay meu pai me pegou no flagraconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucontos erotico irmao cafetao da irmaconto minha tia fica de calcinhalinha grutinha contos eróticoscontos eroticos comendo cu da mae e da irmacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto porno meu filho me comeuconfesso transando com trêscontos gay estrada calcinhacontos eroticos gay meu padrasto de vinte e quatro anos me enrabou dormindo quando eu tinha nove anosTravest litoral contossempre fui safadinha contos ler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhocontos eróticos pai dotadoprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiaContos eróticos meu papai me comeucontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterabinho impinadinho em fio dental da irmacontos eroticos arrombando a gordaabusada com vibrador contoscontos eróticos mãe e filho de araraquraconto erotico me inseminaconto erotico liberei minha mae pro meu amigoconto erotico vendo meu subrinho mamando pedi um pouco para minha irmacontos eróticos "peladinho" sobrinhofui arrombado contos gaysas meninas brincaram com meu pau contoscontos enrrabadaconto erótico casada arrependida na noite de carnavalconto erotico sobrinho fudeu minha esposacontos meu marido falou que tenho um bucetaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetravesti gemendo a ponta da pistolatenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosencesto contos de irmanzinja virgemtitiatezudaminha filha é uma vadia contos eróticoscontos eroticos eu e meu padrastome comeram dormindo no ônibuscontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhoCONTOSPORNO.sapecacontos eróticos de patrão com secretária recentesDei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticosassistir filmes pornografico contod pedreiro comendo travestis na obracomi minha namorada e minha irma na festa de formatura contos eroticosconto virgem enrabadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico incesto sonifero filhacomendo cuzinho de elanycontos eroticos de garotinha sentada no coloconto fizemos um trenzinho.contos de esposa dando pro cunhadoconto erotico daniela minha irma dando rabaofotos cim zoom so de cacetes duros melado de porraseios tezudos ai q tezãobisexual contoscoroa negra contoContos porno verdade desafiotitio viu minha bucetinha e achou linda contosmulher querendo contos eroticospauconto: crente safada da ccb em swingcontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netasContos gay primeira vezconto erotico na orgia com sogrotriscando o pau na mão dela contos eróticoscontos eroticos brincando escondido infanciaconto vi meu irmao dando cuContos sou alegria dos coroascontos mulher fode com vizinha e com a filha delaconto eroticos de novinhos com amigosContos eróticos mãe apavoradacontos de cornosContodeputa