Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MASSAGIADA PELO CUNHADO!

Bem, pra quem nao leu meu conto anterior: "Boquete no cunhado". Meu nome é Bárbara, tenho 25 anos, tenho 1,64 de altura e 52 KG, tenho pernas torneadas, o bumbum nao muito grande mas é empinadinho e seios fartos, sou loira e tenho olhos castanhos.

Essa historia é continuação do meu conto anterior, recebi muitos emails que com o tempo espero ir respondendo com muito carinho,e como vi que gostaram contarei o dia em que meu cunhado chupou minha bucetinha.

Depois do dia em que chupei o Fábio, ele voltou a minha casa no dia seguinte, mas nao falamos sobre isso, alias iamos ficar muito sem graça de comentar sobre o ocorrido, e ele so me falava mesmo da Thainá, o quanto ela estava distante com ele, e durante a semana dizia que ela estava fazendo sexo com ele, so por fazer.

Em um domingo, a minha mae tinha saido, ia passar esse dia na casa da minha avá e iria voltar tarde, depois das 23:00, minha tia ia leva-la em casa e ela sabia que o Fábio ia estar comigo e depois Thainá chegaria e nao corria o risco de ficar em casa sozinha.



Nesse dia estavamos no meu quarto, ele estava deitado na minha cama assistindo o jogo, enquanto eu estava mexendo no computador, e eu comecei a sentir dor nas costas mas nada comentei, apenas estiquei o corpo tentando estralar a coluna pois isso sempre resolvia, ele olhou pra mim e perguntou o que eu tinha, eu apenas disse que estava com um pouco de dor nas costas. Ele sorriu e perguntou se eu queria uma massagem, eu achei que nao tinha nada de mas em aceitar, afinal fazia tempos que nao recebia uma.

Ele então levantou da cama e pediu pra que eu deitasse na cama, eu o fiz, mas antes ele me pediu algo que nao esperava.



- Cu, tire a roupa

- Pra que?

- É melhor, como vou ter contato com a sua pele se você esta de vestido.

- Mas alguem pode chegar ai e..

- A Thaina so chega a noite, eu nao vou fazer nada..



Eu tirei o meu pequeno vestido e coloquei em cima da cama, ele nao ficou olhando, então pensei que nao tinha mesmo problema. Deitei, e senti ele abrindo o meu sutiã e levantei um pouco olhando pro seu rosto, porem, ele so disse que o fecho atrapalharia e que depois ele ia fechar de novo.

Eu coloquei a cabeça reencostada nos braços e fechei os olhos enquanto senti as maos do Fábio passar pela minhas costas e massageando com muito cuidado, enquanto ele o fazia, ele dava pequenas apertadas me deixando mais relaxada e fazendo com que minha dor passasse. Sá que comecei a me arrepiar, pois ele passava a ponta dos dedos em minha pele, e quando me dei conta a minha calcinha estava ficando molhada, e a peça era clara, se ele olhasse perceberia, mas achei que ele nao falaria nada,caso isso acontecesse.



As maos dele estavam passando um pouco acima da minha bunda, e eu estava realmente ficando excitada e dei um pequeno gemido, que eu so percebi depois e ele apertou minha pele mais forte, quando eu soltei um gemido mais alto e ele se alterou

- Cu, nao geme pelo amor de Deus

Eu sabia que ele estava excitado, sem uma boa foda ha muitas semanas, e ele estava com uma mulher semi nua a sua frente, a sua disposição e que ja tinha feito ele gozar.

Eu então comecei a gemer de forma sensual e comecei a esfregar minha bucetinha na cama, ele ficou olhando aquilo de olhos abertos, e nem piscava, sem acreditar no que estava acontecendo e começou a abaixar a minha calcinha enquanto passava a mao nela bem lentamente, a cada gemido mais alto e sensual ele apertava minha bundinha fortemente e me deixava louca, ele separou as minhas pernas e passou o dedo indicador na minha buceta ate chegar no meu cuzinho. A essa altura eu ja estava com a metade do corpo levantado, com os olhos fechados, e com a cabeça jogada pra tras, gemendo que nem uma putinha.



Eu deixei uma perna bem aberta enquanto a outra eu dobrei e deixei minha bucetinha bem exposto pra ele, senti aquela lingua quente passando por ela, e ele viu que eu estava excitada com aquela situação, ele riu e me deu um tapa na bunda, me fazendo gemer mais alto.

- voce gosta dessa situação nao é? Vadia

Fabio puxou as minhas pernas em direção ao seu rosto e começou a sugar minha bucetinha, enfiando a lingua bem no fundo e rodando ela la dentro, eu gemia tanto e pedia por mais, estava totalmente entregue a ele, eu ficava rebolando em cima da cama, me esfregando no rosto dele, e gritando quando ele dava chupadinhas no meu clitores, nem meu ex me chupava daquele jeito. O meu cunhado enfiava o dedo na entradinha da minha xana e ficava esfregando ali sem enfiar, e eu ficava louca querendo que ele empurasse mais

- nao me tortura cu

- Eu torturo porque eu quero te ver implorar pra eu tirar seu cabacinho, sua putinha



Aquilo era musica pros meus ouvidos, eu tava adorando ser chamado de puta e vadia, ate hoje eu imploro pra que me chamem assim e que bata na minha cara. Mas enfim, eu sentia a minha buceta cada vez mais molhada e o fabio sugando ela cada vez mais, eu tava esfregando a minha xana na cara dele, as vezes ele me dava uns tapas na bunda e eu gozei pela primeira vez na boca de alguem. Nossa que sensação maravilhosa que eu senti. Tivemos que nos ajeitar porque o carro da minha irmã ja estava na garagem, ele continuou deitado na cama com o travesseiro em cima do pau, enquanto eu continuei no pc.

Depois desse dia eu perdi minha virgindade com ele, mas essa é outra historia que eu conto na proxima vez.

Para quem quiser escrever a mim o emailé: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


http://contos erodicos matrinha e o primo e a prima transandocontos comendo a cadelaContos bdsm sequestradacontos reais de encoxando a maebate papo gay em Santarém Paráconto eróticos a patinha da minha sogragozei no copo e dei pra minha tia bebeu contosapostou a filha conto eroticoContos erotico marido corno bebedor de porracontos eroticos arrombando a gordao cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos heroticos muheer arrummando amante p maridocontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu paucontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos traindo o marido com o sobrinho roludo 2contos eroticos esposa do meu amigo no tanqueConto eroticos das coroas 42 lindas e gostosas de 41 anos com teu afilhadocontos de incesto de maes treprando com filhoscontos eroticos traindo marido na Salacontos eroticos entre camioneirosmeu cu ficou rasgado e sangrando contoscontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatcontos eroticos arrombando a gordacabei comendo a cliente quando ia vender o apto porno brasilcontos de tias viúvacontos eroticos brincando pique escondecontos pequei minha prima com o namorado dela e chantajiei elacontos de um viadinho tarado que è humilhadoa minha cunhada casada e saia justa contos com fotosconto incesto mae praiaacordei com um boquete contos eroticomulher gozando a um metro de distansia e mijandoloiera fodendocontos esposa branquinhadei p meu genro contocontos titia mando eu arromba seu cu gordocontos sou bem fudidacontos sado marido violentosComtos eroticos fudendo com meu marido e nosso amigocontos comi a sobrinha novinha da minha mulhercontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de homens sergipe dando o cu pela primeira vezContos eroticos de barcontos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãosvelho tarado contos eroticos de incestoContos eurotico tranzei com amigo do meu filhovídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexominha irma seu cu cheiroso contosxerequinha juvenil de perna abertaCasa dos contos: Virgem na baladacontos eroticos sbcbrinquedos eróticos para estender o buraco do anusmenage masculino realcontocontos minha tem buceta gostosa ela ta dando pra outro picudodedos no cu ate gozar corno contocontos de crentisinha cusudaamiga da filha conto eroticodopando sogra contosCasada fodeno com sogro no sitio contocontos desexo mulheres crenteorgia com os nerdes casa dos contoscontos eróticos estupro de um cucache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html fotos derabudas na academia roupa brancatomates conto heterocontos relatos eróticos mamãe exibicionistacontos porno 28cmconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto com cunhada chantagistacontos eroticos minha esposa evangelica com mendingocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outracontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteia mulher do pasteleiro contoContos er pitao do pai