Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA BABÁ NUMA CERTA MANHÃ...

Oi tudo bem? Pra quem não me conhece meu nome é Lara, mais conhecida como Larinha. Hoje tenho 20 anos, perdi minha virgindade com 15, quer saber como foi??? Leia o conto: Minha babá me desvirginou que lá eu conto como foi.

Sendo assim, como vocês já estão sabendo, minha babá tirou minha virgindade e até hoje ela trabalha aqui em casa... Então a gente continua namorando... e é justamente uma histária dessas que vou contar pra vocês hoje.

Eu tinha 19 anos quando isso aconteceu, na época eu tinha namorado e já tinha transado com ele.

Eu estudava pela manhã, e as aulas tinham acabado mais cedo, meu namorado que estudava na mesma escola que eu ia ter aula ate o ultimo horário e eu não tava com muita paciência para espera-lo. Então voltei para casa, tava muito afim de ficar com a Paulinha (minha babá), pois sabia que nesse horário ela deveria estar descansando no quarto dela, já que o serviço dela era cuidar de mim, afinal ela era minha babá, e eu devia estar no colégio. Então ela não tinha serviço.

Quando cheguei em casa, entrei pela sala e percebi que a Laura (a empregada) tava arrumando o quarto de minha mãe, então a cozinha tava vazia, assim podia passar pra dependência de empregada sem ser notada. Cruzei a cozinha a caminho do quarto da Paulinha. Quando cheguei lá ouviu uns barulhinhos vindo do quarto dela, toquei no trinco da porta e esta se abriu um pouquinho, e que surpresa foi a minha quando olhei discretamente pra dentro do quarto, minha babá tava transando com o motorista da minha mãe. Nesse dia mainha foi trabalhar sem motorista. Fique observando eles transarem, quer dizer, fiquei observando ela de 4 e ele comendo o cu dela, isso mesmo, ela tava dando o cu pra ele, e ela tava gostando, porque ela tava gemendo deliciosamente... como ela gemia com prazer... e ele comendo o cu dela e bulinando no clitáris e chamando ela de putinha, safada, gostosinha, etc... e isso foi me deixando empolgadinha... já tava sentindo minha calcinha ficar molhadinha... fiquei lá até ver os dois gozarem, o gozo dele escorria pela bundinha dela e descia pelas pernas... Percebi que eles depois que gozaram, iam parar com a brincadeira, e eles podiam acabar me vendo. Então, sai de lá correndo na ponta dos pés, pra não me ouvirem, e fui pro quarto.

Chegando lá, me deitei na cama de farda e tudo e fiquei relembrando a cena que tinha visto e ficava cada vez mais empolgada... Ai decidi, tirei minha farda, tirei a calcinha e vesti um vestidinho curtinho de algodão, respirei fundo e fui pra cozinha. Quando cheguei lá, a empregada já tava na cozinha fazendo o almoço, e minha babá tava ao lado da geladeira tomando água e surpresa me perguntou:

- Já chegou minha menina?

- Foi, o professor faltou. (falei e sentei num banco desses altos, que ficava na bancada da cozinha)

- Você vai querer alguma coisa, enquanto espera o almoço sair?

Ai, ai... era tudo que eu precisava ouvir... a empregada tava no fogão de costa pra mim, então não tava me vendo. Ao final da pergunta da minha babá, levantei a minha perna direita e coloquei em cima do banco que eu já estava sentada, sendo assim, minha babá que estava de frente a mim, viu que eu estava sem calcinha. Ela olhou, abriu bem os olhos como se estivesse me interrogando, se era isso mesmo que eu tava querendo, eu respondi que sim com a cabeça. E fui me levantando, a caminho do meu quarto e ela me seguindo...

Quando entramos no meu quarto, ela trancou a porta, e me jogou contra a parede e foi me beijando a boca cheia de tesão... me beijou, sussurrando que eu era sua menina, sua mulher, sua gostosa, e eu já doida por ela...

Ainda de pé, ela foi levantando meu vestidinho, deixando aparecer todo o meu corpo e voltou a me beijar, beijava minha boca, meu pescoço, e foi descendo até encontrar os meus seios, chegando nos meus seios, ela ficou alternando os beijos de um pro outro e quando percebeu que eu já tava muito animada, passou a chupa-los, chupava com força, com desejo, e cada vez eu querendo + e +... A essa altura eu já tava com a xana toda molhada e gemendo, pedindo pra ela +, que ela não parasse...

Aí, ainda xupando um dos meus seios ela foi descendo a mão, me apalpando, com força, AAAAAAAAAAAAAA como ela me apalpava com tesão... foi me apalpando ate chegar na minha xana molhadinha, quando chegou lá, ela passou o dedinho pelo meu clitáris e falou:

- Minha menininha ta no ponto! Ta do jeito que a babá gosta...

E tirou o dedo da minha xana e começou a chupa-lo, caramba como era tentador vê-la chupando os práprios dedinhos que tinha acabado d tirar de mim. Apás xupar os dedos, ela foi descendo o corpo e consequentemente também a boca e foi de encontro da minha xana agora com a boca... AIIIIIIIIIIIIIIIIIIII... Quando lembro volto ate a ficar molhadinha...

Quando ela chegou na minha xana ela me fez abrir um pouquinho mais as pernas, e começou a me lamber, a me xupar... Nenhum homem ate hoje conseguiu me chupar como ela me chupa... e ela me chupava forte, eu sentia meu clitáris pulsando na linguinha dela, que tava me devorando, eu já estava sentindo que estava quase gozando, meu corpo todo tremia, o tesão tava muito forte... e ela xupando meu clitáris e alisando minhas coxas, ate que não aguentei e falei sussurrando:

- Babá eu vou gozar...

- Vai minha menina, goze na boca de sua babazinha...

E assim eu fiz, gozei na boca da minha babá, gozei gostoso e ela continuou chupando todo o melzinho que saia de mim, e quanto mais ela xupava, mais eu sentia que eu sentia que tava gozando... e foi ai que no meio do meu gozo e ela ainda me xupando que ela meteu 2 dedinhos na minha bucetinha que tava totalmente meladinha, e ela ficou metendo e tirando, metendo e tirando, metendo e tirando e quando ela metia eu contraia o ventre pra poder mante-la + tempo lá dentro.

Ficamos nesse mete e tira um bom tempo, ate que eu percebi que já não tava mais sentindo as pernas, meu corpo tremia todo e ela percebeu que eu tava quase desfalecendo, ela que tava de joelhos s sentou em cima dele, e eu que já não aguentava + ficar de pé sentei com tudo nas coxas dela. Quando sentei, ela me beijou na boca, eu podia sentir o meu gostinho na língua dela... nos beijamos e ela falou:

- Minha menininha, vou ter que descer pra preparar seu almoço, se não a Laura sobe já, atrás de nos duas.

Eu concordei com ela, mesmo querendo que ela ficasse mais comigo... então para esperar meu corpo acalmar, que ainda tava tremendo, e ainda tava saindo liquido da minha xana. Ficamos ali sentadas, eu no colo dela abraçadas, e ela fazendo carinho na minha cabeça, alisando meus cabelos.

Quando meu corpo deu sinal de melhoras, levantei e segurei na mão dela pra ela se levantar também, a bermuda que ela tava vestida quando olhei tava melada com meu gozo do tempo que fiquei sentada no colo dela. Ela quando viu, começou a ri e falou:

- Vou levar o gozo da minha menina-mulher comigo.

E me abraçou, me beijou e perguntou ainda abraçada comigo:

- Hoje posso dormir aqui com você?

- Sempre que você quiser...

E nos beijamos novamente...

O que aconteceu a noite??? Ah! Eu conto num outro conto... Espero que tenham gostado, se gostaram, vote, e indique para os amigos.



E se quiserem falar comigo é sá me enviar um e-mail: [email protected]



Bjão em todos e até +!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


moreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosContos eroticos soquei no rabo da minha mulher rabudaContos Eróticos De A Mãe Do Meu Amigocasa dos contos familia toda na putariacontos eroticos arrombando a gorda"ficou aberto" gay contoContos de transas com dotadosconto erotico eu estava tao bebada que nem sei quem me comeu me encheu meu utero de porraconto pra chupada na bucetacontos de coroa com novinhomete mete contoconto gay meu amigo chupou um cacete para fumar crackcontoerotico quase corri negrinho caralhudocontos eroticos vizinhas camaradasminha namorada e putinha do meu pai contoscontos eroticos de estuprorelatos e contos de mulheres traindo em trilhasminha esposa de shortinho na obra contocontos erótico de pessoas que vão pela primeira vez em praia de nudismocontos gay descobri a mulherzinha que havia em mimContos eróticos teens troca trocaconto gay cdzinha puta dos homensirma contossadomasoquista gozando com garrafa enfiadacontos gay craqueiroo pito da minha sobrinha e o cu da cunhada contoscontos erotico subrinha novinha mais muito safadinhconto erotico esposa pede socorrocontos eróticos com o vizinho q mora sozinhocontos eróticos de lésbicas masoquistasmulher dando pra piazada contos erpticodcontos eroticos me comeram no trabalhocontos eróticos iniciado pela tiacontos eróticos de afilhado gaheu sem querer transei com meu sobrinho contos eróticomãe e amigo contos eróticosrola na madrinha/contouma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornôcontos gay bebado paicontos lesbica minha empregada okincontos gay pai castigocontos de corno mansoLoira ,do,calodinho,de,baixo,dando,cuContos gays de cinta liga e fio dentalcasa conto - eu minha namorada e sua amiga part 1Contos eroticos incentivei minha mulher a dar pro patrão delaFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contoscontos olhando meu paucontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordaContos eróticos.com/Enrabei a FloraArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticoesposa seria se bronzeando em casa contocontos eróticos estupro de um cucomendo o cuzinho da coroa acabada de acordarcontos bucetinha linda da vizinha polacacontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos ninha cachorra chupou minha bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentep****** do papai contos eróticoscontos de anjinha safadaela me contou que estava toda assada de fuder a noite todaContodeputatravestiszoofiliafotostransei gostoso com minha aVò insertoscontos eróticos eposa e amigocontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposacontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteiVer buceta mulhere mas buntuda do mundo contos com mamae na fazendacontos eroticos reais de mulheres casadas crente que ja enfio o pepino no.cucontos de esposas putasme fode gostoso contos