Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DELICIA DE VIZINHO

Bom! O que vou relatar aconteceu há algum tempo. Morava com minha mãe somente e ficava muito tempo sozinho em casa, pois minha mãe saia para namorar, eu não me importava até achava bom pois ficava sozinho em casa nos finais de semana. Minha casa vivia cheia de amigos meus, pois jogávamos vídeo game (fazíamos uma espécie de torneio) às vezes minha mãe chegava em casa e expulsava todos de La, mas sempre voltavam. Mas vamos ao que interessa a alguns meses antes mudou-se perto de minha casa uma família vindo do Paraná que tinha um menino de 19 anos chamado Gustavo (Guto), um menino branquinho um pouco tímido e que não ficava muito conosco ele ia até o campo de futebol mas não jogava, apenas ficava olhando nás não dávamos muita importância apesar de chamá-lo todas as vezes que íamos jogar. Até que um dia fui despedido do trabalho e passei a ficar em casa curtindo as férias forçadas e no caso recebendo o seguro desemprego, depois de uns 3 dias em casa sem fazer nada resolvi dar uma volta pelo bairro e encontrei uns meninos conhecidos meu que eram mais novos (inclusive o Guto) e logo me perguntaram porque eu estava em casa todos os dias, falei que tinha sido despedido e ia ficar um tempo de “férias” eles então me pediram pra jogar vídeo game La em casa, falei que tudo bem e fomos pra casa. Chegando La os meninos foram jogar e eu fiquei deitado na minha cama sá olhando eles brincaram (não estava com muita vontade de jogar) nisso acabei pegando no sono fui acordar mais de 1 hora depois, quase todos os meninos já tinha ido embora ficaram apenas 1 e o Guto.

Levantei e fui ao banheiro dar uma mijada e tomar banho, quando voltei para o quarto e fui me enxugar o Guto queria sair pra mim enxugar e me trocar, mas falei pra ele que não precisava e comecei e me trocar, logo percebi que o Guto ficou vermelho de vergonha vendo eu pelado na frente dele, o outro menino não estava nem ai estava vidrado no jogo. Foi ai que comecei a notar algo estranho no Guto, pois ele sempre dava uma olhada de canto de olho pra me ver enxugando, facilitei as coisas pra ele e fui bem ao lado da TV com a desculpa de ensinar o menino um caminho para ele passar de fase fiquei uns 19 minutos pelado na frente do Guto e ele não conseguir tirar os olhos do meu pau, não demorou muito me vesti e os meninos me disseram que já iam embora eu falei que tudo bem e que se quisessem poderiam jogar outro dia.

No dia seguinte tive uma surpresa o Guto estava la em casa mais cedo me pediu pra jogar, sá que ele tinha levado a sua irmã de uns 6 anos de idade fiquei assustado mas deixei eles entrarem, depois de uns 19 minutos em que eles jogavam e eu fiquei apenas assistindo, a irmã do Guto queria ir embora então o Guto me perguntou se ele podia levar a irmã em casa e voltar pra jogar, falei que tudo bem que eu não tinha nada pra fazer mesmo.

Ele foi e não deu nem 5 minutos e ele já estava novamente na minha casa, no meu quarto jogando, fiquei sentado na cama e ele no tapete depois de algum tempo deitei na cama e vi que o Guto sempre vinha com uma conversa para poder olhar pra trás. Meu pau começou a ficar duro e comecei a desejar aquele menino branquinho que nessa altura eu já sabia que ele queria alguma coisa, foi então que eu resolvi ir ao banheiro e deixei a porta aberta de propásito, logo o Guto passou pela porta em direção a cozinha ele parou na porta e pediu se podia beber um pouco de água e olhando fixamente no meu pau que nessa hora já estava duro igual uma pedra o que até dificultou eu dar a mijada, falei que ele não precisava pedir que era sá pegar, ele foi a cozinha e voltou com um copo grande cheio de água e parou na porta do banheiro novamente dizendo que estava muito quente, eu já tinha terminado de mijar e continuei a mexer com o meu pau . Perguntei se ele queria tomar um banho para se refrescar ele se assustou e pensando um pouco aceitou, sai do banheiro e fui buscar uma toalha pra ele que entrou e encostou a porta começou a tomar banho e eu do outro lado da porta louco pra entrar e ver aquele menino pelado não resisti tirei minha roupa enrolei na toalha e abri a porta o Guto levou um susto e tentou se cobrir com as mãos, comecei a rir para descontrair mais meu pau denunciava que eu não estava não descontraído muito pelo contrario estava muito tenso. Perguntei se tinha algum problema eu tomar banho também, ele falou que nunca tinha tomado banho com outro cara, falei que não tinha porque não gostava muito de jogar futebol então ele falou que tudo bem. Fiquei admiirando o corpo daquele menino de pele lisinha, branquinha quando tirei a toalha ele se assustou pois eu tinha colocado meu pau pra cima e prendido na toalha meu pau ficou apontando pra frente em direção a ele que perguntou porque Ele estava duro daquele jeito, falei que já tinha muittempo que não pegava ninguém mas falei pra ele ficar tranquilo que não ia acontecer nada. Entrei em baixo dagua eu fui me ensaboando como se nada tivesse acontecendo mas percebi que o Guto não estava muito a vontade com aquela situação então pedi pra ele passar sabão nas minhas costas ele atendeu meio envergonhado mas aos poucos foi se soltando. Suas mãos passando em minhas costas parecia uma seda de tão macia e o Guto já estava perdendo a vergonha e começou a passar a mão em meus ombros quando me virei e falei pra ele fazer o serviço completo ele então começou a passar a mão em meu pescoço, peito, barriga, coxas até que chegou onde ele queria. Ele largou o sabonete e começou a acariciar meu pau que já estava latejando de tão duro que estava, falei que agora eu que ia ensaboá-lo peguei o sabonete e comecei a passar pelo seu corpo, virei ele de costas e comecei a passar as mãos pela suas costas e fui descendo até chegar naquela bundinha branquinha toda lisinha, passei a mão em todo o seu corpo mas quando fui passar a mão em seu peito puxei-o de encontro ao meu pau que ficou roçando na sua bundinha, depois enxaguamos e fomos para o quarto. Pedi para ele sentar na beira da cama e fiquei em pé na sua frente, pedi que batesse uma punheta pra mim que já atendeu prontamente, perguntei se ele já tinha feito isso antes ele me disse que não, então pedi que desse um beijo na cabeça do meu pau não precisei pedir 2 vezes aquela boquinha quentinha na cabeça do meu pau era uma delicia, pedi que chupasse o meu pau todo mas ele não conseguiu pois o meu cacete mede 19 x 5 cm, ele não conseguiu mas colocou mais da metade na boca, ficou chupando um pouco pedi para que chupasse também o meu saco não demorou muito e comecei a gozar na boca dele que ao sentir o primeiro jato de porra na sua boca tentou tirar o meu pau mas eu segurei a sua cabeça não deixando que ele tirasse antes que eu terminasse. Depois que gozei ele foi correndo ao banheiro pra jogar toda a porra que estava na sua boca, fui também pra lavar o meu pau que estava todo lambuzado de porra, voltamos para o quarto pedi que deitasse de bruços que eu ia retribuir a chupada e fui beijando as suas costas e descendo em direção a sua bunda dei uma mordidinha e percebi que ele ficou arrepiado continuei a beijar a bunda dele até que ele estivesse mais relaxado, meu pau começou a endurecer novamente quando abri as suas nádegas e comecei a passar a língua no rego da sua bunda e também no seu cuzinho. Que sena maravilhosa aquele cuzinho todo enrugadinho que se abria quando eu colocava minha língua na portinha, fui brincando até que ele ficou bem a vontade pedi que sentasse novamente e chupasse o meu pau para deixar-lo bem molhado e que babasse um pouco nele pra facilitar o meu serviço, ele me perguntou se ia doer eu falei que não muito e que ele tinha que relaxar bem para não doer ele chupou bem e deixou ele bem babado virei ele de bruços novamente e coloquei 2 travesseiros em baixo de sua barriga para que ele ficasse com a bunda bem empinada, lambuzei o cuzinho dele com bastante saliva e completei um pouco no meu pau me posicionei e comecei a forçar as entradinha daquele cuzinho maravilhoso o Guto reclamava e falava que estava doendo pedi que ele relaxasse que assim não ia doer tanto e fui forçando, quando entrou a cabeça ele deu um grito de dor e pediu para eu tirar tentei argumentar com ele quando ele começou a chorar, tirei o meu pau e ele vou se lavar voltou e falou que estava doendo muito e que não ia conseguir, falei que ia dar um jeito que no outro dia ele ia conseguir, ele deu uma chupada no meu cacete e foi embora.



Bom vou contar na segunda parte como fiz pra conseguir comer aquele cuzinho rosadinho e tão apertadinho



Os. Não gosto desses contos que os caras falam que são reais e que comeram o cu de um garoto logo de cara na primeira, e sem nada pra ajudar

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos dormindo com a porta abertacontos eróticos de amigos com mts mamadasContos casada levou dois rapazes para sua casafodidas no bar contocontos meus amigos estupraram a minha maecontos gay mamando coroarealizei meu sonho transar com um cavalocontos eroticos dez anoscontos zoofila casada abandona marido e filhos por um cachorroContos gay fui mulher de um coroacontos eróticos gay irmãos machos se esfregandoComendo a mulher do amigo contosnamoradinha virgem do amigo contos eroticoseu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpaSexo proibido. Contoscontos flagrei um menino comendo o outro fiz chantagemVer buceta mulhere mas buntuda do mundo sexo gay quando eu era pequeno okinawa ufa contospassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararvi outro gozar na boca de minha mulher contosbucetinha inchada de minha esposa orgia contocontos zoo velha carentecontos porno sou puta dos meus cachorroscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos mamando o peitao da patricinhacantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzaomeu marido e meu cunhado conto realcontos eróticos comi so o cu da aluna do vôleigostei de ser abusada contos eroticoscontos gay o irmao mais velho do meu amigo me comia diretoconto de mulher transando com meninos novinhosContos eroticos galeratraficante contos eróticosvelho fogoso conto eroticoconto gay virei viadinhomeu padrasto foi no meu quarto contossou evangelica casada treprei com dois contosNegao pausudo botando corno chupar cu da mulher enquato fodeperdendo a virgindade com o meu namoradocontos sado marido violentosContos eroticos esposa gosta de exibi e leva cantada nas praiasta ca molestta xvideocontos eroticos tesao na maefotos chapéu ao traveco até ele gozacomi minha tia contoContos eroticos cinemacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeucontos eroticos arrombando a gordaContos eróticos, ai tio, goza na minha mãoConto com foto vizinha peluda de vestido no matoporno guardete teresina na rolaContos eroticos tio belicao nos seios conto erotico submissa gozei choreiume homeme chopano uma buseta da mulhe ate ela gozaso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilcontos eroticos de sogras velhasContos eroticos meninas x gorilasContoseroticos estuprando Vitóriafui errabada pelo meu avovou castigar seu cuzinhocontos eróticos o amigo do meu filho traiçãocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico, esposa, buceta alargadaContos sexo com pai da amiga e engravideiSoquei muito nela e ela pediu mais contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefilha no acampamento conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos minha mãe é uma putacontos um anjo de sobrinhahomens com pau instiganteContos eroticos minha irman roqueiracontos porno mãe biquínimeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacontos eróticos sobre tia bucetuda é grávidacontos me chamo camila transei com felipe meu irmao