Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CUIDADO CÃO BRAVO III

...Depois de sair às pressas da casa, estava todo sujo, e me lembrei de um riacho não muito distante, e resolvi ir até lá para me limpar. Tinha dois caminhos um mais curto que todo mundo usava e um mais longo e de difícil acesso pois quase ninguem passava por la, com medo de alguem me ver escolhi o mais longo, afinal não estava com pressa e também era mais seguro de não ser visto.

O mato estava bem alto e de certa maneira era melhor pois estaria encoberto, mesmo a distância. Por ser um caminho mais afastado era muito silencioso e podia escutar se alguem se aproximasse, e mais ou menos na metade do caminho comecei a escutar alguem se movimentando no mato, e com medo de ser visto sai da trilha em direção a uma pequena clareira onde o mato ficava apenas ao redor e pude me esconder atras de uma árvore.

Fiquei escondido espiando,e vi o mato se movimentando, e quem estava lá estava vindo em minha direção. Fiquei assustado e imaginei que alguém pudesse ter me visto invadindo a casa e estava me seguindo, fiquei congelado atrás da árvore, enquanto se aproximavam da clareira. Não sabia mais o que fazer quando o que me seguia sai do mato e eu vejo que é um mestiço de pastor alemão.

Fiquei aliviado e sai de trás da árvore, e o cachorro veio abanando o rabo pra mim e me rodeando todo feliz, enquanto me acalmava o cachorro pulou com as patas no meu peito cheirando minha barriga e começou a lamber.

Percebi que o cachorro devia ter sentido o cheiro de sexo e me seguiu, comecei a ficar excitado, e pensei como passei de virgem à cadelinha no cio. Fui atrás da árvore novamente onde ninguem poderia me ver, tirei meu shorts e tinha uma pedra onde pude me debruçar sobre ela ajoelhado no chão, arrebitei bem a bunda e como uma boa cadelinha fiquei esperando meu macho que me deu algumas lambidas e logo tentou montar em mim, ele era mais baixo não acertava meu cuzinho e com a mão guiei ele até encostar a cabeça daquele cacete no meu anel e logo ele me penetrou e mais uma vez eu estava entregue a um animal, que me agarrava ferozmente pela cintura e me comia sem piedade.

Eu empinava a bunda e abria as pernas sentindo todo seu mastro dentro de mim e no meio daquela luxúria sinto uma lingua lambendo minha perna olho para trás e um labrador tinha aparecido do nada, nem me importei, pois realmente estava me sentindo uma cadela.

Parei de olhar fechando os olhos, empinei bem a bunda deixando o pastor me foder e o labrador impaciente ao redor me lambendo as vezes, sinto o ná do pastor inchando e depois de algum tempo ele goza dentro de mim e vira bunda com bunda, o labrador comeca a lamber meu cuzinho ao redor e o pastor puxando com aquele cacete enterrado em mim e acabo gozando também.

Apás algum tempo o pastor desgruda e os dois cães me lambem me limpando, o pastor fica de lado se lambendo e o labrador continua no meu cuzinho sabendo que agora é a vez dele. Vejo o pastor indo embora saltitante me deixando sozinho com o labrador que para de me lamber e me monta, o seu corpo pesado e quente sobre mim me deixa imável e dominado. Ele me agarra com força me machucando, mas não me importo eu era dele naquele momento. Sinto aquele linguição quente batendo forte na minha bunda, e novamente sou penetrado, o cachorro tinha um membro descomunal e senti ele ir muito fundo, tão fundo que tentei ir para frente inutilmente pois a posição não me permitia.

O vai e vem era frenético e eu sentia aquilo crescendo e crescendo dentro de mim, não aguentei e comecei a gemer de dor e prazer. O labrador era muito forte e bruto, aquele pau enorme torturava meu cuzinho, suas investidas eram tão intensas que lágrimas corriam pelo meu rosto, e suspiros ofegantes de prazer escapavam pela minha boca.

Eramos um sá, numa sincronia perfeita, a cada estocada um gemido, desejei que aquele momento fosse eterno, e por alguns instantes senti como se fosse, até que gozamos juntos, uma quantidade de porra absurda foi despejada dentro de mim, soltei um urro abafado mordendo os lábios num orgasmo que nunca mais senti na minha vida.

O labrador continuou sobre mim cansado e engatado, sentia cada centimetro daquela carne pulsando dentro de mim, não sei por quanto tempo pois estava tonto e enfraquecido com o orgasmo que tive, senti ele se soltando de mim e me abandonou naquela clareira, fiquei sentado encostado à pedra onde tudo tinha acontecido, até recobrar minhas forças.

Me vesti e caminhei até o riacho, e apás um longo banho retornei para casa exausto mas feliz com uma aventura que nunca esquecerei.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


levou a esposa inocente pro swing. na casa de um. amigo. contoconto eróticos pai irmãoscontos meus amigos comeram minha maeContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasbucetas insesto maes inportantesContos eroticos forcadoconto minha cunhada me deu cu e sua tambemcontos de incestos mae puta e filho espertocontos comi minha tia biologicaCasa dos Contos e******** pelo Negrãocontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteicoroas enxutas se masturbando com tocas na cabeçaver coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentea minha mulher e o casetao cavalarcasa do conto meu irmao me encoxoucuzinho de entiada contos veridicoContos eroticos briguei com o marido dei pra outroaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contosconto eroticos primas gostosa veio min vizitarfui arombada marido adoroucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordaconto cu dopadasou viciada no pau grande e grosso do meu cachorroContos eroticoss adoro trepar sem camisinhadona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha porncontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com a velha vizinha cabeludanifetasafadagostosaDexei minha esposa fui fuder bem minha mae bucetuda raspadaContos eroticos escussao com meu marido banco diferentecontos de gays sendo arrombados por varias rolascontos com amiga baixinha e gordinhacontos sexo cunhadasconto erotico o ponei e mulhercontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente festa junina conto eróticoporno conto mae gravedaContos eróticos de pau duro na piscinacontos familia na praiaminha esposa e minha sogra nua na praia de nudismocontos eroticos encoxadas no busao por mulhereshistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadacontos eroticos tio da escolaContos eróticos não queria gozou dentroContos erotico enfiando a mao no cuconto erótico meu avô tem uma pica muito grandezoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maecontos de anjinha safadaContos euroticos amiguimha novinha da minha filha.cu gulosoDei calmante para enfiar na vagina das gordas contocontos eroticos homens que usam calcinhaIncestoconto.meninasEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delatranse com meu pai no onibuscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos empregada pegando no pau do menino novinhocontos eroticos calcinhas usadas da mulher do amigoLoirinha novinha chantageada conto eroticocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestimulher de vertido con as pern.a reganhdacontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhotias coroas em festa despedida de solteiracontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos eroticos na rocacontos comendo o cuzinho da fazendeiranovinha e safadinha conto eroticoconto erotico minha prima malvadacontos eroticos meu marido armou para o irmao dele me comerconto erotico estuprado na frente da minha esposao carteiro me pego com roupas femininas gaycontos eroticos minhas filhas jeinnycontoerotico/calcinhadafilhano colo conto gaypai corno contoscontos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãosconto erotico sou uma mulher casada adoro ver filme porno ver cavalo comendo mulherconto percebi que cu do marido esta arrombadoContos eroticos eu minha esposa e minha cunhada no churrasquinho em casa