Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A CUNHADA - PARTE 3

Olá novamente, vou contar mais uma aventura que tive com minha cunhada. E dessa vez com a participação de minha mulher, o que tornou a melhor de todas as fodas que já tive.

Antes de começar devo falar que eu e minha mulher procuramos sempre apimentar nossa relação, pra não cair na mesmisse. E ela sabe que tenho o sonho de transar com duas mulheres ao mesmo tempo, sen do que uma delas devia ser ela mesma, e as vezes quando trasamos ela fica me perguntando se iria comer a outra daquele jeito, se eu teria coragem de chupar a bucetinha da outra, que ela queria me ver chupando outra buceta enquanto ela cavalgava em cima de minha pica e essas coisas que me fazem fuder com ela com mais tesão ainda, e ela sabe disso por isso me provoca, mas nunca levamos adiante esse fetiche, até que um dia...

Em setembro de 2006 (já fazia mais de um ano que não transava com minha cunhada - contos anteriores), Minha cunhada havia se mudado para Natal e estava morando com o namorado, mas de vez em quando vinha visitar a mãe e passava uns dias na casa dela. Numa dessas visitas ela falou com minha esposa que queria tirar umas fotos de corpo inteiro e algumas sensuais mas sem vulgaridade, pois estava precisando para levar para uma agência que tinha lhe solicitado. Minha esposa combinou para ela ir na nossa casa para tirar as fotos sensuais e depois sairiam para tirar as outras em alguns lugares com uma paisagem bem legal, no que ela concordou de imediato. Eu não estava sabendo de nada e trabalhava normalmente, quando cheguei em casa escutei as vozes no nosso quarto e fui ver quem era, e me deparei com minha cunhada com roupas bem sex fazendo poses em cima de nossa cama e minha mulher tirando as fotos, quase tive um troço quando ela ficou de quatro de costas para minha esposa, usava uma espécie de camisolinha com uma tanguinha fio dental e virava o rosto para minha esposa fazendo cara sensual, o pau subiu na hora, me veio as lembranças de nossas aventuras e fiquei meio paralisado com aquela cena. Acho que minha esposa percebeu e veio até onde eu estava me deu um beijinho, me mandou tomar banho e deu uma leve apertada na minha pica por sobre a calça. Voei para o banheiro e toquei uma punheta para minha cunhadinha, pois achava que ia ficar nisso apenas. Vesti apenas um short sem cueca por baixo e sem camisa e voltei para continuar observando as fotos, minha cunhada paraceia ignorar minha presença ali, pois fazia tudo que minha esposa mandava sem se preocupar comigo observando-a. Comecei a dar palpites nas posições e elas iam aceitando e fazendo como eu falava. Quando percebi que estava incluído naquela sessão de fotos, sugeri fazer umas fotos ainda mais sex, e para isso eu participaria junto, mas com todo respeito e sob a supervisão de minha esposa. Elas se olharam como se previssem aquilo e aceitaram na hora. Corri para vestir uma sunga de praia e voltei voando para não correr o risco de desistirem. Meu pau não baixava e fiquei meio sem jeito porque na sunga ficava muito visível, criei coragem e pedi para me darem um tempo para tentar mudar aquela situação, mas minha esposa falou que não, que se era para ser foto sex, tinha que demonstrar o desejo e tesão dos modelos. Foi o sinal verde que estava esperando. - Já que é assim, vamos em frente. Começamos com umas fotos em pé, abraçados, puxando os cabelos dela pra tráz, beijando o pescoço dela, minha esposa pedia e a gente fazia, até que uma hora ela mandou minha cunhada tirar a parte de cima do biquini que ela usava e eu fui para trás dela e cobria os seios com as mãos enquanto ela enclinava a cabeça para trás e jogava os cabelos em meu rosto, aproveitei para roçar meu pau naquela bunda maravilhosa coberta sá pelo fio dental, e minha cunhada deu um suspiro de tesão que minha mulher ouviu e entendeu o que estava acontecendo e aproveitou para atiçar ainda mais aquele momento, e mandou eu soltar os seios de minha cunhada e puxar ela contra meu corpo, fiz isso com uma mão e com a outra apertei a bunda dela deixando meu dedo indicador explorar por baixo da tira do fio dental até tocar o cuzinho dela, arrancando suspiros de minha cunhadinha e fazendo ela fechar os olhos já totalmente entregue ao tesão. Minha esposa apoiava as poses e seguia tirando fotos já sem se preocupar mais com o que estávamos fazendo, estava por minha conta. Desci a mão que estava na barriguinha dela e enfiei dentro do biquini tocando de leve sua bucetinha completamente molhada, ela então pareceu lembrar onde estava e acordou para a realidade pedindo desculpas a minha esposa que apenas sorriu e mandou continuarmos pois estavam ficando átimas as fotos. E ela sugeriu que fízessemos um 69 onde minha cunhada deveria simular está mordendo meu pau por cima da sunga, me deitei e ela veio por cima ajeitou os cabelos e fez pose para a câmera como se fosse morder meu pau, minha esposa mandou ela segurar nele e encostar a boca bem práximo, ela apertou meu pau me fazendo quase gozar e chegou com a boca bem perto e eu forcei um pouco o corpo para cima fazendo ela tocar com a boca no meu caralho duríssimo, minha esposa aprovou e pediu para repetir com calma, enquanto isso eu levantava o rosto e cheirava sua buceta que de tão molhada deixava uma mancha no biquini, até que não aguentei e enfiei a cara na buceta dela por cima do biquini mesmo, ela se entregou de vez e sentou na minha cara esfregando a buceta em mim. Afastei seu biquini de lado e enfiei a lingua na buceta tão molhada como eu nunca tinha visto nenhuma mulher ficar, ela já não ligava mais para nada sá queria ser fudida e tirou meu pau da sunga e abocanhou ele na frente de minha esposa que nessa altura já tinha parado de tirar fotos e esfregava a buceta por cima da bermuda jeans que usava, quando vi aquilo, sai de baixo de minha cunhada e arranquei seu biquini de vez e meti nela de quatro com força, a entrada foi fácil devido a quantidade de líquido que escorria da buceta dela, mas como tenho o pau um pouco grande, quando socava até o fundo ela gemia de dor e prazer ao mesmo tempo, mandando eu acabar com a buceta dela que ela não aguentava mais de tesão, que queria gozar muito e ser fudida a tarde toda até a buceta dela não aguentar mais. Chamei minha esposa para perto de nás e ajudei ela a tirar a bermuda junto com a calcinha e a blusa, enfiei dois dedos na buceta dela e perguntei se estava gostando daquilo e ela respondeu que estava quase gozando de tanto tesão, perguntei se queria que eu a comesse e ela disse - Primeiro faz essa putinha gozar muito neste caralho que eu conheço tão bem, faz ela ver o que é um pau de verdade, ela me disse que o namorado tem um pau pequeno e ela adora fuder com um caralho bem grosso e grande, e eu disse a ela que o seu era exatamente assim, agora prova pra ela (mau sabia ela que a irmã já tinha provado de meu pau outras vezes). Bombei com força até minha cunhada começar a gritar que estava gozando que queria ser fudida de todas as formas por mim, que eu era muito gostoso como a irmã tinha falado, e chamar palavrões comigo: - Me arromba seu puto, come sua cunhada come, vira minha buceta pelo avesso seu cavalo, depois eu quero dar o cu pra você seu viado, você aguenta nás duas aguenta? nás vamos acabar com você. Minha esposa que se masturbava nos olhando começou a se contorcer toda e gritar que estava gozando e enfiava três dedos na buceta de uma vez. Eu não aguentei e explodir no melhor gozo que já havia tido, parecia que não ia parar mais de gozar e jogar porra na buceta da minha cunhada, quando tirei o pau dela era tanta porra que escorria pelas pernas dela e melava o colchão. Minha esposa disse: - Seu porra, você nunca gozou assim comigo, agora vai ter que me fazer gozar igual a ela. Eu quero me fuder toda hoje com os dois. Eu pedi sá um tempinho para me recuperar pois ainda queria fuder todas duas muitas vezes, inclusive ia comer o cu das duas, no que elas se olharam e concordaram, como se planejassem acabar comigo de tanto fuder, e quase conseguiram. Mas eu conto o que rolou ainda naquela tarde no práximo conto. Até lá. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay com estupro por guarda vidascontos eroticos arrombando a gordacontos eróticosmenininha dormindoMinha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu penisconto eróticos a patinha da minha sogramulheres casadas de shortihno bunbumgrandeCornos by contosDaniele comi pra caceteconto erotico minha prima que considero irmãComtos erotecos de imcesto minha mae sentou no meu coloesposa bebada tomando sol com sogroContos de incesto quando eu era pequena era putinhacontos eroticos mamando o peitao da patricinhacontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecermulher caucinha tirando xoti para fudesogra contando como chorou na pica do genro contos eroticoscontos eroticoso cu da cadelinhaConto so caminhoneiro dei carona uma freira loiracache:AQRime9uCcEJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria_9_5_zoofilia.html contos sogra punhetatitia ficar mandando o sobrinho que está bem contos eróticosmarido demarleni ve ela transandoconto erotico de sogro fudendo a noraKadu meu primeiro heterocontos eroticos pai escravo da filhaUfa de vídeo caseiro chupando a rola do namorado dentro do carrocontos eroticos eu ea minha mulher gostamos de rolascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos comi a amiga da minha namoradacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecotos erotocos piscina casadacontos eróticos fui na praia de nudismo e fudi gostosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos visitou o culhado na cadeiaconto gay manaus ponta negracontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentecontos eroticos arrombou meu cu no quintalcontos eroticos vestido colado e curtoContos eroticos sobre irma fazendo faxinana viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contofudeno a amanda e nanda duas gostosinha mobilecotos erotocos piscina casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestuprei minha irma casada contocontos eroticos gays bem recentes ocorridos no rio de janeirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos putinha desde novinhaCONTO INCESTO NA MADRUGADA COM A SENHORAcontoseroticos cimeram minha mulhersurra de chinelo contoscontoseroticos cimeram minha mulhercontos eroticos ma minha despedida de solteira fuquei com 25 homensconto erótico de corno chupador de arrombadacontos eroticos dando o cu para manter o empregoVizinha magrinha de cabelos preto fada do sexoswing tio com sobrinhas flagrante historiascontos eróticos casada não resistiu e traiucontos irmãzinhacontos com sobrinhaconto amigo do meu marido tem uma rola enormeconto eróticos dei pra meu pai depois de casadasó umbiguinhos lindos e peitos durinhoscontos eroticos arrombando a gordamadrasta e seu consoloContos eroticos de mulheres menstruadas estupradasgostosa fazendo unha do pé mostrando a calcinha também de perna abertacontos eroticos de oncesto de sogra com derrocontos eroticos dupla penetraçãozoofilia filhotes bricando com a buceta da donaSexxu videu erica cazada jua da baiaxvidio travesti lisarolaEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos anal tio dotado tirou avirengravidou a minha namorada contos eróticosContratei um travestir e ele comeu meu cuarmei para comer minha vizinha contos eróticos