Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEM DOCUMENTO MAS COM ESPOSA.

Sem documento mas com esposa.





Meu nome é macio e o nome que vou usar para minha esposa é Karla, somos casados a sete anos ela loira 1,60 68Kgs coxas grossas olhos verdes boca carnuda e muito gostosa tem 30 anos sempre achei que ela tinha cara de safada e me despertou a vontade de ser

CORNO, na verdade adoro imaginar ela dando para outros caras a tal ponto que tiro fotos dela de calcinha pelada ou fazendo amor e ponho no msn para ver alguns caras se masturbando até gozarem. Fico imaginando aquela porra escorrendo pelas pernas dela.

Neste feriado 20112009 fomos para a praia grande para aproveitarmos o sol e descansarmos um pouco estava tudo correndo bem até que quando nos desentendemos no ultimo dia ou seja no domingo e ficou aquele clima entre agente. Voltamos para o apartamento arrumamos as coisas e saímos para SP por volta da 23h00minh o transito estava muito devagar derrepente nos deparamos com uma viatura com dois policiais que nos indicou para encostarmos. Quando o policial solicitou os documentos me lembrei que não estávamos com o documento correto do veiculo em que estávamos quando me demorei em voltar para o carro conversado com o policial minha esposa vem em nossa direção com um vestidinho curto oque despertou a atenção dos dois e começamos a tentar convencelos a liberar o veiculo. Como minha esposa estava meio na bronca comigo começou a conversar em paralelo com o outro policial por alguns minutos, derrepente ela me diz está tudo certo, mas vamos ter que parar no meio do caminho então ela seguiu dirigindo nosso carro junto ao policial que estava de papo com ela e eu fui no veiculo deles até chegarmos a uma saída com uma ruazinha de terra, nisso paramos a viatura no acostamento da estrada e eles entraram nesta rua, nisso o policial me falou, sabe oque vai acontecer né? Vamos comer sua esposinha, embora estivesse certo que isso iria acontecer não esperava que ela fosse aceitar isso assim da forma que aconteceu pois sempre que eu trepava com ela na hora da transa ela falava que era uma puta estava toda arrombada que tinha dado para vários machos naquele dia, mas sempre depois das transas desconversava Passaram-se alguns minutos de muito beijo e pegação dentro do carro quando o policial ao meu lado já de rola dura falou vamos ver oque está acontecendo lá, de pronto desci do carro e ao chegar me deparei com minha Karla sem o vestidinho com aquela calcinha fio dental branca que realçava sua pele bronzeada fazendo um boquete, a rola mal cabia em sua boquinha mas como estava disposta a me punir “” parecia que não via uma rola a muito tempo vendo isso embora fosse uma sensação terrível comecei a ficar louco de vontade que ela continuasse até que uma hora eles passaram para o banco de traz o policial que estava comigo se sentou com as pernas para fora e ela de quatro passou a chupá-lo o primeiro se posicionou atrás dela tirou a calcinha para o lado neste momento quase gozei nas calças ela estava tão excitada que pingou de sua bucetinha quando ele encostou a rola na portinha escorregou aquele pau para dentro em uma única estocada que entrou fácil embora grande e grosso mas devido à lubrificação escorregou para dentro e ficou ali metendo vendo a marca do biquíni empurrando aquela rola na buceta dela chamando-a de puta vagabunda gostosa batendo em sua bunda e empurrando cada vez mais sua rola em direção ao ventre de minha esposa, ela por sua vez não satisfeita virou para mim e disse amor preste atenção oque vou fazer você não queria uma puta vou deixar minha buceta como a de uma, pegou a canga que estava no banco de trás esticou no chão mandou o policial deitar e se sentou por cima aquela foi uma cena maravilhosa nunca pensei em ver uma rola daquele tamanho entrando na bucetinha de minha esposa, derrepente ela pediu para o outro ir por traz o rapaz começou a pincelar o cuzinho dela e ela logo disse no cuzinho não poe, junto na buceta a rola do outro era normal como a minha, mas sua xaninha já estava recheada por um cavalo, mas devido à lubrificação que não era pouca acabou entrando nesse momento ofereci minha rola para ela chupar e ela se recusou dizendo, fica ai corno olha como se fode de verdade vou ficar com esses dois aqui para você aprender me tratar direito estava completamente maluca gritava peia para eles a chuparem oque eles faziam com muita vontade nas costas peitos até que o de rola menor anunciou que ia gozar foi quando ela pediu para ele gozar dentro de sua buceta, oque ele acabou fazendo como a buceta já estava muito aberta começou a vazar, foi quando derrepente o que estava embaixo avisou que também estava gozando e que ia derramar tudo dentro dela pedi para continuarem foi quando explodiu em gozo dentro de minha esposa. Levantaram-se colocaram as roupas devolveram meus documentos e nos desejaram boa viagem alem de nos darem os telefones se caso estivéssemos sem o documento do carro novamente. Saímos logo atrás minha esposa no banco de traz muda apenas olhando para minha cara tratei logo de entrar em um motel e dentro do carro mesmo cai de boca em sua buceta nunca vi tanta porra junta antes escorria daquela buceta, e ela me dizendo vai corno você não queria me ver sendo fodida agora vou te dar oque eles não conseguiram comer, pois não aguento mais nada na frente, realmente esta completamente aberta e bem vermelha, então virou o rabinho para mim aproveitei a porra que escorria da bucetinha e passei na portinha de sua bundinha lambendo sentindo o cheiro de porra e suor que ela estava exalando empurrou bem devagar e como estava com muito tesão ela aceitou centímetro por centímetro, fiquei ali delirando na bunda de minha esposa lembrando daquela foda que havia acontecido a alguns minutos foi quando não aguentei e acabei gozando dentro do seu cu ela agora satisfeita, pois havia porra em sua buceta e no seu cuzinho, chegamos em casa tarde e fomos tomar banho e pude avaliar melhor oque havia acontecido sua bucetinha estava completamente arregaçada alem das marcas que ficaram pelo corpo pescoço peitos bunda costas coxas, hoje pela manhã acabei dando um novo banho de linha em sua xana mas ela não me permitiu penetra-la, me falou que deixaria uma surpresa para noite .Estou planejando outras loucuras para fazer com ela . Mandem fotos e comentários para [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico gay em cinema. De Recifecontos eróticos safadezas entre famíliaContos eróticos de Gay O Amigo do meu Pai Comeu Minha Bundinhafotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosacontos sarro gostoso com meu genrocontos d zoof pegei minha sobrinha c um cachorrocontos zoofila casada abandona marido e filhos por um cachorroContos homem casado se veste de munher e da cubuceta carnuda comtos de sexovê seu pau foi a gota d'agua "contos eroticos gay"contos eroticos o garotinho comia minha mulherHistórias eróticas verídicas tesão entre mâe e filha menina incestocantos eróticas adoro da o cuconto erotico mamando na comadreconto erotico gay eu e meu padrinhocasada bruna tomamdo gozadacontos porno infânciacontos eroticos meu vizinho me bulinava gayContos gay fazendo a barbaquando era pequena mamava na pica do meu tiopai gosano dentro da eintiada. ela gritaSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempofilha gostosa contomotoboy gay contoContos eroticos filha rabudatrabalho quero a cona da tua mulher contoscontos fodir com minha irma lesbicaslara experiente conto erótico parte 1quer q minha mulher trepe com outrocontos irma fudendoConto safada novinha anoscontos eroticos fodi minhas enteada gemeashomen dando cu para a gradeucontos/ morena com rabo fogosovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos de despedidas de solteiracontos sexo estorando cu de velhaporno home gozando forddeconto erotico chuva douradahomen em purra seus ovos no cu de brunabuceta carnuda comtos de sexo buceta carnuda comtos de sexo lesbicas contos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosno colo conto gaycontos meus amigos comeram minha maeSarado tesao mexendo movimentoesposa bebada contos eroticoscontos eroticos de choronassexo gay okinawa ufacontos eróticos engravidei de um garotoDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos eroticos arrombando a gordaputinha do papai desde-conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto porno infancialésbicas infia arma gelada na ppk até gozarconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadecontos de sexo no bus primeira vezcontos eroticos arrombando a gordacontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendocontos sado marido violentoscontos eroticos deixando doidocontos baixinha popozudacontos inocênciarelatos eroticos minha descobri que era corno foi arrombadacontos eroticos na rocaContos eroticos briguei com o marido dei pra outrocilindro meloso gostosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentea bumda que sempre sonhei comecontos eroticos carnaval sai de cuzao e shortinhoconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitacontos eróticos, meu chefe exige a minha esposaprimeira vez em fraldas tesãofudeno com duas gostoda e cozamo na caraContos eroticos gays cuecasIncesto com meu irmao casado eu confesso