Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA IRMA CACULA

COMI MINHA ÍRMãCAÇULA



Era um dia quente de verão. Estava na janela olhando a paisagem ao redor. O calor era insuportável. Não havia nada para se fazer naquela tarde ensolarada. Resolvi ir para o quarto e ditar um pouco.

Quanto entro no quarto, vejo minha irmãzinha deitada na minha cama de bruços. Ela estava dormindo. Estava usando mini-blusa e uma saia curtíssima. Aproximei-me e comecei a tentar acordá-la. Mas ela dormia profundamente. Dava para ver o volume da buceta na calcinha. Afastei-me um pouco e comecei o observá-la com atenção. Aproximei-me novamente e virei ela de frente para mim. Suas pernas ficaram abertas em minha direção. Era uma visão maravilhosa. Não resisti à tentação e resolvi passar as mãos nos seus seios. Eles eram de tamanho médio, firmes e, para minha surpresa, começaram a ficar durinhos com as minhas carícias.

Desci as mãos até chegar à sua buceta. Volumosa e macia, acariciava com cuidado com receio de acordá-la. Passava o dedinho na entrada. Não resisti e afastei sua calcinha de lado. Foi a visão mais maravilhosa que tive em toda a minha vida. Sua buceta era linda. Depilada e lisinha: Perfeita. Percebi que sua buceta começava a ficar molhada. Minha irmã mesmo dormindo já estava ficando excitada. Me abaixei na sua frente, abri suas pernas e comecei a chupar aquela buceta maravilhosa. Com o passar do tempo, chupava com mais força. Estava bebendo todo o leitinho que saia daquela xoxotinha deliciosa.

Estava com tanto tesão que resolvi tirar sua calcinha: talvez fosse a única chance de fuder minha írmã, não podia desperdiçá-la. De repente, ela começa a se movimentar: estava acordando. Quando se encontra de pernas abertas e eu agachado na sua frente ela sem calcinha, solta um grito ensurdecedor (deve ter sido ouvido em toda a vizinhança).

Fiquei apavorado. Tentei acalmá-la. Ela estava muito nervosa. Perguntou se eu havia visto ela pelada. Disse que sim. Ela perguntou por que eu tinha feito aquilo com ela. Porque era louco por ele, respondi. Disse a ela que não diria nada a ninguém se ela fizesse isso sá essa fez comigo. Ela pensou um pouco e disse que sim.

Comecei a chupar novamente sua buceta. Ela gemia de prazer. Pedi para ela sentar na cama e coloquei meu cacete para forra. Pedi que chupasse. Ela abocanhou todo de uma vez. Chupava deliciosamente. Mas não estava interessado nisso. Fui direto ao ponto principal: sua buceta.

Com as pernas bem abertas, coloquei meu cacete bem na entrada de sua xoxotinha. Ela disse que estava com medo de doer. Prometi que se doesse, eu pararia. Comecei a empurrar meu cacete naquela buceta maravilhosa bem devagar. A cada centímetro que entrava, mais alto ela Gemia. Começamos a nos beijar. Meu cacete já estava todo dentro dela e ela pedia para que eu mexesse mais rápido. Estávamos fudendo intensamente. Metia nele com todo força. Ela dizia que me amava. O que fazia eu meter mais forte ainda.

Ela começou a tremer, percebi que estava gozando. Iniciei uma sequência de estocadas com mais intensidade. Queria gozar junto com ela. Enfiar tudo, pediu. Ela gemia e se contorcia de prazer: estava gozando. Pouco tempo depois era minha vez. O gozo veio de forma tão intensa. Esporrei tudo dentro dela. Aquilo foi maravilhoso.

Estávamos exaustos. Prometemos um ao outro que essa seria a primeira de muitas transas gostosas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos feminino cunhadoconto de casada fudendo com outrocontos eroticos de tio dando a bundasegurou a filha para tirar cabaçoboa f*** mulher leva travesti para comer o maridocontos erotico vo netinhaszoofilia custou cara e mulher nao aguentou estocada do cavvídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chameflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosminha iniciação gay contosconto sapequei coroa crentesexo gemidosssdei o cu pra varios homensSonifero contosContos eroticos interraciais no escritorosconto erótico corno babacaConsolado pela sobrinhas contos eróticoscom as bolas cheia de porra pra minha mulher contos eroticoscontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenacontos eroticos comi uma desviadacontos eróticos de dominação com a mãe do amigocunhada com previlegios pornscasada recebe proposta indecente contoscomendo gordinho do rabao gordo contos eróticoscontos eroticos gay-menor de idadezoofilia umcacete enorme pra pequena putacontos eróticos coloquei um shortinho para provocar meu paicontos eróticos meu filhocontos coroa gordacontos eróticos gay e casal biContos de mulheres que pegam marido com travesticontos linguada homemcontos trai meu marido com eletricista coroa safadacontos gordas eróticoso gotosonna sexos eputariacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteBucetas virgemdas das adolecentes doidocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosFui estuprada com penis de borracha contocache:18iZWlEvzBYJ:okinawa-ufa.ru/conto_13093_-currado-no-trote-da-faculdade.html contos eróticos casais com exconto erotico viado novinho escravizado por coroa malvadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulher de fio drntal dancando e abrindo bem as pernas con tirinha enfiada no bucetaomulher dando a buceta no salao da foliaConto estrupo casada namarraokinawa.ufa.ru conto orgíassó não doidão priminha gostosacontos eroticos incesto fudendo minha filha com meu melhor amigocontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoaiiao taradocontos eróticos encoxada no ônibuscontos iniciado no banheiro do trabalhocontos comi minha cunhadacontos eroticos goza no cucontos sexo minha madrinha esposaContos de mae de amigos sem calcinhavirei amante de meu tio novinha contosporno almentadode penis caseirohistorias eroticas das peitudascontos eroticos de encoxadas em onibusboquete sem lavar baixarconto sem calcinha a troco de doceSo video de 5 minutos porno buceta e rolas de 16centimetrocontos eroticos gay no cinemacontos eroticos encoxada na irmaContos erotico minha tia coroa gostuma anda nua em casadesenho de deus contos eróticosdei de perna abertafilho delicia contocontos horoticos verdadeiras pelotascontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos deixando aparecer a calcinha em casa provocandofotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosa