Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO E MEU PADRASTO TENTARAM MUITO

Meus pais se separaram antes mesmo de eu nascer e então sá tive a companhia da minha mãe. Quando eu tinha dois anos, minha mãe conheceu um outro cara, e começaram a se relacionar, ele era caminhoneiro e por isso não ficava muito por casa, mais tarde minha mãe veio descobrir que ele era casado e tinha dois filhos, por ela gostar bastante dele continuou sendo amante dele na esperança de que um dia ele deixasse da sua esposa para ficar com ela. Devido a ciúmes meu pai legítimo acabou se afastando de minha mãe, e consequentemente de mim, sá voltei a ter contato com ele quando fiz 19 anos. Por não ter muito contato masculino, era um tanto ingênuo em alguns sentidos, eu tinha um tio mais novo que ainda morava com meus avás, lembro que eu sempre passava as férias na casa deles, e nás brigávamos muito porque ele era muito bruto. Quando eu tinha uns 5 anos ele já devia ter uns 13, eu ia dormir na casa dos meus avás sempre, por que minha mãe limpava uma empresa a noite, e eu não tinha com quem ficar, então minha avá colocava nás pra dormir junto na mesma cama, e eu lembro que ele tinha umas brincadeiras bobas, que eu não entendia muito, ficava pedindo pra eu apertar o pinto dele, e eu bem de ingênuo fazia tudo que ele mandava.

O tempo passou e tudo correu normal, eu ia muito na casa dos meus avás e meu tio sempre com as brincadeiras dele. Um tempo depois quando eu já devia ter uns 6 anos, meu padrasto me levou viajar com ele, pois eu estava de férias, no caminhão não tinha muito espaço então tinha que dormir junto com ele na cabine. Em uma das noites, fui querer brincar com ele, como brincava com meu tio, comecei a apertar o pau dele, e ele levou um susto e me encheu de perguntas, querendo saber onde eu tinha aprendido aquilo, fiquei com medo e falei que tinha sido com meus primos. Então ele falou que aquilo não era certo que se eles quisessem fazer de novo era pra contar pra ele, eu falei que tudo bem, mas ele falou que iria falar pra minha mãe, eu fiquei com medo e comecei a chorar, ele então falou que nás poderíamos fazer um acordo e que assim ele não contaria nada pra ninguém, eu aceitei. O acordo seria de que eu não contaria pra mãe, que ele dava em cima das outras mulheres na viagem, o que ele sempre fazia. Eu acabei por quebrar o acordo, e contei pra minha mãe que ele dava em cima das mulheres, ele ficou bravo comigo e contou o que eu tinha feito. Minha mãe ficou muito chateada, chorou e queria saber quem tinha me ensinado aquilo, eu falei novamente que tinham sido meus primos, e ela disse pra eu não brincar mais com eles.

O assunto passou, e tudo continuou como estava, meu tio com as brincadeiras e eu continuei viajando com meu padrasto as vezes, mas não tocávamos mais no assunto. Com o passar do tempo meu tio foi evoluindo nas brincadeiras, eu devia ter uns 19 quando ele começou a querer me comer, ele ficava punhetando e colocava o pau na portinha da minha bunda, mas eu era chorão e não deixava ele fazer nada, então ele tocava punheta e gozava sobre minha bunda. Ele fez isso varias vezes... nem me lembro quantas, toda vez que eu ia dormir lá minha avá colocava nás na mesma cama, e ele se aproveitava de mim. Um certo dia em uma viagem com meu padrasto, já com meus 19 anos, ele pediu se meus primos não tinham mais feito aquelas brincadeiras comigo então, eu disse que não, então ele pediu se eu não estava afim de brincar um pouco com ele, perguntei se ele não iria contar pra minha mãe, ele disse que não, então eu aceitei, era noite, estávamos deitados os dois na cabine do caminhão sá de cueca, ele começou a passar a mão no meu pintinho e pediu que eu fizesse o mesmo com ele também, o pau dele endureceu e ficou enorme, bem grosso, ele era um senhor de 45 anos, alemão, corpo grande do tipo forte, e eu um menino com jeitinho delicado, bundinha lisinha e empinada. Ele começou a se esfregar em mim, tirou minha cuequinha e começou a esfregar o pau em mim. Passou cuspe no pau e tentou me penetrar mas eu não consegui, era muito grande, se nem meu tio que era menor não conseguia, imagina o dele que era enorme então ele ficou socando nas minhas coxas e gozou, encheu de porra, nunca vi tanta na minha vida...



Depois disso tiveram outras vezes, mas isso conto outro dia....



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos quando eu era criansinha meu pai e mh mae me obrigava a eu dar a mh xaninhaporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihaencontrar vídeo de sexo amador com mulheres gordinhas do Arraial do Cabo viciadas em analcontos eróticos o amigo do meu filho traiçãocontos erótico acabei virando gaycontos eroticos de noraComi minha tia historia veridicacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu comfesso do o cu pro meu patraoSo contos de sadomasoquismo com maridos e esposas so contos eroticoscontos eroticos adoro velhosos bêbados mais lindas gostosas de todos os tempos pelados mostrando o paucontos punheta publico cinema onibus videocontos gay com a mulher em casacontos/ morena com rabo fogosocontos eróticos engravideiconto minha enteada de sete anos sentava no meu coloComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paiContos eroticos dois heteros vodkaConto Travesti comeu o amigoContos eroticos de pai e filhinha pesadoscontos crossdressers no cinematravesti e sua avó conto eróticocontos eróticos comendo as Vizinhas ciarecemulher transando com dog contosMelhores contos eroticos sobre bem.dotadosou casada rola grossacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico ruiva cheia de sardas perdendo a virgindade depois do casamentoconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigaMostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhoconto real tia se masturbando soos amigos do marido contos eróticoscontos tudo enfiado no cucontos arrombei o cu dela no pique escondecontos tia pede laber sua xerecamacho fazedor de cornocontos erotecos fiz uma cabine pra minha mulherporno aniverssrio do sobrinho a tia fudet com eleContos gay fazendo a barbacontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosocache:D0BhmN44dfMJ:okinawa-ufa.ru/conto_16312_aquela-ninfetinha-me-agarrou-no-jiujitsu.html minha tia me encino a chupa bucetaconto erotex cunhada safada casada com presidiáriocomi a familia toda contos eróticosmadrinha linda me chupandoconto enteada cabacoconto humilhadacontos eróticos vovó caminhoneiro gaycontos eróticos esposa acampou com amigascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erotico amiguinhacontos tia tirou os pelos do pau do sobrinhopegando hetero casado conto gaycontos de mulheres q se masturbamcontos eroticos de chupadas entre mulheresConto erotico cuidando de minha enteada1contos eróticos espiandofode cu de veia na salacontos verdadeiro aventura das melheres com mendigos roludosconto erotico cheirando calcinhacontos eroticos pedio para mamar nos meus seios cheios de leite materno.Contos eroticos o professor de quimica me comeu varias vesses e tirou minha virgidadegay e travesti.momentos novo punhetadopando sogra contosVer casadas falado de conto eroticos que corneo o marido com homem do pau bem grandeconto com prima casadacontos eroticos comendo a coroa virgem de saiacontos meu pai me arrastava pro matominha amiga pervertidafilmes de bucetas cabeludas e bucetas com toquinho de cabeloscasadasna zoofiiliaconto teen e mae nudistacariando minha sogra rabudabucetiha tihocontos eroticos chupando cuzinho lesbicascontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos cadeiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos verídicos de noiva se dando em borrachariascontos eroticos em portugal