Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SURUBA ANIMAL: SANDRA, PAULO, O CACHORRO E EU.

Meu primeiro namorado gostava de filmes e revistas de zoofilia. No guarda-roupa dele existiam várias revistas que mostravam homens e mulheres fodendo com animais, como cavalos, cachorros, éguas, vacas e pôneis. Na verdade sá descobri que existia esse tipo transa quando conheci Carlos (28 anos).

Nunca trepamos com animais no período em que namoramos, mas transamos assistindo muitos filmes de sacanagens com animais. Em nossas conversas, falávamos muito do assunto. Ficávamos no campo da imaginação, sonhando como seria chupar o pau dele enquanto um cavalo comia o meu rabo. Acabei crescendo com essa curiosidade, mesmo quando nosso namoro acabou.

Aos 19 anos comprei uma dessas revistas com anúncios e achei um deles bem interessante. O título dizia: Casal zoáfilo maduro. Eles procuravam homens e mulheres para uma “foda animal”. Não tardei em escrever. Por um momento até desanimei porque não obtive nenhuma resposta. Minha vida seguia normal, até que um dia recebi um telefonema de Sandra (35 anos) e Paulo (47 anos), o tal casal do anúncio. Moravam em Ananindeua e fizemos vários contatos por fone até que finalmente nos encontramos numa sexta-feira, num bar da Av. Primeiro de Dezembro, em Belém (PA).

Sandra e Paulo formavam um casal interessante, tinham boa conversa, eram desinibidos, animados e bem resolvidos sexualmente. Ela era uma gordinha morena simpática, de seios um tanto quanto grandões. Ele, um homem maduro atraente, de cabelos grisalhos, espírito jovem, e com uma barriguinha acumalada com anos de cerveja. Pelo que pude perceber, eles simpatizaram muito comigo. Paulo disse até que já estava de cacete duro de vontade de meter no meu cuzinho.

Embora o papo tenha sido muito divertido e cheio de revelações – Sandra disse que Golias era um vira-lata grande que adorava trepar –, a foda ficou marcada para o dia seguinte. Deixamos para nos encontrar novamente no sábado, na casa deles, quando estariam sozinhos porque o filho iria para Mosqueiro com a namorada.

Cheguei na casa deles por volta das 11h:30min. Sandra foi logo me recebendo de maiô e saída de praia, me levando pelas mãos para a área dos fundos. Lá, avistei Paulo, de sunga, preparando o churrasco que iríamos comer. Ao me ver, Golias latiu, e por um instante imaginei que aquilo não iria dar certo.

Sempre carinhosa com o animal, Sandra o acalmava fazendo cafuné e dizendo que eu era um amigo que iria dar “um presente” para ele – como se o animal pudesse entender (risos).

Antes de almoçar, decidimos nos refrescar com a mangueira porque o sol estava muito forte. O tesão então falou mais alto, tamanho era o nosso desejo de foder. Paulo já estava de pau duro quando colocou a boceta de Sandra para fora do maiô para que Golias pudesse lambe-la. Fiquei maravilhado ao ver o animal tascar a língua na gruta daquela mulher. Segurando a mangueira com uma das mãos, Paulo mandou que eu batesse uma punheta para o cachorro. Enquanto eu masturbava o animal, ele começou a meter na minha mão.

Cheio de tesão, Paulo ficou de pé na minha frente para que eu chupasse a pica dele. Não era uma pica grande, mas era gostoso chupa-la porque era grossa e cabeçuda. Safadinha como era, Sandra tirou o maiô e se deitou abrindo as pernas para que o animal pudesse lamber melhor a boceta dela. As linguadas do cachorro deixavam-nas trêmulas. Paulo me fez levantar, tirou minha sunga e ordenou que eu chupasse os peitos grandes da esposa. Mamei naquelas tetas como se eu fosse um neném e senti quando o marido enfiou uns dedos no meu cu. Ficamos curtindo desse jeito por um bom tempo, até resolvemos ir para a cozinha antes que algum vizinho pudesse nos ver.

Na cozinha, Sandra fez Golias lamber o meu rabo enquanto ela sentava na caceta do marido. Era gostoso sentir aquela língua áspera roçando a minha bunda. Ás vezes o cão também passava a língua pelo meu saco. Louco de tesão, eu me masturbava vendo aquele casal trepando e sentido as linguadas de Golias.

Querendo levar ferro por trás, Sandra fez o marido meter no cuzinho dela e ficava tocando uma siririca bem leve no grelinho vermelhão. Paulo, por sua vez, mandou que eu enfiasse minha piquinha de 12cm na boceta dela. A foda estava gostosa e o cachorro estava agoniado, andando de um lado para o outro como se quisesse um lugarzinho onde também pudesse agasalhar a piroca.

Gemendo, Sandra dizia que iria gozar. Depois disso ela ficou de quatro para que o cachorro refrescasse a boceta e o cu dela com a língua. Sem gozar, Paulo pediu para que eu sentasse na pomba dele. Realmente ele tinha um membro duríssimo e arrombador. Eu podia sentir minhas pregas abertas e quando olhei para o lado, Golias já estava com o pau todo enfiado na cadela da Sandra.

Mudando de posição fiquei de quatro e Paulo metia sem parar. Gozei com a pica dele enfiada até o talo, sentido o colhão dele batendo no meu rego. Quando esta para gozar, ele tirou o pau do meu cu e deu para o cachorro lamber. Golias bebeu toda a porra que escorreu da caceta de Paulo. Suados e cansados fomos tomar um banho para que pudéssemos finalmente almoçar.

Com nossa fome saciada, fomos para o quarto nos deitar pelados para assistir um filme de putaria. Logo com a primeira cena de sexo, Paulo já ficou cheio de tesão e pediu para que eu e Sandra chupássemos a rola dele. Com a pica do marido em ponto de bala, Sandra sentou com o bocetão em cima. Me chupando e enfiando o dedo no meu rabo, ela cavalgava como uma potranca sobre o marido. Como era gostoso ver aquele pau entrando e saindo daquela xana. Querendo observar melhor fui para trás deles ver a fodança.

Com todo aquele entra e sai, não resisti: caí de língua nos dois, lambendo gostoso o saco do Paulo, subindo pelo pau, passando pela boceta de Sandra e me acabando no cuzinho arrombado dela.

Depois de gozar na boceta da esposa e dar a pica para que eu chupasse as ultimas gotas, Paulo foi buscar o cachorro para me fuder. Certamente eu fiquei um pouco nervoso, mas Sandra me tranquilizava dizendo que não tinha nada demais, pois no máximo eu iria sentir a pressão do ná da pica de Golias delatando as paredes do meu buraco.

Paulo pediu para que eu ficasse de quatro no chão. Sandra começou masturbar o animal. Para que o bicho metesse mais fácil, Paulo resolveu enfiar uns dedos antes, pois assim ele estava abrindo caminho para as estocadas do animal. Quando o bicho já estava com tesão, Sandra fez ele subir em mim e mirou o pau de Golias em direção ao meu rabo.

De início senti um negácio fino me penetrar. Mas à medida que o animal socava, a pica pareceria engrossar e crescer. De fato nunca tinha sentido algo tão gostoso antes. O cão metida em mim como se fosse um homem. Sandra abaixou-se para me chupar e assim fazer com que meu cu relaxasse mais. Vendo tudo aquilo, Paulo resolver dar o pau dele para que eu mamasse gostoso.

Eu estava quase fora de mim: o cachorro socando no meu cu, a mulher me chupando e eu fazendo um boquete naquele macho gostoso. Depois de um tempo o animal saiu de cima de mim e ficamos pregados. Sandra disse pra eu não me mexer muito que o ná iria se desfazer depois de algum tempo. Com a boca cheia de gala e sentindo uma pressão forte no meu cu, gozei gostoso batendo punheta.

Aquele final de semana foi maravilhoso, e se você, homem ativo ou casal liberal também curte um “sexo animal” safado e gostoso, entre em contato comigo através do meu e-mail ([email protected]), ou do meu msn ([email protected]). Busco pessoas do meu estado ou que estejam de passagem por Belém. Pessoas de outros estados também são bem-vindas. Sou branco, passivo com uma bunda gostosa e tenho 26 anos Homens e casai com fone e foto terão prioridade. Não tenho preconceito de cor, idade ou classe social. Espero por você.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordao pau do meu irmao contoscontos zoofila casada abandona marido e filhos por um cachorroa mulher do meu amigo e muito safada contos eroticosvidio porno corno mulher da em cima do jsrdineiro e empregada ver e participafodendo com desconhecido no motel contoscontos de coroa com novinhocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de mulheres casadas que foram fudidas bebadasContos eroticos currada no onibus de fio dentalComi a cadeirante casada contosBoqueteirá contoseroticoscontos eroticos viagem ônibuscontos minha cunhada puta na praia com sua irma com fil dental e eu passei a mao nelas duascontos mãe puta filha putacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos d mulher dando pra dois e marido vendocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos er apaga a luzempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhovi o pauzao do pedreiro e fiquei doidinhaAs 3 porquinhas do vizinho Contos eróticoscontos ele tinha um pau grande e grosso me fudeu eu era novinho uma travesti usou camisinha colocou na boca da mulher no filme pornôaposta inversão contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos entalei ela no meu pau contos eroticos,ai ai mete fodeContos eróticos primeira vez colégiocontos esposa deu pro sobrinhoComo eu copo CEDome ponocontos eróticos de minha esposa bêbadaboduda banhao banheiro calcnhacontoerotico de escoterascontos eroticos arrombando a gordacomi minha mae na varanda contoscontos gay craqueiroconto erotico bi com atendente de hotelVirgem inocente contocontos eróticos dupla penetração anal em travestis zoofiliaContos eroticos gays cuecasincerto mae com punheta contoPornodoido passistasbuceta napicagrosaReta do Pedreiro HéreroMeu marido deu carona para um estranho e me insunuei pra eleCONTOSPORNO sapecacontos eroticos de marido corno bebedor de porraContos eróticos seduçãocontos eroticos de homens que vestem as calcinhas das esposas e saem com travestimulher toda gostosa se esfregando em salao de forrometi o pau todo sem ela aguenta mas entrou parte1contos heroticos gay meu padrinho de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentereais conto de incesto mamae mi deu pro pai e irmao mi comertransei com meu com meus dois professoresele me seduzio e quebrou meu cabaço historeas reaisvideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubacontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetaConto safado de esposa putaa primeira vez com homem casadoatolando pau grosso nas.vellinhascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos incesto meu maridoconto avo e netinhasContos eroticos. Meu rabo gostoso abertoconto meti um chifre no meu maridoshistorias pra gozar minha menima dd 19 aninhose delirarconto comi uma eguatrs com minha tia no banheirochantagem com irma contoscontos cachorro cebola zoofilisContos eroticos cofrinho esconde escondesexo com renata crentinhameu sobrinho pau contoscontos eróticos levei meu filho para a praia de nudismo so para ver o pau dele