Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O CHEIRADOR DE CALCINHA

Sou Fernanda, tenho 55 anos, casada e foi ai que aconteceu comigo. Eu e minha família fomos passar um dias de férias na fazenda do meu sogro no interior do Estado do Rio de Janeiro. Com os dias ensolarados curtíamos cachoeira e a piscina da fazenda, estou bronzeadinha e com as marquinhas do meu biquíni, o meu marido fica “ enfemadinho “.

Todos os dias eu tiro a minha calcinha e coloco no cesto de roupas para lavar e quando fui colocar na maquina de lavar verifiquei que estava faltando duas calcinhas que me deixou encucada. Aquilo passou a ser uma rotina, o desaparecimento das minhas calcinhas, e passei a vigiar para descobrir. No mesmo horário de meu banho, tirei a minha calcinha e coloquei no cesto e fiquei de guarda!. Passou uma hora na espera quando vi o filho do caseiro abrir o cesto e pagar a minha calcinha. Segui ele a distância quando ele entrou no paiol de milho, era um quarto fechado com bambu e pela fresta da cerca observava ele cheirando a minha calcinha e tocando uma punheta, esperei e não demorou muito ele gozou e gozou, muita porra escorria do seu cacete. E assim foi passando os dias e as cenas se repetiam. Contei para o meu marido e ele passou a observar junto comigo, aquela cena me enchia de tesão e a minha buceta ficava enxarcada. Percebi o meu marido me encaixar por trás de pau duro e passar a sua mão sobre a minha buceta e com um leve toque bulia o meu clitáres, eu gozava muito vendo aquele rapaz se masturbar sentindo o meu cheiro, passei a sonhar com aquela pica grande me penetrando, era um gozo atrás do outro. Conversava com o meu marido procurando uma solução, sabia que algo tinha que acontecer. Meu marido percebia o tesão que aquilo esta me proporcionando e a vontade que eu estava para que algo acontecesse, foi ai que chegamos a uma solução. Era sexta feira a tarde quando o rapaz pegou a minha calcinha e se dirigiu para o paiol, esperei até o momento que ele estava para atingir o clímax e abri a porta do paiol, ele de cacete duro na mão não sabia o que fazer e tentava se justificar, eu olhei dentro dos seus olhos e não aguentei, passei a minha mãozinha no seu cacete, que latejava e estava muito quente, comecei a tocar uma punheta nele, era maravilhoso e pedi a ele para cheirar diretamente a minha buceta, me encostei na palha do milho, abri as pernas que já estava sem a calcinha e ele começo a me cheirar, sua língua friccionava o meu grelo no sentindo vai e vem e o seu dedo bulia o meu cuzinho e comecei a gozar, ele penetrava o meu buraquinho virgem, era uma coisa maravilhosa, um gozo duplo. Logo ele me colocou de quatro e me penetrou violentamente, sentia a pica toda dentro de mim e gozei sem parar . Apás alguns minutos, eu coloquei o seu cacete na minha boca e chupei até ele gozar, senti o seu gosto diferente.

A noite contei para o meu marido a nova experiência e me surpreendi quando ele me contou que assistiu tudo pela fresta da cerca. Parece mentira mas o nosso relacionamento melhorou muito apás esta experiência.

Sempre que vou a fazenda me recordo deste experiência, uma vez que o rapaz mudou para o Rio de Janeiro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos marido pauzudo mulher e novinha trepando juntoscontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adorarameu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonanovinha pauzerafudendo deficie.te mentalmulheresContos de travestis pauzudoscontos eróticos cara do pau gigantescocontos mais loucos sexocontos gay ser menina papaidedos no cu ate gozar corno contocontos de cornos asumidoscontos de coroa com novinhominha prima me deu conto eroticomeu tio me arronboucontos minha noiva perdendo o cabaço do cumulher entrando na chapeleta do pôneiPrazer Gay:Contos sobre Valentão da minha vidacontos eroticos currada garganta profundaconosco toma a porra de. macho na. bucetacotos meu e pousodo vaì mete na baceta da sua tia tabem de camisola sem calcinha filho aproveita o cu dela searchesposa grupal com 18 aninhos contoscontos eroticos crecheconto erotico arrombei o travesti do baile funksexo com maior tesao com a negona de vestidomelhores contos gays descobri a putinha que havia em mimconto.incesto enteadacontos porno casadas o negrinho safadocontos eróticos cu saindo pra forac.erotico filho gay mae putacontos eroticos/paguei pra comer o cuzinhoContos gay carnaval em Veneza contos eroticos minha mae popozuda e gostosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntasmulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeosconto erotico viado casadoPutinha do papai contohttp://contos erodicos matrinha e o primo e a prima transandoContos eroticos com animaiscontos traidorahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/m/conto_15870_passando-as-ferias.html&ei=bgqnDUSn&lc=pt-BR&s=1&m=438&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Cherei+cocaina+e+dei+o+cu&ts=1487814662&sig=AJsQQ1Bemzq3_O_w9-hLtHRrssFP6FcBcQtirei o cabacinho de minha sobrinha novinha contodando/o cabaço pro titio conto exitanteconto erotico pm macho batalhão estocadasxvidiominha pica é maio doque a do seu maridocontos eroticos supositorio na filhacontos eroticos arrombando a gordaminha filha é uma vadia contos eróticosconto transando com pau grandeContos eroticos de mae e filhosContos eroticos comi vizinha coroacontos gay puta obedienteNo motel quando minha prima percebeu meu pau ja tava entrando na sua buceta virgem contos eroticosminhasobrinhae sua amigacontosokinawa.ufa.ru conto orgíascontos eróticos locador com comeu a inquilinacontos eróticos punheta da primawww.acordada por papai videos incestoconto erotico chantageada pelo deficientecontos eroticos arrombando a gordaconto peguei a coroa dona do cormecioContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos de travesti no onibuschupei a bucetinha carnuda dela contosconto de sogra dando para genroconto comendo uma fumadora de crackofamily sex 2 - contos eroticospagando conta cartonsex familiaconto erotico incestos assaltoContos eroticos de bar