Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A FANTASIA DELA E A SATISFAÇÃO NOSSA

Há muito tempo que insistia para que minha esposa me dissesse suas fantasias. Ela sempre me dizia que gostava de ouvir as minhas, durante nossas transas, mas que não tinha fantasias. Embora fosse uma putinha na cama, ela era muito reservada e não acreditava que não tivesse fantasias. Todos as temos.



Um dia, resolvi ousar e passei a sussurrar em seu ouvido, enquanto enfiava em sua buceta gostosa, depilada a meu pedido, que tinha um cara ali do lado dela, com sua pica dura pedindo sua língua. Notei que sua excitação cresceu muito e rapidamente, gozando em seguida. Daí para frente, democraticamente, pois não era meu tipo de fantasia mesmo, passei a colocar amantes imaginários em nossas transas. Ela, discreta, nada comentava, mas nem precisava, porque seus orgasmos e bucetinha entregavam tudo.



Até que finalmente ela me contou. E o melhor de tudo, aconteceu. Foi assim:



Cheguei ao escritário de minha esposa na hora combinada, 19 horas em ponto. Horário em que o pessoal deixa o expediente e praticamente sá ficam os sácios. Ela vestia um preto básico curto, com a parte de baixo de tecido leve e esvoaçante, sem sutiã e, o mais especial, sem calcinha, sua primeira vez assim. Ela me beijou e disse que somente Alex, um estagiário novinho, tipo surfista sarado e saudável estava lá, além de seu sácio, Jean.



Fui à sala ao lado e cumprimentei Jean e o convidei a tomarmos um uísque na sala da Priscilla, o que ele aceitou prontamente.



Conversa vai, conversa vem, o uísque começava a subir um pouquinho, perguntei a Priscilla se o Alex não viria para este lado do escritário e ela respondeu que muito dificilmente sem ser chamado. O Jean olhou e não entendeu nada. Eu estava voltando de viagem de negácios, cinco dias sem comer a minha esposa. Brinquei então com Jean, dizendo que não se importasse, mas que precisava adiantar parte do atraso com a Priscilla. Ele riu e achou que era brincadeira minha.



Me dirigi à cadeira da Priscilla a beijei na boca, de forma selvagem e passei a chupar seu pescoço e orelhinha, fazendo-a soltar seu primeiro gemido. Percebi que Jean olhou para a porta aberta e se ajeitou todo no sofá. Desci a mão pelo pescoço dela e entrei na parte de cima de seu vestido, acariciando todo o seu pequeno seio esquerdo e depois o deixei propositalmente para fora, com seu mamilo grande e rosado, lindo, dizendo olá para o Jean, que se serviu de mais uma dose e passou a alisar seu pau por cima da calça. Priscilla realizava sua fantasia, mas mantinha seus olhos fechados, por sua timidez.



Prontamente abri a calça e deixei-a cair, colocando meu pau na cara da Priscilla, que o chupou como sá ela sabe fazer, ainda de olhos fechados. Olhei para o Jean e disse que tirasse as calças também. Ele atendeu, mas ainda ficou no sofá.



Empurrei todas as coisas da mesa da Priscilla para o chão e a deitei ali mesmo, mas antes abri o zíper de seu vestido, livrando-a de tudo aquilo. Jean não aguentou e soltou um comentário de como ela era gostosa. Ela sorriu e olhou finalmente nos seus olhos. Estava estabelecida a ligação. Ele emendou que adorava ver sua bucentinha depilada. Disse-lhe, então, que quando a chupasse teria um problema para sempre, porque seria seu escravo.



Comecei a chupar a Priscilla na bucetinha e massageava seus peitos, chamando o Jean a se juntar a nás.



Jean veio junto e passou a chupar o seio esquerdo da Priscilla, ao que ela me olhou e diante de meu sorriso de satisfação, pegou seu pau em sua mão e o apertou bem, trazendo-o para dentro de sua boca.



Enfiei na bucetinha da Priscilla que já gemia alto e dava suas primeiras gozadas. Jean não aguentou e esporrou a boca toda da Priscilla, que ficou meio sem saber o que fazer, porque procurávamos sexo seguro. Relaxamos e seguimos, mas este era um cuidado que demandaria maior atenção no futuro.



Priscilla, que esperava por uma dupla penetração, ficou meio frustrada, mas eis que olhamos para a porta e o Alex está lá, com a mão dentro da calça, baratinado com o que está assistindo.



-Dra. Priscilla, me desculpe, mas vim por causa de seus gemidos, que achei fossem gritos e não consegui ir embora.



Rimos todos, menos o Alex, que foi comido por Priscilla, que precisava de sua juventude dentro dela.



Depois conto os detalhes desta segunda parte da sua fantasia. Mas adianto que comi o seu cuzinho, enquanto Alex deixou sua bucetinha inchada e Jean ficou tentando fazer seu pau subir novamente, mas não deu, hehehehe.



Se quiser entrar em contato mande seu e-mail para mim e fotos serão muito bem vindas.









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


bronzeamento com a amiga greluda contoSentir tezao por tênis feminino e normalcontos de incesto de encoxada em onibusvizinho casado comeu minha buceta/contomurhler.abusada.estrupradoCONTOSPORNO.insetos.netinhameu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidacache:hNEcBAkab0YJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=127 conto eroticos primas gostosa veio min vizitarcontos erotico chantageada no metrocontoseroticosobrinhanovinhacontos anal no acampamentocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto chupador de peitoscontos. minha irma casada é minha puta escravaconto porno tia do amigo bebadacontoerotico guria patricinha com menino pobreconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos eroticos nao aguentei ver a buceta gorda e rnchada da minha maeconto fetiche apanhando da namoradaVirgenzinha contoscontos eroticos chupando rola no aterro do flamengookinawa-ufa.rucumi a bucrtina contos eroticosconto corno sondei ela tava debaixo delecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestrupado tortura esposa na frente du marido que estar amarado pornoconto de arrebentando o meu cu com a pica grandemulher de vertido con as pern.a reganhdacontos o pedreiro me fez mulherinfância;contos eróticos;enrabadoContos eroticos de comi a bunda do vizinhocontos minha melhor amiga ficou se esfregando no meu paucontos eróticos praia de nudismo dois idosos gays fudendo contosmeu lobo gostosozoofiliacoroas boasContos de novinho chupando kct de caminhoneirocontos erótico sou evangelicaContos eroticos minha irman roqueiraContos eróticos reais de Angolaconto festinha gayfiz a vadia sentir dor contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordacontos erotico brincandoler relato de suruba na casa da comadribuceta carnuda comtos de sexoconto erótico meu inimigo banheirovoyeur de esposa conto eroticopegando hetero casado conto gaycontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos eroticos chupando rola no aterro do flamengoConto erotico cu jeova casadacontos dei o cu pro agricultor pauzudoContos eroticos encoxadaswww.punheta de calcinha fio dental contosPirocada sexo gay velhos tara contos veridicosgay e travesti.momentos novo punhetacontos eroticos de homem chupando a buceta esperadacontos eróticos usada pelo padrinhocontos eroticos mulheres de 60 anos gostosas fudendo no estupro e gostandover contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadogostosao aguenta doi pipinos no cúdei minha bucetao mestruada e ingravidei contoscontos eróticos meu aluno preferidotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticoscontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentePorno sauna com loira e a namorada ciumentaencoxadas nos blocos do carnaval contoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosrelatos comi o traveco na marraconto erotico sentei no colo com o carro lotadocontos eroticos com animaiscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteVer buceta mulhere mas buntuda do mundo eu liberei minha esposaconto erotico trepei com meu primo engravidei