Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI O CU PRO LIMPADOR DE JANELAS

“ Dei meu cuzinho pro garotão de 23 aninhos”

Meu nome é Vera, sou casada e moro em Londrina num prédio de um apartamento por andar luxuoso e confortável. Depois que me casei larguei o emprego e passei a cuidar da casa : Contas, pequenas tarefas domestica, além de ir a academia e supermercado. Meu marido ganha muito bem é executivo de uma grande empresa multinacional . Estou adorando a vida de madame.

O Carlos meu marido tem 46 anos, é descendente de europeu tipo grandão loiro de olhos azuis corpo peludo tipo Tony Ramos, que me deixa louca quando me abraça nua, pernas grosas e muito, muito tarado na cama. Tem um pau lindo e grosso de 23cm, roliço de cabeçona roxa que me enlouquesse quando enfia tudo na bucetinha apertada, vou as nuvens quando sinto suas bolas batendo na minha bunda, sei que a pica ta toda enterrada em mim.O problema é quando ele cisma de comer meu cuzinho, já fizemos varias tentativas sem sucesso devido a grossura do pau e da cabeça, mesmo com lubrificante não consegui receber nem a cabeça no meu anus, a dor foi horivel, simplesmente ainda não consegui, isso se tornou uma obsessão pra ele comer meu cu..E um problema pra mim morro de medo.

Bem outro dia, depois que ele saiu pro trabalho, fiquei um pouco mais na cama, acordei com um barulho na Janela da sala do nosso apartamento, fui como estava sá de calcinha e uma mini blusinha semi transparente que deixavam vê a silueta perfeita de meus seios volumosos de bicos pontudos, para minha surpresa era um rapagão de uns 23 anos forte com a camisa toda aberta, provavelmente por causa do calor, pois seu tárax avantajado estava todo suado a bermuda vermelha rasgada quase na altura da virilha. Me dispertou um tesãozinho, rosolvi brincar com a situação, fazendo de conta que não estava vendo o rapaz, pasei varias vezes em frente a janela, e parei de costa pra ele, arrebitei minha bunda carnuda e durinha com certeza o garoto iria ficar de pau duro, fiz de conta que tava pegando um livro na estante dei uma enfiada na calcinha no rego da bunda e arrebitei ainda mas a bunda pra ele.

Sem olha o feito que tinha causado no pau dele, peguei um livro qualquer e fui pro quarto, resolvi provoca-lo ainda mais, tirei a calcinha jogando –a em cima da cama,tirei a blusinha e vesti uma mini camizolinha curta e semi tranparente, passei um baton vemelho na boca, burrifei um jato leve de perfume no corpo e nos vastos pentelhos loiros que ornamentam minha bucetinha de lábios rosados.

Quando cheguei na sala ele ainda estava La enrolando no serviço como a me esperar, abri a janela e perguntei a ele se queria um suco, água, ele aceitou na hora pulando pra dentro do meu apartamento, pela janela mesmo, perguntei se podia olhar a janela do meu banheiro na suíte pois estava emperrando, inventei isso sá pra leva-lo ao meu quarto. No quarto quando olhei pro meio de suas pernas vi o volume estufando a bermuda, também poderá eu andando na frente dele com a quela camizolinha transparente que ele podia vê perfeitamente a silueta de minha bundinha empinada e a sombra de meu pentelhos durados como não ficar de pau duro. Virei de frente pra ele sentei na beira da cama, ele perguntou e ai “madame” onde é a janela? Sem pensar direito puxei-o pelo braço, dizendo calma primeiro tenho outra coisa pra você. E nun ímpeto de cinismo fui logo apalpando a pica de se avolumava na bermuda, sem dizer nada abri o zíper, baixei a bermuda surrrada com a cueca junto, até o meio de suas coxas musculosas, me deparei com um lindo pau moreno, de veias saltadas, a pele cobria a cabeça da pica, arregacei a pele descortinando uma cabeça arroxeada sem pestanejar levei a boca e mamei a cabeça, o pau estava suado, cheirando a mijo, acho que isso me deu mas tesão ainda senti minha bucetinha se contrair, mamei e punhetei o pau do rapaz, esfreguei na cara como uma putinha rameira. Não sei o que me deu estava descontrolada, apesar dele ter o pau nemor que o do meu marido o saco era bem grande, chereio o saco sentindo o cheiro de homem rude, tomei coragem e me posicionando de quatro, pedi quero que você coma meu cu...Acho que o rapaz nen acreditou no que tava ouvindo, com as duas mãos abri as polpas da bunda expondo meu buraquinho rosado com todas as pregas intactas, repeti...Vai tesão come meu cu, come que meu marido não demorar a chegar come logo seu puto.....

Sem dizer uma so palavra, ele lambeu minha xoxota e meu orifício, deixando um rasto de saliva, enfio dois dedos na xoxota e fodeu ela com movimentos de vai-vem, retirou o o dedo todo melado da xoxota e enfiou no meu cu. Dei um gritinho e empinei mais a bunda pra ele, que deu uma sonora cuspida do buraquinho, colocoa cabeça do pau me segurou firme pelos quadris e foi forçando, metendo, metendo centímetro por centímetro da pica dura como aço no meu rabo virgem.dei gritinhos, de dor, genedo mandei ele parar, de meter que tava doendo, foi em vão meu apelo, ele falou pela segunda vez, calma ai madame, você queria pica no rabo. Agora vai te pica nesse rabão gostoso, aguenta firme que já meti quase tudo, churuminguei, mas ta doendo muito. Ela foi mas enérgico e áspero, porra dona agora vou terminar de foder esse cu..Nunca comi um cu de madame. Agora vou te foder até gozar te encher de porra sua vadia, putinha, safada terminou as palavras dando dois tapas na minha bunda, apesar do ardor dos tapas do pau fincado no cu..Gozei, gozei ouvindo aquelas palavras asperas do linpador de vidro. Ele passou a bombar forte meu rabo, urrando e me puxando pelos cabelos goozu um rio de porra no meu cuzinho, tirou a pica pulsando de dentro do cu senti ainda alguns jatos de porra na bunda e nas costas.

Assim que ele terminou de gozar o sacana limpou a pica na minha camizolinha e vestiu a bermuda e se foi por onde veio ou seja pela janela, subiu no seu andaime e sumiu da minha vista. Tomei um gostoso banho vi meu buraquinho vermelho e dilatado pelo espelho. Pensei comigo: Agora to pronta pra da o cuzinho pro meu maridinho, agora depois de perder umas pregas pro garoto acho que ´posso perder o restante pro Carlos, com certeza ele vai se surpreender a noite quando lhe disser que ele finalmente pode comer meu cu que finalmente to preparada pra ele...Depois conto essa aventura....bjusssss Vera

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos arrombando a gordaconto minha enteada de sete anos sentava no meu colocoroa safada conto eróticocontos eroticos estuprada e gemendo gostoso issooo vaiiii nao paracunhado pegou a cunhadinha mimada e meteu a rolaconto meu filho meu machoconto tia segurou sobrinho para ele dar gay pornô grátis boa f***.com Só conto sogra transando com genrocontos d cdzinha d shortinho socadocontos/o cu da sogra era virgemwww.punheta de calcinha fio dental contosContos eroticos Tia veridicocontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteirmazihas safadas locas por sexconto erotico eu e minha mae estamos gravidas do meu que e adoramos elebebê g****** contos eróticoscontos. chupou pela primeira vez um machocontos eroticos comi o o amigo do meu filhoVer casadas falado de conto eroticos que corneo o marido com homem do pau bem grandeconto gay era pequenoporno casada chantageada pelo chefercontos reais de foda gay negro idoso.contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos comendo a bucetinha da titiaassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casaEstupro gay conto gay pedreiroa menina a forçacontos eroticoscontos eroticos feminino cunhadomeu sogro minha sogra e minha esposa fazendo suruba contos eroticoscontos casadas de pernas abertascontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anosconto de dprelato erótico real- a visitacontos heroticos de rapazes que foram comidos e descobriram que eram gayscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteerotico minha filha bota a mãoconto erotico minha mulher nua na frente do paiarrombado cu contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos ana paula contos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeováconto erotico de porno gay com o policialporno fetiche dar mendigoscontos eróticos de patrão com secretária recentesirma tarada ensaboando o irmao no banhocontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negroscasalnacamatrepandocontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realconto erótico meu filho da puta come meu cucontos tia da banho em sobrinho.contos eróticos;abusaram dd mim na festa da faculdadecontos eroticos medicoatolando pau grosso nas.vellinhascontos de sexo orgia com a esposaContos eroticos guspe na bocacontos erotis orgia bigoogleweblight língua no c* da gordatraí meu marido contosisso papai me fode vai mete com força contos eróticocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticossobrinha brincando com bonecacontos eroticos arrombando a gordaconto erotico gay eu e meu padrinhocontos de sexo amiga engravidaContos eroticoseus.filhosComtos namorado ve namorada ser fodida pelo irmao delacomendo a cunhada nojenta contonegra da pra um de4 e chupa do outro por dificuldade em motelcontos enterra tudo devagarinho no meu cuzinhogaroto malandro pega tia dormindo e meti nelamarido fas esposa virar puta e comer bota contos eroticoscontos eróticos travesti dando o cu para homem do pau grande