Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ILHEUS TERRA DO SEXO QUENTE

O que vou relatar aconteceu uma semana antes do Natal na cidade de Ilheus-BA. Estava em um evento (mais um dos vários do ano) e iria voltar a Maceiá no Domingo. Chegando no aeroporto o vôo atrasou e depois simplesmente a aeronave da TAM não desceu, deixando todo mundo lá.



A principio fiquei irritadíssimo como todo mundo, mas depois relaxei pois não tinha mais o que fazer. Ao meu lado chegou uma coroa, com seus 42 anos, super bem feita, loiríssima, siliconada, bem turbinada e o melhor: baixinha das pernas grossas.



Prendi a respiração e aquela loira me olha fundo com uns olhos azuis mais brilhantes que conheci, fiquei quieto, pois sabia que era uma executiva com a carinha de chata e que se eu fosse dar aquelas cantadas baratas iria perder a vez.



A Tam nos colocou em um resort para esperar o vôo do outro dia, ou seja, ficamos o domingo inteiro de bobeira. Na saída para pegar um taxi olhei ao lado e ela estava com as bagagens na mesma fila, perguntei se iria para o mesmo hotel e se não gostaria de dividir o taxi comigo. Ela concordou, super simpática e fomos ao hotel.

Fui ao meu apartamento, tomei um mega banho, um bom perfume e fui almoçar, cheguei no restaurante a beira da piscina ela estava tomando um vinho e na hora falou: olá, senta aqui e vamos almoçar...



Claro que não iria recusar um convite desses. Ela é uma portuguesa que mora no Brasil a mais de 20 anos, super culta, mas divorciada pela segunda vez e percebi pelas conversas que os maridos que ela teve não eram legais na cama. Tomamos vinho até as 4 da tarde, almoçamos e sugeri irmos a um bar que chama-se “mar aberto” que tem som ao vivo e é muito animado. Ela já estava alta e disse que sá iríamos se fosse naquela hora, de chinelo e bermuda e topei. No taxi olhei para aqueles olhos e não me contive, tasquei um beijo louco nela e começamos a nos “pegar” no taxi, aqueles beijos que a respiração some, meu pau já pulando da bermuda, ela segurava firme e suspirava.



Chegamos na porta do bar e falei no ouvido dela: Vamos ficar não, vamos para o hotel, quero sentir vc gozando na minha boca. Na hora ela virou e me deu um beijo forte e bateu nas costas do taxista e disse: moço volta para o hotel.

Subimos feito dois adolescentes, tirando as peças de roupas de cada um, suspirando, beijando e jogando as roupas pelo chão.



Joguei aquela loira na cama e fui pra cima dela como um touro, pedi para ela me obedecer e fui beijando forte o pescoço, lambendo, mordendo e ela urrando de prazer, tirei sua calcinha e o que eu encontrei foi uma boceta linda, depiladinha, com um mel descendo e totalmente encharcada, não me contive e comecei a chupar aquela boceta com vontade, o cheiro do sexo me embriagava e não demorou nem 2 minutos essa mulher estava gozando feito uma louca na minha boca, tremia, urrava, me puxava, quase desmaiando de tanto gozar. Pediu para ficar abraçadinha comigo quietinha, pois ela tinha que ter uns minutos para voltar a si.



Eu estava de pau duríssimo, a cabeça vermelha cheia de vida, ficava latejando e percebi que ela estava embriagadinha então peguei sua mão e comecei a massagear meu saquinho. Ela desceu e como uma loba que sabe agradar um homem começou a me chupar deliciosamente, descia, subia, chupava a cabeça, passava a língua, chupava meu saco, falava que queria aquele pau na boceta dela toda, eu estava louco de tesão e disse que se ela não parasse iria gozar em sua boca, ela então foi que chupou mesmo e pedia: quero sua porra na minha cara, goza na cara da sua vadia, da sua puta, me faz de puta pelo menos um dia na vida !!!



Foi ai que percebi que ela queria mesmo era ser tratada como tal, então parei de formalidades, fiquei de pé na cama, coloquei ela de joelhos, batia com o pau na cara dela, puxava seus cabelos com força, mandava ela engolir meu pau e quando fui esporrar mandei ela ficar de boquinha aberta: nossa ... quanta gala na boca dessa gata.



Levei ela no banheiro e tomamos banho juntos, nos beijando, ainda sentia o gosto do meu práprio esperma na boca dela. Falei que não tinha camisinha, pois sá tinha no meu quarto e estávamos no dela, mas como toda mulher solteira é prevenida ela abriu a bolsa e veio colocar no meu pau. Começamos a fuder no banheiro mesmo, ela de costas para mim com as mãos na parede, coisa de louco aquela mulher empinadinha pedindo para eu meter.



Levei ela para cama coloquei ela por cima, foi fatal !!! Ela gozou forte !!! Mas dessa vez não parou, continuamos e coloquei ela de 4. Antes de meter, ela bem empinadinha, com a bocetinha pingando, comecei a chupar ela naquela posição, ela simplesmente enlouqueceu, gritou que ia gozar de novo, ai subi com ela de 4 e meti meu pau guloso todo na bocetinha daquela loira. Ela gozou mais uma vez !!!

Dessa vez não teve jeito, caiu na cama pedindo para eu gozar pois ela não aguentava mais. Comecei a rir e disse que queria gozar dentro da bundinha dela, mas ela não aceitou pois disse que não caberia meu pau no rabinho dela. Insistir, falei que faria com calma, sem pressa, com carinho e ela topou. Antes de meter comecei a chupar aquele cuzinho lindo, rosadinho, cheiroso, e enfiar um dedinho, depois enfiei 2 e sempre tocando na bocetinha dela. Coloquei meu pau na portinha e ela jogou a bunda para trás entrando a cabeçona de uma sá vez, ai escorreguei todo para dentro. Ela segurou meus braços e pediu baixinho: me fode meu gostoso !!! Não aguentei e soquei forte, socava e batia na bunda dela, socava e chamava ela de puta, dizia que seria o amante dela, que ia gozar forte no rabo dela, batia na bunda dela que ficou as marcas das minhas mãos. Gozei !!! Mas gozei forte e urrava no quarto. Tirei a camisinha e joguei no vaso e voltei todo suadinho para beijar aquela portuguesa e adormecer abraçadinho com ela.



Acordamos mais uma vez e fodemos gostoso, embaixo do edredon, um papai e mamãe delicioso de madrugada. Nosso vôo sá era as 19 da manhã da segunda, acordamos tomamos um delicioso café e voltamos para o quarto. Sá fui no meu quarto perto das 19 horas para pegar minha mala e ir com ela ao aeroporto. Fazia tempo que não fodia tanto quase 19 horas seguidas. Ela reside em fortaleza mas viaja tanto quanto eu e hoje nos falamos pouco, apenas trocamos algumas mensagens, mas adoraria repetir a dose.



Se quiser um contato me escrevam, garanto sigilo absoluto e prazer ao extremo: [email protected]



Maceiá - AL

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos sobrinha terraço caoconto casada quarentona transando com desconhecidocontos eróticos de estupro concedido de estudantesvizinho tezudogays coroas do bairro agua verdeconto de genro que come a sogra sem camisinhacontos eroticos comendo minha ex e primacontos de crentisinha cusudaaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticoscontos novinha rabuda deu p paifudeno com duas gostoda e cozamo na cara buceta carnuda comtos de sexo lesbicas contos eróticos casal e amigasmulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaocriola no cuinho nao e nao guentoconto erotico de sobrinha nova e tio gostoso fodendo gostsocontos mulher desmaia na pica de borracha da amigaviciada em porra caninaclube dos cornos contos eróticosamiguinhacontoscontos eroticos traindo marido na Sala ao ladoBoqueteirá contoseroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteadoro usar as calcinhas da minha esposaContos eroticos chamo vitoria dei pro meu cumhadocontos eróticos minha tia viu eu de cueca boxIncesto erotico minha filhinha dormia comigo contos e relatosprono irmão comeno a irman branquinho cabelo pretoentregando a buceta na frente do marido cegocontos eroticos pauzudocontos erotico dormindoSonifero contosconto erotico mamando na comadreContos excitantes sou gaúchapapai disse que me ama contos eroticoscontos eroticos ninfeta aventureiracontoseroticosabusadasConto o zelador e meninohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_29412_eu-e-sil-sua-mae-assiste-tudinho..html&ei=1Kd9m-1b&lc=pt-BR&s=1&m=817&host=www.google.com.br&ts=1490805753&sig=AJsQQ1BphuM3pDKWCoUN5S7o2Fw319rWgQcontos eeroticos peguei minha sogra no flagraorgialivrecontos de sexo depilei minha bucetacontos eróticos gays metrocontos eroticos brincando com meu cachorrinho taradoconto erótico sou casada flagrei um menino batendo punhetacontos eroticos meu colega e minha filhaContos eroticos que cuzinhomas gostoso do filho da minha esposaConto erotico comendo Cliente e Crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepornô irado a mulher que tem a minha branca e tem aquela bundona fome morte elacontos travesti no acampamentomeu filho me engravidou contos eroticscontos eroticos caminhoneiro obriga meninacontos incestos dividindo o filhoMeu irmão chupa minha maearombei minha mae contos eroticos pornominha mae era puta do meu avô contosvelha peituda cheia de celulites contoconto erotico desconfiei de minha esposacontos eróticos gay irmãos machos se esfregandocontos eroticos com a tiarelato vi bem de perto quando ele atolou o pau no cu da minha esposagozei nas coxas da filha contosassistir agora porno alargador de buceta pica grossa e enormecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestiquei os peitos da gostosa contosconto mamando minhas tetas e me abusandocontos eroticos seios grandes de leitecontos gays abusadocontos eroticos tio e sobrinha novinhaTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anoscontos de sexo entre conhados gaycontos/ai nao no cu naoContos eroticos princesa estuprada na favelabrincadeira de lutar comi o viadinho. contos