Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DOBERMAN MANSINHA

Oi, me chamo Rita e tenho 42 anos, separada a 4 anos e desde que me separei sá tive um relacionamento 2 anos depois que não foi bom. Mora em uma casa sozinha e tenho um vizinha cuja casa quase dividimos o quintal. No nosso muro tem um partinhola que podemos uma visitar a outra sem problemas. Ela tem dois cães um pastor e um doberman que ajuda a ela e a mim a proteger nossas casas. Não somos super amigas mas sempre conversamos sobre diversas coisas. Em um feriado prolongado ela me pediu que cuidasse da sua casa nos 4 dias pois iria visistar parentes e aceitei sem problemas pois tinha muitas coisas p fazer em casa. Ela viajou na quarta a noite e sá voltaria no domingo a noite. na noite da viagem fui ate a casa dela e cumprimentei nossos amiguinhos que ja me conheciam. Antes dela sair disse p ficar a vontade e cuidar bem dos cães. me mostrou a comida e as coleiras p leva-los a passear. Bom fiquei sozinha na casa dela e antes de ir a minha casa resolvi matar minha curiosidade e dei uma volta pela casa. quando vi seu computador me lembrei de que ela tinha me falado do speed e o liguei e tentei acessar o site do meu banco. cliquei sem querer nos histáricos gravados no micro e fiquei de boca aberta. um monte de site de fotos e vídeos de sexo com cães. fiquei horrorizada mas continuei olhando. descobri em uma pasta diversos védeos e os assisti. quase todos. fiz um café na casa dela mesmo e fiquei olhando e acho que comecei a gostar. não com coragem p fazer mas um carinho na minha bocetinha eu fiz(risos). fiquei por lá umas 2 horas e então fui p minha casa. quando atravessei o quintas os nossos amiguinhos fizeram a maior festa e eu os olhava intrigada. pensamentos me passavam pela cabeça do tipo, será que é grande, grosso, limpo, sujo, doença. um monte de bobagens. fui dormir e deixei o portão aberto assim estariam livre nos dois quintais a vontade. me levantei bem cedo e fui dar comida a eles. enquanto comiam fui dar mais uma volta pela casa com aqueles pensamentos na cabeça que me tiraram o sono. fui diretor na dispensa onde estava a comida e as coleiras e revirei quase tudo discretamente sem deixar vestigios(risos) e para minha surpresa achei luvas pequenas que cheiravam a cães. sá podiam ser das patas deles. mais ideis me passaram pela cabeça do tipo, minha vizinha transavam com os cães. so podia ser. nao tinha outra explicacao. fiqui com aquilo até mais ou menos umas 19 da manhã e resolvi dar um banho neles. prendi o doberman no meu quintal e no outro liguei a mangueira e o molhei e comecei a ensaboa-lo. ele ficou quietinho e ofegando. é claro que passei a mao no seu pau para lavar e matei minha curiosidade. nao dava p imaginar como seria com ele p fora mas o cao ficou meio alucinado.Eu estava bem a vontade pois tinha privacidade ali. quando terminei sequei ele como deu pois nao ficava quieto e o chamei ao quartinho para terminar de seca-lo. ele se sentou e ficou me olhando. de proposito peguei as luvas e ele ficou agitado e logo veio até mim e foi direto com seu fucinho até o meio das minhas pernas. para meu espanto fiquei quieta e deixei ele cheirar e lamber. eu estava de bermuda um pouco folgada e não resisti e a puchei um pouco p lado deixando minha boceta quase a mostra p ele. sua lingua era aspera e quente e gostosa. puchei tudo de lado a bermuda e a calcinha e o deixei lamber bastante e acabei me descontrolando. comecei a dizer p ele lamber minha boceta, cjama-lo de safado, gostoso e a perguntaria se ele queria me comer. ele se sentou e ficou me olhando. me abaixei com a intencao de pegar no seu pau que ja botava a cabecinha p fora mas ele pulou sobre mim me fazendo levantar. como nao consegui pois ele estava meio alucinado resolvi ceder as suas vontades e me abaixei ficando de cocoras. ele tentava me segurar ao mesmo tempo que mechei como se estivesse tentando me foder e ai seu pau ficou partinho da minha mao. segurei e comecei a imitar as garotas dos filmes que aasisti. tentava colocar ele p fora querira ver o tamanho. punhetei ele bastante e seu pau saiu p fora aos poucos. seu pau era do tamanho media acho que uns 19 cm e fino e nao me assustou mas o tipo de coisa que estava afazendo assustava. resolvi parar e dar banho no outro. levei o pastor p meu quintal e trouxe o doberman. fiz a mesma coisa e o levei ao quartinho e tambem peguei as luvas. o resultado foi o mesmo mas ele nao parava queria subir em mim de qualquer jeito. com ele fui mais adiante e coloquei as luvas nas patas dianteiras e ei ele ficou quieto e me deixou pegar no seu pau e punheta-lo bem gostoso. como ele estava de luvas e achando que nao me machucaria resolvi ficar de quatro e ele na hora subiu em mim me segurando forte pela cintura e me puchava ao seu encontro bem rapido. sentia seu pau cutucando minha bunda. ele descia me rodeava e depois subia outra vez. minha bermuda estava ficando encharcada com seu liquido mas nao tinha coragem de tira-la. deixei ele me comer desse jeito e quando deixava pegava no seu pau que agora ja estava bem maior e mais grosso. as vezes subiu em mim e eu ficava com o corpo quase ereto e sentiu suas cutucadas nas costa me lambuzando. resolvi parar e o soltei no quintal junto com o outro. em casa tomei um banho demorado e me acariciei muito imaginando aquilo. a noite tomei algumas bebidas enquanto assistiu tv e outra vez me senti dominada. vesti uma saia, calcinha pequena e fui até o outro quntal e chamei o doberman p quartinho piois nao queria os dois juntos p nao ter confusão pois achava que poderiam brigar. dessa vez nao perdi tempo e o dominei não o deixei ficar agitado como antes e vesti as luvas nas quatro patas pois antes ele havia machucado as batatas de uma da minhas pernas quando tentava me comer. com as luvas ficou quieto e pude ficar de pe na sua frente. levantei um pouco a saia, puchei a calcinha de lado e ofereci minha boceta interinha a ele. me chupou ate eu gozar gostoso, muitas vezes, fiquei louca e fiquei de quatro. que delicia senti-lo nas minhas costa ofegante e procurando minha bunda para me comer. ele me cutucava por todos os lados, bunda, costas, boceta e cuzinho, me lambuzava toda. passei a mao no liquido que esocria na minha bunda e cheirei e lambi. achei delicioso e queria mais. ele subia, descia, me rodeava e subia outra vez. quando consegui pegar no seu pau punhetei com força até seu pau sair todo p fora com uma bola enorme na base. eu segurava de forma a não deixa-la voltar p dentro e punheta-va. dava jatinho de porra em mim. não resisti e deixei o jatinho vir até minha cara, boca e seios. fiquei de 4 outra vez e ele comecou a me lamber e nessa hora abaixei a calcinha até os joelhos p facilitar ao maximo aquela sensacao. quando subiu novamente em mim sentir seu pau cutucando minha boceta e quando achou a entrada ele disparou, me segurou com muito mais força e me fez sua cadela, me fodeu muito rapido e no fundo, senti seu pau inchar na minha boceta mas queria mais e falava baixonho me fode, mas ele logo desceu e comecou a lamber seu pau e quando se deitou subi sobre ele e guiei seu pau até minha boceta, queria os jatinhos la dentro. fiz seu pau sair p fora outra vez e segurei na base da bola e me fudi com ele até resolver ficar que 4 outra vez mas ele não subiu so me lambia e entao resolvi pegar o outro.

depois continuo pois naõ estou aguentando

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


pura foi dar pra cavalo e acaba com a buceta estoradacontos gay dando para o cachorroconto erotico mamando nos peitos cheio de maninhadei p meu genro contocontos erotico coroacasado comendo onovinhoconto erótico chantagem putinha pobre cu coloarrombado cu de subrinha contoporno contos eroticos filhinhas enrabadasConto eroticos amigos comeram mamaeMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos irmãzinhaconto+foi+arebentado+grupo+travestespunheta com amigo infanciao lubrificante feminino é melado e pegajosoconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maeesposa tomou um susto quando tirou a venda comtoscontos eroticos arrombando a gordavendinhacontosconto eróticos comi minha prima mae solteira carentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos meus amigos estupraram a minha maeconto sexo loira e o chefe do cornoconto casada gostosa com negao limpando o jardimContos herotico de lesbica entre mãe e filhinhasConto erótico me deu sonífero comeu minha bucetalésbicas esfregando pernas de rã veridicocontos eroticos homem casado fudendo sem do o cuzinho da prima magrinhaContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com elevou andar sem calcinhacontos de coroa com novinhocontos eróticos do tio malvadoa filha da minha empregada vive me provocando contosmaesqUefaZemsexohttp://okinawa-ufa.ru/conto_1767_putinha-desde-novinha---esfolada-e-sacaneada-por-h.htmlempregada deu a bucetinha ao patrao sobre chantagemxcontos de familia minha familia w evangelica mas fpmos na praia de nutismoporno guardete teresina na rolaFudendo com vovo contoseroticoseu.tinha.cinco.anos.e.ja.dava.o.cu.pro.meu.primo.contos.prpibidosConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimconto de sexo com bela coroaContos eroticos Mamãe putabranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuConto de gang bang no posto de gasolinacontos eróticos rola babonaxvidiofodendo entisdacontos eroticos eu e minhas amiguinhasiconto erodico gay usando ropa de mulherContos.minha.filha.ja.ten.cabelo.na.buceta.contos eroticos prazer solitario homemContos erticos trouserao meu marido bebado pra casacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemete seu molequi safado cotosContoseroticosdesolteirascontos quando eu era pequeno meu colega me comeucontos gays abusadoitaliana trepando italiana trígono novinha n****** italiana novinha trepandocontos eroticos arrombando a gordacont erot recem casada um velho mecontos eroticos arrombando a gordacontos erótico sou evangelicaCONTO O SEQUESTRADOR SEGUNDA PARTEmeu primo bate punheta todo dia e fico toda molhadameu sobrinho pausudo comeu minha filha. conto eróticosconto minha cunhada me deu cu e sua tambemContos eroticos meu sogrocomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarConto porno de meu avo me comeu e papai viucontos eroticos cu apertado.da maecontos eróticos esposa de bebado não tem donocontos a empregada de minha sograpornô doido a tia convencia sobrinha a chupalacontos tia tirou os pelos do pau do sobrinhocontos eroticos ele comeu toda a famíliacontos eroticos arrombando a gordaComtos casadas fodidas pelo filho e amigos