Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DE SHORTINHO SOCADO FUI ENRABADO

Neste carnaval de 2011, minha mulher foi para a casa de sua tia na região dos lagos e fiquei em casa sozinho, e como estava sozinho, fiquie bem a vontade, vesti algumas calcinhas que tenho escondido e uns shortinhos de lycra que guardo a sete chaves, pois bem, numa noite apás brincar com um consolinho que tenho, fui tomar banho e depois ia dormir, coloquei então um shortinho de lycra desses que tem uma cordinha pra amarrar do lado e que fica todo socadinho na bunda, e fui me deitar, quando fico a ssim me sinto uma verdadeira mulher, lá pelas 01:30h acordei com alguém me chamando na porta, e fui ver o que era sem me lembrar o que havia vestido, abri a porta e para a minha surpresa, era um amigo que há muito não via, que quando me viu daquele jeito ficou branco e não conseguia nem falar, aí então percebi a roubada em que me metera naquela hora, ele ficava gaguejando algumas palavras que não dava pra entender, puxei ele pra dentro e o sentei no sofá, tentei fugir do flagra e perguntei o que havia acontecido pra ele estar ali batendo na minha porta àquela hora enquanto tentava desesperadamente vestir uma camisa de malha, quando ele me disse: agora não adianta mais, já vi que você é Gay. Respondi na hora : eu não sou gay, sá gosto de algumas coisas que você não entenderia, mas te peço pelo amor de Deus que você não diga nada do qie você viu pra ninguém! Tá bom ele disse com um sorrisinho sarcastico e puxando da minha mão a camisa que tentava vestir, deixa eu te olhar assim ele me pediu, dá uma voltinha pra mim ele disse, e me disse que veio para dizer que um amigo muito querido havia sofrido um acidente e estava muiot mal no hospital, mas que isso agora não importava mais e começou a chantagem: se você não fizer o que eu mandar, todo mundo vai saber inclusive a sua esposa!!!!Fiquei puto da vida, mas não tinha jeito né, e perguntei inocentemente o que ele ia querer e a resposta veio rápidinho: levantou e começou a tirar a roupa que nem percebi quando ele ficou peladão, ele era um negão de uns 1,85m e tinha uma vara daquelas, sem falar nada me forçou para baixo até eu ficar de joelhos e enfiou aquele cacete na minha boca que quase não cabia e disse chupa até eu gozar e eu esqueço tudo tá. E comecei a chupar com vontade, já que estava naquela situação, então vamos lá né, chupei o cacete dele por muiot tempo que nem sei quanto tempo durou o boquete, me lembro dele forçando aquela tora boca a dentro que ia na gargante (que delícia) a baba escorria pelo canto da boca e quese vomitei varias vezes até que ele disse que ia gozar, tentei inutilmente tirar a boca daquela pica gigante mas ele não deixou, segurava minha cabeça e forçacava um vai-e-vem que dei graças a Deus quando ele gozou, e quando gozou continuou a bombar a pica na minha boca, engoli muita porra que nem imagino um pouco escorreu pelo canto da boca, mas já havia bebido muita porra, e que delícia que foi sentir aquela porra toda, quando acabou, me disse que ia tudinho ser esquecido e num gesto inocente e impensado, os dois sentados no sofá lado-a-lado, comecei a punhetar de leve aquela caralhão que de novo ficou duro, sem me levantar ele me virou de bruços, deu uma cuspida no meu cuzinho e forçou até entrar, aí fui ao delírio e comecei a gemer igual uma aputa, ele bombava muiot forte e me rasgou bem o cuzinho que doia muito, mas eu rebolava e deixava ele doido, deve ter durado uns 20 minutos de vai e vem e eu gemia tão alto que em um momento ele começou a me dar palmadas na bunda, palmadas bem fortes que doeram muito e me davam mais tesão e gemia ainda mais, mais uma vez ele gritou: vou gozar!!!! mas desta vez liberou minha bundinha e na mesma hora me a joelhei e fiquie de frente para a quele cecete e comecei a punhetá-lo uns dois minutos depois veio na minha cara e boca aquele jato de porra, masi denso agora, mas ainda assim suculento, não queria perder nada e avocanhei de novo o cacete e mamei toda aquela porra, no fim me disse que estava tudo esqueci e espera continuar a nossa amizade, e quando eu quisesse... ( e eu quiz outra vez, mas conto depois)

Se você me quiser também me mande um e-mail para [email protected] que, quem sabe chupo você também, beijinhos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu padrasto me arrombou a força até esfolar minha bucetinhaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhohomen dotado arronba cu rapaz de programacontos esposa branquinhaconto gay coroa buchudocontos 8 aninhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetia sobrinho conto eróticocasadas que postam fotos de itanhaemContos comi egua sitiovideo porno irma de veztido curto bege na frente padrasto na salaolhei aquele pauzao do cara meu marido nao percebeu"amor vou dar" amigo colegacontos comendo gay na vielatoco siririca na madruga contos de casadasseios redondinho e bicudos trepano videosConto minha filha dorminda so de fio dentalcontos de incestos e surubas nudismo entre irmasminha esposa crente depois de umas cervejinhas ela foi arrombada por outroempregadinha contoconto titia e eu no banhocontos eróticos, minha esposa putaPutinha casada contoporno mãe e filha jantando na mesa e depois a sogra vai tranza com o gerromullet fudemdo pau gramdesapata velha greluda e ninfetaler contos de zoofilia homens estrupando cadelinhaschantagiei minha irma casada contosconto erotico dopei minha esposa pra ser cornovoyeur de esposa conto eroticoconto erotico a filhinha do meu tiocontos coroas da roça metendoContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cucontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadossuco de uma magrela trepando em pornô famíliacontos eróticos o tio com minha namoradaso rendudo socando ni bundao enormecontos exitantes eroticos deixando os velhos me chuparvídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindavideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladaestoria porno a fantasia do meu marido e c cornotransando pela primeira vez no boa f***contos eroticos familiacontos eróticos esposa acampou com amigasContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadacontos eróticos comendo a sogra de como eu soucontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigaxcontos de familia minha familia w evangelica mas fpmos na praia de nutismoVelho pervertido come a bucetinha de uma garotinha na escolacontos eróticos que advogadas fode com meninos novinhosminha cunhada mim chamo pra trnzarcafetao metendo na minha filha conto eroticosContos : namorada dando pra passarsexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reaucontos eroticos de farmaciafoi estuda com amigo18anos e transaoucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecavalogozou forte na boceta da safadapeito peludo conto gaycontoseróticos comendo a família inteiravideo sexi coiada esticada de manhã cedocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosCorno leva a mulher ao cinebolsoChat Amo sexoavivocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontoa eróticos de uma mulher dando pra dois home mmmulheres peladas com manteigawww meucontoerotico.br delisiososEstupro gay conto gay pedreirocontos o mendigo dotadoajudei o bêbado e ele comeu meu cuzinhocontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadacache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 conto erotico irma estrupada pelos pedreiros