Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENGRAVIDEI MINHA MÃE

Eu tenho 19 anos e minha mãe tem 37. Há uns 6 meses atrás eu comecei a transar com ela. Ela é separada e eu sou filho único. Eu vivia batendo punheta pensando nela, porque ela é muito gostosa e muito bonita. Então. Tem um corpo maravilhoso, morena, olhos verdes, bunda grande, cintura fina, não tem barriga e tem uns seios lindos, pequenos mas muito bonitos. Eu sou tarado nas pernas dela também, bem grossas.



Eu passei a comer minha mãe a partir de um dia em que fomos nás dois a uma festa de aniversário de uma amiga dela. Lá pelas tantas nás fomos dançar, tinha pouca gente na casa, porque a festa estava no fim, e acabamos ficando sá eu e minha mãe dançando, porque até a amiga dela tinha ido dormir, porque tinha bebido bastante e pediu desculpas, dizendo que nás podíamos ficar à vontade.



Eu tinha bebido um pouco, minha mãe também, então começamos a dançar quando ficamos sá eu e ela na festa. Ela estava excitada e romântica por causa de umas músicas lentas que ela colocou para tocar. Eu fiquei de pau duro dançando com minha mãe, e quando ela sentiu meu pau no meio das pernas dela, começou a me beijar na boca! Começou também a me lalar certas coisas, como por exemplo, que ela sabia que eu tinha tesão por ela, e que ela também me desejava muito, etc.



Quando estávamos voltando pra casa, no carro, eu dirigindo, ela começou a pegar no meu pau, pediu pra eu por ele pra fora, e ficou batendo punheta pra mim, e depois também chupou meu pau, durante o trajeto. Eu estava louco de tesão, e quase bati o carro. Chegando em casa fomos direto pra cama dela, mas ela falou que tinha que ser com camisinha, que ela não transava de jeito nenhum sem camisinha. Mas ela tirou toda a roupa, eu fiquei pelado também, e comecei a chupar a buceta dela, ela chupava o meu pau, e o tesão foi aumentando cada vez mais, então eu virei ela com a bunda pra cima, abri bem a bunda dela, e coloquei meu pau no cu da minha mãe. Ela quis se libertar de mim, dizendo que no cu doia muito, mas eu insisti e ela não resistiu mais. Sá falou para eu passar um creme para não machucar, então eu passei o tal creme que ela me deu, e o meu pau entrou inteirinho no cu dela. Gozei gostoso e enchi o cu da minha mãe de porra, e ela gozou também porque eu ficava metendo no cu e mexendo no grelo dela.



Desse dia em diante começamos a transar todos os dias, sempre com camisinha, mas uma única vez que transamos sem camisinha, eu engravidei ela. E agora minha mãe está grávida, quase completando 8 meses, e vai ter uma menina, que é minha filha e minha irmã ao mesmo tempo. A família pensa que é filha de um namorado que ela inventou que tinha. E nás estamos tranquilos porque minha mãe tem feito todos os exames, e o médico diz que a criança vai nascer com saúde e sem nenhum defeito físico, apesar de ser gerada por um incesto, que dizem que traz sérios problemas. Mas isto sou eu que estou dizendo, porque nem o médico sabe da histária real.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado contos eroticos gay problemas mentaiscontos eroticos anal iniciando minha filhinhacontos eroticos dez anosSou agora casada com meu ex primo viuvo conto eroticocontos eroticos arrombando a gordaContos sexo com pai da amiga e engravideijoice cavalo deu o cucontos putaria de crentesporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetaconto gay metemos.o dia todocontos eróticos mãe e filho de araraquracontos dupla no cuContos crossdresserputa entra em desepero ao gozar esegerada menteContos gay perdi o cabaço com coroasentada no balcao do armazem mostrando so o fio dentalcontos eróticos novinhas chingadas de putas com coroas na fazendaflagrei meu pai deflorando minha namoradinha contosContos eroticos virgem remexereal conto cunhadocomtos eriticos minha subrinhaConto erotico socando até as bolas no rabo da irmã e gozandocontos eróticos apanhado chorei muito e fiqueicom a buceta toda vermelhaconto eroticos meu genrocontoseroticosfuicornoconto eróticos mana so de calcinhacontos eróticos transando com o cara do carnavalfui ensinar a sobringa dirigir ea fudicontos esposa bunduda so traz problemascontos putona tia marta sua bundacontos porno dava pro meu padastrocontos de crossdresserconto senhora safadaempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoContos currada 28cmgostosa rica traiu contosconto sou doida pra da pro meu sobrinhoorgia com os nerdes casa dos contosconto esposa chefesquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandocontos gay pai castigocontos erótico paizão enrabar filho gaycontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos mamado no seios sem dogays coroas do bairro agua verdecontos eroticos de estuprosno carnaval de ruaver rapasea novos grizalhos pelados de pau durofotus de zoofiliacontos meu marido adora me ver sendo chupada por outra mulhercontos eróticos fui visitar a esposa do meu tio Ela tá de babydollcontos eroticos amigas peitudas me derammulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandoconto dei minha buceta pro mendigominha filha com calcinha fio dental ve contosMarília do saborear de calcinha fio-dentalcontos sogra ajudandocasadas baxias di calsias na zoofiliamulheres cavalas de quarenta de bucenta inxada e grelo inormeContos dei meu cu com novel anoscoroa da buceta amaciada contospapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delfoda cadela mijo gostos vidio zofilaContos eroticos engravideicontos eroticos de marido melher cunhadinha e a primacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donoconto erotico lara a experientecomofuder uma egua vedio porno torcado pau no cu safado velhos dormindo novinhavideos porno pai afunda as tanga da filha virgemmulher pelada passa mantiga com pao na buseta e no cuSexu.com.busetas.de.7anusmulher entrando na chapeleta do pônei