Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O MARIDO CORNO VIAJA, PULO O MURO E METO NA MINHA

O marido corno viaja, pulo o muro e meto na minha vizinha gostosa.



Vou relatar uma situação que aconteceu comigo em que transei com a mulher do meu vizinho pulando o muro pro muito tempo, esse vizinho o Paulo 52 anos um senhor dono de uma loja de peça automotiva casado com a Elena uma delícia de 40 anos coroa enxuta como se diz no popular, por conta da loja o marido sempre viaja pra comprar peças e outros serviços e deixa sua linda esposa em casa. Sempre tive um bom relacionamento com o casal percebia os olhares maliciosos da Elena quando conversávamos, ela usava uns vestidos bem decotados, certa vez estava no no telhado colocando uma antena de tv nova em casa onde dava pra ver a mulher do meu vizinho na cozinha fazendo o almoço ela estava com um vestido curto branco um pouco transparente bem decotado que realçava bem o seu belo corpo, ela reparando que eu estava em cima da casa e que eu a observava começou a andar pela cozinha com um rebolado sensual, mostrando bem seu corpo. Abaixou-se para pegar uma panela no armário deixando com que eu visse suas belas coxas e um pouquinho da sua bundinha bem empinada fiquei louco de tesão na hora, lembrei que seu marido não estava resolvi puxar conversar com ela:

-olá, Elena tudo bem, ela prontamente me respondeu com um ar de sorriso e malicia;

-olá, Mauro estou átima e você?

-vou bem muito bem;

-está instalando esta antena nova por quê? A outra quebrou?

- mais ou menos, comprei essa antena porque ela é melhor que a outra, a recepção é bem melhor;

- legal... tá calor não acha Mauro?

-nossa tá muito calor mesmo e eu aqui em cima levando esse sol;

-rsrsrsrsrs depois desse trabalhão todo sá mesmo uma boa limonada não acha?

-acertou na mosca rsrsrrsrs;

-você vai demora pra terminar de colocar essa antena?

-mais uns 5 minutos eu termino por quê?

-posso prepara uma limonada pra você? Ai você vem tomar aqui em casa!

-claro que pode vou termina rapidinho, aquí e vou pra aí tomar a limonada. Ok!

-então tá vou preparar e te espero.



Ela virou-se e foi andando em direção a sua casa fiquei admirando seu rebolado sua bundinha bem Empinada que já tinha me deixado cheio de tesão, terminei de instalar a antena e pulei o muro passando pelo quintal ( pra evitar que os demais vizinhos me vissem), chegando a porta da cozinha vi a Elena de costa preparando a limonada chamei por ela:

-posso entra?

-pode fique à vontade vou pegar um copo pra você tomar sua limonada;

e atravessando a cozinha de uma ponta pra outra nos cruzamos sentir um cheiro muito suave de seu perfume, não perdí a oportunidade de elogiá-la:

-nossa Elena você está muito cheirosa, gostei do seu aroma;

-rsrsrsrsrsr muito obrigado Mauro.





Começamos a tomar a limonada e eu admirando seu corpo lindo com aquele vestido que realçava sua beleza, determinado momento da conversar a Elena deixou de propásito cair um pouco de limonada no seu vestido na altura de seu seio, com o vestido molhado deu pra ver o bico de um de seus seios espetando o tecido do vestido, notei que ela estava excitada, dei uma olhada bem maliciosa e não perdi a oportunidade, disse em tom de brincadeira deixa que eu limpo Elena ela me olhou com um meio sorriso dizendo:

-fique à vontade.



Peguei um pano que estava em cima da mesa e comecei a passar em cima do seu seio, senti que os dois bicos ficaram logo bem durinho, ela estava tão excitada que arrepiou todos os pelinhos, continue passando o pano em movimentos circulares, vi que ela fechava os olhos fazendo uma cara de quem tava gostando da situação. Foi ai que parei, ela pegou minha mão dizendo:



-não pare não, está muito gostoso, continua.

-você que manda Elena.



Agora sem o pano fui acariciando os seios por cima do vestido, então Elena pegou minha mão colocando por dentro do vestido e disse:

-Assim vai ser bem melhor! Querido.

-Também acho tesuda.



Continuei acariciando o biquinho pontiagudo dos seios dela, que estavam duríssimos, tirei as duas alças do seu vestido deixando Elena sá de calcinha, com aqueles seios lindos à mostra não hesitei em sugá-los um bom tempo com a língua, Elena delirava neste momento, falava bem baixinho no meu ouvido:



-Vai gostoso chupa meus seios, passe essa língua neles.



Ao ouvir isso aumentei a intensidade das lambidas nos seios mais uns minutos, dei um beijo bem gostoso em sua boca, passava minha língua por toda aquele boca, ela logo foi passando a mão por todo o meu corpo quando ela chegou ao meu pau que já estava latejando de tanto tesão:



-hummm gostei do que eu peguei;

-então pode ficar a vontade faça o que você quiser com ele;

-vou chupar seu pau até você gozar em minha boca.

-seu pedido é uma ordem gostosa.



Elena tirou toda minha roupa e começou a chupar meu pau todinho passou, a língua por todo o meu pau chupou de um jeito muito gostoso, tirei sua calcinha e a coloquei sentada em cima da mesa com as pernas abertas, comecei a chupar sua xaninha que já estava bem molhadinha de tanto tesão passei a minha lingua por toda a sua xaninha e ela delirando de tesão me pedia pra que eu colocasse meu pau gostoso na sua buceta. Não pensei duas vezes fiz o que ela me pediu coloquei ela em pé de costas e pedi que abrisse um pouco as pernas, coloquei meu pau inteiro dentro da sua buceta numa estocada sá, ela gritou de prazer, iniciei o movimento de vai e vem bem frenético, dei uns tapas na sua bunda e ela gostando, me pedindo pra que eu batesse mais:



-oooooooh, ooooooooh, ooooooooohhh, ooooooooooohhhhhhhhhhhh, oooooooohhh, isso bate, mas bate muito nessa sua puta gostosa. Aaaiiiiiiiiiiiiii, AAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, AAAAAiiiiiiiiiiiiiiiiiii, sempre tive tesão por você seu gostoso. Oooooooohhhhh, oooohhhhhh, ooooooooooohhhhhhhhh, vai mete mais, não ouse parar agora, ooooooooh, ooooooooooh, ooooooooooooohohhhh, tá gostando de me comer né safado, tá colocando chifre no meu maridinho corninho, ooooooooooh, oooooooooooh, ooooohhhhhhhhhh, anda mete mais, ainda quero gozar muito nesta pica dura. Querido deixa eu sentar nesse pau quero rebolar no seu cacete grossinho e gostoso.



prontamente atendí o seu pedido, puxei umas das cadeiras da mesa, sentei ela veio chupou meu pau mais umas vezes, subiu na cadeira, sentou em cima de meu pau e começou a rebolar no meu pau, deixei a Elena ditar o ritmo das bombadas, ela gemia de tesão e gritava enquanto sua bucetinha engolia a minha vara:



-ai que tesão, que pau gostoso você vai me viciar nesta pica;

-vai minha cachorra sobe e desce bem gostoso, rebola nesse pau que vai te satisfazer quando quiser;

Elena cavalgou bastante depois disso coloquei ela de 4 pincelei meu pau em sua xoxota, comecei a meter nela de 4 quando coloquei meu dedo dentro do seu cuzinnho notei que ela gostou, pois deu um gemido bem mais demorado.

- huuuuuummmmmm que delícia, brinca com esse dedinho no meu cu, você quer comer meu cuzinho quer;

-claro que quero minha cachorra safada estou com tesão de gozar nesse seu cuzinho todo;

-então vai colocar esse pau gostoso todinho dentro do meu cuzinho agora.



Com ela ainda de 4, tirei meu pau da sua bucetinha encharcada e coloquei ele todinho no seu cuzinho, entrou com facilidade e ela me pediu pra meter bem devagar no inicio, gemia baixinho, mas depois de alguns minutos passei a tirar e meter meu pau inteiro no cuzinho dela e aumentei o ritmo das estocadas. Elena passou a gemer alto, tapou a boca com a mão pra abafar o barulho, mas de repente soltou um grito Ooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhh, que até eu assustei, mas já não aguentava de tesão e lhe disse que ia gozar naquele cuzinho todinho:



- vou gozar esse seu cuzinho todo delicia;

- nãaaoooooooooo quero que você goze em minha boca, quero sentir o gosto de seu leitinho.

-ok! Gata.

Tirei o pau de seu cuzinho ela começou a chupar minha pica de um jeito que eu não resistiria muito e acabei gozando na sua boca, ela recebendo aquele leitinho todinho deixou escorrer por sua boca lambuzando até os seios e disse:



- Mauro que loucura nos fizermos agora, mais foi muito bom, nunca tinha gozado tanto na vida, adorei e já que meu marido sempre viaja agora é sá você pular o muro que vou ta aqui te esperando;

- ainda vou te fazer gozar muito Elena, vá se preparando meu bem, já estou ansioso pela práxima viajem do cornão;

-Mauro toma cuidado pros vizinhos não te pegar pulando aqui pra casa, não conta pra ninguém que transamos, o Paulo é muito ciumento e não aceitaria minhas desculpas, é ele que me sustenta financeiramente não pretendo deixá-lo.

- pode deixar Elena minha boca é um túmulo, fica tranquila que do cantinho ali de onde pulei pra sua casa é bem escondido pelas paredes da minha casa, eles (vizinhos) não conseguem ver.

- nossa!!!! não acredito seu pau está duro de novo, vamos aproveitar agora quero sentir esta pica na minha buceta de novo.

-claro, gostosa.



Naquele dia ainda transamos mais duas vezes, foram 2 rapidinhas na verdade antes de voltar pra casa exausto, desde então passamos a ter muita transas gostosas por 5 anos, a Elena me disse que transou mais comigo do que com o seu marido, nosso caso durou ate o dia que seu marido abriu uma loja em outra cidade e foi morar com ela lá desde então nunca mas falei com ela, ficaram sá as lembranças das inúmeras transas gostosas que tivemos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico praia em familiaso fotos de putas de bunda cavadinhaContos eroticos fraguei minha esposa e sua amigacontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãotiraram a roupa da esposa contoDeu o cu sem querer querendo contodei a Bundinha gostosa Contoscontos de maes flagando fihos punheteiroscontos femdom com cela de masmorramamada gay contoConto erotico pintor comeu filha de sua patroacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos amigas ci pegandomurhler.abusada.estrupradocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos pai mae e maecontos vendedora em casaa minha cunhada casada e saia justa contos com fotosContos adoro verContos heroticos esposa quer muitas picascontos eróticos amadores com fotos de casais realizando fantasias de Megane masculinogay aperta,amassa e masturba o pau do parceiro e ele goza gostosogostosa fas enema profundosogra chortinho provocando genro cozinha lavandofude pono so morinhacontos eroticos arrombando a gordaContos gosaram no cuzinho virgem da minha filha Contos eroticos seios belicadoconfia minha madrasta no pornô chorando gostosacorno chupa rola contosporque cavalos tem pirocãoCONTOSPORNO.sapecacontos eróticos vovó dando o cu para jumentoconto de moçinhas inocentesmulher entrando na chapeleta do pôneiconto punheta da varandaContos eroticos flagrou namoradacontos eroticos de pai obrigando filho a foder com.outros homecontos eróticos o meu pau e tao grande e grosso so eguas que aguentapegado carona um casal com camionero contos eroticoconto erotico comendo a mulher do pastor buceta de cajaracontos eroticos relatados por mulherescontos de coroa com novinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha tiade fio dental exibidaContos erotico travest crentecontos no orfanato gayvoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos minha irman roqueirazoofilia co caxorros das rolas mas grosas muducontos erotico ensinando o meninoContos eroticos mãe de colegasContos de leitores reais swingNoiva de salto contos eroticosvirei putinhacontos de coroa com novinhomarido da mae bolina menina contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico o assalto meu marido participouContos nossas filhascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017desculpa mae pau durocontos eroticos estourando a bucetinha minusculadeserto conto heteroperdi os sentidos contos eróticoso cu rosinha de minha neta de 9 aninhosfui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhopono conta erótica de relato cagando no pau do estrupadorcontos minha mulher pagou minha divida com a bunda