Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EVANGELICA, QUASE INOCENTE E TARADA 2 - A SURPRESA

EVANGELICA, QUASE INOCENTE E TARADA 2 – “A SURPRESA”

Continuando conto anterior... A Renata estava totalmente paralisada, o gozo foi tão violento que dava para ouvir sua respiração ofegante, ela estava ainda em êxtase total...

Deitei-me ao seu lado, sentindo todo o calor que emanava do seu corpo. O seu corpo tremulo, instintivamente me fez abraçá-la e aconchegando-se ao meu, assim com o efeito da endorfina, relaxou e desfaleceu por um bom tempo.

É difícil ficar ao lado de uma mulher deliciosa: peitinhos pequenos bicudos, pele macia e cheirosa, bundinha perfeita e bucetinha pequeninha, lisinha toda depiladinha. Comecei a acariciá-la, ela acordou e se encaixou de ladinho encostando aquela bundinha no meu pau que rapidamente ficou duro. Quando ela sentiu meu mastro forçando o reguinho de sua bunda e olha que eu tenho um pau de responsa, aproximadamente 21,5 cm de comprimento e bastante grosso. A renata neste momento, numa agilidade felina, subiu em cima de mim, encaixou os lábios da sua buceta no meu pau que estava sobre meu abdômen e foi fazendo um movimento ritmado de baixo para cima em toda a extensão da minha pistola que me deixou maluco de tesão. E ao mesmo tempo me beijava, sugava minha língua, lambia minhas orelhas me levou ao delírio. E eu louco pra enfiar minha pistola na sua grutinha e ela travava me deixando cada vez mais tarado e me pedindo para deixá-la dominar que eu iria adorar, alias eu já estava adorando aquilo.

Depois de um bom tempo nessa bolinaçao meu pau já estava melado de tanto que a Renata estava molhada. Ela ergueu seu quadril quase a altura do meu peito e foi descendo de forma que sua bucetinha encontrou com a cabeçona da minha pistola, ela forçava para baixo mas, sua bucetinha era muito apertada. Eu sentia meu pau entrando rasgando tudo e via a expressão em seu rosto de dor e de enorme prazer. Já estávamos nessa há tempo, e não tinha entrando ainda nem a metade da minha pica, num instinto animal, segurei-a pela cintura e empurrei de uma sá vez . Ela soltou um berro, me pedindo para parar...pelo amor tá doendo muiiiiiito, envolvi sua cintura com os meus braços e iniciei um movimento ritmado e acelerando de pouco a pouco até perceber que ela já estava socando sua buceta no meu pau sem dá. Acelerei mais o ritmo e socava o Maximo de força que tinha e apás alguns minutos ela começou a ter espasmo muscular e começou a gozar de forma violenta ai que eu a segurei com mais força e meti com vontade e foi o maior prazer ver aquela maravilha de mulher gritar, chorar, implorar para eu parar, para eu continuar até ela desfalecer e logo fui descobrir que ela tinha tido um orgasmo múltiplo.

Eu não havia gozado ainda, e já estava enjoando daquela posição de submissão. Sai de baixo da Renata, abri suas pernas e fui logo enfiando minha pica na sua buceta, que não teve nenhuma resistência, pois tava ensopada de tanto gozo. Fui movimentando devagarzinho, tirava até a cabeça e enfiava devagarzinho até o talo, fique neste movimento um bom tempo, deixando minha maravilha de mulher se recuperar.

Era a primeira vez que transava com a Renata, não a conhecia direito e muito menos seus desejos sexuais. Mas como bom brasileiro que sou, deixei meu pau todo atolado até as bolas na sua buceta, comecei beijá-la e mordicar sua orelha e sussurrei no seu ouvido, eu adoro comer um cuzinho. Ela não questionou, nem retrucou, sem falar absolutamente nada, para mina SURPRESA, levou sua mão até meu pau que estava todo atolado na sua buceta, tirou ele pra fora, posicionou no seu cuzinho e empurrou seu cu contra meu pau eu enfiando e sem resistência entrou todo, parecia que ela tinha o cu lubrificado. Ela me disse: eu também adoro dar o cu, gosto mais de dar o cu que a buceta. Então eu a coloquei de quatro, fui metendo o pau sem dá, quanto mais violência eu usava, mais a renata gritava, pedia mais, mais, mais...até que eu não aguentando mais, sentei-me na poltrona, ela sentou de frente pra mim, encaixou se cuzinho no meu pau e foi cavalgando com tanto força que rapidamente eu explodi numa gozada fenomenal.

A renata, como é mais maravilhosa das safadas que já conheci, me prometeu que da práxima vez eu tenho que fazê-la gozar pelo cu. Com certeza eu me prontifiquei...

Gostaram me contatem: [email protected] mandem seus comentários

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos bizarroscontos eróticos engravideiminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoContos ninfas no boquete e punhetaConto erotico sobrinho fudeu gostoso com a tia coroaContos eróticos reais de Angolacontos de coroa com novinhocontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemoranade bct Grande batendo um pra amiga sogra muito linda na praia contosdanada da minha cunhada louca pra darcontos er peitinhos em formaçaocache:otDuz9llvmgJ:okinawa-ufa.ru/conto_22069_que-caseiro....html contos pornos comi sogra mamae tia irma onibus lotadoGozou na minha buceta contos eroticoscavalonas de casa disse apertadacontos traindogostosa pau e a bomba para encher o tanque bundatirando a virgindade da cadelinhaconto eroticos sem maldade senti que os dedos tocavam minha xoxoracontos eroticos de pai obrigando filho a foder com.outros homecontos minha esposa pediu para levar o amigovelha viuva conto eroticocalcinha ate joelhos contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordaminha mulher deixou a calcinha suja de porra no banheiro contos eroticoscontos eroticos o cachorro me fudeeu dentro do canilContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestocontos mulher filho noracontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bcontos eróticos de lésbicas se chupando em Miamiconto erotico mendiga cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedando desde pequeno contos eroticos gayspeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos eróticos com gordawww.finhinhas.porncontos sexo estorando cu de velhacontos eróticos iniciado pela tiacontos minha mulher transava e me beijavaporno tia dando bronca e caiu nas labia delecontos de coroa com novinhominha esposa com dois negros dotados contos e relatos eroticos com fotoscontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realcasa dos contos roubei a calcinha da minha cunhada pra bater uma punhetameu noivo me preparo uma despedida de solteira conto eróticosvirei puto do bar conto gayConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendocontos minha tia humilhando meu tioa calcinha da menina - contos eroticoscontos eróticos - dando carona pra duascontos minha mãe me seduziu usando mini saiacontos bdsm erposas escrava submissacontos er irmas vizinhaContos eroticoseus.filhoscontos/esposa safada da pra qualquer umsexo gay contos titio okinawa ufacontos eroticos medicocasado chupa travesti contocontos eroticos de padrinho gay dando a bundamora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nécontos eroticos dando cu pro filhocoroa grita tica doida paupegando amiguinha da filha no banho e gozando na bundinha delacontos erotico praia cornocontos eroticos traindo marido na Salacontos eróticos com o vizinho q mora sozinhoconto porno com o tioconto de não aguentei a pica grande de meu avôminha namorada apertando meu pau com a sua bucetacobradora mostrando o fundinho da calcinhaenso botar po para mulher do corno contosDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticos