Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRADA POR POLICIAIS 3 (FINAL)

Ele começou a me comer normal, mas passou bastante gel no meu cú, até então ninguém tinha enfiado nada, sá brincado. Ele gozou rápido, me machucou porque ficava soando com força e tinha um pauzão. Depois pegou o cassetete e colocou uma camisinha nele, todos ficaram rindo.. ele começou a forçar o meu cuzinho com o cassetete, eu chorei de desespero, procurei virando a cabeça alguém, um ser para me ajudar. Senti uma dor alucinante quando a cabeça do cassetete entrou no meu cu, ele foi lentamente enfiando o cassetete eu já tentava gritar, me mexia, tentava me soltar. Daí me seguraram para ficar quieta. Eu já estava delirando de tanta dor. Ele começou a enfiar e tirar o cassetete do meu cuzinho o que fazia doer mais, e cada vez ele enfiava mais, sempre devagar. Quando ele parou vi mais flash e ouvi eles dizendo:



- Esta aí é recordista. Não desmaiou como as outras vagabas.

- Aí sua puta.. vai ser enrrabada. Agora sabemos do que você realmente gosta.

O Sargento rindo disse:

- Estou com fome, vamos antes comer alguma coisa.



Então eu que estava nua, amarrada e amordaçada fui colocada no porta luvas do meu práprio carro, quando todos estavam saindo o que me fez engasgar colocou novamente o cassetete no meu rabo e passou a fita prendendo ele para ficar todo dentro. Fechou o porta malas, eu com aquela dor, em menos de um minuto ele voltou.



- Isso é pouco pra você, tenho outro presente. E enfiou outro cassetete na minha buceta.



Chorei de dor, tentei falar, gritar, implorar. Ele como era muito mal, enfiou sem pena quase o cassetete todo e prendeu com a fita na minha cintura forçando os dois cada vez mais para dentro.

Demorou mais ou menos uma hora para retornarem. Eu desmaiava com a dor e acordava.

Então policial mal abriu o porta malas, eu nem ligava mais o que fosse acontecer, sá queria sair dali, estava toda torta sendo comida por dois cassetetes, então vi um dos policiais com uma câmera. Ele falou:

- Agora ela vai aprender quer ver? Filma tudo, depois eu vou me masturbar vendo isso.

E começou a me fazer cosquinha, eu tentava resistir em me mexer, já que cada vez que mexia os cassetetes entravam mais. Mas o corpo não obedece, e aí eles entravam mais e eu no porta malas quase não conseguia respirar, aí ele teve a brilhante idéia:

- Alguém tem um pregador aí ?

E colocou no meu nariz e continuou a me fazer cácegas mais forte, eu não conseguia respirar já que estava com a fita na boca. E ao mesmo tempo a dor que eu sentia com os cassetetes. Perdi os sentidos, acho que desmaiei. Acordei no capô de novo com um deles me enrabando forte, socando tudo. Eu já não sentia nada, ter tirado os cassetetes já foi átimo. Algum deles falou:

- Vamos colocar nos três buracos? (e riu alto)

Me encheram de gel, abriram uma toalha ou sei lá o que era marrom no chão atrás da viatura, o sargento deitou e me colocaram em cima dele, puxaram a fita da minha boca, senti meu lábio cortar com a pressão, nem respirei direito e já tinha um pau na minha boca. Então o sargento colocou tudo na minha buceta, veio outro por cima de mim e colocou no meu cú que já estava machucado e sangrando. E o ultimo policial estava filmando tudo como se fosse um câmera man de um filme pornô. Infelizmente eu gozei de novos sem mais ter autoridade pelo meu corpo.

Terminaram e todos gozaram, me deixaram jogada na tal toalha marrom,e colocaram a fita na minha boca de novo. Eu já estava cansada e arrebentada.

O sargento veio com um pano úmido e colocou no meu nariz, tinha um cheiro forte, imaginei que era clorofármio.

Acordei na minha garagem com uma dor de cabeça infinita, vestida e calçada. Olhei para os lados e me mexi, senti uma dor profunda em tudo, na minha bucetinha, nos meus peitos e no meu cuzinho. Fiquei sem entender se foi um pesadelo o que aconteceu, porque estava na minha garagem. Então eu vi que no banco do carona tinha um cd e uma carta.



Estava escrito:



“Para a nossa putinha querida, algumas das melhores fotos suas estão no cd. Sonhe conosco,foi inesquecível.

Se abrir o bico, tudo vai para a internet, jornais, seus pais e irmãos. E lembre-se sabemos onde você mora.

Assinado: Seus donos”



Olhei no computador as fotos que tinha no cd e sá estavam as que pareciam que eu fiz sexo consentido.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto pernas fechadaseu mae e filha contos de sexoCasados putinhos contosmeus peitinhos doíam...Contos droticos com coroas gostosas perdendo ocabaço do cu com seus genroscontos eroticos exendo a buceta da tia de poreacontos eróticos novinha brincandoContos comi mae bebadafilme pornô da mulher do Suvaco Cabeludo Vem homem do pau mais grande e g************* delaRespira fundo e relaxa que vai entrar no seu cuporn ocomeno a bebaComi minha irma e minha sobrinha conto eroticocontos eroticos arrombando a gordaCasada narra conto dando o cuContos pirralha inocentecontos eroticos a mulher do meu cunhado crenteContos eroticos de prostitutacasa dos contos eróticos empregada doméstica na zoofiliacontos eroticos gay recem casadocontos herotico minha mae e uma puta que todarua come elacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto real comi o cuzinho de aline bem novinhaNegao pausudo botando corno chupar cu da mulher enquato fodemeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavacontos eroticos meninaconto seduziu heterocontos de maes flagando fihos punheteiroscontos sem calcinha no coloCunhada dormindo com a bundinha descobertaChat Amo sexoavivoconto erotico velho praia nudismoEngravidei no mato contos eróticoscontos eroticos sexo virtualcuzinho peidao contos.cornozoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteperdi meu cabaço da buceta pra um cavalo contoscontos eroticos dominada por mulequinhoscontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocumendo a prima vingwmcurtos relatos eróticos de estupro fortimulheresencoxadassexocontos meu pai me seduziucontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos minha tetas bem vermelhinhas de tanta chupadawww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de Menorconto erotico rosto meladocontos eróticos traição a amiga gostosa da minha mulher ela me deu a chave do apartamento delao corpo da colegial tem que ser magro fetichecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay sentou no colominha professora me deu carona e pegou mo meu cacetecontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos cofrinho esconde escondeestuprada na lanchonete contoscontos de incesto comendo a irma separadaconto erotico: brechei minha mae dando na casa do vizinhoContos ertico tia negraContos os velhos chupam melhor uma bucetaaçeitou suruba com amigos sua vizinhacontos: exibindo a mulher para o cafetãohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLAgruda nos pelinhos da bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos briguei com o marido dei pra outroconto erótico esposa famíliacontos lesbico meus pais viajaramcontos eroticos perdi meu cabaçocontos fui chupa a bucetinha da minha amiguinha na infancia ele mijou em minha bocacontos eroticos viagem ônibusexitei um traficanti ele me comeucontos erotico mayara piercingconto esposa recatada e crentinha parte 2Muller casada quer jumento para me ter nelacontos eroticos muito.maior meu do.meucontos putaria de crentesEscravo de minhas cruéis donas (conto )Quero treinar o vinha perdendo a virgindade da bucetinhaconto enfiei a cueca no cusocando na minha irmã compressão sexecontos eroticos comendo o precioso