Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

INFIDELIDADE - CARLOS, ANITA E EU...

Ser jovem vai alem da vida, alem das vontades e das descobertas, e foi com esta mentalidade que aprendi a gostar da vida e sonhar com dias mais prazerosos.



Com esta mentalidade conquistei as pessoas que fizeram parte da minha vida e das minhas escolhas, e foi desta forma que conheci o Carlos, ele era mais que um bom e gostoso vizinho, ele tinha 27 anos, me acompanhava, me fazia uma pessoa feliz, porem tínhamos um segredo.



Carlos era casado com Anita. Ela era uma pessoa bacana, linda, carismática e via no Carlos o grande amor de infância que havia se tornado um bom marido, porém eu e o Carlos tínhamos um caso secreto que durava 3 anos, ele e eu éramos fingidamente bons amigos, eu ia na casa dele e ele vivia na minha, Anita me adorava e via em mim um grande amigo do gostoso e lindo Carlos.



Minha vida era especial, porem a mentira começava a me dominar, eu me via enfeliz com a mentira e via o cada dia a Anita mais feliz, porem sabia, pois Carlos era especial, carinhoso, lindo, tímido, era o nosso Carlos e demonstrava tudo isto nas noites, pois me fazia feliz.



Em uma noite Carlos estava comigo em sua casa, estávamos somente nos dois, Anita estava na lanchonete que trabalhava e eu estaria naquela noite dormindo na casa dele, ele me convidava para passar a noite com ele, eu estava dominado pelo desejo e pelo medo de ser feliz, Carlos me tocava, me beijava me fazia feliz, me sentia um homem do prazer... Carlos e eu estávamos prestes a inovar, ele me arrastava diante de beijos para a sua cama, me sentia dominado por um homem comprometido.



Nos braços, aos beijos nos deitávamos na cama onde ele dormia com Anita, ele me dizia palavras desejáveis, me fazia gozar de desejo, meu reguinho estava piscando de vontade de sentir aquela vara gostosa do meu Carlos, estava eu feliz, pois era a primeira vez que podei sentir meu homem na cama da sua mulher, era eu a segunda pessoa, dormindo na cama onde ele comia e metia a sua vara na sua bela e simples mulher, mas hoje era eu sua putinha, era eu que queria e seria dominado pelo desejo e por sua pica grossa e gostosa.



Eu estava junto com ele totalmente nu, ele com sua linda cobra diante do meu belo corpo, estávamos na cama do prazer, ele em cima de mim me fazia sentir seus braços e seu belo corpo diante do meu corpo, ele me beijava calientemente e se preparava com seus dedinhos para me penetrar, mas antes eu queria abocanhar a sua vara e sentir sua torra dentro da minha boca.



Eu começava a chupar com vontade a pica do Carlos e ele gemia de prazer, ele delirava com minha língua amaciando a sua cabecinha, sua rola grossa, gostosa e desejada por duas pessoas.



A cama era gostosa e fofinha diante das virtudes, minha mente começava e pensar que Carlos metia na xaninha da Anita todas as noites, ele era uma bela mulher, especial e amava como eu o nosso homem.



Carlos começava a penetrar no meu rabo, sentia uma gostosa dor e ao mesmo tempo em que sentia um forte prazer, eu estava dominado, feliz, me sentia mais que um amante, me sentia uma menina que perdia sua virgindade. Eu estava com meu homem, meu amigo, éramos um conjunto.



Eu sentia seus lábios, seu corpo e sua forma especial de fazer amor, ele era meu e eu era dele, dois homens, um sexo, uma virtude. O sexo e a vida nos identificava ao mesmo tempo que se tornava somente um prazer.



Sentia seu beijo e sua torra me estourar por dentro diante da velocidade aumentada da noite, eu era uma puta nos braços de outro homem, o meu homem, ele me enrabava, me chamava de viadinho e me mordia com vontade, me arregaçava com vontade. Era mais que uma pica grossa e grande adentrando dentro do meu rabinho. Era uma noite cheia de encanto diante da cama da minha sácia. A noite passava e eu era enrabado, comido e sentia em instantes o leitinho grosso e quente dentro do meu belo rabo.



Carlos me enchia de prazer, de seu leite quente, sua porra entrava no meu cuzinho e junto com o desejo de ser feliz e dominado pelo amor de mais que um amigo.



Passamos a noite juntos, nos beijávamos, nos sentíamos felizes pois esta era mais que uma oportunidade, era uma forma de se sentir melhor. Carlos era romântico, carinhoso, me fazia feliz.



Carlos se dizia gostar de mim, mas não poderia renegar os seus sentimentos por Anita, pois ela era especial. Estávamos felizes e nesta mesma noite transamos novamente e nos deleitamos diante do prazer.



Fui embora as quatro da manha pois Anita chegaria logo cedo, estava eu feliz, e pela tarde, exatamente as três da tarde fui ver como todos estavam e ao chegar fui recebido com a maior alegria de Anita, ela era simpática, humilde, bonita e tinha a simplicidade no seu olhar, ela sorridente manda eu entrar e com seu belo vestido curto não poderia deixar de ver suas belas curvas e ela sorrindo me diz que eu estava lindo, sorrio e ela me manda sentar na sala, ela caminha diante dos meus olhos e vejo a sua beleza e sua timidez, ela com seu lindo vestido rosa, curto e totalmente sedutor, ela me surpreende.



Ela me diz que Carlos havia saído e ao sentar do meu lado pega na minha perna e me diz algo eu jamas pensaria ouvir dela. Ela me olhava fundo nos meus olhos e me dizia:



- você é o melhor amigo do Carlos e adoro você, porem a alguns dias venho sentindo algo diferente por você. Sento que você é muito especial para mim.



Neste momento Anita me surpreende, ela se aproxima com seu belo corpo e me da um beijo doce e caliente, minha mente pira, meus pensamentos estão a mil diante das formas e dos desejos, me sentia satisfeito e dominado pelo beijo e pelo corpo de



Anita que neste momento caia em cima de mim no sofá da casa, não resistia, começava a sentir minha vara dura.



Comecei e sentir que a vida me reservava mais uma surpresa, alem do homem teria agora a mulher...



Passava a mão na xaninha quente que o Carlos comia todas as noites, ele era macia e eiu naquele instantes estava com meus 19 cm totalmente duro morrendo0 de vontade de foder a esposa do Carlos. Olhei para ela e perguntei se não teria perigo, ele me olhou e me disse que o meu homem estava em uma chácara e que voltaria mais tarde.



Eu então me fiz de sábio, comecei a sentir as tetas gostosa da Anita ao mesmo tempo que metia meus dedinhos na sua buceta, ela gemia e dizia que esperava isto faz tempo, peguei ela pelo colo e a levei para a cama.



Já na cama pude deixar ela peladinha e com sua bucetinha toda lambida e lavada pela minha língua, minha rola começava e sentir uma vontade de fuder ela totalmneter, há beijei e a fiz feliz, ela gemia e sem mais perceber estava metendo dentro dela minha pica, estava eu comendo a mulher do meu homem, do homem que me comia, era a vida escrevendo mais uma historia.



Metia com força e ela gritava com muito desejo, me chamava de gostoso e eu estava todo-todo estava sendo ativo com a putinha do meu namorado, era uma família que se dividia, metia e ela gritava e rebolava no meu cacete.



Ela gritava e se sentia dominada pela minha foda. Eu abria sua xaninha com minha rola ao mesmo tempo em que chupava sua tetinha, éramos dois, estávamos felizes. Dominados. E nestes mesmos instantes me preparava para encher sua gostosa bucetinha de leitinho, gozei gostoso e ela gritava de desejo.



Ela me beijava e eu estava feliz pois tinha atolado minha vara na gostosa Anita, ela havia dado gostoso para mim, havia rebolado no meu cacete e gemido de prazer, e a vida continuava, agora eu comia a putinha da anita e dava meu cuzinho para o gostoso Carlos. Era o sexo e as virtudes de 3 pessoas unidas pelo prazer sexual., há vida e suas escrituras, suas formas e seus desejos.



Era eu, Anita e Carlos dominados por uma historia, uma historia de mentira, sexo e de virtudes.



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



Ass: ThyAggo



MSN:



[email protected]



---------------------------------------------------------------------------------------------------------



Acesse:



portalgayms.blogspot.com



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha prima malcriada contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos esposa branquinhaMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemMe Faz um Cafuné conto gayminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos eroticos marido mandando mulher saracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos seduzindocontos eroticos cornos que nao desconfiadedada esposa corninho rindo otário contocontos eróticos encesto fudendo com o meu filhobuceta carnuda comtos de sexocontos minha esposa nao vai aguentar essa pica.provocando meu tio com um short com as popa da bunda de foracontos eroticos traindo o marido com pivetesconto erotico violentada na escolaconto mãezinha fode com filhinho treze anoscontoseroticosviolentadacontos eroticos fui cuidado meu sogro e ele viu meus pritospornô colocou supositorio na paciente e ficou excitado conto.erotico.tia.sogra.cunhadaConto erótico qual é a cadela mais receptivacontos eroticos ccb viuvas safadascontos eróticos virei marido da minha irmãlalargado na bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomendo minha irmazinhano escuro.com/videorelatos sexuais porno gratis a faxineiracontos eróticos espiandocontos gay meu pai me pegou no flagraconto sou. chupeteiraContos eróticos teens incesto pai ver o filhinho dormindo de pinto duro e chupamoreninho hetero marrento contoa minha cunhada casada e saia justa contos com fotosrelato erotico chupei a calcinha da minha tiacontos eróticos gay marombasdei cu de fio dentacontos eroticos de infanciaLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensEstupro gay conto gay pedreiroWwwcasa dos contos meu marido e rasistacontos eroticos irmão arrependidofodendo uma égua no estaleirocontos eróticos crueldade com cornoContos eroticos minha esposa e o estrangeirocontoseróticos surpresaComi minha prima safadinha contopunheta na infancia com amigoconto erotico fui no pagode e comi um travesticonto gay sou macho me encoxaramconto de casada fudendo com outrocontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos eroticos arrombando a gordacomtus eroticu pai mai e filha brincandu de faser cocegagarotinha contos eróticoshumberto de pau duroconto erotico incesto sonifero filhaconto erotico aluna na casacontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãomeu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto sexo gay contos me comeu quando eu era pequenocontos eroticos arrombando a gordahttp://contos erodicos de irmao e prima trasandoa filha da minha empregada vive me provocando contoscontos eroticos travesti sem camisinhaContos eroticos selvagens brutais incestos com xingamentos surrasContos eróticos de cornocom negão dotadosfumei maconha e entrei na rola contoshoje morena bonita eu estou querendo te pegar gostoso hoje morena bonita todos têmLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensminha filha me seduziucontos eroticos namorada primocu ardidoContos atuais de esposas que engravidam de outro machozoofilia negao comenorme pau deixando putia louca