Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EX-COLEGA E EU..ESTUPRADOS

Depois do episodio com minha dominador fiquei dois meses sem namorada, eu pensava todos os dias sobre aquilo, as vezes me masturbava pensando nela me dominando novamente. O tesão era enorme. Passou um tempo e eu superei aquilo, ja tinha esquecido quase que completamente e mal pensava no assunto, passeando pela cidade encontrei uma ex colega do ensino medio meu, a C (so colocarei a primeira letra dela), uma garota linda, baixinha, morena, cabelo curto, seios meio pequenos mas a bunda...deus do ceu, era uma bunda perfeita, redondinha, grande mas sem exageros, no tamanho ideal, e usava uma calça um pouco colada como era costme dela e deixava a calcinha marcada, trabalhava em uma loja que vendia produtos de Sex Shop, ela trabalhava vendendo esses produtos na loja, era a cara dela eu pensava, sempre foi safadinha. Pois bem, comecei a conversar com ela, era la pelas 6 horas da tarde, eles estavam quase fechando, comecei a fazer umas piadinhas e ela ria, perguntei se ela gostava de vender vibradores, etc. Ela ria, me mostrou um dos que vendiam la. A conversa era otima, nem percebi quando dois caras entraram na loja.



Eles rondaram um pouco, a dona da loja puxou aquela especie de porta qe vem de cima, quase como uma garagemm usada em bares e armazens, ela deixou ate quase no fim, so esperava eu terminar e os dois caras sairem, eu ia me despedindo quando os dois caras seguraram a dona da loja e sacaram uma arma, a C gritou mas logo um dos caras foi ate ela e a segurou tampando a boca, apontaram a arma pra mim e mandaram eu fechar o armazem,m assim ninuem teria visao do que estava acontecendo. -É sá ter calma que ninguem sai machucado - disse um dos assaltantes. Eram dois, um bem negro e alto, o outro mais branco e meio gordinho. Eles pegaram uma corda e amarraram a dona da loja, era uma senhora de uns 40 e poucos anos, ela chorava muito, estava amordaçada também. Percebi que o negro que segurava a C acariciava o corpo dela tambem e a puxava pela cintura deixando ela bem colada ao corpo dele, ela nao falava nada, lacrimejava um pouco, mas seguia sem chorar, stava mais calma porem soluçava um pouco.

-Pega a grana cara e vamo embora daqui logo, tu veio, enche uma sacola com tudo que tiver no caixa. Ele me jogou a sacola eu fui em direção ao caixa, era com chave, a dona havia me dado a chaves e eu fui la abrir, peguei tudo, o branquinho gordo ja queria sair mais o negro disse que poderiam levar outra coisa de valor. Olharam em volta mas o que tinha na loja era mais bugigangas de 1,99, os produtos de sex shop custavam um pouco mais caso. Um deles brincou - quer levar um vibrador pra tua muie - e nisso começou a rir, o negro respondeu - sei la, mas sera que é bom, a gente pode testar - e ao falar isso colocou sua mao por cima da calça mesmo, sobre a xaninha da C. Ela se contorceu, começou a ficar nervosa e meio chorando dizia so: não, por favor, não. Ela ja sabia o que viria.



Os dois começaram a rir, começaram a falar com a C perguntando se os vibradores eram bons, etc. Ate que o negro começou a revirar tudo, achou aquelas algemas de brinquedo e tirou todos os vibradores sobre o balcao. Ele pegou o maior que tinha, mandou a C se apoiar sobre o balcao colocando as mao em cima e empinando a bunda, ela se recusou e chorou, ele apintou a arma pra ela, começou a dar tapas na cara dela - se voce nao virar esse rabo pra nois vaca, voce morre - ameaçaram eles. ela chorava, nao sabia o que fazer, apos uns 5 ou 19 minutos de pressao ela cedeu,m foi ate o balcao e se inclinou deixando-a totalmente submissa a eles, eles sabiam que agora poderiam fazer o que quisessem, falaram que nao iriam amordaçar ela porque queriam ouvi-la gemer, mas que nao deveria fazer muito barulho.



Eu fiquei de pau duro na hora de ver a C naquela posição. O negro foi ate ela, colocou as maos no cabelo da C e lentamente acariciava ela, foi de maneira lenta, descendo suavemente com apenas uma mao, chegando perto da sua bunda ele parou, subiu de novo, chegou mais perto e ainda com roupas encostou seu pau que estava muito duro tambem pelo voluma da calça na bunda da C. colocou as maos sobre a cintura dela, foi subindo sua camiseta, passou a mao pela barriga dela e depois acariciou seus seios, ainda por cima da camiseta. ate que se cansou de brincar, abaixou a calça dela de maneira rapida e a bunda dela vestindo uma calcinha do tipo "tanga brasileira" roxa (aquelas calcinha que tem a parte de tras, a do bumbum mais grande mostrando apenas a polpa) ficou exposta. Ela era linda, minha amiga, nao podia deixar os caras se aproveitarem dela, os dois estavam concentrados nela, eu entao cometi o maior erro da minha vida, enquanto o negro ria e quando iria puxar a calciunha da C para baixo, agarrei a mao que estava com a arma, mas pelo calor do momento e ainda meio bobo pela visao que tive da bunda da C eu esuqeci do branco gordo. O cara veio por tras e me deu um mata leao, me jogou no chao e os dois começaram a me chutar - quer bancar o heroi é - disse o negro enfurecido - pois agora vai morrer - ele apontou a arma pra mim mas o branquinho o impediu de atirar e disse - tenho uma ideia melhor, vamos fazer ele testar o vibrador com a amiguinha - os dois se olharam e riram, iriam comer minha amiga e me humilhar para se divertirem, eram sadicos. Me levantaram, falaram que se eu fizesse qualquer bobagem me matariam a mim e minha amiga. Eu segurava as lagrimas, concordei. Mandaram eu empinar a bunda como a C fez com as maos sobre o balcao, eu obedeci, fui ao lado dela, olhei para ela e ela me disse que estava com medo. Ela estava com as calças abaixadas, o branco veio ate mim e abaixou minha calça, eu usava uma cueca preta, ele puxou a cueca atolando na minha bunda deixando bem cavada no meu rabo. Depois tiraram a calcinha da C, deixaram ela nua da cintura pra baixo, e ela com a bunda empinada, o rabo dela todo exposto a eles, aquela bunda deliciosa a mostra para aqueles dois safados fazerem o que quiserem, depois foi a minha vez, eles tiraram minha cueca, nao deixaram abaixada como ffizeram com a C, pegaram e jogaram em um canto da loja, entao o negro começou a beijar a bunda da C, a apertar aquela bunda deliciosa e macia, perfeita. Entao o outro cara chegou atras de mim e posicionou o vibrar na minha bunda, sem enfiar, so deixou ali, eu tremia, mas devido ao que aconteceu com minha dominadora, eu estava exitado e de pau duro, nao sei se era pela C ou pelo fato de estar prestes a ter algo me penetrando novamente. O negro pegou o vibrador posicionou perto da C tambem, eles contaram ate tres e no tres, meteram com tudo, no seco, sem nada...doeu muito mas adorei a sensação, eu e ela gememos e os dois assaltantes rindo, a dona da loja so assistindo. Eles se afastram para vislumbrar a visao da C e eu com os vibradores atolados no rabo. O vibrador era enorme, senti que foi ate o talo. Eles começaram a fazer entao moviemntos de vai e vem com os vibradores, depois de briuncarem com nossos cuzinhos, mandaram eu e ela nos ajoelharmos, eu o fiz.



-Agora ta na hora de pagar um boquetinho pra nois - era nojento, ate entao nao tnha estado com um pau de outro homem na boca, nem tocado em um mas quando me vi, estava de joelhos a alguns centimentos de um pau enorme e cheio de veia, porem o do branco nao me assustou tanto como o do negro, o dele era muito grande, enorme mesmo, o meu nao dava metade do dele. pensava coitada da C. Eles nos obrigaram e nos submetidos a tudo começamos a chupar o pau deles, o branco pegava minha cabeça e pressionava contra o corpo dele, fazia eu chupar tudo. a C mal aguentava com o do negro que ao me ver sugando todo o pau do branco pediu pra trocar, mas agora a C so deveria assistir e aprender como deveria ser feito - olha so, seu amiguinho viadinho aqui parece que sabe engolir melhor um pau que voce puta, veja e aprenda - e continuavam rindo, o negro pegou minha cabela e começou a mater o seu paiu denro da mina boca, eu me engasgava, era enorme, sentia aquilo, descia em minha garganta, mas no fim, nao sobrou nada do pau dele, engoli aquele pau negro e enorme completamente. o gordinho branco teve seu pau chupado pela C, depois de um tempo gozaram e nossos rostos. mandaram tirar toda a roupa e eu e ela obedecemos, ficamos completamene nus, peladinhos e com um vibrador ainda atoladaço no cuzinho. mandaram a gente fiucar de quatro, tiraram os vibradores, o negro ficou com ela e o outro comigo. começaram a meter no nosso cuzinho, eu me arrepiei, nunca um pau entrou den tro do meu cu, e eu estava açli, submisso feito uma outinha viadinha para eles. So sei que eles trocavam de vez em quando e o negro vinha em mim, quando o negro gozou na C ele deixou ela estirada no chao, e meteu aquele pau enrome no meu cu, me arregaçou inteirinho e o branco mandou eu paghar um boquete pra ele. ficaram ali por um tempo e nao gozavam, eu vi mais ou menos como estava a C, o cuzinho dela tava arregaçado, pensei no estrago que estaria o meu. Depois o negro gozou na minha bunda e o outro na minha cara. Ficamos estirados, entao ele meteu dois vibradores na buceta da C, ligaram e deixaram ali, comelaram a tocar ounhete e gozaram de novo, lambuzaram toda ela.



Eles se vestiram, deixaram eu e ela gozados no chao. Pegaram duas calcinmhas fio dental bem pequenas e mandou a gente vestir, ainda estavamos melados da porra deles. obedecemos, eu mal conseguia ficar em pe, as pernas estavam bambas. Eles pegaram o dinheiro, abriram a porta e mandaram a gente sair, nao queria que a gente tirasse a calcinha, eu e ela fomos ate minha casa, estava sozinho, fomos nos arrastando, enconstando na parede pra descansar, era impossivel sentar, esavamos todos melados, fudidos, arregaçados, feito duas putas na rua. Chegamos em casa e eu nao tirava as imagens da cabeça, dormimos no chao da sala mesmo, no outro dia a C foi em bora, ficamos um tempo sem nos falar, eu fiuei um tempo sem andar. Mas cimbinamos de nos encontrar qualquer dia, ainda estavamos mal pelo que aconteceu.





se alguem gostou me add

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno pulando carnaval com a tia fomos pescar eu e minha esposa e cunhada e o conto eroticoencarei 30cm contosGay com mulher contocontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos gay esfregacao entre pai e filhofui ensinar a sobringa dirigir ea fudiconto erotico submissa gozei choreicontos no orfanato gaycontos eróticos de tio tranzando sobrínha dormindocontos eroticos minha irma no meu quartocontos incestuosos mãe puta que da a bunda pra o filhoxcontos de familia minha familia w evangelica mas fpmos na praia de nutismoarombei minha mae contos eroticos pornoconto erotico chorei na pica grossacontos minha prima defisiete me viu batedo umacontos eroticos comendo o bucetao cabeludoconto pra chupada na bucetacontos de encoxada em ônibusAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos dupla no cudando contosquero uma menina cabelos longos escuros deitada na piscinasobrinha peladinha contosmulher entrando na chapeleta do pôneicontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos de casadas com quantos homens ja transaram antes de conhecerem o maridocontos eroticos encoxadasfodno a sobrinha da munhconto clube de amamentacao de adultoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos sobre prima bucetudacontos excitantes no onibuso home infinando a rola na bumda da molecontos com minha prima novinhaconto gay descabacei meu empregadoconto eroticos.chupcontos eroticos srntar no colo inceztocontos eróticos minha tia com calça suplexminhasobrinhae sua amigacontoscontos eroticos coroa de calcinhaPULAVAAI XVIDEOtranso com meu primo de primeiro grauxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1baixinha de 1m 60 porno boa fodacontos selvagens arregacei o rabo da minha esposaempregadinha empolgadasobrinha peladinha contosconto erotico cunha gostosacontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscu de bebado não tem dono contos eróticos gaycontos erroticos meu sogro bem dotado arronbo meucontos gordas eróticoporn cona damamae e filiotesao em apanhar de havaianas contosconto - ela ficou com/ o cuzinho doloridosou puta do meu cachorrocontos eróticos de novinha dando para garanhãocontos de crosdresserese bom de maismete na minha vizinha gordinhacontos eroticos com caescontos erotiko sou coroa loira meu carro quebro na estradacontos.veridicos erabando uma,.pretinhamulhe vais boguete em bebudoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesexo gay okinawa ufacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html afeminados de praia grande contatosafilhadacontomulherdeparararua.blogspot.comcontos picantes de lambida na chana"cabelo na perereca"putinnhas evangelicascontos eróticos convenci meu marido a comer sua filhaContos enfiei o dedo no cu do meu marido ma frente do meu amante