Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

APAGANDO A CUNHADA GOSTOSA

Me chamo Carlos moreno, 1,75 de altura. O que vou relatar aqui ocorreu de fato e já é um fato clichê nos contos eráticos, que se trata sobre tara pela cunhada. Vou mudar os nomes para não comprometer ninguém. Pois bem conheci minha esposa Ana uma galega loira, 20 anos, seios pequenos, pernao e um bundao maravilhoso no mesmo dia que conheci minha cunhada Claudia. Uma loira 19 anos, pernao, coxao um bundao redondinho mais maravilhoso do que de Ana. também 1,60 de altura, olhos verdes, não era tão branca quanto minha esposa. Na verdade fiquei mais afim de Claudia do que de Ana mais era muita area pro meu caminhão então acabei namorando Ana mesmo. As duas ate que eram parecidas de corpo mais Claudia é linda de rosto e tem a bunda mais redondinha do que de Ana. O tempo foi passando e acabei me apegando muito a Ana e acabamos nos casando mais minha tara por Claudia não diminuiu na verdade aumentou pois com a convivência as vezes pegava ela no flagra de calcinha na casa da sogra. Comer ela de forma normal não teria como pois ela nunca me deu moral e não seria depois que eu me casei com sua irmã que daria. Ficava imaginando varias formas de comer ela e so tinha um jeito com ela apagada ou de bêbada ou de remédio. Minha sogra e o sogro viajaram então pude arquitetar meu plano ela ficou sozinha foi eu e minha esposa pra casa dela fizemos um churrasquinho taquei vinho batizado com um remedinho leve um anti alérgico que eu tomei e sabia que ele dava muito sono. La pelas tantas ficaram trebadas e desmaiaram no sofá. Minha esposa desmaiou no sofá grande a cunhada desmaiou com uma camisolinha toda encolhida no sofá pequeno. Guardei tudo fechei a porta e la estava a loirinha dos meus sonhos no mais profundo sono he he, chamei minha esposa pra fazer um teste pra ela ir pra cama e nada so resmungo fui ate a cunhada fiz o mesmo passei a dedo na boca dela chamei e nada estava pra la de bagdá. Fiquei de frente o sofá que estava a cunhada tirei meu pau pra fora e comecei a punhetar passei a mão dos braços fui deslizando ate chegar no bundao nossa quando senti aquela pele quente macia os cabelinhos hhhuuunnnnn. Fui pro lado do sofá que estava virado o a bundona gostosa levantei a camisola e la estava aquela maravilha com um lado da calcinha enfiado e outro fora, passei a mão sobre sua bunda e fui levantando a camisola, puxei a calcinha pro lado e vi a xaninha dela por traz raspadinha com alguns fiapinhos de cabelos ate chegar no cuzinho. Cheguei bem perto senti o cheiro passei a língua da xana ate no cuzinho tremia mais que vara verde meu pau todo melado meu coração a mil. Coloquei os joelhos sobre o braço do sofá apoiei as mãos no outro braço e consegui passar meu pau na sua bunda mais daquela forma não teria como comer ela. Voltei pra frente do sofá beijei a boca dela baixei as alças da camisola e me deliciei nos seus peitinhos pequenos cabiam todos na minha boca, passei meu pau em sua boca ficou toda babadinha do meu melado. Eu queria mais queria comer ela mais pra isso teria q levar ela pra cama chamei mais forte pra ver se ela ia e nada então tive q carrega ela ate a cama da sogra, peeesaaaada rrsrs. Deitei ela de frente tirei sua calcinha ai sim pude ver sua bucetinha de frente nossa quase tive um treco os pelos pontudinhos já quase na hora de rapar denovo, passei a língua com vontade deixei bem molhadinha abri suas pernas tirei minhas ropas. Não acreditava não parecia real ela ali toda minha com as pernas abertas e meu sonho prestes a se realizar meu pau latejava eu tremia adrenalina a mil pois ainda tinha o medo de ela acordar. Me ajoelhei na cama de frente pra sua xana e encostei meu pau nossa nossa não acreditava pincelei ele fazia barulhinhos da minha xupada com meleca q saia do meu pau ate q não aguentei. Coloquei na portinha da xana e entro fácil com o tanto de baba que deixei la atolei ele todo fiquei parado vendo ele dentro dela latajando. Sentia todo o calor da bucetinha proibida da cunhada, comecei a mexer de leve num vai e vem bem devagar calteloso enfiava tirava enfiava tirava é uma vaca muito gostosa, mesmo desmaiada era muito gostosa. Baixei a alça da camisola comecei a chupar o peitinhos com o pau dentro engolinhas eles fiquei um bom tempo comendo ela de frente mais queria mais. Juntei suas pernas e comecei e virar ela fui virando ela ate que consegui colocar ela de ladinho, me deitei por trás encoxando ela já estava tudo melecado meu pau foi direto pra bucetinha entro leve mais não queria la. Comecei a força no cuzinho não foi difícil de entra o problema foi so quando saiu rsrsr veio um cheirinho nada agradável mais nem me importava queria era comer. Não estoquei ela forte em nenhum momento com medo que ela poderia acordar talvez com estocadas fortes. Comi seu cuzinho gostoso bem de levinho tirei denovo e atolei tudo na sua bucetinha comi por trás também sem estocar forte. Como já estava a um bom tempo molestando ela achei q era melhor gozar então fiquei de joelhos por trás dela comecei batendo vendo o cuzinho como na punheta as batidas são mais rápidas foi sá uns três vai e vem e esporrei na bunda toda dela. Limpei ela toda vesti a calcinha nela levei minha mulher pro outro quarto e dormi como um anjo negro kkkkkkkkk. No outro dia as duas acordaram tarde, amanhaceu mal botando os bofes pra fora, mais ate hoje nunca suspeiram de nada. Passou uns dias ouvi minha cunhada reclamando com a irmã que quando ia mijar ardia rsrs acho que por ter comido o cuzinho e depois enfiado na bucetinha ela deve ter pego uma infecção tadinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Ai tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhaconto erotico férias na jamaica Vcontos eroticos paulo e bruna parte 2contos narcejacontos eróticos no cu com cachorrosvizinho novo contos gaysendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticoscomi minha mae na varanda contosapanhando e gozando contosconto gang bang com crentecriei uma puta novinha de shortinho curto mostrando os pelinhos das nádegasContos eróticos estuprada no ónibusvelho com novinhos conto eroticoscontos eróticos iniciado pela tiasambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos paguei mais comi a putacontos eróticos papai to com vontadeconto eroticos.chupcontos eróticos frio inverno geladocontos eroticos gay problemas mentaisesposa puta negao contoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosccontos filha se fode pra aguenta a geba do pai no cu com fotosaposta vestido de mulher contoMinha mãe pois silicone contoscontos gay bichinha boqueteira da escolacontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetacaralhudo contoMinha vizinha me deixou ver ela transando contosler contos de zoofilia homens estrupando cadelinhascontos eróticos chupando os peitos da minha sogra e f****** elacontos eróticos preto velhoContos e vidios eroticos marido tenta convese mulher a fazelo de cornocasada rabuda se exinbindo de fio pra amigos amigos contoscontos.eroticos.co.com a professora detalgadocontos eroticos arrombando a gordafiz bacanal com minha filha e o filho do caseiro contosfilme pornô de mulheres de todos os países com a bunda gigante e cintura finacontos minha mãe com siliconeConto safada novinha anoscontos eroticos traindo o marido com pivetesFlagra plugcontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escurocontos erotico gay quando mim focarao a bebe leite de variosqueria saber mulher realista metendo muito morena peitudacontos eroticos arrombando a gordadepois que o irmão ensinou ela a atividade a irmã da xoxota para o irmãoconto comi minha amiga peludacontos eróticos gay tio me comeucontos eróticos troca de casalconto gay cu cheio porracontos eroticos novinhagostosa se deliciando na cademis malhando de perna abertaContos er meacordei com o pinto na bucetacotos eroticos irmazinha cagado grosocontos buceta assadarelatos arrombei a amiga da minha irmavi o pauzao do pedreiro e fiquei doidinhameu filho tem um pausao contoscontos casada se imaginando no filme pornocontos eroticos delicia de infancia com meus vizinhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteCONTO O SEQUESTRADOR SEGUNDA PARTEcu furico bunda peito pênis contos eroiticosconto: crente safada da ccb em swingcontos por causa da chuva comi um cucontos eroticos mulher casada se evEu e minha Mãe Cabaço contosvidio porno d3 uam mulher branca 3 uma homem preyocontos erotico dando pra nao passar fome