Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MEU PRIMO NO BANHEIRO PART-2

Bom, galera pra quem leu a part-01 ira compreender a continuação.



Enfim, como disse depois de alguns anos fui tomar banho com o meu primo Wesley mais novo, irmão do que eu comi enquanto dormia, sendo que o msm me ajudou no processo pra eu poder comer o irmão dele, isso eu não contei no conto anterior. Voltando! Ele já tinha seus 17anos por aew eu acho, e eu com 20 anos, detalhe se vc lembrar no outro conto disse que sempre tomava banho com meus primos e isso continuou, em umas dessas brincadeiras no banheiro falei "CHUPA AKI" mais tbm na mulecagem, ele começou a sorrir e quando foi pegar o sabonete ele ficou de frente pra mim se agachou, eu pensava que era brincadeira dele, eu comecei a sorrir, ai ele pegou com os dois dedos meio com receio meu pau e colocou sá a cabeça na boca, ao mesmo tempo não sabia o que sentia, pois era a 1ª vez que um cara chupava meu pau, e esse cara era meu primo, no início ele ficou sá na cabeça chupando eu delirando com aquilo, depois começou a chupar tudo, eu logo fui entrando no clima, depois de um bom tempo como estávamos sá, graças néh! Peguei-o e coloquei-o de costa e comecei a passar a língua na sua bunda, até chegar no buraquinho rosadinho, nooossa o moleque tava pra ficar louco, até então pra mim ele continuava hetêro, ali sá era um momento de prazer e mais nada. Passei a língua no cuzinho dele até ficar meio lubrificado, como estávamos cheio de espuma do sabonete, passei mais no meu pau que parecia mais um estaca de tão duro, abracei ele por trás onde meu pau ficou encachado naquela bundinha branca, fui deslizando o pau até encontrar o buraco, nesta hora acho que ela tinha esquecido que talvez fosse doer, comecei a colocar a cabeça ele retrucou, mais segurei firme e prosseguir, quando coloque a cabeça o moleque gritou, me mandando ir com calma, aquilo me deu mais prazer ainda, pedir que ficasse calmo que eu teria todo carinho, assim continue, demorei um pouco para que ele se acostumasse com meu pau, depois coloquei até no meio do pau ele dava uns gritinhos mais dessa vez baixinhos gemendo eu estava pra gozar sá com os gemidos dele, enfim coloquei tudo, ai fiquei naquele vai e vem bem devagar, pra não o machucar, depois de algum tempo acelerei, minhas bolas batiam na bunda dele e ele lá morrendo de prazer, quando tava pra gozar mandei ele ficar de quatro e coloquei a cabeça do pau quase dentro e comecei a gozar dessa hora ele pirooou, gemia, gritava, sussurrava, tirei um pouco e terminei de gozar no rego onde descia bem pro cuzinho dele, metir meu pau novamente dessa vez todo lambuzado agora já entrava liso, depois ele chupou meu cacete deixando todo limpo. Terminamos o banho e ficou como se nada tivesse acontecido. Ahhhh... Nunca pensei que comer cú era tão bom, ainda por cima de primo. Mais nunca mais isso aconteceu, hoje ele é evangélico e eu continua do mundo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos mãefiz ammor com minha irmaesfrega esfrega na bunda da minha cunhada no ônibus lotadorelatos eróticos loira adora dar cu pro cavaloconto erodico de sobriaconto porno puta suja de estradavoyeur de esposa conto eroticomorando sozinho com irman gostosa contoa minha mulher e o casetao cavalarcontos euroticos porno tia luciacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticosFotos incesto espiando pai e mana familicontos eroticos gay cheiro de rolaboa f*** travesti orgiacontos eroticos na rocaconto esposa transa com marido se exibe pra molecadacontos com fotos no carnaval levei chifreconto vestido fino no onibusdei para o papai contoscontos incesto sobrinhasogra chortinho provocando genro cozinha lavandovideos de mulheres peladas e toda cheia de manteigaconto erótico viadinho que adora apanhar e ser humilhadocontos eroticos fudendo com velhocontos. chupou pela primeira vez um machocontos eroticos maes e filhas straponcontos esposa branquinhahumilhada e fodida contofui estrupada na frente do marido contosconto de sexo com rabuda asquerosocontos bebendo porrscontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos pornos fudendo mamae irmasvideo porno irma de veztido curto bege na frente padrasto na salacontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiocontos porbo cadela laikadominado e submisso contoscontos eróticos gays barriga incharconto erotico sou uma mulher casada adoro ver filme porno ver cavalo comendo mulhertarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritacontos eroticos com fotos mulher casada traindo corno gozada empresario chefena cama com minha mãe da bunda gg contosAmanda transando no carnavalemtiada fas sexo e masseje em padratoa saga de uma puta contos eroticocontos punheta com a maeconto erotico amigo babaca e cornocontos cu da minha prima escondido no paiolcontos de safadas que trabalham em frigorificocontos eroticos gay - minha irma me preparouTravest litoral contoscontos gays lekinhoencesto contos de irmanzinja virgemminha professora me deu carona e pegou mo meu caceteacabei com o cu da minha subrinha contos eroticos pornoComtos mulher fodida pelo marido e o filhocontos eróticos de mulheres do b****** grandecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto de homem de deu para Fabiola voguelmulher depravadacontos eróticos de professor Gayrelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos me xinga de piranha puta e meu marido de cornoPutinha do papai contoAmigos metem em espoza enquanto corno ve futebol contosvideo porno de garotinhas com olhinho vidradocontos eróticos picantes dando pro professor gostosocontos eroticos arrombando a gordaContos eróticos reais de AngolaQuero transa com minha prima que estar gravidaconto erotico vi mae cagar na picacontos meus amigos comeram minha maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente