Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVAMENTE EU,MINHA ESPOSA E CUNHADO

Oi nempreciso mais me apresentarpor que já tenho vários contos nessesiteque adoro. Quem quizer entnder mais meus contos liamos anteriores.

Hoje eu venho contar mais um pouco das minhas aventuras sexuais entre família e amigos. Na verdade mesmo estou louco de vontade de falar sobre meu cunhado, que como já relatei em outros contos, transa com minha esposa que é irmã da mulher dele, e também já relatei como ele começou a me humilhar e me abusar na frente dela, mas faltava muita coisa ainda pra acontecer e sá com o tempo eu descobriria isso. Vamos aos fatos como disse anteriormente Cezar além de foder muito minha esposa ele ainda começou a me sacanear me fazendo mamar em seu cacete, lamber suas bolas e até me humilhar quando ela estava de chuva e não podia dar para ele. Com o passar do tempo não era sempre que minha esposa estava disponível ou a fim de dar para o cunhado então saímos para beber e ao voltar para minha casa ficávamos na sala bebendo uma cerveja e ele logo me pedia pra colocar um filme pornô, então ficava me atiçando passando a mão no pau e perguntando se minha esposa já estava dormindo, eu sabia que ele estava louco pra foder a xana dela, mas sá permitia isso quando combinava antes com ela e ela topava. Então eu respondia que a ele que ela estava dormindo já. Nisso o cunhado de minha esposa encostava a cabeça no sofá e ficava assistindo ao filme até começar a fingir que estava cochilando, afinal ele já tinha percebido que eu estava na dele e não queria que ele fodesse somente minha esposa, mas que eu também estava afim da pica dele no rabo, então Cezar disfarçava e eu em questão de segundos já estava acariciando o cacete dele por sobre a calça e tentando abrir o zíper, o que ele permitia tranquilamente, era sá tirar aquele cacete delicioso pra fora que nessa hora já estava meia bomba e cair de boca, lembrando que ele tem uma pica deliciosamente grossa, não é muito grande deve medir uns 19 cm de comprimento, mas de grossura tem mais de 10cm com certeza. Quando Cezar sente minha boca engolindo seu cacete até a base e voltando ele dá aquela mexida no sofá como se estivesse surpreso e depois relaxa e manda eu xupar gostoso dizendo que já que minha esposa não está disponível ele vai descontar em mim mesmo por que está com muito tesão, e quando ele não sta, rs. Bom depois de sentir gostoso o pau dele na boca começo a baixar sua calça e cueca até os pés e mesmo com medo de que apareça alguém ele acaba concordando, então meu cunhado segura seu pau e me oferece as bolas grandes e saborosas pra que eu chupe e fique lambendo, ele adora isso, mas nem a mulher dele nem a minha tem a competência que eu tenho pra fazer isso. Cezar se derrete em minha boca, depois de algum tempo, porém ele começa a judiar de mim tentando socar a pica inteira em minha boca, mas isso de inicio eu não conseguia fazer demorou muito até conseguir essa proeza. Cezar no começo não queria foder meu cu sem a presença de minha esposa, mas quando me viu ficando em pé e baixando a bermuda ficando somente com um fio dental vermelho enterrado no rabo e tenho uma bunda grande e bonita ele ficou maluco, pediu pra que eu pegasse uma camisinha e gel pra facilitar, claro que obedeci imediatamente. Antes de colocar no meu rabo Cezar fez com que eu sentasse no seu colo e rebolasse gostoso sobre seu pintão duro feito aço, fiz sua vontade e ele ficava pegando na tira do fio dental e puxando pra socar mais ainda em meu cu, depois lambuzou o pau com gel e me mandou agasalhar, Cezar não colocava a mão na pistola, deixava tudo sobre minha responsabilidade, então segurei firme aquele cacetão grosso e duro fui me sentando lentamente até sentir as bolas baterem em minha bunda, claro que não consegui segurar aquela tora dentro de mim, então sai de cima e comecei tudo de novo coloquei aquela cabeça de cogumelo na porta do meu cu e fui sentando deliciosamente até desaparecer, ai sim comecei a rebolar vagarosamente porém deliciosamente sobre aquele pau, Cezar me segurava pela cintura e as vezes me segurava no alto sá com a cabeça da pica dentro de mim, ele ficava brincando com o fio dental e depois me deixava atolar a rola no rabo, gente que delicia, foram vários minutos assim e Cezar me pediu pra levantar que ele queria me foder de pé enquanto eu ficava de quatro no sofá, delirei, eu estava parecendo uma fêmea de verdade para ele naquele momento e faria tudo pra agradá-lo. Meu cunhado então me colocou de quatro no sofá e fiou em pé atráz de mim, Cezar socou seu pau sem piedade em meu rabo e tive que sair de lado pois não aguentei a tora, então me virei pra ele e xupei gostoso sua vara deixando bem lambuzada de saliva, me coloquei novamente na posição segurei seu pau pela base e deixei que fosse desaparecendo cada milímetro em meu cu, Cezar me segurou pela cintura e socava com força me fazendo ir pra frente e pra traz, ficou vários minutos assim e depois disse que já estava bom que precisava ir embora e que sá gozaria se tivesse uma xana no meio, ou seja tava loco pra meter na irmã da mulher dele, mas eu disse a ele que não seria possível por que não poderia levar ele no quarto pra fode-la sem a permissão dela era um acordo nosso, Cezar entendeu e fiou em pe, então olhou pra mim e me pediu que ficasse com o rabo virado pra ele e dançasse e rebolasse o pau dele,mesmo sem musica, na ora obedeci, Cezar estava louco de tesão então peguei suas mãos e puxei pra frente do meu corpo fazendo com que ele me abraçasse por traz e joguei a cabeça no peito peludo e másculo dele, assim fiquei rebolando na sua pica dura e sentindo suas mãos grandes e fortes apertarem meus mamilos eriçados, depois me virei e comecei a acariciar o peito peludo dele levei minha boca até os mamilos do meu cunhado e comecei a passar a língua e fui beijando todo seu peito e dizendo o quanto ele era gostoso e que queria que ele fodesse a mim e minha esposa pra sempre, Cezar me perguntava o que a cunhada mais gostava de fazer com ele e se ela comentava alguma coisa sobre ele, então disse a ele que ela havia confessado que adorava mamar no cacete dele por que era grosso e enchia a boca dela e pedi a ele que nunca deixasse de dar de mamar a ela quando fossem meter.Cezar começou a encanar de ir embora e pra segurá-lo me virei e segurei seu pau em minha mão puxei a calcinha de lado e coloquei a pistola dele na entrada do meu rabo e fui afastando o cu em direção aquela delicia até desaparecer inteiro, rebolei gostoso e depois sai, Cezar me disse que precisava ir ao banheiro mijar, mas eu sabia que se deixasse ele ir ao banheiro ele voltaria de pica mole e iria embora então me ajoelhei aos seus pés e acariciando suas coxas grossas e peludas fui abocanhando cada centímetro daquele pau, xupava sem parar e acariciava suas coxas e nádegas, Cezar começou a se entregar e acariciava meus cabelos enquanto eu mamava gostoso, repetiu várias vezes que precisava ir ao banheiro mijar e depois decidido segurou minha cabeça e disse que eu seria seu pinico e ia urinar na minha boca mesmo, achei que ele estava brincando, mas meu cunhado afastou um pouco minha cabeça do seu pau e segurando a racha da pica na direção da minha boca soltou o primeiro jato e me mandou beber tudo, no tesão que eu estava ele poderia até cagar na minha boca que u comia, então bebi tudo até a ultima gota de mijo quentinho dele, Cezar então me disse que depois dessa eu merecia uma gozada na boca e socando forte na minha boca as veses tirava a pica e batia sem dá em meu rosto, não demorou muito e disse que ia gozar, encheu minha boca com uma porra doce e gostosa que me viciou. O pior de tudo é que isso se tornou um ritual entre a gente e toda vez que minha esposa não estava com a boceta disponível meu u é que ficava na reta. Assim foi durante muito tempo até que tomei coragem e resolvi que daria pra ele na gente dela, afinal eu já xupava o pau dele lambia porra dele na xana dela, por que não dar o cu na frente dela pra ele, e acabou acontecendo e pra minha surpresa ela adorou e gosou gostoso, bom, mas conto na continuação pra não ficar muito comprido. Homens e casais da região de campinas me escrevam e vamos nos conhecer, sou bi e adoro homens e casais, meu e-mail é [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


peladas passando manteiga uma na outrahttp://okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_7_5_sadomasoquismo.htmlcache:LLg3rwatgfAJ:https://okinawa-ufa.ru/m/conto_26618_minha-transa-na-festa-com-um-menino-mais-novo.html contos no escurinho dando para o papaieroticos satisfaco mae na camaContos eroticos. Meu rabo gostoso abertocontos- neguinha gemeu no kctao o mineirinho que me cativou 2carnavaldeputariasgravidas fudendo com picudos/contos e fotossou cadela pratico zoofiliacontos eróticos comendo a mulher negra do meu paililiane sabe quero seu cucontos meu espooso come minha buceta e outro come meu cucontos eróticos minha tia de baby dollmuleque batendo punheta contoscontos eroticos pai mae e maecontos eróticos homem maduro gostoso da pica grande f******contos eróticos minha amiga jogadora dormiu na minha casacontos de coroa com novinhoencoxei enteada no busaocontos eroticos espermatraiminha namorada com o pau na cara contos relatos estorias eriticoscontos eroticos gay mulherzinhacontos reas de sexo marta minha tiaContos de incesto familiarcontos eróticos peguei minha mãe no flagrantewww.contos eroticos policiais.com.brcontos eroticos arrombando a gordaconto o Pastor me comeucom a spgra e a esposa nudismoconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandecontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterainha que gostava de analvídeos porno negras barriguda caidaContos atuais de esposas que engravidam de outro machocomo fuder com banana verdeFui bolinada por debaixo da mesa na presença do meu marido. conto eróticocontos eróticos meu marido eu e meu alazãocontos eróticos iniciado pela tiacontos fingi que dormia e comi minha filhaContos erotico com equilina da minha patroaver conto erotico sob velhos taradocontos eroticos dentista coroa casada tarada por sexocontos primeira ves da minha namorada com um cavalocontos eróticos aninhoscontos de rasgando o cu da babacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos de gay Comi o cuzinho do Pai da minha MADRINHAasfantazias das mulher de pornocontos eroticos de mamar no peito da primacontos eroticos pai mae e maeminha prima e uma jebacontos porno dava pro meu padastroestuprada com objetos contos eroticosprofessor peludo conto gaycontos erótico ginecoligista e novinhaminha mae era puta do meu avô contosconto minha tia de calcinha andandosocando na minha irmã compressão sexeMulher deixado melar tudo encima da buceta peludaporno casada chantageada pelo chefercontos picante com sogrorelatos contossexo menininhas 9 aninhosContos iniciano as garotinhascontos eroticos minha amiga e o namoradocontos gay com a mulher em casaquadrinho porno do fredi e barne rubolincesto pai bolinando filha de seis anos no balletchantagem mãe contosexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhacomtus eroticu troca de esposa comvidamos um casal de amigu pra jantarContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocontos suruba inesperada com a esposa e travestiirmao fode irma contos Eroticos