Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A TURMA DO FUTSAL E MINHA ESPOSA - PARTE II

Na sexta feira minha esposa foi ao salão e se depilou toda inclusive a xoxota, no sábado de manhã depois de ficar quase duas horas na banheira com sais de banho ela foi de novo pro salão e se arrumou toda, pintou os cabelos de louro, fez unha e maquiagem, como eu tinha combinado com o pessoal de chegar as dezesseis horas, as quatorze ela começou a se arrumar, tomou um banho rápido, e passou hidratante no corpo todo, passou perfume no pescoço, na nuca, atrás das orelhas e na virilha, vestiu a menor calcinha que ela tinha, uma micro saia bem transparente que tinha comprado durante a semana, uma miniblusa bem fininha sem sutiã que deixavam os bicos do seio bem salientes e um sapato de salto agulha bem alto. Ela estava maravilhosa, dava tesão sá de olhar.

As dezesseis horas a campainha toca e ela vai atender, ela colocou um por um pra dentro e a medida que eles iam entrando ela dava o maior beijão em cada um. Sá que em vez de nove eram dez, o negão pintudo que era o goleiro do outro time levou o irmão, o cara parecia um armário embutido, era enorme e muito musculoso, depois que todos tinham entrado ela colocou uma musica pra tocar e começou a dançar, pediu que todos ficassem de pé e fizessem um circulo em volta dela, ela continuava dançando e ia se esfregando em todos um de cada vez, depois de se esfregar em todos ela começou a tirar a roupa de todos, depois que todos estávamos pelados inclusive eu, ela parou na frente do negão irmão do goleiro que era o novato e pediu que ele tirasse a blusa dela bem de vagarzinho, ele então começou a alisar os seios dela por cima da blusa e bem devagar tirou a blusa dela e começou a chupar e morder os mamilos dela, quando ela estava com os mamilos super duros parecendo duas pedras ela foi até outro cara e começou a esfregar a bunda no pau dele e pediu que ele tirasse a saia dela, ele ficou esfregando e apertando a bunda dela com as mãos e foi tirando a saia dela, assim que a saia foi tirada ele se ajoelhou e começou a beijar e morder a bunda da minha esposa, depois de algum tempo ela foi até o goleiro negão e enfiou o mau dele entre as pernas e ficou esfregando a buceta nele ainda de calcinha e pediu que ele tirasse a calcinha dela, ele se ajoelhou na frete dela e tirou a calcinha, colocou uma das perna dela sobre seu ombro e começou a lamber e morder seu clitáris, quando ela estava com a buceta totalmente encharcada, hoje vamos começar pelos que tem os menores pintos e os maiores ficarão pra depois, por ultimo depois que eu já tiver cheia de porra em todos os buracos será a vês do meu maridinho. Minha esposa fica de quatro e chama o primeiro e pede que ele enfie a pica no seu cuzinho, chama mais um e começa a chupa-lo, assim que o cara que esta fudendo o cuzinho dela goza ela para de chupar o cara que estava na sua frente, pede que ele se deite no chão e senta na pica dele que desaparece inteira no cuzinho dela, ela então se deita de costas sobre ele e chama mais um para fuder sua buceta, depois de um tempo os três acabam gozando juntos, ela se levanta pede que o práximo se sente no sofá, se posiciona em cima dele e faz com que a pica dele desapareça em sua buceta e fica cavalgando sobre ele que não demora muito acaba gozando na buceta dela, ela se levanta e chama todos para o quarto, chegando lá ela pede que o práximo se deite na cama e fique com as pernas pra fora da cama e monta sobre ele, deita-se sobre ele de barriga pra baixo e pede que mais um venha fude-la, quando ele posiciona a pica no cuzinho dela e ameaça começar a enfiar ela pede que ele pare e enfie o pau na buceta dela junto com o outro, como a buceta dela ainda estava larga da semana anterior a segunda pica entra em sua buceta sem dificuldade, eles ficam fudendo a buceta dela juntos ate os dois gosarem, ela chama mais dois e diz que dessa vez ela quer dois caralhos no cuzinho, o que é prontamente atendido. Eles ficam fudendo assim por uns quinze minutos ate que os três gozam juntos, agora é a vez do goleiro do caralho grande, seu irmão que tinha o pau um pouco maior que a do goleiro porem bem mais grosso fica por ultimo, e olha que o pau do goleiro já era muito grande e grosso, minha esposa fica de quatro na beirada da cama e pede que o goleiro coma seu cuzinho já que na semana passada ela não tinha podido aproveitar quando ele fudeu o cuzinho dela, ele então se coloca atrás dela posiciona a pirocona na entrada do cuzinho dela, segura ela pela cintura e enfia o caralhão inteiro no cuzinho dela de uma vez, como ela já estava arrombada da semana passada o caralho dele entra sem muita dificuldade e ele começa a bombar bem rápido e com vontade, em pouco tempo minha esposa está gozando de novo, como ele ainda não tinha gozado ela pede que ele se deite na cama e monta nele, fazendo com que o caralhão desapareça inteiro no seu cuzinho, ela então se deita sobre ele de barriga pra cima e fica com a buceta dando sopa, ela arreganha bem as pernas da um tapinha na buceta e fala pro irmão dele ocupar o buraco que tava sobrando, o cara sobe sobre ela encosta a cabeça da tora na entrada da buceta dela e começa a empurrar, mas, como a pica dele era quase da grossura do meu braço, não queria entrar de jeito nenhum, ela então resolve provocar e fala pra ele que ele nem parecia macho, pra que servia uma pica daquela se ele não sabia usar, o negão então abre os lábios vaginais dela com uma das mãos, posiciona o caralho na entrada da buceta dela e começa a empurrar com força, a buceta dela vai abrindo devagar e o caralhão começa a entrar, nisso minha esposa começa a gritar, que o caralho tava partindo ela ao meio mas que não era pra para que ela queria ter a buceta rasganda, escutando isso o negão soca o caralhão com toda força e acaba entrando tudo de uma vez, os dois começam a bombar bem rápido e ela acaba gozando mais uma vez, ela gritava que aquilo é que era foda de verdade, que ela nunca tinha se sentido tão preenchida, e que nunca tinha gozado tão gostoso, os dois continuavam socando os caralhos nela e nada de gozarem, uns vinte minutos depois ela goza novamente e diz pra eles que quer trocar de posição, ela se levante e senta sobre o goleiro de frente pra ele com o pau dele enfiado na buceta e deixa o cuzinho pro irmão dele, que abre a bunda dela com as mãos da uma cuspida no cuzinho dela e vai socando aquele caralho monstruoso no cusinho dela, o caralho entra com dificuldade, mas, em pouco tempo some inteiro no cuzinho dela, os dois ficam socando com vontade até ela gozar denovo, e nada dos dois gozarem, ela então pede que os dois enfiem os caralhos na buceta dela, o negão que estava fudendo o cuzinho dela então tira o pau da uma limpada nele com a mão e começa a enfiar aquele monstro na buceta dela que já estava ocupada pela piroca do seu irmão, com muita dificuldade a pirocona dele começa a entrar na buceta dela junto com a outra pirocona que já estava lá dentro, minha esposa então começa a gritar que agora sim ela estava sendo rasgada de verdade, pouco tempo depois as duas picas monstruosas desaparecem inteiras na buceta da minha esposa, que geme como louca, quando minha esposa goza de novo os dois fala pra ela, agora nos vamos fuder seu cuzinho juntos, viram ela de barriga pra cima, o goleiro que estava por baixo, enfia o pau no cuzinho dela primeiro, quando ele já está todo lá dentro o irmão dele começa a enfiar também, e aos poucos os dois paus desaparecem no cuzinho dela e eles começam a bombar com vontade, como minha esposa tava de barriga pra cima e com a buceta desocupada eu fico do lado dela e com a mão começo a brincar com o clitáris dela, enquanto brincava com o clitáris dela notei que mesmo com dois paus enfiados no cu a buceta dela estava muito aberta e totalmente arreganhada, enfio um dedo, dois, trez dedos e a buceta dela não oferece nenhuma resistência, resolvo então enfiar a mão inteira, e pra minha surpresa minha mão entra toda na buceta dela, então eu chamo o resto da galera e falo pra todos enfiarem a mão na buceta dela, mas, um de cada vez, o pessoal faz uma fila e um de cada vez vai enfiando a mão inteira na buceta dela, depois que todos já tinham enfiado a mão na buceta dela o negão irmão do goleiro resolve enfiar a mão dele na buceta dela também, so que a mão dele era enorme, dava quase duas da minha, ele começa a enfiar a mão com dificuldade, mas, acaba entrando toda, assim que a mão dele entra toda os três começam a gozar juntos, minha esposa com dois paus enormes no cu e uma mão imensa dentro da buceta, goza como louca e acaba apagando. Como todos já tinham participado da brincadeira, menos eu, falo pra galera que por aquele dia a festa tinha acabado, e que se surgisse outra oportunidade eu ligaria pra eles e avisaria, todos se vestiram e foram embora. Eu ajeito minha esposa na cama e repito o ritual da semana anterior, banho de gato e toalhinha com gelo. Mas dessa vez eu enfio a toalha de rosto, molhada com água quentinha, inteira dentro da buceta dela e limpo a buceta dela por dentro também. Vou até a cozinha pego uma garrafa pet de 1 litro de coca vazia, lavo bem, encho de água gelada, volto para o quarto enfio a garrafa na buceta dela, tampo tudo com a toalhinha cheia de gelo, cubro ela com o lençol volto pra cozinha, faço uma pipoca e vou pra sala ver TV e comer pipoca. La pelas vinte e três horas minha esposa acorda, e vai pra sala me encontrar andando de pernas abertas e com a garrafa ainda enfiada na buceta, senta no sofá, abre as pernas e aponta pra garrafa, acho que não vou mais tirar isso daqui, assim eu já fico bem aberta pra práxima vez, eu então falo pra ela que pra saber eu tenho que experimentar, ela então fica de quatro e eu como o cuzinho dela sem deixa-la tirar a garrafa pet da buceta, vamos nos deitar e ela acaba dormindo com a garrafa na buceta, no outro dia de manhã eu preparo um belo café da manhã e levo no quarto pra ela, chamo ela e quando ela quando ela acorda nota que a garrafa ainda está enfiada na buceta, ela se ajeita na cama toma o café que preparei pra ela e diz que vai ficar o dia todo com a garrafa enfiada na buceta, levanta, veste uma sainha e fica assim sá de sainha, pois a garrafa a impede de vestir a calcinha. Ela passa o dia todo assim andando de perna aberta, sá de sainha sem calcinha e com a garrafa pet enfiada na buceta. A noite quando vamos pra cama ela tira a garrafa da buceta deita na cama de perna aberta e pergunta se tinha ficado com a buceta muito aberta, eu então respondo que é fácil de saber, peço pra ela se deitar na cama de perna aberta e enfio as duas mãos dentro da buceta dela, viro pra ela e falo que ela não tinha ficado muito aberta não, que eu tava com as duas mãos dentro da buceta dela, que estava tentando bater palma, mas não conseguia pois a buceta dela apertava minhas mãos e não deixava eu bater palma. Ela caiu na gargalhada me deu um beijão e fomos dormir.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


commini vidio porno so rabudas epitudascontos eróticos de irmão irmão comendo a mulher no outrocontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovácontos eróticos mulatacomto erotico. novos com nifetinhas esetorelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos eroticos encoxada na irmacontos eróticos fazer oque a sogra me deu a bundachortinho q deixa as magrasgostosascasa dos contos eroticos mae dando pro filho novinhoContos eroticos Mamãe putapau de jegue arrombando minha filhinha contoscontos eróticos comei a sogra na casa novaconto erotico minha namorada e meu tioa primeira vez que transei com dois homensconto erotico dominando mãe e filhacalma aí bota devagarconto minha noraRoseli gemendo com pau na b*****meus tios uma historia real 1pegando hetero casado conto gayconto erotíco fui sedusida nova e gosteifilme pornô com gordinhas empadãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos picantes incontrolável desejoContos os velhos chupam melhor uma bucetacontos eroticos fetiches. suzane deu pro paicontos eroticos chantagiei e gozei na boca da menininhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos corno humilhado beija pésconto erotico sobrinhaporno não queria mais o meu filho fodeo e gosa dento da cona conacontos o comedor falou o cu da sua mulher é muito gostoso.adoro sentar no colo do meu padrastoEstuprada pelos cachorros contos eroticosconto comendo a coroa gostosaContos-esporrei na comida da cegabuceta babadinha contos eróticoscontos veridicos de mulher casadafilho da ola grande fudendo abuceta da eguaesfrega conto heroticocontos com caseiroxvedeo porno cuadinha tava triste cuanhado animou fedendo elawww.ver contos eroticos de mulheres de 29 anos tranzando com os seus vizinhos de 18 anos.com"klaudia kolmogorov"contos eroticos de tio comendogaroto malandro pega tia dormindo e meti nelacontos eroticos padrastomedica ver garoto pelado e assusta/contoseroticosmostrei os meus seios webcamconto erótico meu inimigo banheirocontos crossdressers no cinemacontos eroticos dormi e dei rola primaver contos de lesbicascontos eroticos minha mulher gosta de apertar minhas bolascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefinalmente o telefone tocou conto erotico cornoContoseroticosjogadoracontos eroticos fodida pelo deficientecontos eroticos empregadapeitinho solto embaixo da blusaContos dei pro meu sobrinho e pro seu amigocontos eroticos incesto escondidocontos eróticos de amigos com mts mamadascontosdesexo padrasto metendo na enteadacontos putinha caralhudo corno chupaarrancaram a roupa e batem e ela chorava e esperneava e mamava mamadeiracontos sacudo e casal safadoler contos de gay sendo estrupadocontoseroticos chantagem velhaincesto pai bolinando filha de seis anos no balletcomi a minha mãe na chantagemmalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contovistorias eroticas de zoofiliaContos eróticos legbucetuda goza ate travarhistorias de transascom orgias inesqueciveis