Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
JŠ estŠ liberada a Šrea de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PUTINHA PULANDO CARNAVAL, TOMANDO NO CU, LEVANDO P

Novamente quero contar uma aventura sexual muito gostosa. Sou mineiro, BISSEXUAL n√¬£o assumido, loiro, alto, branco, pau de 16cm, rosado, grosso e cabe√¬ßudo, de onde sai muita porra cremosa. N√¬£o tenho nada de super, sou um cara normal, tenho barriguinha saliente, j√¬° que estou fora de forma. Por√¬©m, compenso tudo na cama, onde fa√¬ßo o que o tes√¬£o mandar, sendo bem safadinho e sem pudores. Fico e deixo o parceiro ou parceira louco de tes√¬£o. Estou sempre pronto pra arrombar um cuzinho ou uma bucetinha, nos quais meto forte e fundo, mas tamb√¬©m com muito carinho, fazendo a putinha ou putinho gemerem, gritarem e gozarem bem gostoso. Meu rabo branco √¬© muito volumoso, bem desenhado e afeminado, j√¬° que n√¬£o tenho p√™los na bunda, que √¬© bastante firme e com certeza o macho vai encher a m√¬£o com minha bunda gostosa e gulosa. Terei muito prazer em rebolar na cara do safado que quiser chupar meu cuzinho que √¬© pequeno e apertado, visto que tenho estreitamento do esf√¬≠ncter e portanto, apesar de meu cu j√¬° ter sido invadido, ele continua apertadinho, portanto o trate com carinho. Gosto de ser fodido bem de leve, com carinho, quero sentir a pica entrar e sair bem gostoso do meu cu. Quero sentir os pentelhos do macho ro√¬ßarem meu rabo branco, sentir a barriga do safado bater contra meu bund√¬£o branco. Se me foder assim, vou gritar e gemer feito uma puta, como uma cadelinha no cio, como uma verdadeira vadiazinha, j√¬° que vou ser sua puta na cama.Meu cuzinho √¬© muito guloso e anseia por recepcionar l√¬≠nguas √¬°vidas, dedinhos exploradores e pirocas bem limpas, cheirosas, gostosas, com bastante leitinho pra jorrar no fundo do meu cu ou na minha garganta, j√¬° que tenho cede de leite-de-pau, o qual recebo entre meus l√¬°bios e engulo tudo, deixando o pau limpinho. Minha boca √¬© bem desenhada, tenho l√¬°bios carnudos, volumosos e rosados, prontos para engolir cacete e chupar bucetinhas e cuzinhos. Mamo feito um bezerrinho, chupo os ovos, enfio o cacete todo na boca, at√¬© engasgar com a cabe√¬ßa do pau batendo em minha garganta, amo fazer garganta profunda. Deixo o pau todo melado, pronto pra me fazer de f√™mea, pronto pra entrar e sair do meu cuzinho, deixando-o arrombado, terei prazer em ser sua puta, sua cachorra vadia. A mesma boca que chupa pica chupa e lambe buceta. Enfio minha l√¬≠ngua toda dentro de uma bucetinha, chupo o clit√¬≥ris com for√¬ßa, at√¬© a vadia safada gozar na minha boca. Sorvo todo o gozo da putinha e deixo a xaninha pronta pra receber meu caralho. Tamb√¬©m amo lamber cuzinhos e sentir o puto ou puta rebolando em minha cara, se contorcendo de tes√¬£o. Gosto de machos que gozam bastante, pois gosto de ficar meladinho de porra,, senti-la escorrer por meu rosto. Gosto de sentir a porra encher minha boca e quando gozam no meu cu, gosto de senti-la escorrer pra fora, descendo por minhas pernas. Quero conhecer machos safados que queiram me foder bem gostoso e que me d√™em seu leitinho quente em abund√¬Ęncia. Quero conhecer f√™meas trepadeiras safadas que amem dar a bucetinha, na qual quero meter muito gostoso at√¬© a vadia gozar no meu pau e em minha boca. Quero conhecer casais safados pra foder a esposa ou a esposa e o marido e chupar a buceta da safada ap√¬≥s o marid√¬£o ter gozado nela. Quero chupar a bucetinha da esposa enquanto o marido fode meu cu. S√¬£o v√¬°rias fantasias a realizar e espero a coopera√¬ß√¬£o dos safados e safadas de plant√¬£o. Quem se interessou √¬© s√¬≥ me adicionar no MSN ou mandar e-mail para [email protected] que terei o maior prazer em responder √¬†s mensagens e iniciar contato para, quem sabe, come√¬ßar uma amizade bem gostosa. Meu pau est√¬° de p√¬© e meu cu aberto a proposta de casais, machos e f√™meas safadas para amizade, curti√¬ß√¬£o e prazer, sempre com sigilo, discri√¬ß√¬£o, educa√¬ß√¬£o e muita putaria. Beijos, seu putinho - [email protected] s√¬£o examente 06:12 horas do dia 20022012. Estou na cidade de Montes Claros-MG. Acabei de chegar de uma festinha. Fui convidado por alguns amigos a ir a uma farra na casa de um deles, pois em Montes Claros n√¬£o h√¬° carnaval, portanto tivemos que fazer o nosso. Como n√¬£o tinha nada melhor pra fazer, eu fui. A farra come√¬ßou √¬†s 21:00 horas e est√¬°vamos todos entre amigos e conhecidos. Devia ter mais ou menso umas 30 a 40 pessoas. Por volta das 02:00 horas resolvi ir embora e quando ia ligar pra o t√¬°xi, j√¬° que meu carro est√¬° na oficina, o Welerson, casado, branco, magro, alto, barbudo e com olhos azuis, se ofereceu pra me levar em casa, j√¬° que ele tamb√¬©m estava indo embora. Saimos da festa e entramos no carro. No caminho bateu aquela vontade de urinar. Comentei com o W e ele disse que tamb√¬©m estava com vontade de mijar. Parou o carro em uma rua deserta e escura, j√¬° que est√¬°vamos em um bairro distante, pr√¬≥ximo a um parque, e ambos nos pusemos a urinar. Estava eu concentrado na mijado quando olho para o lado e vejo o W de olho no meu pau. Em tom de brincadeira eu perguntei: "Gostou?", o safado riu e disse: "amei". Ainda brincando eu disse: "Quer pegar?", ele sem dizer uma palavra estendeu a m√¬£o a agarrou meu pau. Cheguei a me assustar na hora devido √¬† surpresa, contudo o tes√¬£o falou mais alto e eu o puxei pra mais perto e tamb√¬©m agarrei seu pau que era comprido e fino. A cabe√¬ßa √¬© rosada e grande. N√¬£o resisti e como a boa putinha que sou, me ajoelhei e comecei a chupar seu pau. Era quente e estava com gosto de xixi no in√¬≠cio, por√¬©m com o tempo o sabor melhorou e eu mamei muito o pau do safado que segurava minha cabe√¬ßa e fodia minha boca, me chamando de putinha. Fiquei de p√¬© e virei de costas pra ele, sei que os machos ficam loucos quando veem meu rab√¬£o branco. Desabotoei a cal√¬ßa e a baixei junto com a cueca, deixando de fora meu rabo branco. Ouvi um "que del√¬≠cia" e logo em seguida senti as m√¬£o do W apertarem meu rabo. Depois senti suas m√¬£os abrirem meu rabo, expondo meu cuzinho rosado e apertado, e senti sua l√¬≠ngua tocar meu cuzinho que imediatamente se p√¬īs a piscar, eu gemi gostoso e rebolei na cara do safado. Sua barba arranhava minha bunda e isso me dava um tes√¬£o gostoso. O filho da puta estava deixando meu cu todo melado, a baba j√¬° escorria e pingava no ch√¬£o. Me debucei sobre o cap√¬ī do carro empinando o rabo e deixando meu cuzinho ainda mais exposto. A adrelina estava alta, pois poder√¬≠amos ser flagrados a qualquer momento. O W veio por tr√¬°s e encostou seu pau na entrada do meu cu. Sentir a cabe√¬ßa daquele pau ro√¬ßando meu buraquinho rosado era uma del√¬≠cia. Rebolei gostoso e olhando pra tr√¬°s eu disse: "mete gostoso!". O W pressionou meu cuzinho, contudo por ele ser apertado doeu muito. Ent√¬£o peguei um pacotinho gel na minha carteira, toda putinha tem que andar com um porque toda putinha gosta de dar o cu. Entreguei o gel pra o puto que passou em seu pau e na entrada do meu cu. Depois ele foi enfiando o dedo e melando meu reto. Piscava meu cu com seu dedo dentro o levando √¬† loucura. O W agora posicionou seu pau no meu cu e pude sentir seu cacete entrar lentamente. Ele enfiava um pouco e parava, quando eu cu se acostumava ele metia mais e parava. Eu estava gemendo baixo, rebolava, piscava o cuzinho, era uma del√¬≠cia sentir aquele pau me invadir. O W dizia que meu cu era gostoso, que ele n√¬£o ia resistir muito, que estava muito apertado. O safado come√¬ßou a meter lentamente, fazendo movimento de vai e vem. Aos poucos foi aumentando o ritmo. J√¬° sentia seus p√™los em minha bunda, sua barriga j√¬° batia em emu rabo fazendo o barulho caracter√¬≠stico. Ambos gem√¬≠amos gostoso, o que aumentava o tes√¬£o. Pedi para o W parar um pouco, ele tirou o pau de mim e pude sentir meu cuzinho aberto pela pica gostosa do W. Acabei de tirar minha roupa e a coloquei no carro. Me deitei de costas no cap√¬ī, abri e levantei as pernas, ficando na posi√¬ß√¬£o frango assado. O W veio entre minahs pernas e encostou o pau no meu cu e novamente foi o enfiando. Agora eu tomava no cu gostoso e fazia caras e bocas pedindo pra o W me fazer de puta. Eu gemia, fazia biquinho, pedia pra o puto meter mais, "ai safado, ta gostoso, mete, me faz de puta, fode meu cuzinho, que pau gostoso, enfia tudo no meu cu". E assim ele fez, enterrava cada vez mais forte e fundo. Eu abria meu cu com as duas m√¬£os para sentir seu pau l√¬° no fundo. O W segurava meu pau e lentamente me punhetava. que tes√¬£o gostoso. Senti o safado socar meu cu por um bom tempo, at√¬© ele anunciar o gozo "ai gostoso, vou gozar, vou encher seu cu de porra aaaahhhhh!", "vai gostoso, goza na sua puta vai safado, enche meu cu de porra", dito isso, seu pau come√¬ßou a pulsar. Eu contra√¬≠ meu cu para prender seu pau e fiquei sentindo-o derramar porra em mim, era delicioso sentir aquele l√¬≠quido quente encher meu cuzinho. Ap√¬≥s gozar, o W se deitou sobre mim, contudo continuou com o pau dentro. Senti que seu pau come√¬ßava a amolecer. Ent√¬£o ele o retirou e junto senti que escorria bastante porra. Eu passei a m√¬£o em meu cu e peguei a porra que escorria e levei √¬† minha boca, sorvendo-a, engolindo-a e olhando para a cara do W e dizendo "que leite gostoso seu safado, que peru gostoso o seu". Ele sorriu e disse que gostoso era meu cu e que de agora em diante ele ia querer com√™-lo sempre, pois sua esposa n√¬£o d√¬° o cuzinho pra ele e que meu cu era melhor que buceta. Ele meteu dois dedos no meu rabo e enfiou em minha boca. com o cu melado e nu, entrei no carro. J√¬° dentro do carro coloquei o pau do W pra fora e disse que chuparia seu pau at√¬© ele me deixar em casa. Chupei seu cacete durante todo o trajeto, com as janelas do carro abertas. sorte ningu√¬©m ter visto essa loucura. chegando √¬† prota de minah casa ainda continuei chupando seu pau, at√¬© o sentir pulsar e encher inha boca. Olhei pra o W e disse: "Amo leite de pau". Eu estava de pau duro e pedi pra o W bater uma pra mim. Meio desajeitado ele se p√¬īs a bater uma punhetinha pra mim. Gozei r√¬°pido, melando minha barriga. Catei a porra e a chupei. Como aidna estava escuro, peguei minahs chaves e ainda nu corri, abri o port√¬£o e entrei em casa. Agora estou aqui, melado e com porra no cu, morrendo de tes√¬£o e escrevendo este relato para voc√™s. Espero que gostem e que esse carnaval sejacontinue muito prazeiroso. Continuo em Montes Claros, se tiver algu√¬©m que queira comer meu cu ou me dar a buceta, ficarei muito feliz. Beijos, [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELE«√O DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Minha vontade era de explodir de tes√£o quando ela me perguntou isso. Mas me controlei e falei s√≥ que sim, que pensava muito nela!! A√≠ foi meio autom√°tico, a gente j√° estava bem pr√≥xima mesmo. Ela se aproximou, eu me aproximei. N√£o sei bem quem tomou a iniciativa, mas o nosso primeiro beijo rolou ali mesmo. Foi maravilhoso. A l√≠  ler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada por dotadosconto erotico mendigosobrinha de 9 contostia gozou no meu pau ao lado do primo contocontos ela sentou no meu colo sem calcinhaconto erotico: va para o vestiario e me esperecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha tia olhando meu pauencochada com vestido fino crentinhacontos de mulheres ninfomaniaca por sexoContos eroticos estupros coletivos veriticoscontos minha filha olhou em dandocontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreicontos erotico filha chupando o pau do pai enquanto ele dormecontos er√≥ticos gays barriga incharele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaxvidiocu gostozocoroa raspadinha gozando contoschantageada e submetida contos eroticoscomendo a dona da locadoraComi minhas primas novinha e safadinha contocontos eroticos a calcinha da patroafui arrombado contos gayscontos er√≥tico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou conto erodico a familia na praia de nudismoconto lesbico garota come cu da boasuda eteroconto erotico empregada negra escraviza patricinhaprovocando meu tio com um short com as popa da bunda de foracontos eroticos minha mulher e o velhoConto er√≥tico Sempre fui mas ele descobriucontos gay cavalomulher nua gosta de passar manteiga no corpo inteirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos relatos sexuais primeira vez da filhacontos a novinha comadre carenteContos er√≥ticos de comi a mae do meu colegaContos eroticos estupradarelatos reais er√≥ticos - saciada em casafamily sex 2 - contos eroticoscontos eroticos meu priminho gordinhovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos traicao com pedreiroscontos eroticostio e sobrinhavideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladacontos eroticos tia que foi para a fazendo e sobrinhocontos eroticos nao aguentei ver a buceta gorda e rnchada da minha maeContos reais de marido corno arependido em deixar esposa trepar.Sou a cadelinha do meu c√£o contosconto erotico chefe do meu marido me bolino por de baixo da mezaContos eroticos tio belicao nos seios comi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavainterracial mulher meia cousa fudendocontos eroticos gay medicocontos sadomasoquismo castigoconto er√≥tico maltrato minha m√£eContos er√≥tico Lara a experientecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentehistoria e contos lesbica primeira vez com minha babaContos erotico sobrinha aninhoscomendo a cunhadinha lindinha contos er√≥ticoslinda buceta aberta corno contoscontos erotico coroacasado comendo onovinhominhas duas prima foi dormi em casa cime fou a duasfiel ao primo e a amigoquase matei amiga da minha mae contosRelatos eroticos de moleques de quatorze anos sendo estrupado por homens dotados na obrafome conto h√©teroPorn contos eroticos escrava gangbangcomedor de cu de secretarias casadas casa dos contosvideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhacontos er√≥ticos dei o troco na minha mulherContos er√≥ticos mal√≠ciaVirgem inocente contoconto ru e minhas filhascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente