Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA E O PORTEIRO NEGRO

Olá caros leitores meu nome é Carlos Eduardo, tenho 26 anos, sou moreno claro, 1,80m, 86kg, geralmente faço sucesso com as mulheres. Este é o primeiro conto que vou relatar. Sou casado há 3 anos, minha esposa se chama Lara, tem 27 anos, tem a pele branquinha, loira, 1,63m, 55kg muito bem distribuídos, o que mais chama atenção é sua bunda deliciosa e grande, seus seios tem bicos rosados assim como sua bucetinha, mas vamos ao que interessa, eu sempre tive uma fantasia onde outros homens comiam sua buceta e seu cu, deixando-os bem arregaçados, porém isso era apenas um sonho já que eu fui seu segundo parceiro sexual e ela sempre foi muito reservada não abrindo espaço para esse tipo de fantasias, detalhe...até hoje nunca deu seu cú nem para mim depois de inúmeras tentativas para convence-la.rnNo decorrer dos anos conforme nossas transas ficavam mais mornas eu comecei a apimentar na hora do sexo, dizendo safadezas e pedindo para ela dizer também, percebi que ela estranhou muito no começo e não entrou no clima, mas com o passar dos meses e minha insistência em dizer besteiras ela muito aos poucos começou a entrar na brincadeira. Dizia que ela era minha puta safada, biscate, vadia e que eu iria arregaçar sua buceta, comecei a dar alguns tapas de leve na sua bunda e seu rosto e aos poucos ia aumentando a intensidade dos tapas, eu mandava ela dizer que era uma putinha que queria meu pau atolado na sua buceta. Percebi que ela foi relaxando e entrando na brincadeira mas ainda tinha certo receio, depois das transas não comentava nada, era como se tudo tivesse sido normal. Resolvi aumentar o grau de safadeza e perguntava a ela se ela gostava do meu pau na sua buceta, se gostaria de ter outro pau na sua boca enquanto comia ela, dizia para ela imaginar um pau maior que o meu, um pau de um negro que fosse enorme, perguntava se ela aguentaria um pau preto invadindo toda sua vagina ate o talo, metendo com muita força até arrebenta-la...dizia que meu sonho era vê-la dando para um negro bem dotado na minha frente e no final que ele gozasse na sua boca e seu rosto. Ela entrou no jogo e repetia o que eu dizia, enquanto eu a comia ela falava para eu ir por baixo que ela queria outro pau no seu cuzinho virgem ao mesmo tempo e que se tivesse mais uns dois para ela chupar também adoraria, nesse momento eu ia a loucura e gozava como nunca, ela percebendo meu tesão começou a dizer cada vez mais besteiras na cama me deixando sempre muito excitado.rnCerta noite cheguei em casa e ela havia vestido um conjunto de lingerie preta com a cinta liga e espartilho, e estava maquiada feito uma vagabunda e começou a rastejar de quatro pela casa atrás de mim me provocando.......Amooor você não vai me comer??? Queria tanto outro pau me invadindo e preenchendo todos os espaços da minha boceta...Nisso eu olhei espantado para ela e perguntei: Outro pau? Que historia é essa Lara ficou louca? Ela fez cara de safada e respondeu: Mas você não queria que alguém me comesse, então hoje eu dei minha bocetinha para o Paulo...Paulo é um dos porteiros do meu prédio, é negro da minha altura e magro...ela completou...ele veio aqui entregar umas correspondências e eu estava me arrumando para você, pensei que estivesse chegado um pouquinho mais cedo e já fui correndo abrir vestida do jeito que eu estou agora, quando abria a porta levei um tremendo susto e ele também, mas logo lembrei que você queria muito que eu desse para outro e resolvi brincar com Paulo, pedi para ele aproveitar e trocar a lâmpada do quarto que havia queimado, ele prestativamente foi até o quarto e o fez, e ao descer da cama se desequilibrou e caiu sobre o meu corpo no chão, nesse momento não resisti e contei a ele que meu maridinho queria uma piroca preta e grande dentro de mim e aquela seria a hora....Eu fui ficando vermelho de raiva e disse a ela que era sá uma fantasia e mesmo se eu quisesse aquilo teria que ser na minha frente, nesse momento percebi algo escorrendo no meio de suas pernas, cheguei mais perto e vi que era porra e muita que descia feito um rio da boceta de Lara, olhei pra ela e perguntei o que havia acontecido e ela me relatou com detalhes....Quando Paulo caiu sobre mim minha xaninha começou a encharcar e lembrei das nossas brincadeiras na hora do sexo, e sem demora porque sabia que você chegaria logo ordenei: Paulo é o seguinte, tira logo essa pica dai e enfia na minha buceta porque eu quero que ela fique toda rasgada para quando o Carlos Eduardo chegar...nesse momento Paulo tirou pra fora aquela cobra que estava enrolada e guardada na cueca, jogou Lara de bruços na cama como se fosse uma vadia, puxou a calcinha fio dental de lado, cuspiu no pau que já estava duro e enorme e sem preliminares já enterrou de uma vez na xaninha dela, Lara gritou alto pois nunca havia recebido uma rola tão grande dentro de si, seus olhos encheram de agua enquanto Paulo socava ate o saco e começava um vai e vem alucinante, Lara gritava sentindo dor mas o negro dizia: não era isso que você queria dona? Então toma essa rola preta! E enterrava até o fim, Lara percebeu que sua xana estava se acostumando e começou a gostar do que sentia: Nooossa Paulo eu não sabia que era tão bom sem comida por um negro de pau grande como você...mete essa cobra em mim, atola seu mastro até rasgar minha buceta, e sou uma puta e preciso do seu pau em mim....nisso Paulo foi ficando mais excitado ainda...Ah é sua biscate safada? Então toma essa tora negra inteira sua vagabunda! Aiiii Paulo eu sou uma puta mesmo e puta precisa de apanhar para gozar, me bate, mas bate com força que eu quero ficar roxa de tanto apanhar....Paulo abriu um sorriso, levantou mão e esbofeteou sua bunda branquinha com força, colocou Lara de quatro e a puxou pelos cabelos com uma mão, a outra praticamente espancava Lara, batendo no seu rabo enorme e no seu rosto, ela começou a ficar muito vermelha e anunciou que estava gozando...Paulo meteu mais fundo ainda ate que Lara caiu tremula na cama, o negro começou a urrar e atolou sua piroca ate o fim rasgando a buceta de Lara e derramando sua porra dentro da vagina da minha esposa, ela disse que era tanta porra que ela podia sentir escorrer, então ele tirou seu pau da xaninha dela mandou ela chupar ate ficar limpo....Nesse momento Paulo se vestiu e voltou para portaria junto aos outros porteiros, momentos depois eu cheguei.rnQuando Lara acabou de me contar eu olhei para ela de cima a baixo e percebi as marcas dos tapas, senti o cheiro de porra, comecei a me excitar, meu pau começou a querer sair da calça e Lara percebeu...Noossa meu corninho então você gostou do que eu te contei? Fiquei sem graça e não respondi...então ela ordenou...já que gostou venha aqui perto para ver o estrago que aquele negro fez nessa bucetinha...me aproximei, ajoelhei na sua frente e abaixei sua calcinha que estava ensopada de porra, logo vi aquele liquido branco escorrendo e sua xana toda vermelha e inchada...ela disse: você vai chupar ou enfiar seu pauzinho ai? Nesse momento não reconhecia mais aquela esposa recatada que a pouco nem queria ouvir minhas fantasias mas o tesão falou mais alto e tirei as calças dizendo pra ela: não vou chupar nada vou e meter meu pau nessa buceta sua vagabunda! Joguei-a no chão, levantei suas pernas para cima e comecei a meter sem do, mas por mais que eu enterrava não sentia atrito, realmente Paulo tinha arreganhado aquela vagina, estava muito larga, então Lara ainda disse...Corninho você não vai colocar seu pau em mim? Eu não estou sentindo nada...me come seu safado....fiquei louco e meti com mais força então ela respondeu: agora estou sentindo umas cocegas. Parecia que minha rola estava nadando naquela porra que ia escorrendo no chão formando uma poça branca, foi quando não me contive gozei dentro dela feito um animal, quando acabei levantei e mandei-a lamber e beber toda aquela porra que estava derramada no chão, ela sem cerimonia obedeceu, depois fomos para o banho e rimos muito de tudo, daquela experiência única que ocorrera naquele dia, e avisei: espero que seja a primeira de muitas!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos da esposa greluda e o ginecologista velhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos mulher casada se evhomens delirando de tesão com um pau enterrado no raboCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidometer na minha cunhada separadacontosporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetatirei a zorba vesti uma calcinha fui bater uma punheta olhando minha bundacontos eróticos, enteadoseduzido contosVirgem inocente contocontos eroticos esposa danadinhacontos com sogras acima de 50anos pornôconto bulinada pir debaixo da mesaler conto pornô de i****** ajudando minha filhacontos eroticos, ele me humilha me bate me xingacontos eroticos com fotos de mulheres com pelos loiros no corpoconto erotico soniferoconto mamae que bunda é essacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideos porno pai afunda as tanga da filha virgemliliane sabe quero seu cucontos erotico o dia que comi a minha sogra sem camisinhacache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html contos de foder fodi minha ex namorada que gingava contos de tia coroaconto porno de amigas casadas fudendo com machos picudos nas feriasrelatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delacontos eróticos estupradadelirando com meus dedinhos contosdei para um negão desconhecidocontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu chefecontos eroticos cuspe punhetacontos incesto minha filha fazendo fisting em mimme comia e gozava em minha boca abusomulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cucomi o cu da minha sogra linda e da filha elas gritavaputinha adora ser arrombada no gangui bangui com muita porra na bocacontos eroticos fui estupradadesmaiou quando o caralho enorme do negro entrou no cuFernanda jeitim nuatraí meu marido contosLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homenscontos eroticos de sexo oralcontoerotico quase corri negrinho caralhudocontos homes muito bemdotado comeu mia filinha gostosa contosconto cutuquei pau na bundia delaContos eroticos Machucaram minha bucetacontos negao limpando quintal da casadaengravidaram minha mulher contos pornoeu com minha pica machucada e ainda comi minha namorada contos eróticosContos eroticos de comi a bunda do vizinhoevy kethyn istinto ativoContos eroticos de amigos q fuderam as amigascontos eroticos de estupronovinhaquinzeanoscomo erotico dei para ocavalocontos eroticos traindo o marido com pivetesvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadasocando muinto rapido ate ela gozar tezao monstruoso boa fodarelato vi bem de perto quando ele atolou o pau no cu da minha esposagozada dentroamandavidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhacomtos bdsmprimeira vez q comi meu amigoconto erotico vizinha casada e velho pirocudoContos de sexo virgem dor extrema membro grosso teen incestoContos rebolo na cacetecontos eroticos soniferoshupado a buceta da filha de meno novia meninatenho a bunda grande e o quadril largo contosDeixando a novinha laceadao homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente