Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRANSEI COM A CUNHADA, A PRIMA E AMIGA

Ola, meu nome é Lucas e minha esposa se chama Raquel.rnPrimeiramente, vou relatar como chegou ao ponto de transar com essas 3 mulheres, separadamente, evidente.. rneu tenho 29 anos e minha esposa 27 anos e sua irmã tem 23 anos. Ocorre que, minha cunhada namora e tem um filhinho pequeno, mais mesmo assim seu jeito possessivo não muda, pois ela tem ciúmes doentio do namorado e do filhinho, vocês entenderão aonde quero chegar. Por diversas às vezes, as duas irmãs discutiram, pois a mais nova alega que é prejudica pela irmã, e que minha esposa é uma mulher sem escrúpulos. Resumindo, ela diz que a Raquel humilha a Bia, pois é mais bem sucedida na profissão e mais bonita. Até então poderia ser ciúmes de irmãs, mais na verdade, há uma competição por parte de Bia para com Raquel. Minha esposa é uma mulher um pouco arrogante, prepotente, não tenho vergonha de dizer, pois como é anônimo ela nunca saberá desse comentário, parece até mais um desabafo de um marido acomodado com o casamento do que um conto mais vamos ao que interessa a discussão das irmãs. Ambas discutiram se ofenderam e, consequentemente, atingiu a mim. Pois aparentemente, saí como um cara otário e corno que tem uma mulher radical e de pouca confiança. Com tudo isso, resolvi me intrometer foi ai que as coisas mudaram, primeiro passo rotulei a cunhada e seu namorado de pessoas que não merecem o respeito e assim, minha esposa adotou o procedimento, colocamos limites, sabíamos que era inevitável a convivência, pois temos em comum o mesmo endereço, a mansão dos pais de Raquel e Bia. Ocorre que passados alguns meses de tolerância zero para com Bia e seu namorado, as discussões foram encerradas, foi então que resolvi agir e reverter à situação, pois embora a Bia minha cunhada tinha um ciúmes doentio, eu percebi que ela era influenciada por seu namorado que, não a permitia nem me complementar com beijo no rosto e por motivos financeiros como notadamente eles nos invejava pelo nosso sucesso financeiro. Como percebido que minha cunhada era talhada em sua personalidade pelo seu namorado foi então que o doente não era a Bia e sim o seu namorado. Contudo foi então que percebi que minha cunhada costumava ficar me observando, com olhares atravessados, e quando o namorado dela não estava por perto, me dava um belo sorriso todas as vezes que nos cruzávamos pela mansão. Para isso precisaria tomar coragem e dar uma lição nesse rapaz foi ai que comecei a dar indiretas e trocar olhares com Bia minha cunhada, minha esposa já com seu radar percebeu a ação e me colocou em uma posição isolada, para não ter acesso sozinho com o irmão, sendo que não chegava a casa sem a presença dela. Até então percebi que existia uma relação de desconfiança, mais como toda mulher gosta de sofrer o meu casamento ficou mais quente. Bia brigava com Raquel por ciúmes, e na verdade, era Raquel que deveria estar esperta com Bia, pois eu já planejava ter um caso com Bia, sem correr risco com Raquel é claro. Na mansão, todos têm seus quartos e banheiros independentes e como tenho lido muito contos, vejo que o momento de ataque costuma ser em locais como quartos e banheiros. A posição física não era possível, pela prápria geografia da casa, mais minha curiosidade e vontade ficaram maior, foi então que um sábado de churrasco fiquei escondido na varanda do quarto de Bia e fiquei olhando e admirando a minha cunhada nua tomando banho, confesso que para eu ter me arriscado dessa maneira foi devido às cervejas que bebia durante o churrasco. Nunca me esqueço daquela imagem, a Bia nua lavando o corpo, seus seios ainda com leite da amamentação gigantes e com belos bicos grandes, instantaneamente fiquei com o pênis duro. Passado o sábado e alguns meses, minha ideia não mudava teria aquele corpo para mim, mais era muito difícil, tendo em vista, o pouco contato que tínhamos foi então que comecei a arriscar mais, sabedor que a Bia também tinha muito medo de se aproximar foi então que resolvi tomar a iniciativa. Em uma tarde corriqueira de semana esqueci as chaves do escritário no em meu quarto foi então que apás resolver os bancos pela manhã fui a mansão e me deparo com Bia no corredor, lágico que ainda estava meus outros dois cunhados irmão de Bia e Raquel e minha sogra, mais sabia que aquela oportunidade poderia ser a última, então quando era comum apenas falar oi ao cumprimentar, abracei a minha cunhada e dei um beijo na trave, no canto da boca, ela ficou toda desajeitada e perplexa, então eu briquei:rn"ops, acho que errei"rnFoi então que ela sorriu, e eu não perdi a chance e beijei a boca da cunhadinha ela até então não acreditava e dia:rn"seu louco, para, o que é isso"rnTomei-a com os braços e continuamos a nos beijar, mais por apenas dois minutos, o suficiente, para criar uma polêmica e certeira vontade de continuar. Então peguei as minhas chaves do escritário e minha cunhada já havia sumido do mapa. Já a noite encontrei a mesma com seu "namorido", e pensei:rn "vai dar merda"!rnMais o surpreendente aconteceu, ela ficou normal como não tivesse acontecido nada, foi então que ela deixou seu namorido e foi em direção a dispensa e eu parti em direção ao lavabo, inevitavelmente, nos encontramos no corredor tempo suficiente para mais um beijo e disse:rn"Amanha à tarde você está no seu curso, posso passar no intervalo que horas que é?"rnBia responde:rn"Passa as 15.00 vou sair mais cedo é melhor"rnApás ter pegado o endereço fui até o curso e peguei na rua atrás do seu curso semanal de mestrado. Ela me dizia varias coisas que era um erro que repeitava a irmã e seu marido e que não podia continuar nada e que seria bom parar com tudo e seguir a vida, foi então que disse não se preocupa é nosso segredo, não podemos fingir que nada aconteceu e devemos sim aproveitar e guardar esse segredo foi então que a beijei e levei para um lugar reservado, para os amantes o único lugar reservado é o motel, mais sabia que ela não aceitaria entrar no motel, quando então que fomos ao um restaurante maravilhoso beirando o mar. Pedimos sucos e sorvetes, enquanto nos beijávamos, durante duas horas seguidas, logo a Bia tinha que voltar para o curso, então ela ligou para o namorido e disse:rn"Amor, sá saiu do curso às 19:00 horas"rnFoi então que percebi que ela tinha omitido o horário e percebi que tinha ainda duas horas, foi então que entrei abruptamente no motel mudando o caminho para o curso, ela disse:rn"de jeito nenhum..."rne eu respondi:rn"não vamos fazer nada que não queira... sá não quero que ninguém nos veja..."rnEla retruca:rn"você não acha que está indo de pressa dmais.."rnEntão eu respondo:rn" não faremos nada dmais.."rnJá no quarto, ela usou o banheiro fez xixi e demorou uns 8 minuto então logo em seguida entrou e demorou uns 19 minutos tomei uma ducha e voltei vestido para o quarto ela disse:rn"nossa sá você..., que loucura.."rnEntão eu novamente a beijei e disse:rn?não somos garotos, sabemos direitinho que gostamos?!rnAi começou um algo a mais, tirei seus belos seios e chupei-os e depois com muito carinho tirei toda a roupa, ela tirou a minha, já não nos preocupava com o horário e apenas com o tesão coloquei meu pau dentro da vagina dela, sem nenhum pudor ou proteção, transamos de ppmm, cavalgada e a beijava quando finalmente gozei dentro dela.rnA mesma sem nenhuma vergonha foi tomar banho e nás voltamos a transar na banheira.rnFoi então que levei para o curso e por um milagre chegamos as 18:50.rnAgora, o inevitável aconteceu, e, hoje somos amantes.rnMais, como o título diz "transei com minha cunha, prima e amiga" ainda faltaram a prima e a amiga de minha esposa.rnA prima foi algo que se concretizou com anos de tentativa, a Luiza primas de Raquel e Bia, uma moça mais despojada e ainda, não tive um caso dela porque minha mulher sempre evitou uma aproximação, todavia, certo dia na mesma mansão a garota que tem 19 anos, mãe solteira com uma filha de 1 um ano, bastante precoce, ficou hospedada na mansão no mês de julho, vou resumir, a mina tem 1,82, corpo lindo, um rosto de descente de polonês.rn Não tinha como evitar, foi durante a madrugada na coisa, ela estava lá embaixo, quando decidi beber água e quando a vejo, foi o mesmo que dizer é agora, pois já havia comido ela com os olhos há muito tempo, ela do mesmo modo que todas as danadas deu um belo sorriso com aquela linda camisola já não pensava e fui e a beijei, ela nem resistiu sá pediu segredo e foi encima da mesa mesmo enfie sem camisinha até gozar. rnDepois desse dia, a Luiza, a prima já senta no meu colo mais duas vezes, sempre na mansão. Agora, para finalizar, a amiga que jamais pensei em comer, mais aconteceu. Meu cunhadinho tem 19 anos, a mesma idade de sua namoradinha, mais sabe como são esses moleques de hoje, estão mais ligados no game do que nas namoradas, e percebia certo descontentamento por par dela, pois percebia que dificilmente eles saiam ou ficavam no quarto foi então que percebi que aquela menina que também já é da família pois namora com meu cunhado há dois anos queria algo mais com o namoradinho, acredito que eles até transavam pois não estava falando de virgens, mais a verdade é que o moleque sá pensava em games. Sabe menina de 19 aninhos querendo dá, ninguém segura embora ela tenha um corpinho de boneca, toda pequenininha, eu tratei como um mulherão, não como menina, foi então que uma viagem para chácara, dos avás da minha esposa, Cindy e eu ficamos conversando por horas. Minha esposa foi dormir depois meu cunhado e logo, em seguida ficou apenas minha querida sogra e a velhinha da avá, ambas subiram juntas para ir dormir, fiquei eu e Cindy por últimos, quando então pergunto:rn"Você. está com sono"?rnCindy responde:rn"um pouco e você"rnEntão eu digo:rn"com você não tenho sono"rnEla ficou corada e meio sem reação, um silêncio tomou a chácara. Então ficou parada com o rosto em minha direção tomei sua boca e beijei-a com muita paixão, diferentemente, da cunhada e prima, não disse nada, e sim fez muito bem feito, tirou a calcinha e sentou bem gostoso até gozar, foi rápido, pois não poderíamos demorar.rnDepois, de tudo hoje, tenho não apenas um caso com Cindy que já disse que está disposta a largar o namorado, e ainda, quer que eu separe de Raquel. Ocorre que, essa paixão teve frutos ela está grávida de dois meses e sabe que dificilmente seu namorado vai assumir, pois dificilmente transavam e sempre quando rolava era com camisinha. Ela disse que vai enrolar ele com a alegação que a camisinha furou, e provavelmente, ele registre, já que seu pai é milionário, mais com certeza vai me esperar decidir, pois quer sumir e ficar comigo pra sempre!rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


velho com novinhos conto eroticoscontos titioconto erotico vendo meu subrinho mamando pedi um pouco para minha irmasempre dou uma escapadinha contosConto de puta metendo com todos no posto de gasolinadominado e submisso contoscontos eroticos de mulheres casada de manauscontos eroticos syrubascontos gay proctologistaconto comendo uma fumadora de crackosou casada loba contoscontos eroticos medicoconto eróticos engravidei minha irmã e minha mãechantageei minha mae contocontos eroticos mais quer gostosa eu comicontos gordo deu cu spcontos eroticos com homem contratado para engravidarconto erótico domando o maridorelato mulheres que casaram virgem com dotadocontos de incesto de maes treprando com filhospapai viajou eu assumi a casa,contos eróticosmulhe vais boguete em bebudocontos eroticos meu amigo pauzudo comeu minha mulher e minha filhacontoerotico guria patricinha com menino pobreamei ser estupradacontos velho tarado por bucetascontos chupei um pintaominha mulher quer dar o cu p outro na minha frentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos me comeram no trabalhocontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaiconto erotico meu pai se casou com uma travestiporn cona damamae e filioMinha vizinha me deixou ver ela transando contoscontos eroticos gay hormonioAbrindo as pernas para o sobrinho contocontos eroticos casadas com zeladores velhoscontos eroticos travesti me comeuvoyeur de esposa conto eroticoAbaicha video porno tia de calcinhaconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxouContos eroticos menininhacontos prima novinha dando cuzinho de surpresaporno mãe e filha jantando na mesa e depois a sogra vai tranza com o gerrocontos eróticos. Não resistiupai da sonifero pra filhinha e a estupra com amigos contos eroticosporno mae ajuda filha a desemgata do cachorrocroa de pernas abertas dando pro marofocontos minha mae e a travesti pauzudasempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticoscontos eroticos velhos e novinhas santinhascontos eroticos o bicho do tioxoxota doce contosamiga da filha conto eroticocontos de velhos taradovidios porno de homem pegando irmazinhar mulher si mastubando e conceguindo comer a buceta delaquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no rabomulher goza nela todinha enchendo o cachorro para limparcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos juliana e o travesticontos dando pra um sessentãocondos erodicoscurtos relatos eróticos de estupro fortiContos casal topless praia desertacontos eroticos escritos incesto vovô e eu.contos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoesnovinhas na seca se alivio se masturbandocontos eroticos minha mulher piranhaconto d patricinha c o borrscheirorelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssconto erótico meu marido bobãocontos eroticos arrombando a gordavideo de ninfeta branqui.ha magra no sexo anal de quatroa menina a forçacontos eroticosporno bundas muitissimo leve ou seja molepinto pequeno apontando para cima punhetaContos eroticos-lesbica plugrealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticocontos eróticos família vavela minha mãe comigo no banheiro