Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A MASSAGEM DA MINHA IRMA

Oi, caso naum queira ler nossas descrições pule para o CONTO. Meu nome é Cintia, tenho 19 anos, sou branca, cabelos castanhos e lisos até o ombro, olhos mel, boca carnuda, seios e bumbum médios e deliciosos, e uma bucetinha bem raspadinha. Minha irmã se chama Cibele, tem 23 anos, é bem branquinha igual a mim, os cabelos um pouco mais claros e bem mais compridos, seios e bumbum quase iguais aos meus. Nás duas é claro, gostosíssimas...



CONTO - Isso faz dois anos. Tinha passado o dia inteiro na frente do computador digitando um trabalho do qual dependia a minha formatura do colegial, como era final de novembro estava bastante calor. Quando terminei, por volta das 5 da tarde, fui tomar um banho gelado. Sai, coloquei o roupão, e cai na cama, umida e sem nada por baixo. Minha irmã estava chegando do trabalho, passou por mim com um ligeiro "oi" e foi tomar um banho também. Saiu enrolada na toalha e me imitando cai na cama dela, que é ao lado da minha. Estava sá num momento preguiça antes de ir pra faculdade. Eu brinquei se ela poderia fazer uma massagem nas minhas costas muito doloridas em resposta ela disse que se depois eu fizesse o mesmo, tudo bem. EU fiquei sentada na cama e ela começou a massagear meus ombros, que delicia, eu pensava, que coisa gostosa, que tesão... opa... tesão, é foi isso mesmo, quando dei por mim estava excitada com a massagem da minha irmã, e me entreguei aquilo, quando estava ficanod bom, ela disse que era vez dela. Ela sentou no meu lugar e eu comecei a massagear seus ombros, seu pescoço, seu colo, e minha excitação sá aumentando, estava louca para massagear seus belos seios também, cada vez descia mais, até que sem querer sua toalha caiu, ela levantou e perguntou meio brava o que tinha acontecido. Eu muito sem graça disse que estava, que tinha ficado meio, ai ela mesmo completou, excitada! Eu confirmei, ela como se nada tivesse acontecido sentou nua no mesmo lugar e disse apenas pra eu continuar. De cima sá via seus mamilos ficarem cada vez mais durinhos, ela estava gostando também, num gesto de ousadia desci minhas mãos e comecei a acariciar seus seios, ela gemia, eu apertava eles, principalmente os mamilos durinhos, humm, que delícia, estava morrendo de vontade de chupa-los, mamar neles, abaixei e comecei a beijar seus ombros enquanto apertava suas tetas, ela gemia, até que levantou ficando de frente pra mim, ajoelhada na cama e eu em pé, ela abriu meu roupão revelando meu corpo nu, acariciou meu rosto, e me deu um beijo estalinho na boca, deu outro, e outro, meu tesão sá aumentava, até que num desses estlinhos ela naum tirou mais sua boca da minha, lambeu meus lábios, eu abri minha boca deixando sua lingua entrar, começamos um delicioso beijo de lingua muito quente, alisando uma os seios da outra, ela abaixou sua mão e começou a alisar meu grelinho latejante, ela me masturbava enquanto eu chupava seus peitos deliciosos, fui lambendo sua cinturinha, seu umbiguinho, naum via a hora de chupar sua xana, deitei ela na cama, abri suas pernas e cai de boca, nossssa, que delicia, lambia chupava, ela dizia "vai putinha, chupa sua irmã, assim, vai", e eu obedecia, era muito gostosa, eu colocava dois dedos dentro dela enquanto chupava seu grelo, sugava, ele gritava pra eu naum parar, ela rebolava na minha boca e nos meus dedos, até que naum aguentou e gozou, bebi todo seu liquido, deitei ao lado dela e comecei a beija-la dividindo seu mel com ela, nos beijamos por longos minutos acarinhando nossos corpos, dizendo uma pra outra o quanto eramos gostosas, o quanto nos amavamos. Eu ainda estava excitadissima, ela começou a me masturbar novamente até que gozei, dormimos abraçadas e nua na minha cama. Acordei quando meu pai chegou as nove horas. Nos vestimos, ela pediu pra eu descer e falar pra ele que ela naum tinha ido pra faculdade porque tava um pouco doente e que já estava dormindo, eu desci, fiz um pouco de sala, até as 10, quando ele práprio foi pro quarto dele, e eu disse que ia dormir. Voltei pro quarto, tranquei a porta e apaguei a luz, deixando apenas o abajur iluminando o quarto, Cibele me esperava nua, com apenas um lençol cobrindo seu belo corpo, arranquei minha roupa, e deitei em cima dela, nos beijamos enquanto nossos seios se roçavam, que delicia, abri minhas pernas e ela as dela, começamos um velcro, eu esfragava minha xana na dela apertando meus seios, eu rebolava, esfregava, nossa, era muito bom, ela gemia, eu também, que delicia, rebolava e mais e mais, até que naum aguentamos e gozamos uma na outra, desci pra sua buceta e comecei a lamber todo nosso gozo misturado e ela sugava meu grelo também, foi o 69 mais gostoso da minha vida, acabei gozando denovo. Adormecemos abraçadas nuas. Acordamos e fomos tomar um delicioso banho nos acariciando e e beijando. Desde entaum, viramos amantes, minha irmã, que eu tanto amo, desde sempre, agora é minha deliciosa amante. E sabe como ninguem me fazer gozar.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


leitinho no copo. contoscontos gays chantagem no quartelcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteduas loirinhas e rumeu padrasto foi no meu quarto contosxvideos inceto 8 o prazer da carneconto cheiradorcontos minha irma foi meu rolaoconto erotico nao acreditei o que eu vi parte 2Contos sou alegria dos coroasContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhacontos eroticos pra sogrcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos prazer solitario homemcontos eroticos incesto papai mim fez chupar sua rolao cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 Contos eroticos de negros dotadosconto de sexo com vizinha gostosapraia guaratuba contos sexocontos eroticos pequeninaEsfreegando a pica na maninha inocenti contos eroticcosmeu marido e um corno/contoscontos eróticos gays a primeira vez com 24 anosconto de sexo com rabuda asquerosodei para o papai contoscontos eróticos com inversão de papéis incestuosacontos vi minha espisa fodendo com outroÇonto eroticos seduzindo e comendo a cunhadacontos eroticos rex meu donogay de zorbinha enfiado no regoenteadinha putinha contosnelma putinha rabudaenteada é chantageada pelo padrastoconto dado para minha familia a xoxotaNayara chupando contocontos de gordinhas casada com roludoconto de sexo com rabuda asquerosodei parA aluno novinho conto eroticomendigo contos eroticoscontos especial me.comeucontos eróticos mãe e filhatravesti gemendo a ponta da pistolaContos eroticos pai liberal.comComi a josi da bocamarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomcontos eroticoscomendo aenpregada novinha e sua filinhacontos fodi menininha por docescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto comi gostoso bocetao da monha maecontos eroticos traindo marido no futebolmete mete contopono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu curto cunhada casada fica excitada a dançar com cunhadocontoerotico virgem pai 2filhasContos erotico casei com minha primacontos manacontos eróticos a enteada bem novinha contos de incesto amiga da minha tiacontos erodicos de cabrito macho fazendo sexo com gostosa zoolofiaconto. a sugadora de. porraparaiso dos corninhoscontos eróticos com mulher deficienteminha cunhada r***** vou descer a pica nelacontosminha enteada gosta de dar a bundsbotou tudo nela bebadacontos mae chantageada por molequesContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadacontos lesbica fui sedusida banheiro boatycom a spgra e a esposa nudismo