Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FESTA E CHIFRE COMBINAM

Havia um amigo do trabalho de Paty, que sempre a comia, eu sabia que ele era bom comedor, metia muito e a deixava sempre esfolada, mas há um mês haviam brigado.rnrnUma bela manhã o telefone de casa tocou, era ele tentando fazer as pazes com ela, e a convidou para uma festa que ele daria em sua chácara. Ela concordou desde que eu pudesse ir, ela queria que eu cuidasse dela e não deixasse que ele chegasse perto dela.rnrnVestida como uma verdadeira putinha. Salto, calcinha pequena e marcando, mini saia colada, blusinha de seda larga e maquiada, estava linda! Na saída de casa ela me disse ?Não me deixe a sá com o Tony (este é o nome dele), não quero fazer as pazes, vou a esta festa sá para provoca-lo...?rnrnChegamos a chácara, um lugar muito bonito, vários carros e pouca gente (mais ou menos umas 50 pessoas), o número de homens era desproporcionalmente superior ao de mulheres ( + - 40 homens e 19 mulheres), estava claro que Tony sá havia convidado amigos comedores e mulheres safadas, ou seja, era festa para comer gente.rnrnTony cercava Paty o tempo todo, mas minha esposa resistia e estava decidida que não daria para Tony, mas eu percebia q ela paquerava outros caras.rnrnFesta bombando e sabendo que Paty não iria trepar, fiquei tranquilo e resolvi dar uma volta sozinho. Depois de vinte minutos percebi que Paty havia sumido, mas vi que Tony estava pela festa, logo, ela não estava com ele. A vi entrando no salão, fui até ela perguntar onde ela estava e prontamente ouvi ela dizer ?Dando uns beijos? ... ?Como assim? (perguntei)?, ?Larga de ser bobo Paulo... Tá vendo aquele cara de camisa azul? Eu estava beijando o safado e ele está louco para pegar sua esposinha... mas hoje, eu vou sá provocar? Achei que era estária de Paty e não dei bola e continuamos curtindo a festa. Passou um tempinho e Paty foi ao banheiro, fiquei esperando sua volta, mas estava demorando. Fui ao banheiro e fiquei na porta, ouvia um cara dizer ?Chupa vagabunda... Mama putinha...? Pensei ser minha esposa ali dentro, mas não tinha certeza. Como demorava, resolvi voltar ao salão. Mais alguns minutos e logo avisto Paty vindo em minha direção, deu-me um beijo de língua (de tirar o folego), ao terminar falou ao meu ouvido ?Sentiu o gosto? CORNO!?. Pronto, acabara de ter certeza que era Paty que estava no banheiro chupando um macho. Então pedi explicações a Paty, pois eu via que Tony (o comedor tradicional) e também vi que o cara de camisa azul ( o qual ela havida dado uns amaços) estivam o tempo todo no salão. Sorrindo ela respondeu ?Acho que minha fama está se espalhando...rs... Não sei quem era o cara, quando estava saindo do banheiro ele simplesmente entrou e me puxou para dentro, abaixou as calças e disse ...eu sei que você gosta. Chupa! Como eu estava com tesão por causa do amaço atrás da casa, te botei chifre, ou seja chupei o safado. Foi sá isso meu corno?. Ainda completou me dizendo ?Fique tranquilo meu amor. Por hoje é sá, não farei mais nada, sá vou curtir a festa, chega de safadezas?.rnAcreditando que Paty estava decidida a sá curtir a festa, fiquei tranquilo passei a não me importar com os caras que vinham falar com ela, não me importava que ela dançasse na pista, que paquerasse com os caras etc. Eu sabia que aquilo era sá charme que ela gostava de fazer.rnrnJá cansado, isso era umas três e meia da manha, fui ao banheiro e quando voltei não encontrei Paty na pista dançando, pensei que ela havia ido ao banheiro. Outra vez ela demorava a voltar, incrédulo resolvi procura-la. Banheiro... e nada, andei por alguns cômodos da casa.. e nada, fui atrás da casa onde ela havia dado uns amaços... e nada, fui até onde o carro estava estacionado e... meu coração acelerou, avistei Paty se pegando com outro cara (que não era Tony, não era o cara de camisa azul e não era o cara do banheiro. Ou seja um quarto macho), sorrateiramente me aproximei entre os carros, sentei no chão bem perto onde dava para ouvir o que falavam e por baixo do carro via sá as pernas.rn... Eu sabia que o cara estava se aproveitando de minha esposa, e o tempo todo ela falava ?Para, eu sou casada...? e isso me enchia de orgulho, afinal era sinal que o cara sá conseguiria uns beijos. Mas em pouco tempo comecei a ouvir coisas do tipo:rnPutinha... vc está coma buceta toda molhada (Olhei por baixo do carro e vi pela posição das pernas que o macho havia virado Paty de costas e a encochava, certamente enfiando o dedo em sua buceta)rn...Com voz manhosa minha esposa pedia... Paraaa, eu tenho que voltar pro meu marido ( os barulhos de beijos e chupadas não paravam).rn...Olha como está meu pau. Paty suspirou e disse ?Moço, que é isso? Que pica linda! Guarda isso por favor... Que delícia... guardaaaa? Pega nele, bate uma pra mim ...?Não poso, sou casada e minha mãozinha nem vai fechar nessa coisa grossa? ( O cara não largava Paty, forçou a barra até um momento q comecei a ouvir ele dizer)... Isso, chupa, mama piranha, cadelinha boqueteira (olhei novamente por baixo do carro e vi as pernas do cara abertas e Paty agachada movimentando o tronco. Pronto, certamente estava chupando a pica do cara e dizendo) ? Que pica linda! Como é grossa.. que caralho quente...?rnrnAquela sacanagem já durava mais que deveria, pensei em ligar no celular dela, sá deixar tocar para alertar que eu a procurava. Mas ouvi os barulhos de beijos voltarem e ela dizer ...?Safado, picudo, comedor de casada...? Resolvi olhar novamente por baixo do carro e meus olhos saltaram. Vi o cara de pernas abertas, Paty no meio e sua calcinha abaixada no tornozelo, aí pensei ?fodeu, ela vai dar?.rn...Aí paraaa... Não faz isso... esperaaa, deixa eu pegar minha bolsa... (olhei novamente por baixo do carro, o cara estava atrás de Paty, sua calcinha havia sido tirada e estava al lado no chão, e de repente vejo cair um filete de papel, em seguida cai no chão uma embalagem quadrada. Não havia dúvida, era a embalagem de camisinha e ela seria comida).rnrnAs estocadas começaram, os gemidos aumentaram e ela como sempre faz, quando transa, começou a falar putarias ... ?Vai F.P, mete, me fode... machuca minha buceta com essa pica grossa, me arregaça...me devolve pro corno manso com a buceta aberta...? Paty ao gritos gozou a primeira vez e o cara continuava metendo.rn...?Seu puto, pauzudo... tá esfolando minha buceta... de repente um pequeno silencio e ouvi... Aíiii.. no cu não.. aí...F.P....no cúuuuu ...nnn... Aíiiii...? ( Puta que pariu! O cara se aproveitou do tesão dela e meteu no cu.), ela continuava a falar ?...roludo, pica grossa, tesudo...F.P.....?rnrnEstavam metendo a mais de 19 minutos quando Paty anunciou que iria gozar novamente ?...Tô gozando no teu pau safado, comedor de mulher casada. Tô gozandooooo!!! ( O macho, também anunciou seu gozo, dedicando elogios a minha esposa) ... Vou gozar sua pura, você é muito piranha, muito gostosa, vadia... (Paty em gemidos pediu) ?Goza na minha cara, me suja de porra que o corno manso vai limpar...? (Ainda com o pau no cu, Paty surpreendeu a mim e ao macho dizendo) ?Saí daí seu corno manso, chifrudo. Tá escondido, vendo ele me arrombar e não fez nada para me salvar. Saí daí e vem aqui já!?. (Dei a volta no carro, muito envergonhado, o cara sorria e sem falar nada tirou a camisinha, Paty em pé, curvou-se para mamar naquela rola grossa, mandou que e chupasse seu cu todo aberto, estava um buraco que não fechava, mamou até o macho gozar na sua cara, sujar seu rosto, cabelos e escorrer em seus seios).rnrnTerminada a foda, o macho guardou aquela pica grossa e sem rodeios disse ...Valeu amigão! Tua mulher é muito vadia, bem que o Tony falou que era sá chegar que ela dava fácil... O F.P do macho, abaixou-se, pegou a calcinha dela que estava no chão e saiu rindo e dizendo que iria contar par todos os machos da festa.rnSaí de trás da minha esposa e a abracei e beijei. Sua boca estava quente, escorria porra pelos cantos, cabelos sujos, a blusinha de ceda manchada pela porra q escorria por dentro em seus seios. ?... Me limpa seu corno manso e vamos embora. Amor, você é um pegador de resto... Se ele contar para os machos da festa, vão querer me comer a noite inteira e se isso acontece, nem o resto vou conseguir te dar.rnrnEXTRASrn(O conto terminou, abaixo vai um adendo de nossa conversa no carro, mas não tem sexo)rnrnTerminei meu serviço de corno manso, entramos no carro e fomos embora sem despedir de ninguém. No caminho Paty passava o dedo na bucetinha inchada pela foda e diziarnrn? Que pica linda, que macho gostoso...?rnrn?...amor deixa ele eu dar outra vez para ele...? (Amava Paty porque ela sabia que dava quando quisesse e para quem quisesse, mas sempre me pedia permissão. Era uma forma carinhosa de me afirmar que eu não era sá um corno, era um corno manso).rnrn?... vou te botar chifre com ele em nossa cama, quero dar a noite inteira...?rnrnAssim é nossa vida de ?Liberada e marido?. A cada chifre, renovo meu amor por Paty

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Estuprei uma mulher obesa bebada dormindo de short largo contodepois de eu ter me mastrupado depois de um tenpo comesei a goza isso e normalContos eroticos vovô comeu mamãecontos eroticos menininhas dormindo na rolaconto esposa assediando garotohttp://okinawa-ufa.ru/conto_22456_ajudei-meu-amigo-comer-o-rabinho-da-minha-mulher.htmlA mulher obesa dormindo e eu abusei contoloira resebi anal depois de treinamentopassei a calcinha contos eróticosFilinha chupa pau do papaiacontos eroticos dei para o meninoconto erotico princesa aronbada na favelacontos erotico negro goza na buceta da noiva para o cornocontos de machos q experimentou um boquete no primoconto gay crackcomo enfiar caralho na conamae e filha pequena contos eroticosjoice cavalo deu o cucontos gay negaohoje morena bonita eu estou querendo te pegar gostoso hoje morena bonita todos têmconto erotico comendo um crossdresserrelato da minha esposa na fazendacontos negra cavala casada fudendo com negaomulheres com dhorte branquinho com cuzaoContos erotico travest na,escolameu chefe me chupoucont erot recem casada um velho meIncesto do cu desde pequenoContos de crentes sendo aronbadascontos encesto minha mae dopada meu pai rosando no meu cuconto erotico eu e meu pai fundemos minha filhabotei nu cu da mi.comha mulhecontos eroticos chatagiada a beber espermasconto comendo a mulher casadaesposa cheia de porra na festa casa dos contoscontos usando plug o dia todo e anel no sacocontos eróticos eu com meu 30cm comen minha prima no sofá de casacontos sado marido violentoscomtos arrobadaconto erótico cabecinha do greloconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos de fuder avóContos eroticos currada no onibus de fio dentalpapai e mamae rezando conto eroticocontoseroticos desde pequena adoro dar o cuzinhocontos: puto dando ao ar livrecontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismoconto comeu afamilha todacontos eroticos cu e bucetacontos gozei depilando o penisconto erotico empregada negra escraviza patricinhawww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontos gozeicasa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadocomendo cunhada asm que minha mulher saicontos namorada chupa rola de outro escondidoconto erotico arrombei o travesti do baile funkfudi o cuzinho do meu irmaozinho de 12 aninhoa contossexo gayconto erotico incestos assaltopapai disse que me ama contos eroticosconto gay cuidando do sobrinhocontos eroticos arrombando a gordainfância;contos eróticos;enrabadocontos de insesto fatos.comreaisconto pedi chifrecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto lesbico tia iniciando a sobrinhaCU arrombado ABERTO madrasta contoconto minha mae so me provova e me deicha de pau duromulher entrando na chapeleta do pôneiconto erotico comi o cu da minha irma em casaContos eroticos mae fode o seu filhocontos eroticos de tio comendolalargado na bucetacontos arrombando casadacontos eroticos meu pai me pegou na siririca