Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI A POMBINHA DA MINHA PROFESSORA DE GINÁSTICA

Minha professora de ginástica dos tempos de colégio era o tipo ideal para um aluno tirar o atraso. Morena alta, esbelta, seios aprumadinhos e fartos, bumbum arrebitado e carnudo, lábios provocantes e prontos para serem beijados, um tesão de mulher.rn Confesso que sempre fui tímido para esses assuntos relacionados com namoro e sexo e tive que esperar uns belos 5 anos para criar coragem e chegar junto da professorinha "tesãozinho de adolescente".rn Certa noite, depois de uma festa, noite chuvosa e fria, estava saindo quando minha professora, esqueci de mencionar o nome dela, Mariza, me pediu uma carona até sua casa. Ela mora sozinha e não relutei em entrar para tomar uma saideira e mais um dedinho de prosa. Afinal, não é todos os dias que você conversa com uma ex professora gostosa.rn Depois de tomarmos algumas cervejas e jogar muito papo fora, criei coragem e fui direto ao assunto. Elogiei com todos os adjetivos o corpo bem definido de Mariza que ficou envaidecida e senti que gostaria de mostrar um pouco mais daquela beldade que se escondia atrás da roupa. Sem muito rodeio, elogiei suas pernas, coxas grossas e firmes, suas nádegas que levantava até pau de defunto e seus seios fartos e provocantes. Não demorou até ela ir ao quarto e voltar vestida com um camisão bem mais íntimo e provocante.rn Voltei aos elogios e por fim, ela sentou-se ao meu lado deixando as coxas à vista e não tive outra alternativa senão passar as mãos naquelas pernas deliciosamente bronzeada no seu auge dos trinta e poucos anos de idade. Que mulherão! Pensei olhando os seus seios que estavam praticamente à mostra.rn Mariza nunca foi de meias palavras. Ao notar que eu estava trincado de tesão, levantou e abriu o camisão mostrando o corpo totalmente nu. "Eu sempre soube que você é tarado por mim, então mostra do que você é capaz". Ela disse me encarando olhos nos olhos.rn Um suor frio subiu pela minha espinha quando ela aproximou-se mais e colocou seus seios colados no meu rosto. Tive duas opções, ou agarrava ela ali mesmo e comia no sofá ou começava dando uma lambida naqueles seios deliciosamente carnudos. Optei pela segunda opção e comecei lambendo aqueles peitinhos como um tarado e ela gemendo baixinho fazendo com que meu pênis saisse fora da cueca. Aquilo que era uma mulher de verdade!rn Passei os braços por trás dos seus quadris e apertei seu corpo perfumado contra o meu e beijamos prolongadamente até ela sentir meu pênis enrijecido por dentro da calça encostando em suas pernas. Ela tirou minha camisa devagar, como se fosse uma streeper, desafivelou meu cinto, baixou minhas calças e meteu a boca no meu cacete com toda fúria. Tive que segurar para não gozar naquela hora.rn Depois, pegou em minhas mãos e me puxou para o quarto e antes mesmo de caírmos na cama já gemia gostoso sabendo no que ia entrar. Dei um banho de língua naquele corpo fenomenal, passei um áleo lubrificante, que ela me deu, na ponta do pênis e comecei a penetrá-la lentamente enquanto ela gemia e pedia para devorá-la de uma vez.rn A cada estocada mais forte que eu dava, ela gemia mais alto, até que deu um grito e senti sua vagina mordendo o meu pau, sinal de que havia gozado gostoso. Esperei um pouco mais e depois forcei a barra e gozei duas vezes seguidas dentro daquela bucetinha semi-nova. Um espetáculo!rn Deitamos ofegantes na cama, ela sussurrando alguma coisa no meu ouvido que mal dava para entender e sentou em cima de mim colocando meu pau que mais parecia um mastro dentro da bucetinha aveludada e foi fazendo movimentos subindo e descendo até gozar novamente, enquanto eu chupava seus peitinhos durinhos.rn Foi uma noite inesquecível. Marcamos novos encontros para discutirmos as atividades físicas dos alunos dela e em todas essas ocasiões fizemos a maior festa na cama. É uma mulher que sabe provocar um homem e eu, como um bom pupilo não decepcionei. Em outras oportunidades conto os encontros que tive com Mariza, minha eterna professorinha de educação física do colégio e agora minha grande putinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos perdi meu cabaçogrelao 4cm contosfilha gostosa contoContos porno de filha e mae que traem com pau grande e chorafotos.e.contos.de.homem.cazado.que.ama.chetar.pau.pintoConto d esposa safadinha fico d pau durocnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para varioseu sem querer transei com meu sobrinho contos eróticoas meninas brincaram com meu pau contosconto erotico dividindo o quarto com meu cunhadohomen bulinando o penis no chortrelatos coroas defloraçãocontos erotico meninas dorfanatocontos a novinha comadre carentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedespedida de solteira com noiva pegando no pau dos stripsmulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaoconto erodico gay usando ropa de menina curtinha com o mendigoContos eróticos curtos de tia fodendo com cachorroconto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninocontos coroa gorda23cm e um czino virgemcontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontos eróticos a babá do meu irmãocontos eroticos de putas casadas e cornos assumidosencoxado no onibus contosconto enfermaria cheiro sexo intensofilme de sexo com homens acordem no pênis grossoContos eróticos malíciacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentelevei meu garoto para comer minha esposacontos eróticos minha buceta aregacada entregou que traihistoria de mulher cazada que deu a.buceta e o cuzinho por seu sogro na marra e ele tinha um pau enorme e grandeconto incesto mae praiacontos horoticos verdadeiras pelotasenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluaconto erotico mulher fodendo com varios vizinhoscontos flagrei minha irmã e seu filhoproposta indecente de colega porno de trabalho a casadacontos de mulher com cachorrocontos eroticos garotinha minusculaContos eroticos homens estuprano gravidascontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãocontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscontos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeucontos intimo de uma enteadaconto putinha titio espresarios velhoscontos gay cuzinho frouxogostaria dever filha cupano apica do pi dorminozoofilija detei i porócontos eroticos medicopai quero atencao contos eroticostirando o cabaxinho da novinha fazendo ela chora com pau gg porno carioquinhacontos minha enteada minha amantecontos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosContoseroticos estuprando Vitóriaconto casada quarentona transando com desconhecidocontos eroticos sou casada meu sobrinho gosta de ver filmes pornoesposa caseiro contoshistorias eroticas de onibus lotadosinjecao na bunds porno conto[email protected]peito bicodu sexdei um jeito de fuder minha filhacontos eróticos ela levou ferroo tio ceduzino adolecente metendo odedo priguitinhacontos eroticos incsetos pais e g filhos transamtia gritando "me come sobrinho"minha esposa escolheu vibradorele implorou e eu engoli sua porraContos eroticos cumi mi.ha cunhada carlacontos de traicao anal,postados no facebookcontos eroticos de mulher que deu para cavaloscontos eroticos troca casais com gravidezcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mim