Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU GENRO ME FEZ SUA PUTA!

rnrnMEU GENRO ME FEZ SUA PUTA...rnrnrnDepois de pensar bastante decidi contar tudo que aconteceu comigo de 6 meses pra ca.rnFaz 4 anos que moro em Itapema-SC desde quando meu falecido marido apás ter se aposentado resolveu mudar para uma cidade a beira-mar. Ele era 19 anos mais velho que eu e por ter muitos problemas cardíacos acabou falecendo há 7 meses.rnSou Meire, tenho 42 anos, loira de cabelos bem curtinhos, olhos azuis e apesar da idade tenho um corpo com tudo em cima que chama a atenção dos homens, principalmente quando vou a praia logo de manhã fazer minha caminhada diária. rnMeu falecido marido me deixou com uma situação financeira razoável e pude a começar a viver de uma maneira bem mais livre porque com a doença dele durante mais de 3 anos a vida se resumia a hospitais, médicos e laboratários.rnTenho uma filha, Aline, que tem 24 anos e e que desde os 19 anos mora em SP capital.rnEla também é loira de olhos azuis sá que seus cabelos são longos e tem um corpo perfeito que mantem frequentando academias. Como sempre quis ser modelo Aline se mudou pra SP pra tentar essa vida.rnNa verdade minha filha sempre gostou da vida de festas e badalaçoes e esse era um dos motivos que ela não se dava bem com o pai. Ele era muito rígido com comportamentos e minha querida filha desde a adolescência já mostrava que era fogo na roupa. Com 19 anos ela já tinha namoradinhos e com 19 anos já fiquei sabendo que havia perdido a virgindade. rnLogicamente que como mãe apesar de achar que Aline devia maneirar suas safadezas não tinha como controlar e tentei ajudar comprando anticoncepcionais para que minha querida filha não engravidasse. Afinal com 19 anos também perdi o cabaço com meu marido e aos 19 anos já era mãe. Rss.rnMinha filha era uma putinha assumida, pois vivia trocando de namorados como trocava de calcinhas. rnA safada tinha um fogo na buceta que nenhum macho conseguia apagar.rnApesar de tentar controla-la sempre soube muito bem o que ela sentia pois quando tinha sua idade também queria trepar a toda hora com meu marido que durante vários anos consegui dar conta do meu tesão. So quando a doença tomou conta do corpo dele é que o sexo foi diminuindo até quase deixar de existir. Tive que me contentar em se divertir com meus vibradores que comprava pela internet. rnPor varias vezes fui tentada a sair com outros homens que me cantavam, mas talvez pelo cansaço mental que a doença dele causava em mim não me deixava levar pelos desejos.rnMinha filha e eu sempre nos comunicávamos pela internet e dava pra notar que Aline cada vez estava mais bonita e logicamente mais safada ainda pois se tinha uma coisa que ela não demonstrava era vergonha de me contar em detalhes todas suas aventuras sexuais. A safada até me deixava com uma inveja danada. Algumas vezes durante minhas sessões de masturbação com meus consolos me lembrava de suas historinhas eroticas e gozava deliciosamente.rnNa verdade eu achava que Aline devia aprontar muito mais do que me contava, pois comentava que sentia tanto tesão que muitas vezes transava com 2 caras diferentes no mesmo dia.rnO tesão que minha filha sentia me contagiou logo depois que fiquei viúva.rnUm mês apás a morte dele um homem bonitão passou a correr ao meu lado na praia e quando ele todo safado me convidou para acompanhá-lo a sua pousada não pensei duas vezes e aceitei. Apesar de nunca ter transando com outro homem pude perceber que meu instinto de fêmea tesuda sá estava adormecido porque rapidamente passei a rebolar e dar gostoso pra aquele macho desconhecido. Apesar daquele homem não ser nenhum macho especial gozei copiosamente, com certeza a falta de um macho entre minhas pernas desde que meu marido ficara doente, me deixara extremamente carente.rnIncrível foi que depois que tive meu segundo macho entre as coxas isso passou a se repetir constantemente e toda semana dava minha buceta tesuda para todos os machos que encontrava na praia e que achava interessante. Bastava me despertar tesão que eu dava gostoso. Rss.rnEm 3 meses de viuvez sai com 19 homens diferentes e virei uma devoradora de machos sá que apesar de me sentir gostosa e desejada nenhum deles me fez sentir algo a mais que achava que devia sentir. rnQuando resolvi comentar com minha filha pelo MSN as minhas aventuras sexuais Aline toda safada disse que até que enfim tinha descoberto que havia puxado a mim. Mãe puta...filha putinha! Rss.rnXinguei a safada por me chamar de puta, mas ele caiu na gargalhada e disse que tinha adorado saber que eu estava gozando gostoso e com certeza estava ficando com a pele mais bonita.rnNa verdade o verão estava chegando com força e aproveitei pra me bronzear do jeito que sempre quis e nunca tinha feito. Comprei biquínes extremamente pequenos. Queria marquinhas igual das putinhas que viviam desfilando seus rabos empinados nas praias. rnSe havia uma coisa que eu tinha de bonito era minha bunda empinada que mesmo aos 42 anos não ficava devendo quase nada a nenhuma gostosa de 20! Sem estrias e ainda durinha. Minha barriga também deixava as outras mulheres do prédio babando de inveja. Sem contar que agora que tinha tempo pra cuidar do meu corpo com massagens e tudo mais que me deixassem mais bela e desejável.rnFoi então que minha querida filha me ligou pra contar que tinha encontrado um homem extremamente legal e que iria morar com ele.rnQuase morri de rir quando ouvi aquela conversa e brinquei dizendo:rn-filhinha...não acredito no vc ta me falando...acho que vc não tem cara de mulher de um homem sá! Vai deixar de ser putinha é? rn-sua boba...realmente também achei que ia demorar a ?casar? mas Matheus é um cara muito legal...vou experimentar...morar junto...pra ver como vai ser! Mas ele é um macho que me dá muito prazer!rn-hummm...que bom filha...mas...do jeito que vc é safada achei que ia querer ficar assim desse jeito...por um bom tempo ainda! rn-é...também achei...mas o Matheus sabe como domar uma putinha tarada que nem eu! Ele é legal demais...acho que vc vai gostar dele! Daqui a uns 40 dias ele vai tirar duas semanas de férias e vamos te visitar...ele quer conhecer a sogra! Também quero aproveitar pra pegar uma praia!rnFiquei toda feliz com aquela noticia da minha linda filha ?meia sem juízo?. rnQuando minha filha chegou com o ?marido? pra passar as férias junto comigo de cara percebi que a safada soube escolher um homem que realmente não passaria despercebido em lugar nenhum.rnMatheus era um moreno alto de 30 anos, corpo de atleta, sorriso cativante e que também se mostrava extremamente alegre e divertido e quando ele me abraçou me cumprimentado também já deu pra ver que o safado sabia como agradar as mulheres com sua conversa cheia de elogios:rn-Quando Aline me disse que sua mãe era uma tremenda gata...achei que era conversa de filha coruja... mas...agora que estou vendo assim de pertinho...acho que vou querer marcar a data do casamento...se a filha puxar a mãe...vou ter uma esposa sempre linda e gostosissima! rnCaímos em risos e como eles chegaram à tardezinha foram tomar banho pra tirar o cansaço da viagem. rnMeu AP não era muito grande, tinha uma suíte onde eu dormia, mais um quarto, outro banheiro no corredor, sala, cozinha e uma átima sacada de onde dava pra ver o mar. rnEnquanto meu ?futuro genro? tomava seu banho eu e minha querida filha ficamos fofocando e logicamente que o assunto passou a ser seu ?futuro marido?.rn-Filhinha...realmente tenho que te dar os parabéns...parece-me que vc soube escolher...que homão hein! Pelo jeito...além de bonitão...é muito simpático!rn-mamãe...o Matheus é tudo isso e muito mais...mas o melhor dele é que sabe como tratar uma putinha tarada como eu! Ele me faz gozar como nunca gozei com outros machos! Vc acredita que faz 3 meses que sá dou pra ele! Virei puta de um macho sá! rn-nossa...o que o bonitão tem de tão especial assim...que fez minha filha putinha virar santa? rn-Santa não...fiquei foi mais safada ainda com ele! Ele é completamente tarado...e eu também...a gente se dá tão bem...que temos um acordo...ele faz tudo que peço...e eu também faço tudo que ele manda...no sexo...sem frescuras! Já fizemos cada loucura! rn-humm...vou querer saber detalhes dessas loucuras...adoro ouvir safadezas! rn-Mamãe...tem um detalhe que vc vai perceber rapidinho amanhã quando Matheus colocar a sunga...ele tem uma pica enorme e muito grossa...a maior que vi até hj...e olha que já vi muitas! rn-é...tão grande assim? E não machuca não? Depois de comecei a transar peguei duas picas um pouco maior do que a do seu pai...e não gostei muito não...doeu um pouco!rn-que nada mãe...o Matheus me come de todo jeito...e eu adoro...tem que saber usar...adoro o pauzão dele...em todos os buraquinhos do meu corpo! rnO ?futuro genro? saiu do banho todo cheiroso sá com uma tolha enrolada no corpo com aquele peito cabeludo e ao passar pela sala minha filha toda safada disse:rn-humm...que homem cheiroso...assim desse jeito vc já me deixa toda excitada...homem gostoso...assim de toalha me deixa louca de vontade de tirar ela...vai colocar roupa senão te agarro aqui mesmo hein!rnEle deu um sorriso bem safado e disse:rn-tá vendo minha sogra...depois dizem que homem que é sem vergonha...sua filha é uma tarada! rnAline se levantou e foi tomar banho...e eu tambem fui para meu quarto fazer o mesmo.rnDepois do banho estava no meu quarto escolhendo o que vestir quando minha filha entrou toda sorridente se sentou na beira da cama e a me ver completamente nua brincou dizendo:rn-mãe...vc tá linda com essa marquinha de biquini...hummm...quero aproveitar pra tomar bastante sol e ficar com a sua cor...nossa...vc tá bonita demais!rnFoi então que reparei que minha filha havia colocado um vestidinho bem curto e logo notei que estava sem calcinha com sua bucetinha depilada toda a mostra e então disse:rn-acho que minha querida filha esqueceu de vestir calcinha né...ou vai sair assim mostrando tudo? rn-mãe...vou assim mesmo...Matheus não gosta que use calcinha...nunca...e como uma putinha obediente ...sou obrigada a agradar meu macho!rn-nossa...mas pelo que to vendo...quando se sentar...quem ficar na tua frente vai ver sua bucetinha inteirinha...ele não tem ciúmes não?rn-claro que não...ele é safado mãe...ja te falei...ele até gosta! Mas chega de conversa...e coloque logo uma roupa...to com fome...quero ir a um barzinho...comer camarão e beber um pouco...vamos logo!rnAproveitei e coloquei um vestidinho de malha curtinho branco que me deixava bem sexy e quando coloquei a calcinha Aline disse:rn-mamãe...porque vc não vai sem...igual eu...vc vai adorar...mulheres lindas como a gente não devia usar calcinha nunca...vai que aparece um macho bem gostoso...é bem mais fácil...não precisa nem tirar!rnTive que dar gargalhadas com as observações malucas da minha querida filha sem juízo, mas não tirei a calcinha e fomos pra sala onde Matheus nos esperava com um short branco e camiseta regata que mostrava seus braços fortes e musculosos.rnEle sorriu e todo galanteador disse:rn-nossa...com duas beldades lindas como vcs duas vou deixar todos os homens morendo de inveja ...uma loira de cabelos curtinhos e outra de cabelos longos...vcs estão muito deliciosas com essas pernas de fora...e essas bundas arrebitadas nesses vestidinhos sexys!rnO safado sabia como elogiar e saímos do AP para o elevador e então minha filha disse:rn-então Matheus...tentei convencer a mamãe para também sair sem calcinha...mas ela não aceitou minha sugestão...vc podia tentar convencê-la! Rss. rnEle então deu um sorrisso mais safado ainda e me abraçando forte segurando meus quadris disse:rn-não acredito que minha ?futura sogra? tem medo de sair sem calcinha...vc esta junto com seu ?futuro genro?! Prometo que protego vc se algum tarado tentar te agarrar! Garanto que vc vai adorar sentir o ventinho no meio das pernas...sua filha depois que passou a fazer isso...nunca mais voltou a usar!rnO elevador chegou vazio em nosso andar e entramos nele.rnNa hora resolvi que ia mostrar que também era uma mulher ousada e bem devagar fui tirando minha calcinha enquanto o elevador descia e quando minha filha percebeu sorriu dizendo:rn-humm...a mamãe resolveu topar ficar sem calcinha é? Tomou coragem?rnGuardei a calcinha na bolsinha e sorrindo disse:rn-é...ja que vcs ficaram me azucrinando...resolvi testar...se não gostar...vou ao banheiro do restaurante e coloco de volta!rnMeu futuro genro todo safado novamente me segurou pelos quadris e sussurrou no meu ouvido:rn-quer apostar que vc não vai colocar de volta...minha querida sogra...vc vai adorar...com certeza!rnSaímos do prédio e fomos andando pela orla até chegarmos a um barzinho que fazia petiscos deliciosos e então minha filha disse:rn-e ai mamãe...ta gostando do ventinho...na sua bucetinha? Não vale mentir hein?rnNão tinha porque não dizer a verdade e então sorri dizendo:rn-na verdade...é uma sensação deliciosa...nunca tinha saído sem calcinha na minha vida...adorei mesmo!rnSentamos no barzinho...a brisa do mar naquele começo de noite dava uma bela refrescada e pedimos cerveja e vários petiscos do mar e ficamos batendo papo animadamente.rnNa nossa frente não sentou nenhum homem a não ser meu ?futuro genro? e não demorou pra que me ?esquecesse? que estava sem calcinha e com certeza ele já tinha visto minha bucetinha depilada muitas vezes quando cruzava minhas pernas. Na verdade ficar sem calcinha me deixou completamente excitada e minha bucetinha ficou toda molhadinha. rnMinha filha ao meu lado se mostrava bem mais audaciosa e dava pra perceber que a safada adorava ficar mostrando sua bucetinha pro futuro maridão e também para os garçons do barzinho que já tinham percebido isso e a todo instante vinham a nossa mesa perguntar se queríamos mais alguma coisa. rnLogicamente que a cerveja fazia com que ficássemos mais alegres e então minha filha disse que queria voltar para o AP.rnVoltamos pela praia com meu futuro genro no meio de nás e deu pra notar que ele adorava me puxar pelos quadris enquando andávamos. O contato daquelas mãos fortes tocando de meu corpo provocava vários arrepios. E logo senti bem mais que simples arrepios quando o safado de vez em quando espalmava minha banda empinada e dava umas apertadas. O filho da puta estava me deixando toda tesuda e completamene ensopada andando na praia. E foi então que meu genro mostrou que era um tremendo de um safado quando minha filha toda taradinha o fez beijá-la com volúpia e ele então vendo que tinha pouca gente na praia enfiou a mão entre minhas pernas e quando me dei conta tinha seus dedos grossos penetrando minha bucetinha tesuda. Ate facilitei empinando minha bunda pra trás. O safado beijava minha filha e bolinava minha bucetinha ao mesmo tempo.rnChegamos ao AP e ligamos a TV e estava tendo um jogo de futebol.rnMatheus ficou assistindo enquanto eu e minha filha fomos fazer xixi.rnVoltei primeiro e me sentei na poltrona quase de frente a ele. O safado em segundos dirigiu seus olhos entre minhas coxas e instintivamente dei um sorriso safado colando minha mão tentando dar uma ocultada e ele todo disse:rn-Acho que minha sogra...precisa aprender a não querer tampar o que é bonito...pode mostrar...eu já vi... ...e senti um pouquinho...e vou querer de novo! Alias...acho que daqui pra frente vc não vai mais querer usar calcinha né...vc sentiu que fica bem mais fácil!rnO safado deu uma ajeitada no pau entre as coxas e minha filha voltou do banheiro e parando ao lado disse toda safada:rn-vem Matheus...vamos pra cama...meu querido...to precisando dos carinhos do meu maridão!rnEle deu um sorriso e disse:rn-nossa...que garota tarada...não da pra esperar o jogo da TV terminar?rn-amor...nada disso...quero agora...ja faz dois dias que a gente não namora...vamos logo...meu gostoso!rn-tá vendo minha sogra...depois quando eu resvolver processar sua filha por assedio sexual...vou chamar vc como testemunha. rn-mamae sabe que sou assim...completamente tarada...deixa de onda...to louca pra dar...vamos logo!rnEle se levantou e já deu pra notar que tinha uma barraca enorme armada na frente do short e assim que foram para o quarto troquei de canal pra ver se tinha algum filme interessante quando percebi que a coisa entre minha filha e meu futuro genro era bem mais quente do que imaginei.rnOs gemidos que ecoavam pelo corredor mostravam que o sexo que ali ia rolar era muito quente.rnLogicamente fui até a porta do quarto pra escutar melhor e percebi que a porta não estava completamente fechada mas não tinha como ver nada pela posição da cama. Se não dava para assistir com certeza dava pra ouvir tudo perfeitamente e fiquei ali escutando o que rolava:rn-nossa...que pauzão duro...hein safado...ta tarado hj né...vai comer tua putinha do jeito que eu gosto?rn-claro...sua vagabunda tarada...gostou de ficar mostrando a buceta para os garçons né vadia?rn-sim...gosto...alias adoro...sá pra deixar meu macho bravo...vc vai punir sua putinha por ser tão vadia?rn-vou...do jeito que vc gosta...fica de 4 vadia...e rebola esse rabo...quero te comer igual as putas de rua!rnAline deu um gemido alto quando com certeza sentiu a pica entrando na sua buceta tesuda e ele disse:rn-que buceta gostosa...vc tem vadia...ta ensopada...louca pra dar...rebola vagabunda...rebola que teu macho vai te arregaçar...puta...safada...ahhh....isso...assim...rnLogo escutei uns tapas fortes que certamente era na bunda da minha filha putinha que gemendo dizia:rn-bate...bate com força...na sua putinha...adoro apanhar do meu macho...assim...fode minha buceta com esse pauzão...soca tudo...assim...com força...soca...seu filho da puta tarado...me fode todinha...ahhh!rnMinha buceta até escorria escutando aquela trepada ali dentro daquele quarto e sem pensar muito devagar empurrei um pouco a porta e deu pra ver uma parte do corpo do casal e era lindo ver aquele macho forte por trás da minha filhinha socando sua pica dentro dela. Infelizmente pela posicão não dava pra ver o pau entrando e saindo da bucetinha dela mas o tesão aumentou e logo minha filhinha tarada gritou de prazer e gozou copiosamente sussurrando:rn-ahhhh...pauzão gostoso...não para...quero...quero gozar de novo...fode sua puta...bate...bate na minha bunda..espanca a sua putinha...ahhh...vou gozar...vou gozar...ahhh...meu macho gostoso...ahhh!rnGozei junto com a vadia, minhas coxas estavam escorridas do gozo da minha bucetinha tesuda e até achei que ia desmaiar e saindo dali fui pro meu quarto peguei o maior vibrador que tinha no meu guarda roupas e soquei até o talo e logo gozei copiosamente.rnDepois de todas aquelas emoções nem tomei banho e acabei adormecendo completamente nua com o vibrador jogado ao meu lado. Acordei no outro dia, tomei um banho delicioso e coloquei um biquíni pra ir pra praia logo cedo conforme havia combinado com minha filha.rnFui pra cozinha liguei a cafeteira e estava lavando uns copos pra deixar tudo organizado quando escutei a voz do meu ?futuro genro? vindo em minha direção com uma sunga azul bem justa que mostrava um volume enorme debaixo daquele tecido e com uma naturalidade incrível o safado me abraçou por trás colando seu corpo no meu bumbum e beijando meu rosto e meu pescoço disse:rn-bom dia...minha sogra linda...é muito bom encontrar uma mulher assim na cozinha com um biquini fio dental todo enfiado... não consigo resistir...prometo que vou encoxar vc...sá um minuto...enquanto sua filha não vem! Posso?rnNem sei de onde tirei coragem pra dizer o que falei:rn-Matheus...vc é um genro muito safado...ta querendo comer a sogra também...seu taradão?rnEle todo safado deslizou as mãos dos quadris pra frente do meu corpo brincando com os dedos pertinho da minha buceta como se fosse enfiar a mão pelos lados do biquíni e me apertou forte contra seu ventre...senti o volume de seu pau em minha bunda empinada...e ele sussurrou em meu ouvido:rn-Minha sogra...vc sabe...que vou te comer...quando eu quiser...mas...vou esperar vc implorar...adoro puta submissa...igual à vadia da sua filha...vc foi dormir com muito tesão ontem...rebolou nos meus dedos na praia e depois ficou espiando eu comer sua filha putinha! Antes de dormir fui ao teu quarto e vi nuazinha na cama com aquele vibrador do lado! Vc é uma vagagunda tarada...mas eu gosto assim...bem vadia...agora cala a boca e empina esse rabo...pra sentir seu macho te encoxando!rnEle todo safado me beijou a nuca e quando me dei conta seus dedos grossos estavam enterrados na minha bucetinha que se encharcava com aquela voz de macho tesudo nos meus ouvidos.rnEmpinei a bunda e gemi sentindo seus dedos bolinarem meu grelo mas então tentei sair dali e dizendo:rn-seu louco tarado...Aline vai pegar a gente...assim...desse jeito...me solta...seu safado maluco!rnEle beijava minha nuca me fazendo arrepiar toda e então senti sua pica grossa e dura entre minhas coxas...minha buceta queimava de tesão e ele todo tarado sussurrou:rn-sua filha vai demorar um pouco no banho...da tempo pra fazer o que eu quero...abaixa o biquíni sua puta...quero sentir o calor da sua buceta na cabeça da minha pica...vamos logo vagabunda...não gosto de puta indecisa...faça o que teu macho ta mandando...senão vou te bater!rnO tesão comandava meu corpo e fiz o que o safado do meu genro estava mandando e meu biquíni em segundos estava no chão da cozinha. Empinei meu rabo e imaginando que ele ia socar aquele pauzão cabeçudo na minha bucetinha mas o safado sá brincou com aquela pica enorme entre minhas coxas e tornou a dizer todo tarado:rn-que bucetinha quente...tem minha sogra puta...agora ajoelha e chupa a pica do teu macho sua vadia...quero gozar na sua boca...vamos logo!rnPor instantes fiquei sem reação mas o safado me virou de frente e quando me dei conta um tapa forte estalou no meu rosto e ele todo macho disse:rn-vamos logo puta...chupa minha pica...sua vagabunda...se demorar...não vou te comer mais...obedeça sua vadia...quero gozar...na tua boca!rnAjoelhei-me diante daquele macho e aquele pau enorme e cabeçudo logo estava fodendo fundo minha garganta...e o mais incrível é que eu gozava sá chupando a pica daquele sádico que me dominava...em instantes recebi o primeiro jato quente de porra em minha boca e engoli tudo como uma criança esfomeada. Era muita porra que até escorreu pelos cantos da boca mas com os dedos eu enfiava de volta e não escapou nenhuma gota. rnEle puxou meus cabelos me levantando e colou sua boca na minha me beijando com uma volúpia incontida e então me soltou e todo macho me deu outro tapa no rosto dizendo:rn-Minha sogra...vc sabe como chupar o pau de um macho...vc é uma puta que vale a pena...passou no primeiro teste...depois vamos continuar...nossa safadeza!rnEle sorriu e guardou aquela pica imensa dentro da sunga e rapidamente voltei pro meu quarto pra tentar me arrumar...sá então me dei conta que meu rosto estava ardendo dos tapas que havia levado. rnPrecisei pegar a tolha pra enxugar minha buceta toda encharcada. rnEra incrível o poder de dominação que aquele macho conseguiu fazer comigo em apenas 2 dias. Ele me tornara escrava do seu desejo. Eu desejava aquele macho me fodendo igual ele fazia com minha filha. Na verdade ali no meu quarto depois de passar uma água no rosto e ver que aqueles tapas sá tinham deixado meu rosto um pouquinho vermelho pude perceber que além da minha buceta não ficar seca de jeito nenhum percebi que tinha adorado levar tapas na cara. Pela primeira vez apanhei de um macho e tive certeza que ia acontecer de novo e iria gostar muito. rnVoltei na cozinha e peguei uma chicara de café. rnMeu genro estava sentado no sofá assistindo o jornal na TV e lhe ofereci café. rnEle sorrindo disse que já havia tomado e logo em seguida minha filha chegou ali também de biquíni fio dental foi até o meio da sala de frente ao meu genro e e toda safada perguntou:rn-e ai Matheus...gostou do biquíni novo que comprei...quero ficar com marquinha bem pequena...do jeito que meu maridão gostoso adora! rn-humm...muito bonito querida...alias...tudo em vc...fica bonito...assim vc me deixa mais tarado ainda! Da uma voltinha bem devagar minha safadinha...quero ver direitinho!rnAline toda safada foi virando e rebolando seu corpo perfeito e então meu genro disse:rn-humm...perfeito...vc tá linda...e muito sexy...acho melhor irmos para a praia senão já já começo a ter idéias bem safadas! Ainda mais que tua mãe também esta de biquíni...com duas mulheres tão gostosas assim dentro de casa...é muito perigoso! Rss.rnAline tomou um copo de suco e daí a pouco saímos do AP e logo o elevador chegou ao nosso andar e entramos e meu genro todo safado ficou no meio de nos e nem me surpreendi quando senti sua mão na minha bunda e em seguida seus dedo se enfiando pelos lados do biquíni e então percebi que ele também bolinava minha filha porque toda safada ela disse:rn-nossa...meu maridão acordou taradinho hj mãe...ja ta enfiando os dedos na minha bucetinha dentro do elevador...não sei não...desse jeito a gente não chega à praia...ahhh...que delicia...seu safado... para...que ta me dando muito tesão! rnO elevador chegou ao térreo e logo estávamos na praia. rnAline se encheu de bronzeador e deitou na toalha com aquele bundão pra cima e como eu já estava bem queimada resolvi ir pra agua...o calor estava demais...mas o calor maior era no meio das minhas pernas...não conseguia parar de pensar naquele pauzão grosso do meu genro tarado, principalmente porque ele bem safado entrou no mar comigo e a todo instante me abraçava e pegava sem se preocupar com a minha filha ali na praia.rnDepois que notei que minha filha tinha se bronzeado bastante a chamei para irmos embora pelo motivo de fazer um bom tempo que ela não pegava sol em praia e o calor estava escaldante naquela manhã.rnDurante a subida do elevador ate nosso andar novamente meu genro safado me bolinava e também a minha filha sem se preocupar muito em disfarçar. rnComecei a notar que a putinha da minha filha era extremamento conivente com aquelas safadezas. rnAssim que entramos no apartamento meu genro disse que ia tomar banho primeiro porque Aline sempre demorava demais no banho e então eu e ela fomos para o meu quarto tomar banho lá.rnEntrei primeiro e tomei um banho rápido e deixei minha filha tomando seu banho demorado.rnQuando fui me vestir decidi colocar um vestidinho bem curtinho e logicamente nem cogitei de colocar calcinha e sai do quarto e ao cheguar à sala meu tive uma surpresa extremamente agradável ao ver meu genro sentado no sofá completamente nu com aquele pauzão enorme duro com aço apontando para o teto e a me ver sorriu todo safado e disse:rn-tira esse vestido sua puta...e venha...te quero espetada na minha pica...vem sua vadia...que vou te comer todinha...sua safada gostosa...vou ser teu macho...sua vadia!rnNem me preocupei com minha filha no banheiro e em segundos estava com uma perna de cada lado do corpo daquele macho majestoso e quando a cabeçona daquela pica foi encaixada na entradinha da minha bucetinha sedenta dei um gemido e soltei meu corpo. Aquela pica enorme e grossa abriu caminho alargando as paredes da minha buceta e me penetrou fundo. Dei um grito de prazer e como se tivesse sido ligada em 220 v. comecei a cavalgar como uma louca naquela pica. rnEm instantes era um orgasmo atrás do outro e aquele safado todo sádico estapeava meu rosto com vontade me deixando ainda mais tarada. Gozei como nunca havia gozado com outro macho.rnLogo ele me colocou de 4 no sofá e passou a me foder como se fosse uma égua e ele um garanhão.rnOs tapas fortes agora eram na minha bunda me fazendo rebolar gemendo alto de prazer.rnFoi então que me dei conta que minha filha estava ao nosso lado sorrindo toda safada dizendo:rn-isso...Matheus...fode a mamãe...com esse pauzão...mete com vontade nessa puta tarada...mamãe vc é muito puta...dando pro teu genro...sua vadia!rnNem me importei e rebolava e gemia toda tesuda dizendo:rn-me come...seu safado pauzudo...isso...assim...arregaça minha buceta...ahhh...quero gozar muito...rnLogo percebi que a coisa ficou mais excitante ainda pois ao olhar pra trás vi que meu genro tirava o pau da minha buceta e socava na boca da minha filhinha puta dizendo todo macho:rn-chupa sua vagabunda...isso...sinta o gosto da buceta que vc saiu...sua vadia...assim...isso...pega meu pau...enfia na buceta da tua mãe...ahhh...que delicia...mãe filha putas safadadas....ahhhh...rnNão demorou nada pra trocarmos de lugar e minha filha ficava de 4 no sofá sendo fodida pelo marido e ele tirava o pau da bucetinha dela e me fazia chupá-lo.rnEu estava adorando aquela loucura que estava acontecendo. Já tinha perdido as contas de quantos orgasmo eu tinha tido, mas eu queria mais e mais...rnMeu genro era um sádico e batia em nassas caras e nas nossas bundas.rnÉramos duas masoquistas apanhando daquele macho pauzudo.rnAquele pau enorme e grosso entrava e saia com força de dentro das nossas bucetas nos fazendo gozar copiosamente. O safado então nos colocou ajoelhadas entre suas coxas e nos fez chupar aquele pauzão até gozar porra fervente entre nossos lábios. Nossas bocas sedentas deslizavam uma de cada lado daquela pica majestosa. A porra foi engolida por nos duas em partes quase iguais. Duas vadias chupando e lambendo porra daquele macho dominante.rnVoltamos para o banho e saímos pra almoçar em um restaurante como se nada demais tivesse acontecido. Minha filha logo me confidenciou que tudo tinha acontecido porque ela queria e meu genro quando me viu ficou louco de tesão pra comer a sogra. Eles tinham um relacionamente aberto e participavam de orgias em clubes de swing. rnDurante aqueles 19 dias de férias no meu AP todo dia tinha sexo selvagem e intenso.rnMeu genro era um macho que sabia como satisfazer putas insaciáveis como eu e minha filha.rnFoi bom demais...mas depois eu conto pra vcs minhas novas aventuras. rnrnrn==OTC [email protected] ==================================rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu sogro me comeu feito puta e chingada de vadiafotos e vidio e contos eroticos estava sucegado em casa quando minha irmã começou a me procarconto e relato comendo o c****** da cunhadaMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .conto erotico de pinto pequenoirma tarada ensaboando o irmao no banhoconto comi gostoso bocetao da monha maeenfiando a escova de lavar banheira todina na buvetavi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticoscontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosacontos abusado pelo tiocontos de sexo no bus primeira vezmulherbrasileira conversando putaria contoscumi a minha namorada chamada juliaamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticocontos eróticos comi minha amiga skatistaconto meu marido acha que sou santa mais ja dei o cuhumberto de pau durocontos eróticos de coroas em Juiz de ForaContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paiorgia com velhas contos eróticosminha mae me ensinou a ser putinha/contosscontos erticos/meus doi primos revesaran em minsoquei na enteadacontos eroticos o bicho do tiocontos noiva no churrascocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico real na cidade de campinas esposa e estuprada na frente do maridocontos eroticos comi toda a familiatezões hentaicontos eroticos arrombando a gordacontos eroticoc de senhoras casada se vingando dando o cu pra negoesconto esposa se transforma na casa de swingmenininha conto eroticoContos pirralha inocentefogosá taradaDaniele comi pra cacetecasada pelada em lugares movimentados contosZoofila comi a mãe de meu amigovoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos com sobrinhamulher pois o marido a xupae o travestecontos eróticos de pequenininhos dando para grandõesporno conto relava aquele peito em mimContos eroticos como perdi meu cabaço com meu vizinhofui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhoAtraido pela garotinha contos eroticoscontos eu chupei uma pica na gabinecomeu familia toda conto eroticoMe chamo jaqeline e dei pra um cavalo no citio casa dos contos contos eroticos arrombando a gordaConto erotico vizinha bobinhaconto novinha amigos do papaiarregaçando conto heteroconto erótico corno babacacontos eroticos arrombando a gordaconto amigos casados batendo punhetacontos eróticos excursaocontos eróticos fazer oque a sogra me deu a bundapai corno contoscorno esposa dedo no cu conto erotico crossdresserfodida no onibus por coroa contosnamorada chupando a b***** da namorada tá ficando Cala a boca delebucetinha virgem bem pequenininho viscosacontos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacaracontos eroticos coroa abusadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos flagrou namorada3amigo chupa paus amigoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos transei com meu melhor amigocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentejaponesas babys fazendo zoofilacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos garotinha pequenacontos eroticos sexy romantico e gostosocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sofrendo na piconaela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elecaralho anaconda destruindo cuimagens/do chaves efiando o/pau nu cu da chiquinhaengravidou a minha namorada contos eróticosescanxa na picameu marido chamo o garçom do motel pra me fuder