Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SALGADINHA E LEVEMENTE PICANTE

É tão gostoso imaginar você em mim, sabia?rnNão sei se teria a coragem de lhe produzir dores fortes como tanto deseja... Mas dores gostosas de sentir entre as pernas é tudo de bom!rnAbraçar-te loucamente ao lhe ver. Sentir seu corpo quente junto ao meu. Cheirar seus cabelos macios e sedosos. Beijar-lhe no pescoço, orelhas e ir devagarzinho até sua boca de lábios macios e molhados.rnEsfregarmos os lábios sentindo nossa respiração acelerando. Nossas línguas se enfrentando em beijos alucinantes de duas mulheres que se amam.rnDeslizarmos as mãos pelo corpo da outra e caminharmos agarradinhas até o ninho de amor e desejos ocultos.rnCabelos sendo ajeitados a todo instante entre beijos e carícias.rnMordê-la carinhosamente nos lábios da boca. Chupar sua língua. Pescoço. Orelhas.rnTirar suas blusas. Desabotoar seu jeans. Arrancar seus tamancos.rnDeitar agarrada a ti sobre meu leito de amor.rnSuas mãos levantando minha saia. Apertando minhas coxas macias. Meu bumbum carnudo. Nossos corpos arrepiados... E meus cabelos lhe pinicando na face!rn- Você é tão linda, sabia?rn- Aaaaai, querida... Você que é linda e saborosa demais!rnOlhos entreabertos e línguas molhadas se enfrentando em busca de amor e prazer.rnSentada sobre seu corpo deitado suas mãos tiram minha blusinha. Desabotoam meu sutiã. Seios pendurados na sua frente. Não deu outra!rnSou abocanhada nos seios de bicos duros. Meu coração acelera. Minha boca fica seca. Minha pele arrepia. Contrações nas entranhas me provocando dores gostosas no canal vaginal.rn- Aaaaaai, que delícia sua boca sugando carinhosamente meus biquinhos dos seios, amor!rn- Adoro chupar seus peitos, querida!rnTiro seu sutiã e aperto seus seios. Macios. Gostosos. Abocanho-os também!rnCorpos quentes agarrados entre suspiros de amor de uma para a outra.rnSua perna me aperta na vagina. Arrepio-me inteira! Faço o mesmo em ti.rnJuras de desejos de uma para a outra.rn- Você é tão gostosa, sabia?rn- Você quem é, querida!rnRolamos abraçadas e você fica sobre mim. Beijamos e nos apertamos.rnSuas mãos deslizam pelo meu corpo e abaixa a calcinha umedecida. Dedilham minha vulva. Esfrega a calcinha sobre meu sexo. Fico looouca por ti, querida!rnAbocanho seus seios. Beijo-lhe no pescoço e na boca. Língua com língua!rnArranco lingerie e aliso seu bumbum frio, carnudo e macio.rnVira-se na cama e oferece o bumbum para meu deleite. Meia nove!rnCheirosa... Empina o bumbum! Apoiada em meu travesseiro abro as bandas da sua bunda e inspiro em seus orifícios de prazer. O cheiro invade meu nariz e me deixa doooida pra lambê-la. Passo a língua no buraquinho e na vagina molhada. Sua língua dentro de mim me produz tesão demais.rnGememos nos lambendo e chupando o sexo uma da outra! Gostosa!rnMeus dedos entre suas pernas abrem seu sexo. Enfio a língua em ti. Hiper molhada está!rnEnfio a língua. Esfrego lábios da boca nos seus lábios duros da vagina. Balanço seu clitáris durinho para lá e para cá. Você rebola gemendo na minha boca sedenta do seu gozo de mulher. Seios me apertando na barriga. Suas coxas macias sobre mim. Sua língua na minha xana e dedos me agitando o grelo e cutucando meu rabo fazem-me estremecer!rnSeu sabor me alucina de prazer na minha cama macia e grande. Salgadinha... Levemente picante! Saboreio seu gozo na minha boca, querida! Enquanto também explodo de prazer frente suas carícias no meu sexo apertado. Contrações fortes nas minhas entranhas provocam gemidos, dores gostosas de sentir e despejo líquidos de gozo na sua boca. Meu rosto queima... Corpo também! Abocanhada na sua vagina tenho orgasmo maravilhoso... Sentindo o seu em mim!rnFicamos quietinhas sentindo o momento pleno.rnVoltamos a nos explorar no ninho.rnPasso lubrificante no seu bumbum e enfio dedos. Você contrai o buraquinho... Depois relaxa gemendo manhosamente! Meus dedos indicadores abrem as paredes do seu buraquinho de fazer cocô. Passo mais lubrificante. Enfio dedos novamente enquanto volto a abocanhar sua vagina molhada. Meus dedos indicadores abrem mais seu bumbum lhe provocando dores gostosas de sentir no ânus enquanto seu grelinho rende-se a minha língua. Dedos deslizando pelo meu canal vaginal me deixam, ainda mais, excitada.rn- Que cuzinho gostoso, querida! Apertado... Quente... Que buceta gostosa de chupar!rn- Aaaaaaaaai, que gostoso seus dedos me abrindo o bumbum... Isso... Isso, amor... Enfia no meu cu e chupa minha xana... Adoro sentir dores gostosas de sentir... Me fode bem gostoso... Assim... Vai... Mais!rnNão deu outra... Gozei na sua boca novamente sentindo o cheiro do seu cu e o sabor da sua vagina. Gostosa! Sua buceta também escorre prazer. Chupo seu gozo de mulher! Tiro carinhosamente dedos do seu rabo guloooso.rnSentimos nossos clitáris tremelicando apás gozo. Excitadas. Gostosas. Ficamos abraçadas em meia nove. Sentimos o cheiro da outra... O sabor do pecado!rnPessoal, por hoje é sá! Fique em paz e obrigado pela leitura. Beijos.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos: prima comprometidacontos eróticos mulher vai ate afazenda trepar com capatazcontos eróticos curtos de gay dando pro cachorrãocontos erótico de pessoas que vão pela primeira vez em praia de nudismocontos eroticos me ferrei no chat tive de dar a forçacontos de sexo depilei minha bucetaContos eroticos9aninhossou uma safada/contoscontoseróticos/negropauzudoConto de sexo com animalwww.dei a buceta com dez anos contoconto erotico meu sogro de 60 anoscontos minha enteada minha amanteconto erotico: fui vendida no mercado de escravas sexuaiscontos eroticos arrombando a gordaConto erotico meu cachorro taradoContos implando porra na bocaamiga da minha vo conto eroticosofrendo no boquete contos eroticosmeu cuzinho desvirginadocontos eroticos arrombando a gordaComi cu claraminha namorada ficando com.outro contovem putinha vou te esfolar vadiazinha contowww contos eroticos de incestos como minha mae e minha irmacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos brecheieu estava raspada contos de esposa acanhadahomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarcontos eroticos arrombando a gordavideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadameu marido me obrigou a fazer doggingConto Chupei a buceta da virgemcontos sexo minhas duas tias me espiando meu pausaoconto mulher casada rabuda dei pedreiroSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticocontos eróticos corno ...eu gritava que estava no período fértil...mulher toda gostosa se esfregando em salao de forromeu subrinho enfiou o dedo no meu cu contoconto nao queria mais dar mas o negaocomeuContos eroticos gay funkeirobuceta Detinhacontos.de.velha.crente.taradaeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto lesb velhas fucontos vizinha feiaconto porno todos abusaram de mimver contos eroticos dando o cu no onibuscrente velha chantageada contos eróticos marido fas esposa virar puta e comer bota contos eroticosfrutaporno adoro as calcinha da minha maeZoofilia homens iniciando contosvoyeur de esposa conto eroticomoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosconto erotico o cheiro da minha tiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticos/maeiniciandofilhatomates conto heterocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosmeu irmão me convenceu contosela queria dar uma dançadinha no quartoContos.eroticos..de.incesto.no.dia.decasarTitio me prostituiu pos amigos contos eroticosconto putinha titio espresarios velhoscontos de coroa com novinhoarombei o cu da mulher do meu amigo contos eroticos pornofragrância zoofilia caseiro conto real tia se masturbando soContos com cadelascontos eroticos arrombando a gordacontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulhercontos tia pede laber sua xereca