Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SIMPLESMENTE KAREN

Vou conta pra vcs quando comi a Karen.rnBaixinha, corpinho mgnon, peitinhos grandes, arrebitados.rnDe Tocantis. Chegou ao RJ, morando sozinha, e perto do trabalho.rnComo era nova colava nos colegas pra almocar fds tudo.rnQueria descobrir o Rio, ...rnE foi se enturmando, cinema. Ate um dia que fui na casa dela. Bem ela sucumbiu aos meus encantos, eu aos dela, tinha muitos.rnO sexo foi forte, suado.rnDai eu comecei a prepara-la ia querer vela comida pelos meus amigos e minhas garotas.rnNao demorou muito. Um dia na minha casa, ela estranhou eu cumprimentar as garotas com selinho, umas outras com um beijo mais quente. O ambiente tava cheirando a sexo. Ela sentiu isso. So demorou a perceber que aquele encontro era por causa dela.rnA mulherada ansiosa pra comecar a noite e mergulhar naqueles mamilos e a rapaziada querendo sorve-la o liquen.rnA noite seria doce, ali tambem estavam umas garotas pela primeira vez, no final nao tinham mais vinte cabecas e maior parte mulher.rnIamos comecar o sabado nus uns por cima dos outros e a Karen iniciada na orgia no bacanal na surubarnDe fato nunca mais foi a mesma. Quem tem o celular dela, liga pra ela marca e ta la ela em todos os melhores swings.rnE virou especialista em iniciar casais nesse mundo.rnBem mas voltemos ao inicio. A iniciativa nao foi minha, um cara ja olhava ela. E ela ainda estava presa a ilusoria fidelidade a mim, presa a nossa primeira noite. Tinha que mostra-la a que vim para vida dela.rnProvoquei ela fiz ela ver quando guiei duas cabecas de meninas ao beijo mutuo. Houve extase geral. Era o sinal. Murmurei no ouvido do cara que a comia com os olhos, Sua vez! rnNao titubeou enquanto ela se surpreendia com aquela cena das garotas, ele ja estava atras dela com as maos em seus ombros, aquele choque de temperatura de corpos foi tambem o interruptor que a ligou a parte animal, mas ainda estava muito timida. Eu precisava liberta-la.rnVi um cara que ao inves de entrar no espirito sexy da coisa contentava se a se bulinar por baixo das calcas. Eu nao queria aquilo. Por tras sensualmente pra ela ver e ativar o resto, entrei com as minhas maos por dentro daquela calca.rnAquele membro era meu, e ia libertando o para o mundo exterior, por fim o cara estava com calca arriada e o pau a mostra.rnMas eu queria aticar. Ele recuava por que pego de surpresa, de certo ele queria uma mao feminina ali no meu lugar, mas algumas meninas ainda inclusive Karen ainda nao tinha se rendido.rnNo que ia recuando na verdade ele ia se encostando ate cair em uma poltrona.rnFoi a deixa ele caiu sentado em cima de mim. E um mais esperto, foi la e abocanhou aquela vara. Pronto as mulheres que se beijavam pararam pra ver aquela cena.rnKaren agora resistia ao cara que tentava desnuda-la. Fui em sua direcao precisava ajudar o cara a come-la.rnCheguei e ela se aliviava com a minha proximidade quando me viu ajudar o cara a desnuda-la.rnMas tambem tinha a visao que a entretia daqueles dois caras se chupando e as garotas agora chupando a esposa de um cara que estava no recinto.rnTanta coisa acontecendo que nao deu pra da conta, ja estava so de calcinha e sutian.rnVia se ali que daquele momento em diante decidiu nao resistir. Beijou o cara. Pronto! fui atras de extender a festa, queria ver um outro cara pra ela queria dividi-la ali com os caras que estavam ali. rnBem tirar gemidos tremedeira e espasmos de uma garota em orgasmo e simplesmente gozante.rnVer que Karen nao dava conta dos sucessivos orgasmos, era simplesmente demais.rnMas queria mais. Eu sabia que seria ali a primeira vez que seria chupada por uma garota. Escolhi uma indiazinha pra fazer o trabalho.rnEnquanto isso eu providenciava pra ela beber leitinho. E bebeu muito.rnBem eu sinceramente la pelas tantas fiquei tao interessada na indiazinha que esqueci a Karen e quando fui reencontra-la ela estava atracada com tres lindas meninas.rnMas o que foi divino foi a hora que ela que me guiou a piroca daquele cara que tinha desnudado no inicio e disse beba e a tua vez, agora era eu cercado de tres caras na minha boca chupando aquelas varas grossas nervosas uma maior que a outra sorvendo ate sair o primeiro filete e para deleite da mulherada bebendo bebi tudinho nao antes de colocar um pouco dentro do buraquinho dela e da indiazinha. Acabou?! nao foi assim ate umas quatro de sabado ao acordarmos fomos todos tomar banho, alguns na piscina, outros na suite, no banheiro de empregada, etcrnE pedimos comida, preparava-nos pra continuar mas tivemos que procurar um lugar mais amplo melhor que o meu ape. E colocar mais gente. Liga daqui lida dali achamos uma casa em Teresopolis. Marcamos todos a noite la. E continuamos o nosso sexo, mas deixa pra uma outra vez.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordavendo a cunhada depilando a buceta contosf****** a b******** da minha enteada Camila e ela Gozou muito no meu paucomtos.eroticos.com.novinhos.pica.de.cavalocontos eroticos surpreendeu a esposaplanta sexo chupa seio gozozoofikia contis eriticos homem aosixonado pela eguafazendo a farra no cu da esposa em casa contopegado carona um casal com camionero contos eroticocontos esposa loira recatadapoeno cenas namoado apwrtando mordendo e chupando teta da namorada pra formar bicocomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestosvai me arrombarcontos sexo meu marido rebolou na pistolacontos cuidando da minha irma casadaContos lambendo cu cagadovideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhaPai filha chuva dourada contos euroticosContos bucetuda na praiaadoro usar as calcinhas da minha esposacantos eroticos dando meu cuzao para meu filhocontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimmulheres gosta de abri todo bucetaofui arombada marido adoroucontos minha esposa ainda resisteconto erotico viado novinho escravizado por coroa malvadocontostesudosCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidorelatos eróticos loira adora dar cu pro cavaloContos eróticos de rabudas casadascontos eróticos sobre sobrinhabucetudaconto comeu a namorada e a sogracontos veridicos de incesto punhetando o papai iniciandocontos eróticos putas da ruacontos eroticos arrombando a gordaporno coroa 56anos ruiva feiaa foder a policial na rua contoscontos não resisti ao cacetaoxoxota as infinitasesposa de langeryAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...contos eroticos casada estuprada na frente do maridocontos erotico praia cornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteboquete no casado contoConto de sexo com animalcontos eroticos chupei meu cunhado embaixo da mesa perto da minha familiagostosa pau e a bomba para encher o tanque bundacontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepelado com uma travesti contos eróticosdei para um negão desconhecidoestórias eróticas abusivasconto erotico gay: arrombado por um japonestransei com uma garotinha de 11aninhosesposa depilando no banho contosconto troquei de papel com a minha mulhercuzinho melado de manteigacontos coroa 58 anos pau grossoconto erotico meu pai se casou com uma travestimulher cagou durante o anal numa festa contos eróticosconto erotico chorei na pica grossacontos casada pegando carona no caminhaocontos eroticos feminino cunhadocontos eróticos mãe e filhaconto erotico viado novinho escravizado por coroa malvadocontos eróticos comendo a cunhada gostosa em uma festa de fim de ano com família toda reunidaContos safados pirocaoconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroux video pertelhoscontos eroticos dei para meu sobrinho e os amigos dele