Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A VETERINARIA ESNOBE!

Esse conto que lhes escrevo ocorreu tem uns meses, um belo dia meu cachorro adoeceu e tive de leva-lo ao veterinário, quando a conheci, seu nome Debora, baixinha cabelos castanhos com luzes, bunda grande e pouco peito, nada demais, mas com um ar de esnobe, consultou meu cachorro sem maior atenção, até uma certa ma vontade, qdo comecei a tentar puxar papo, perguntie se ela atendia apenas animais de pequeno porte, ela riu sem graça e sem responder apenas pediu que saísse pois havia terminado a consulta. Dias depois estou no mercado, eis que a veja entrando no corredor central, não tive duvidas fui até ela, ela nem se lembrava de mim, com seu ar esnobe apenas disse oi e continuou suas compras, comprei o que precisava e fiquei esperando na saída do mercado, ela veio descendo a esteira toda esnobe empinando o rabo gostosa que ela, no estacionamento tem uma lanchonete, a cerquei enfrente a mesma, convidei pra tomar um suco, ela recusou e ainda me xingou pedindo que a parasse de seguir, não me dei por satisfeito, a segui até o carro, nessa hora passava um segurança, disse que se ela fizesse algo seria bem pior para ela, ela nada fez, tomei as chaves de sua mae jogando as coisas no porta malas, ela tentou resmungar, mandei que cala-se a boca e entrasse no carro, ao entrar do lado do passageiro já começou a chorar dizendo que levasse o carro e o dinheiro mas deixasse ela ir, saímos e fui até um motel que tem práximo, motel precário, pedi um quarto entramos, ela chorando, mandei que sentasse e cala-se a boca, abri o zíper e a mandei chupar, ela começou a gritar pedindo que não fizesse isso, tomou um tapa na cara que ficou marcado os 5 dedos, ela comçou a chupar e tentar morder, disse que se machucasse seria pior a ela, tomou outro tapa no rosto, nisso peguei um lençol e a amarrei com as mãos pra cima, e tirei toda sua roupa como deu, vi que usava uma calcinha grande, dessas com desenhos, comecei a rir perguntando se ela ainda era tao nova ou se era tao velha pra usar esse tipo de lingerie, tirei a calcinha e enfiei na sua boca, comecei a acariciar seu corpo, ela se arrepiou, tentou se soltar, qdo dei um tapa nos seios, e apertei os mamilos, ela tentou gritar e chorar novamente, nisso já estava enfiando 2 dedos no cuzinho que estava seco, entrou forçando, ela chorava ainda mais, enfiava e tirava num ritmo frenético, ela começou a aparentar estar gostando, quando fui até sua bucetinha vi que eta molhada, que ela tinha gozado, chamei de vagabunda, bisteca, que ela estava chorando, mas não deixava de gozar, tirei a calcinha de sua boca enfiando meu pau ateh sua garganta até senti-la engasgando, tirava e enfiava não deixando nem que tomasse ar, ela começou a chupar com gosto e vontade, feito uma biscatinha no cio, chupava até as bolas, enqto chupava comecei a masturba-la ordenando que não gozasse seria iria ser punida, ela apenas assentiu com a cabeça, disse que tb não me fizesse gozar tb, a viria de costas e sem pensar enfiei meu pau em seu cuzinho, ela urrava de dor e prazer, gozou umas 3 vezes, apanhou por isso. A cada estocada do meu pau ela empinava ainda mais o rabo, nesse vai e vem, tirei e enfiei em sua bucetinha peluda que estava toda babada de tesao e gozo, metemos por uns 5 minutos até que tirei e a fiz me chupar novamente, ela não quis dizendo que não o fazia depois que transava, tomou outro tapa no rosto e voltou a chupar sentindo náuseas, devido ao cheiro, disse quem manda ser uma vagabunda porca, da práxima vez se cuida, disse que iria gozar que ela não deveria deixar cair uma gotinha que fosse, ela obedeceu e chupou com toda vontade.rnrnA mandei que tomasse um bom banho que teria uma segunda rodada de foda, ela apenas sorriu...rnrnrnBom essa segunda parte fica pro práximo conto.rnrnrnSe vc também qr virar minha escrava sexual, me escreva meu email é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos meu comedor de cuconto erotico bolinada na infanciaconto erotico seduzindo irmaocoroa se***** cagou no pau de Natáliacontos erotico patricinha debaixo do edredomdei parA aluno novinho conto eroticocontoseroticoscuarrombadomeu grelo est louco de tesaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de sexo depilei minha bucetacontos de incesto minha filha sendo comidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de coroa com novinhocontos eroticos abusada levando tapacontos sexo minha mulher sua patroacontos eroticos punheta no.onibuscontos apanhando do tutorcontos chupei minha namorada a forçarelatos eroticos de casais trocando e os homens se alisandocontos esposa branquinhacontos dona florinda chaves pau durocontos esposa loira recatadamulhe sora no pau fudedocontos erotico tia estrupa o amigo do sobrinhonovinha teen transando na cam de bruços com namoradocontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenacontos eroticos fodida pelo deficientemulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarinaContos meu prefeito me comeu com fotosvideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiarelato esposa safada na fazendaporno chupei o peito e bucheta da minha cunhada ate ela cedertirei o c******** da minha enteada Camilaminha irma envagelica encestocontos eroticos transei com minha prima sem camizinha virgemcontos eróticos gravou tia dando pra doischupo por dinheiro contosnovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixofui iniciado conto realcontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negrosconto mae gostosa de biquinepeladas e toda cheia de manteigacontos de mulheres ninfomaniaca por sexoTransei com minha quando agente brincavaMae com a mao quebrada conto incestoConto erótico qual é a cadela mais receptivacontos gays papaizinhocontos eroticos comi o cuzinho da minha colega de trabalho no estoque realminhas sobrinhas conto eroticocontos eroticos meu cunhado de cuecacontos sado lesbico de incestoArrombaram minha namoradaconto erotico esposa estupradaNovinha sou chupadora da escola contoseroticosconto erotico viadinho dei meo fu virgecontos gay me depilando e pego no flagracontos eróticos comi minha vizinhapadrastocontoeroticoo cu engoliu o pau muito grande contosConto porno com escravo bem dotadoconto erótico aninhosAcordei com o cuzinho cheio de porra contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos minha baba gostosa perdendo minha virgindadedescubri q ela tinha um amante e chantagiei contoscontos bato punhetacontos meu primeiro crossdressingconto fudi minha sobrinha de onze nos gostosacontos eróticos eu e minha mãe na praiacontos porno casadas o negrinho safadocolo do velho. contoconto gay tirei o atraso do meu primocavalogozou forte na boceta da safadacontos flagrando a mãe cavalona traindo o pai contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico arrombei o travesti do baile funk