Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOLINADA NO BAILE DE CARNAVAL

Meu nome é Luiza, sou negra, olhos castanhos claros, tenho 1,74 de Altura, e 78 Kgs, seios fartos, bunda grande e coxa grossa, tenho 36 anos e este ano fui passar o Carnaval Porto Seguro, Bahia, no sábado de carnaval estava um sol forte, passei o dia inteiro na praia, que estava cheia, fiz muitas amizades na praia, inclusive com os donos de um Restaurante beira-mar, eram dois coroas que tinham por volta de 55, 58 anos cada um,que me convidaram para ir até um baile de salão em um municipio vizinho.rnMe disseram que eu ia adorar a banda de marchinhas de carnaval.rnFui pra casa tomei um banho dormi um pouco, acordei por volta das 22:00 Hs, me arrumei, liguei pra eles me pegarem as 23:30 hs, me vesti com uma regata branca e um shortinhos de lycra bem curto, marcando bem ´minha buceta, uma sandália rasteira, buzinaram quando estava terminando de me maquiar, assim que desci no saguão da pousada, me comeram com os olhos, fingi não ver, assim que entrei no carro o que estava dirigindo me disse que ainda bem que eu estava sem sutiã, pq lá era muito calor e me deu uma risadinha.rnChegamos e o lugar estava muito cheio, uma fila enorme, mas como eram conhecidos dos organizadores, entramos direto, o salão muito cheio e quente, pedi uma dose de caipirinha pra relaxar, e comecei a contar as marchinhas e dançar, comecei logo a transpirar e a camiseta a ficar transparente com os bicos de meus seios em evidência, fui muito encoxada, por muitos homens, alguns aproveitavam e passavam as mãos nos meus seios, a cada encoxada minha buceta piscava e melava, peguei uma garrafinha de água mineral que estava na mesa ao lado e joguei na camiseta, como ficou transparente de vez, alguns homens foram se aglomerando ao meu redor, se revesavam para me encoxar e cada vez eu sentia mais os paus extremamente duros e latejando passando pelo meu rabo, eu dançando até que dois fizeram um sandwiche comigo, um me encoxando na frente e outro atraz, nesse momento eles passavam a mão na minha buceta por cima do shorts, derrepente o homem de traz prendeu meus braços pra traz e me segurou forte, e disse:rnCalma amorzinho vc vai gostar... o homem da frente rapidamente subiu minha camiseta molhada deixando meus peitos á mostra total, assim que comecei a forçar pra me soltar, o homem de traz segurou forte e o da frente mamava meus peitos feito louco, jogava cerveja e mamava, fui ficando cada vez mais tesuda, aquela cerveja gelada e aquele homem mamando devagar e gostoso, parei de forçar pra me soltar, mesmo assim o homem me segurava forte, enquanto esse jogava cerveja e mamava, aglomerou outros homens ao redor, que também ia se revesando nos meus peitos, as vezes um sá nos dois, as vezes um mamando de cada lado, foi quando o que me segurava disse :rnDesce o shorts da puta, foram me empurrando estrategicamente pra um lugar mais escuro do salão de se aglomeraram para esconder o que estava acontecendo no centro da roda e desceram o shorts até meu joelho, quando viram minha buceta lizinha e raspada enlouqueceram, abriram bem minha buceta lizinha ora mamavam meu grelo, ora bolinavam com o dedo, saia um, vinha outro, nos peitos e na buceta, nesssa hora eu ja estava com a perna totalmente aberta e mole, gemendo muito, homem que me segurava dizia: Isso vadia,geme mais, goza gostoso, assim que eu gosto, de segurar e oferecer uma vadia pros outros, depois que gozar bem vamos pra outro lugar que tem alguém te esperando, estão te observando do camarote, gozei diversas vezes, alguns homens ja estava com o pau pra fora se punhetando, mas ficou sá nisso, me largaram e se desperçaram, o homem que me segurava finalmente me soltou e disse: Se arruma vagabunda que vamos subir, rapidamente desci minha camiseta, subi meu shorts e fui na frente e ele atraz subindo as escadas pro camarote, chegando lá estavam os dos donos do restaurante e um terceiro homem com o pau pra fora sentado no sofá, também coroa, era um dos organizadores, tiraram minha camiseta e shorts, um dos donos no Restaurante começou a mamar meus peitos, o coroa que tava com o pau pra fora sentado no sofá me chamou e disse: Senta aqui no meu pau querida... era uma rola grande e grossa, ia me sentando de frente, quando ele disse: Não vadia sente-se de costas pra mim com a buceta virada pra eles, pra que eles também se divirtam... assim que sentei naquela rola os outros dois vieram, ora me mamavam, ora fazia eu mamar a rola deles, ora bolinavam meu grelo, que estava grande e duro, um deles as vezes estapiava minha buceta e dizia: Grelão né Osvaldo? O homem ja estava quase gozando quando um deles me levantou, me pos de quatro no sofá e fodia forte minha buceta, gozei demais no pau dele, eu gemia muito com a rola do outro que estava sentado a minha frente a boca, os três me fuderam muito, no camarote havia um banheiro com chuveiro, tomei uma ducha coloquei um vestidinho tomara que caia que me arrumaram, sem calcinha por baixo e curi o resto da madrugada dom eles no camarote. Fui pra casa dormi muito, acordei e fui pra praia, encontrei com eles, perguntaram se eu gostei porque ia rolar mais baile a noite de domingo também, conclusão foi um dos carnavais mais tesudos que ja tive. Beijo a todos.rnTodaLizinharn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto enfiei a cueca no cucontos eroticos dupla penetraçãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico arrombei o travesti do baile funkContos atuais de esposas que engravidam de outro machover contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadomadre superiora e felino no banheiro e mete nela de sexovidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhacontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhoencoxei e dedei minha sobrinhacontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhocontos eroticos de prima chupando sacocontos eroticos comeram minha mulher e minha filhaconto erotico viado casadocontos eroticos arrombando a gordaquero assistir uma mulher gritando e gemendo na cabeça da Chibata do pônei do cavalo pôneiver história de putaria entre famíliaconto humilhadamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticos"cabelo na perereca"contos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiConto minha filha so anda de fio dental em casazoofilia mulheres beijando e transando com cachorros contos eróticosempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoCercada por varios contos eroticoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosmorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciacontos apanhando do tutorestupro de casada porno relatoconto erodico a familia na praia de nudismocontos minha cadela virgemcontos de sexo com velhos babõescontos eróticos no elevadorcontos gay me depilando e pego no flagracontos fui criada na pica do vizinhocontos irma nuapornô grátis boa f***.com só contos preta peituda transando com genroconto erotico esposa sozinhacontos eroticos entre garotinhas novinhasconto trepada forteContos eroticos de mae e filhoscontos eroticos novinha de 12an chantageadacontos verídicas de sexo em montes claroscontos eroticos estuprado na frente da mulhersexo oline depiladora não aguentaou ver o cliente de pau duro e caiu de boca"relatos eroticos" massage cunadapeito bicodu sexconto erotico com camionistacontos meu marido da pica pequenacuzinho de entiada contos veridicocontos eroticos escravizou minha namoradaafeminados de praia grande contatosminha filha com calcinha fio dental ve contosconto esposa chefesencoxei e dedei minha sobrinhameu marido me flagrou fodendo contosContos eroticos da esposa safada com o marido deficientecontos eroticos gay femeaContos eróticos meu tio meConto de cadelinha depósito de porra dos machos no bardesvirginando irmazinha pequenapó RNdoidoMarília do saborear de calcinha fio-dentalcontos eroticos familiatravesti jhuly hillsimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparentetrepando pau sua p*** prepara para o sábadoconto sexo uma família especial Minha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticoConto erotc gay e um abobinhacontos submissa crentefiz sexo pra passar de semestre contos