Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENTRE CASADOS II

Pra quem queria algo apenas casual e sem compromisso,ele mudou muito de idéia, 2707 quando acordei e fui dar uma olhada no meu celular,tinha 8 chamadas dele,e uma msg dizendo sobre um possível futebol...é assim que marcamos encontro,sai pra ir a padaria e quando ia ligar pra ele,recebi uma ligação dele,me chamando pra ir até a casa dele,pois a mulher tinha idornrnpra casa da mãe,e sá ia busca la no domingo a tarde...achei estranho ir na casa dele,mas apás o almoço dei uma desculpa e fui até lá.rn rnEstranho sentir aquele tipo de abraço,um homem passando a mão na minha bunda,me tratando como se eu fosse uma mulher,confesso que logo passei da estranhesa para o tesão...ele gosta que eu tire a roupa dele,de cueca pedi pra ele sentar se no sofá...o pau latejava debaixo da cueca,ele não aguentou e tirou tudo e puxou minha cabeça na direção do pau,naquele diarnrnparticularmente,queria lamber o saco dele,colocar as bolas na minha boca o máximo que eu aguentasse...ele vibrou com isso e gemia muito gostoso,me chamando de putinha dele,e eu gostei de ouvir isso...fiquei lambendo o saco e mamando no pau enquanto ele quiz,e ele quiz muito.rnrnAté que se levantou e me levou para o quarto dele,novamente achei estranho,deitar na cama dele...achei desnecessário,mas enquanto tentava entender isso voltei a realidade quando senti a lingua dele,lambendo minha bunda,e me entreguei de vez quando lambeu meu cuzinho...que gostoso,tesão puro,me empurrou para a cama na posição de frente pra ele,e falou que ia meter em mim,igual mete na mulher dele,passou os braços por debaixo dos meus joelhos e mandou que eu colocasse em mim...peguei no pau dele que tava bem duro,e fiquei passando no meu cuzinho,quando ele sentia a entradinha tentava entrar com força,doia e eu o segurava,ele insistia em colocar,então pedi pra ir mais devagar,ele concordou,ai deixei o pau na direção certa...ele forçou devagar,mas não atendeu quando pedia pra parar,foi entrando direto,minha única saida foi por as mãos na virilha dele e segurar,e ficamos assim,ele tentando penetrar,e eu o segurando...ele pediu pra eu tirar as mãos,eu dizia que tava doendo,ele dizia que ia parar,e que era sá eu me acalmar...então veio me beijando,um beijo daqueles...ele sabe como fico quando me beija...aos poucos fui soltando a cintura dele,e senti quando ele veio todo pra dentro de mim,senti a virilha colada na minha bunda,podia passar a mão no saco dele,e sentia o´pau todo enfiado,apertava o pau dele e ele dizia,que gostosooooo,os movimentos de entra e sai começaram devagarinho,mas logo se apressaram,de repente poz meus calcanhares no ombro dele,e me socava com toda força,me afundava no colchão,felizmente tava com tesão demais e gozou logo...gemeu alto demais no meu ouvido,e me chamou de cachorrinho,nessas horas pode tudo...foi desmontando a posição e deitando atras de mim,de ladinho na cama,eu sentia o pau amolecendo la dentro,deixei ele ficar o tempo que quiz,até começar a tirar pra fora...apertei bem forte,pra tentar segurar,achei que ele não iria perceber,mas ele sorriu e disse,solta ele...rindo perguntei se tinha dado pra notar,ele disse que sim,e que quando o pau tivesse duro era pra eu fazer novamente...senti o pau saindo,e aliviando meu cuzinho,uma hora dessa ardendo muito,mas com uma sensação gostosa,tomei banho e ia me vestindo pra ir embora,quando ele perguntou o que estava fazendo,respondi que iria embora,ele disse: de jeito nenhum,sá quando eu deixar...achei engraçado,fui abraçado por tras,e levado pra cama,ele deitou sobre mim,e ficou beijando e mordendo minha nuca,minhas orelhas...até ir pra minha boca,acho que nunca tinha dado um beijo tão longo,ele quase arrancava minha lingua.E começou a passar a mão em meu saco,meu pau,nisso ficamos de lado,enquanto ele me masturbava...fui deslizando,deslizando,deslizando,até ficar deitado com a boca perto do pau dele,coloquei na boca e olhei pra ele,estava me olhando e disse,delicia delicia delicia,quero gozar na sua boca,igual aquele dia...sentir o pau endurecendo na boca é tudo de bom,no inicio dava pra colocar,mas dps de algum tempo ñ dava mais pra colocar todo na boca,mas ele forçava segurando minha cabeça.rnrnNão sei como algumas mulheres nos filmes conseguem engolir tudo,passar pela garganta parece ser impossível.Eu tentei engolir o máximo,mas ñ era suficiente pra ele,tinha que controlar as investidas dele,segurando com minhas mãos...até que se virou e ficou deitado na cama,pedindo pra que eu sentasse,fiquei com um pouco de vergonha e quiz sentar de costas pra ele...mas ele queria que eu ficasse de frente,aceitei mas fechei as cortinas pra deixar o quarto um pouco escuro...me ajeitei sobre ele e fui abaixando,abaixando até sentir a cabeça na entrada,fui ajeitando pra ele entrar e fui abrindo,abrindo e o pau entrando,aos poucos foi entrando,até que sumiu todo em mim,ele pegou na minha cintura e pediu pra que eu rebolasse,meio sem jeito,mas fiz,me puxou pra ele e começamos a beijar,foi minha hora de ir de encontro ao pau dele,ia e voltava,subindo e descendo,subindo e descendo...sai de cima do pau dele rapidamente,ele pediu pra eu voltar,mas quando me viu abocanhar a pica dele,até gemeu de prazer,mamei bem gostoso e sentei novamente,e fiquei brincando assim,subindo e descendo,subindo e descendo,devagarinho,devagarinho,forte, forte...quando bombei mais forte ele ficou cheio de tesão,e acabou me deitando na cama,e começou a me bombar com toda força,nossa...doia mas eu deixei,e como ele tinha já tinha gozado tava,me comia sem parar,e pedir calma pra ele parece que dava ainda mais tesão nele,o jeito foi aceitar a posição que eu estava,e curtir as estocadas que não paravam,ele até começou a transpirar...parou um pouco,e foi se levantando,achei que tinha esquecido,mas lembrou se,e pediu pra segurar o pau dele com meu anelzinho,ele tirou todo pra fora,levantou se e foi até o armário,pegou uma camisolinha da esposa dele e pediu pra eu vestir...fiquei meio sem jeito,de usar,mas com a insistência dele,acabei vestindo,mal coloquei fui colocado de bruços na cama,meio curta pra mim,minha bunda ficou exposta,e ele ficou batendo com o pau nela,não demorou já quiz enfiar novamente,mal encostou na entrada e foi entrando,eu deixei e ele entrou de uma vez,e foi logo bombando com força, ficou falando coisas no meu ouvido,perguntou se queria que ele gozasse na minha bunda,eu respondi que sim,que queria muito...gosta da minha porra,ele perguntou,ja sabendo minha resposta,comecei a pedir que ele gozasse,e enchesse meu rabinho,ele começou a gemer e eu pedia pra ele me dar leitinho...ai ele não resistiu,enfiou até o fundo,segurou lá dentro e senti o pau pulsando e esguichando,os primeiros jatos dá pra sentir o calor do gozo escorrendo,depois de gozar pediu pra que eu ficasse apertando o pau dele,foi tirando bem devagarinho,até deixa meu cuzinho aliviado...fui tirar a camisolinha,mas ele insistiu pra que eu continuasse com ela...dificil não atende lo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mamada gay contoConto erotico despedida de solteira da amiga rabudacontos sadomasoquista vendida pelo maridocomendo a família toda contos eroticosminha irma casada contosPau gostoso na xana na prima conto eróticosobrinho viadinho da titia tarada conto gayincesto contos da cunhadinhacontos eróticos com o genroconto tia gostosa de microcalcinhacontos comi a internadacontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojacontos porno me chupou dormindoA rainha que dava a bunda para os strapon contos eróticos com enteadamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticossogro engoxada no honibus condos erotigosaprendi dar o cu com meu genro contosconto peguei a coroa dona do cormeciocontos sacudo e casal safadocontos veridicos de japa com negao de pau giganteos pedreiros me estupraram contos eroticosajudei o bêbado e ele comeu meu cuzinhoconto erotico incesto sonifero filhaMinha mulher adora reparar na piroca dos machoscontos eróticosperdendo as pregas do cuzinhochegou em casa e irma tava pelada na casaminha cunhada casada estava sozinha na noite em casa contosmeu pai dotado comeu minha buceta rosa por eu dezobedecergeovana tira a calcinha e da a bucetacontos eroticos sou casada mais adoro dar a buceta para meu genro porque ele tem um pintao bem grandea menina e o cachorro de rua contos de zoofiliasocar pasta de dente na vagina aperta.contos de coroa com novinhocontos eróticos quentes minha namorada em dp reaisenfiando a.pica..comdificuldadeestoria porno a fantasia do meu marido e c cornoContos Eróticos AngolanoContos Eroticos Dando a Buceta Pro Meu Vizinho Brennopornô contos sobrinha se assusta com o pau mostro do tiocontos eróticos eposa e amigocontos irma fudendoConto erótico namorada mestiçacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemenina abrindo a buceta saindo gosoestuprada na frente do marido contos eroticoscontos eroticos a madrasta pretacontos erotivos mamar no pau infanviaconto erotico minha irma me fez de privada humanacomi minha cunhada, contosContos eroticos minha irman roqueirairmãos contos eroticosConto transa rabudasapata velha greluda e ninfetaNao aquento conto pornoComi minhas afilhadas parte 2contos etoticostres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhailevou a esposa inocente pro swing. na casa de um. amigo. contomuie pega a manguera do amigo do cornaoenrabada sem perceber contoshistorias de sexo de mulheres casadas que gosta de ver o marido emrrabadonovinhas de malhação se distrai e paga bucetinhasvideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos eróticos seduzindocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas analEstouraram meu cuzinho na viagem contosContos eróticos reais de Angolacontos comadres lesbicascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos com mulher vizinhaarrombando a enteada contoscontos eroticos me encostou na paredecontos de incesto de encoxada em onibusme depilei pro carnaval contoscontos erotico comi minha namorada sei camizinhacontos putinha caralhudo corno chupa