Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO UMA VIUVA FRESQUINHA

Oi, tenho 42 anos, solteiro, loiro, olhos verdes, e um corpo legal, foi ajudar um amigo, pois seu tio tinha acabado de falecer, e ele estava muito abatido. Vamos ao fato: Fomos a casa de seu tio, em Brasilia, como todos da familia estavam abalados, me prontifiquei a resolver o problema de velário e tal, fui pegar a documentação com a tia de meu amigo, quando ela chegou fiquei perplexo, uma mulher linda, 32 anos, morena, seios pequenos, pernas grossas, bumbum arrebitado, olhos pretos, estava com um vestido preto, que salientava todo o seu corpo, fui com ela resolver o funeral, enfim, depois de resolvido tudo, ela me agradeceu e pediu para que eu retornasse a sua casa depois para acertar as coisas comigo, pois eu tinha pago tudo. uma semana depois, fui até a casa dela (Regina), estava mais linda ainda, apesar do acontecido, cheguei e fui logo entrando, ela estava sozinha, pois não tinha filhos, e morava sá com o marido. Conversamos, resolvemos tudo e ela observou que eu não tirava os olhos do seu corpo, aliás, ela estava de calça jeans colada no corpo e com uma blusa branca de botões, a qual, dava para perceber seus seios, pois estava sem nada por baixo. Ela me ofereceu um café e me chamou para irmos até a cozinha enquanto preparava o café, ai ela abaixou para pegar o açucar que estava em um armário e pude perceber o seu traseiro que era lindo, e por minha surpresa ela olhou para trás e viu que eu estava olhando para sua bunda, e também percebeu que eu estava nervoso, ai, ela me disse que estava casada há oito anos e que seu marido viajava muito e quase não ficava em casa e por isso já estava acostumada a ficar sozinha, e logo fui me atrevendo mais, perguntei como ela linda daquele jeito iria fazer para viver, e logo me disse que seu marido ganhava bem e que não precisaria trabalhar, foi quando disse-lhe que qualquer coisa que precisasse poderia me procurar e foi a deixa, pois ela já vendo a minha intenção foi logo me servindo o café e abaixando para me entregar a xícara e dessa maneira deu para eu ver seu seios pequenininhos mais durinhos e ela vendo que eu não tirava os olhos também não se fez de rogada, ficou nesta posição um bom tempo, e logo pediu para que eu a esperasse pois queria tomar um banho, pois teria que sair, e me deixou na sala enquanto foi ao banheiro, eu como curioso sou, assim que ouvi o chuveiro ligado, fui até a porta do banheiro e fui observá-la no banho, que visão maravilhosa, vi sua bucetinha raspadinha e seu corpo maravilhoso, e ela se ensaboando, vi que ela começou a se masturbar e apertar o biquinho do seio e não aguentando tirei meu pau para fora e já comecei a me masturbar também, e em dado momento, não percebi que ela estava vindo em direção a porta e quando ela abriu a porta me pegou com o cacete na mão e sem mais nem menos, foi logo agachando e pegando meu cacete e colocando na boca e chupando-me com uma maetria danada, e também fui logo acariciando seu seios que estavam durinhos e a levantei e comecei a sugar seus peitinhos, e levei minha mão até a sua xaninha que estava toda raspadinha e agachei e lhe dei uma chupada colossal, e ela se contorcia toda, e fomos para o seu quarto e lá a coloquei de quatro e comecei a chupar sua xaninha enfiando minha lingua dentro dela e ela logo gozou e não satisfeito comecei a lamber seu cuzinho e enfiar minha lingua dentro dele, foi quando ela me deitou e me chupou maravilhamente, e não aguentando esporrei em sua boca. E ela me disse que queria ser chupada de novo e não fiz cerimonia fui logo sugando o seu clitores bem devagarzinho até ela começar a soltar gemidos e gritinhos e logo eu já estava com o cacete duro e ela pediu para que eu começe o seu rabinho e então deitei-a de costa para a cama e coloquei um travesseiro debaixo de sua bundinha e pedi para ela masturbar sua bucetinha e fui enfiando o cacete em seu rabinho bem devagar, e ela se tremia toda, e quanto mais eu enfiava ela gemia mais, e me pediu para começar a estocala pois disse que adorava dar o rabinho com força pois queria dar igual a uma puta e me pediu para bater em sua cara e falava palavras sem nexo, mas gozou umas duas vezes com meu cacete dentro de seu rabinho e eu não aguentando tirei o cacete do seu rabo e gozei na cara dela lambuzando ela todinha, depois dormimos umas duas horas e acordei com ela me chupando de novo, depois continuo...........

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos ele comeu toda a famíliae Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteihistorias eróticas menininha sapecacontos eroticos com pedreirosconto de sexo com casada com eletricistacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico maridos camaradaContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parácontos eróticos estupro de um cufui fudido no fliperama contos pornô contos eroticos de como meu amigo me comendocontos eróticos um casal transando na sala enquanto os pais tiram um cochiloConto d esposa magrinha e safadinhapapai me viciou a dar a bundinha desde de pequenacontos a mulher casada aiiiiiiiiiiii meu cuuu ai vou fala para meu maridoSiririca contosestrupada na escola contos eroticoscontos erotico incesto com minha familia todacontos eróticos me estruparao por ser orientalvideo come meu cu e me batepor favorcontos fiz o cuzinho da mamãeeu curto cunhado faz chantagem para comer a cunhada casadaesposa e filha dando cu pra um mendigo/conto eroticoContos erotico fudendo dentro doconto gay macho arrogantecontos escravizada por chantagensconto porno todos abusaram de mimpapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delcache:LLg3rwatgfAJ:https://okinawa-ufa.ru/m/conto_26618_minha-transa-na-festa-com-um-menino-mais-novo.html com a spgra e a esposa nudismoFazendo uma suruba coma sogra e o sogro contoscontos eroticos filha novinha da empregadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMe chamo jaqeline e dei pra um cavalo no citio casa dos contos contos de insesto fatos.comreaisaquele pau era quase o dobro do de meu maridoconto: enrabado e mamando outroxvedeo foi brincar com a prima efreguei pau nelacontos comi a internadacontos eróticos com afilhadasContos eroticos gay timido gatocontos eróticos de coroas em Juiz de Foranoite fria com titia contos eróticosconto engravideu minh sobrinhaincesto reais irmão tirando virgindade de irmã pequena em van escolarcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos minha tia virou p*** do seu sobrinhodei com muito amor conto separacaocontos de filhos chera causinhasconto erotico minha prima dedando meu pruquito a noitecontos de assalto com incestogarotinhas da bunda grandevizinha crente eroticoContos ninfas no boquete e punhetaPorno pesado gordao arromba magrinha pono doidoconto erotico férias na jamaica Vporn conto com a gerenteporno contos eroticos filhinhas enrabadascontos eróticos - meu pai fez vazectomia para vermos juntoscontos um anjo de sobrinhaeu confesso caso de incestocontos eroticos com a dona da pensão casadaArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outro"voce e muito corno"conto tia saidinhaContos eroticos quero ver essas tetascontos gay cu arrombadocontos/meu primeiro broche e fodazoofilia homens com super vergas enormes fodendo mulhetescontos meu amigo dopou minha mulherenrabado no campingContos eroticos trai meu marido com travesti bem dotadoeu gordinha arregacada por um roludo contosconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhaarrombada pelo negão contoPorno pesado gordao arromba magrinha pono doidomeu filho meu machocomo supa a boceta ligada tonadoconto erotico esposa sozinhaconto erotico gata no meu colo