Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENINA DE 19 APRENDENDO A TRANSAR EM DUPLA

Faz exatamente um ano que esta histária aconteceu. Eu e meu amigo Douglas ambos com 26 anos estávamos tomando cerveja e assistindo a um filme pornô em seu apto. Meu amigo possui com coleção de filmes de tudo o que é genero e empresta para amigos e vizinhos do condomínio. Ele havia tramado para pegar Carla (uma vizinha) e me convidou para participar já que algumas vezes costumamos dividir nossas transas. Carla era uma garota de 19 anos, porém estilo "cavala" ou seja, corpão de mulher. Seios grandes, coxas grossas e um bundão espetacular. Loira de 1.70m e olhos verdes eram a tentação do condomínio. Havia recém perdido a virgindade com o namoradinho de 19 anos que fez o favor de espalhar o acontecido. Meu amigo se dava muito bem com ela e ligou para dizer que a fita que ela havia pedido já estava com ele. Quando ela chegou, meu amigo a convidou para entrar e já ofereceu uma cerveja. Ela pergunta o que estávamos assistindo e resolvi soltar a fita pornô. Ela arregalou os olhos e comentou que nunca havia assistido uma. Meu amigo que tinha mais intimidade perguntou quais daquelas posições ela havia experimentado, e ela sem jeito respondeu apenas papai e mamãe. Chamamos o cara de incompetente e dizemos que ela merecia bem mais. Ela continuou assistindo e bebendo cerveja. Já dava para perceber que ela estava alegrinha. Mostrou o cara comendo a mulher de pé e disse que essa era a especialidade do Douglas. Depois mostrou o cara comendo o cu e disse que essa era uma das minhas especialidades. Quando mostrou dois caras fodendo a menina, Carla respondeu: essa é minha fantasia. No que ela termina a frase eu que não sou bobo nem nada, lasco um beijo gostoso e massageio sua calcinha por baixo da saia. Meu amigo abaixa o top dela e cai de boca em seus peitões. Ela dá um puta grito e manda parar pois tem namorado. Meu amigo diz para ela relaxar que hoje ela iria aprender posições muito mais interessantes do que papai e mamãe. Ela continuava negando e precisei agir rápido. Enfiei meus dedos naquela bocetinha com pelinhos bem ralos e loirinhos a sua volta, e comecei a masturbá-la. Levantei a saia e caí de boca chupando seu grelinho e metendo dois dedos na bocetinha. Ela gozou logo em seguida e não houve mais resistência. Meu amigo tomou o meu lugar enquanto ela fazia um boquete delicioso apesar de nunca ter feito antes. Ela engoliu todo meu cacete enquanto sua boceta engolia os dedos do meu amigo. Suguei seus peitões durinhos, descendo para sua barriguinha e umbigo. Meu amigo me cedeu passagem para começar a fodê-la enquanto seu pau iria ser devorado por aquela boquinha gostosa. Meti com cuidado, pois era a terceira foda dela e tudo ainda estava bem apertadinho. Ela gemia e tremia também. Aumentei as estocadas no qual ela agarrou minha bunda com vontade. Meu amigo a colocou de quatro e na empolgação anunciou que já iria gozar. Falei para ele deixar de ser trouxa, pois não é todo dia que se come uma bocetinha de 19 anos e uma garota semivirgem 19 anos a menos que nás. Mas meu amigo não tem jeito... Ele não sabe saborear e degustar uma mulher. Eu a comi por meia hora, enquanto ele curtiu apenas 5 minutos. Ta certo que era uma puta gostosa e que é difícil se conter, porém tinha altos planos para ela. Bem, continuando... Meu amigo fodendo ela de quatro, metia até as bolas baterem na bunda dela. Eu chegava para ela e dizia: isso é foder de quatro. Ta gostando? Ela gemia sim... Sim... Sentei no sofá e fiz ela sentar no meu caralho. Tive que agarrar seu bundão e iniciar os movimentos. Isso querida é cavalgada. Aqui é você quem manda... Ela começou a subir e descer com tanta força que pensei que meu pau ia ser esfolado. Fui massageando seu cuzinho no qual ela nem reclamou. Enfiei um dedo bem devagar e deixei ela decidir até aonde ele iria entrar. A cavalgada ficou mais lenta, porém subia e descia até engolir todo o meu pau. Quanto mais ela descia mais fundo meu dedo ia naquele cu, e isso a deixava louca. Meu amigo a pegou e começou a fodê-la de pé, enquanto isso, fui ao quarto dos pais dele procurar algo para lubrificar aquele cuzinho intacto. Achei um áleo de amêndoa que iria servir bem. Quanto voltei a sala meu amigo havia gozado. Peguei o áleo e lubrifiquei todo o cuzinho dela. Disse a ela que hoje ela perderia a virgindade do seu rabinho, e de volta recebi um sorriso malicioso. Ela de quatro, fui metendo meus dedos e alargando o máximo aquela entrada apertada. Meti meu pauzão e comecei a fodê-la devagar, mas fui aumentando enquanto ela gemia e gritava. Lágrimas escorriam em seu rosto enquanto fodia aquele cuzinho como fosse uma boceta. Meu amigo já estava de pau duro e o coloquei na parada. Levantei e sentei sem tirar o meu pau do cu dela. Eu sentado no sofá, ela de costas para mim com meu caralho todo no seu rabo. Segurei firme suas coxas, e continuei fodendo seu cu nesta posição. Sá restou ao meu amigo meter seu caralho na boceta dela e começamos a trepada do século. Meu amigo ainda agarrou firmes os longos cabelos louros e puxava com vontade. Eu continuava estocando o cu dela e meu amigo rebolando ia metendo cada vez mais fundo na bocetinha daquela putinha. Ela começou a gritar pedindo para parar. Eu e meu amigo dávamos risada. Eu perguntava: como tá a boceta de 19 anos? Meu amigo respondia: muito boa. E como tá esse cuzinho de 19 anos? Eu respondia: uma delícia. Fodemos até não aguentar mais. Tiramos nossos paus dos buracos e gozamos no rostinho e na boquinha fazendo ela engolir um pouco de porra quente. Ela estava tontinha da cerveja e da trepada e queria ir embora. Tirei a chave e disse que ainda não estava liberada. Fomos os três para a banheira e tomamos muita cerveja. Fodemos ela na banheira e no quarto dos pais. Ficamos revezando aquela boceta a tarde inteira e ensinei muitas outras posições para ela. Apenas não deu mais o cu, pois eu o havia detonado. Liberei ela somente a noite e além do filme que pediu, levou mais um pornôzinho. Ficou mais de uma semana sem dar para o namoradinho e ele não entendia que ela estava em fase de recuperação. Queria ver como ela iria executar as novas posições se o carinha não tinha sido o professor. Uns 19 dias depois ela me ligou para dizer que estava com saudades do meu caralho. Disse que seu namoradinho não tem um pintão tão gostoso como o meu, e que o cuzinho ainda continuava sendo sá meu. Convidei-a para sair e levei-a para a suíte presidencial de um motel, pois a noite seria longa e ela merecia tudo de primeira, o que resultou nossa foda indrível, mas essa é outra histária. Você garota que gostou da minha transa e queira trocar algumas sacanagens ou uma aventura para colocarmos aqui, me escreva... Estou aguardando seu email... [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico meu sogro bem dotadoo cu rosinha de minha neta de 9 aninhoscontos eroticos feminino cunhadocontos de coroa com novinhocantos historias transei com minha sobrinha de 11aninhoscontos eroticos arrombando a gordaconto de corninhocontos eroticos calcinhao lutinha tapinhacontos coloquei so a cabeça do pau no cuzinho da minha filhaContodeputacu de mulher de corno conto eroticoos amigos do marido contos eróticosmeu chupador de seios gostosoconto erótico -- brincando com os meninos na construçãomeu cachorro meu machoconto com cunhada chantagistaempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a bucetadei para o comedor do bairro filhos contocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiFetiche pelos pezinhos da minha amadaArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contoscontos eroticos casada e comida por traficantesconto tio queria agarrar a moçaMete mete vaí conto paiContos eróticos d velhos tarados no cemitério contos eroticos arrombando a gordacontos eróticos minha mãe deixou que meu padrasto cuidasse de mimpassei pirulito na bucetacorno mijado contoscurra gordinha contocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas analvideos de teens ninfetas dos peitoes definidos transando gostosoconto estagiaria virgem   meu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidaencoxei e dedei minha sobrinhacontos eróticos bebêcontos eroticos chupando grelocontos eroticos em portugalcontos freirinhabuceta praia toninhas contos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiaO reencontro entre prima e primo minha paixão conto eroticoconto erotico aconteceu no onibusonto de encesto meu filho mora sosinhopassei a calcinha contos eróticosconto eróticos mulher pedindo pra meter com outro machocontos servente de pedreirocontos eróticos bem maior que a do.meucontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhosoconto erótico meu tio engravidou Eu e minha priminhana viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos voyeurs zooProvoquei e foi arrombada porno conto ver so vidio porno marido segurado a esposa pra o amigo pauzudo come buceta i cuconto porno come o cu da minha cunhada e a amante e sua amigaLóira safada narra conto metendo na coberturaconto esposa ajudou dar banho no bebadocontos porno sou puta dos meus cachorrosmetecao tres machosconto comendo uma fumadora de crackoesposa crente relatando contos troca casais pornocontos eroticos eu transex e o elrtricista safadocontos infancia con tio sadicoLóira safada narra conto metendo na coberturawww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliamãe puta, contocontos eroticos dando pra o jumentocontos eróticos puta testemunha de jeovágordinho do rabao contos eróticosnossa primeira suruba conto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos eroticos irmao fodendo irma novinhacontos eróticos comendo a minha filha caçula na via