Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PRIMEIRA VEZ QUE FUI VIOLADO/A

Trabalho no Aeroporto, e como tal de vez em quando saio tarde do trabalho. Num desses dias, em que saí ás 02.30 da manhã, fui direito para casa, para tomar um banho e ir dar uma volta.

Quando saí do banho, fui para o quarto e vesti a roupa que eu adoro usar; lingerie feminina. Eu sou alto, tenho 1.86, tenho olhos verdes e, vestido com aquela lingerie fico super sexy, tenho um traseiro que fica bastante empinado e as minhas coxas são grossas e duras.

Vesti um conjunto vermelho sangue, de renda, que era composto por um soutien bastante transparente, umas cuecas de fio dental, também rendadas á frente, e um cinto de ligas que prendia umas meias pretas muito brilhantes com liga vermelha. Por cima disto vesti uma mini saia branca e uma camisa de seda muito transparente e fui para a rua.

A noite estava muito quente por isso andava muita gente na rua. Deixei o carro numa rua perto de uma boite para onde eu queria ir e fui a pé até lá. Para lá chegar tinha que passar por uma rua que era um bocado escura, mas eu nunca tinha tido problemas ao passar lá, até aqule dia.

Estava uma carrinha alta estacionada e eu tinha que passar ao lado dela. quando já estava a meio da carrinha, abre-se um porta e alguém me puxa lá para dentro. mal entrei, de imediato me puderam uma venda, puxaram-me a saia para cima, fizeram-me pôr de joelhos e enterraram-me uma verga pela boca dentro. Atrás de mim, enquanto um passava uma coisa qualquer fria no meu cu, outro enterrava a verga bem fundo bem dentro de mim. Eu queria dizer que não, queria dizer para eles pararem, mas e verga que estava dentro da minha boca, não me deixava falar, enterrava-se mesmo bem fundo quase me fazendo vomitar. o fulano que me estava a foder o cu enterrava-se com tanta força que eu era obrigado a ir contra a verga que estava na minha boca fazendo com que este se enterrasse mais ainda.

As lágrimas corriam-me pela cara abaixo, e quanto mais eles me enterravam. O que estava atrás de mim ao mesmo tempo que se enterrava, deva-me palmadas fortes nas nádegas.

Estiveram assim durante cerca de meia hora. Depois, como que se tivessem combinado, os dois ao mesmo tempo, começaram a gemer e começaram a esporrar-se, cada um no deu buraco.

No fim tiraram as piças de dentro dos meus buracos e da mesma maneira que me puxaram para dentro, empurraram-me para fora, sá que agora eu estava com o cu todo rasgado, a escorrer esporra pelas pernas abaixo, com a saia em cima e coma boca toda vermelha e também cheia de esporra, mas muito consolado de ter levado com muitas vergas.



Para quem me quiser contactar:

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos no orfanato gaycontos eroticos assaltocontos meu vizinho tira o pau pra foraCONTO O SEQUESTRADOR SEGUNDA PARTEContos eroticos dei minha munher pro negãocontos eroticos de travestis fudendo o tiocontos mamae e filhabunda tornar atriz contoscontos meus amigos estupraram a minha maefiz ammor com minha irmaEncaixou a pica no meu cu pelo buraco cabinecontos eróticos teen apostacontos empregada coroaDeixando a novinha laceadaporque eles bunduda gostosao maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriojapa enfia o dedo no seu cu virgemconto erotico com tia gravidaa primeira f*** com travestiContos pornos-esporrei na comida da cegacontos eroticos mae desnaturada 2conto erotico sou gordinha adoro gozacontos gay me depilando e pego no flagracontos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado quero so no cuconto erotico mulher deu buceta para mendigoconto de sexo com rabuda asquerosocumi a minha namorada chamada juliaas mulher freira depilando o priquito no conventoconto erótico eu tentei resistirContos eroticos seios belicadomeu ex tem ficou duro eroticos contosContos er meacordei com o pinto na bucetabucrtinas novinhascontos eroticos so eu e meu gato na chacaraConto erotico avo e netacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentever contos de lesbicascontos meu tio pauzudo fodeu minha mulher e filhacontos eroticos de menino inocente brincando de esconde esconde e sendo errabado de tras do sofaseios da esposasaindo fora da blusa no sexocontos paguei pelo cuzinhopalestra buceta divididacontos eroticos a mulher do meu cunhado crentecontos eroticos curiosaconto eroticotravesti comdno coroas casadasconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cuPutinha do papai contocontos eroticos arrombando a gordagrelo xoxotudacontos erotico irmao cafetao da irmacontos me ensinaram a bater uma siriricaConto gostoso picante paifilhinha de papai tirando a camisola e fica nuavídeos porno negras barriguda caidaComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocontos eroticos pique esconde com tiacontos eroticos real sexo cm 13 aninhosbanho com a tia velha contoeu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodleconto erotico incesto sonifero filhaCADELINha DOS homens e dos cachorro cpntp pornoconto erotico homens castradoscontos eroticos cagou no paucontos mia gostosa mulhe teve sua buceta aregasada pro seus amates muitos roludosconto comi minha mae quando tinha dez anosvidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacontos eroticos eu minha mulher e um travestisContos eroticos-Empregada se vingando da filha do patraoConto as primas na roçaTransei Com Minha Primacontos de velhos mamando seios bicudoslesbica conto professora fisicacontos de putaria em familiacontos eroticos do R.G.do Sul