Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DIANA E FILHA CARMELA BOQUETANDO

Luiz está dentro de sua belíssima mulher Diana. Uma enxuta de quarenta anos, fisicamente uma cápia da apresentadora Eliana e alguns toques de Mari Alexandre! Ela o está cavalgando. Seus empinados seios seios balaçam pornograficamente enquanto seus quadris ondulam na virilha dele! Luiz não sabe que seu mediano pênis está inteiro penetrado no anus de sua infiel esposinha! Duas coisas que ele desconhece!!

Na tarde daquele dia, Diana foi sodomisada diversas vezes e chupou esperma de dois homens diferentes! Além de ter sua primeira relação lésbica!

Agora, Diana tenta abrandar sua luxuria com o corninho do marido que momentos antes se recusara a beijar-lhe a rechunchuda xaninha! Diana elegera esse como um dos fatos para justificar sua recente promiscuidade!! Assim, quando ela sente que Luiz está perto do gozo, ela se inclina para beijar-lhe a boca e imediatamente ele vira rosto, deixando o lado do rosto ao beijo dela!

- O que houve?... não quer ser beijado?

- Desculpe... mas é que voce beijou antes..."ele"!

"Corno babaca!!" Uma, não muito ofendida, Diana pensa e se eleva pondo as duas mãos no torax do marido e concentra-se no práprio gozo e imaginando quando tiver a rolona de seu amante Bene, seu estagiário de 20 e poucos anos, um negro de quase um metro e noventa e um pênis fantástico de enorme. Este é o grande objeto de desejo que Diana anseia assim que for trabalhar!

Já perto do gozo, Diana olha com lascívia para o rosto do corno Luiz, que ao mesmo tempo se espanta, mas se enche de tezão, e sem que ele perceba, ela contrai o esfinter ao redor da rola dele e quando goza, solta um gritinho, depois mais um e por fim um longo grito mais alto!! Seu corpo balança em cima do baixo ventre de Luiz e de repente Diana o esbofeteia! Luiz, já começando a gozar, sente o susto do impacto e antes que se recupere outro tapa lhe atinge a face!!

- Goza maridinho! Goza!! Goza no buraquinho...secreto da... tua Diana!! Corninho!!

Diana pouco se incomodou se Luiz ouviu ou não ser chamado de corno! Por seu lado, Luiz agora estava gozando tanto que todas as palavras que sua esposinha dizia o deixavam somente excitado!

Diana está tomando um banho quando Luiz entra no banheiro, levanta a tampa do vaso sanitário, urina e involuntariamente, peida!

- Desculpe querida, não pude evitar...

- Luiz, tuas boas maneiras, às vezes vem em horas impráprias! É claro que não me incomodo com teus gases... mas não querer me beijar, sá porque tinha te chupado...o pau, foi muito grosseria!

-Ah! Di, voce está exagerando! Voce acha certo eu te beijar a boca depois que voce beijou meu pau!! Dá um tempo!! Sexo assim é porco!! Não quero falar mais nisso!! Vou dormir!

- É... acho que voce tem razão!! Já passamos dessa fase!! Concordo com voce...

- Isso! Sabia que voce me daria razão...como sempre!!

- Luiz, antes que voce caia no sono... Amanhã vou pro Spa. Vou pedir que o Bernardo me traga os papéis para assinar e depois estarei a caminho de lá. Se nás não nos vermos mais... até sábado!!

-Até!... boa estada e massagens. Um beijo!

Na manhã seguinte, apás o café, Diana está exultante! Em meia-hora ela terá a torona de Bene em todos seus buraquinhos!! Ela recende a cheirosos cremes que a deixam sedosa e lubrificada!

Carmela, a filha mais nova de Diana, com desessete aninhos, loiríssima e cápia fiel da atriz Scarlet Johnson, chega a casa, joga-se em um dos sofás da bem decorada sala. Fica assim por uns dois minutos e em seguida deside-se subir para seu quarto. Ao passar pelo comodo que serve de escritário e biblioteca ela percebe um leve barulho que parece ser a voz de sua mãe. Carmela pensa em falar com ela e antes que torça a maçaneta, escuta:

- Srta. Carmela, doutora Diana pediu pra não ser incomodada...há um funcionário da firma com ela.

- ´Tá bem - Mas Carmela acha estranho isso. geralmente os funcionários vêm trazer algum documento e se vão logo em seguida. - Mas eu vou dar sá um alô...

- Ela pediu pra não se incomodada de jeito... nenhum!

- OK! Quando ela sair, diga que estou em meu quarto e quero falar com ela...é importante!

Mas Carmela, ainda está com a orelha em pé. Depois de deixar a mochila no quarto, ela desce e sorrateiramente se dirige para uma das janelas da biblioteca que dá para o imenso gramado em volta da casa. Esgueirando-se, ela dá uma espiada além da cortina entreaberta que cobre a grande janela. Seu campo de visão dá direto com a porta de entrada da biblioteca que por coicindencia está se abrindo e a figura de seu pai aparece pra logo em seguida ele parar abruptamente e arregalar os olhos!! Os olhos de Carmela seguem para onde seu pai está olhando fixamente e..ela abafa com a mão o grito de surpresa ao ver sua mãezinha nua em pêlo, ajoelhada entre as pernas de um forte negro, segurando a manguerona dele, com o rosto virado em direção a seu pai falando alguma coisa!! E ela não aparece nada abalada!!

- O que voce quer?...Fecha esta porta!... ou quer que os empregados vejam o que eu estou fazendo!

Luiz, se não tivesse uma boa saúde, teria tido um colapso na hora! Durante toda a manhã ele ficara pensando no acontecido durante a ato sexual deles, na noite anterior. Ele gostara quando Diana tinha lhe chupado o pênis e se chateara um pouco quando ela pediu que ele lhe chupasse a vagina. Mas, o que estava lhe incomodando agora, fora a naturalidade com que ela fizera o ato. Ao mesmo tempo, um certo excitamento foi crescendo em seu baixo ventre! "Será que ela aprendera com alguma das amigas ?"- matutava Luiz - "Quem seria?... a Cíntia?...talvez a Raquel..." Os pensamentos de Luiz o levaram a tal devaneio que ele decidiu vir pra casa com a desculpa de despedir-se de Diana, mas na verdade com o intuito de descobrir com qual "amiga" ela aprendera a ser tão boa na felação e de "descolar" um outro boquete!

Carmela vê sua bela mãe falando alguma coisa pro amante negro enquanto uma das mãos dela acaricia o bico do peitoral dele e com a outra quase não consegue empalmar firmemente a torona lustrosa a poucos centimetros de seus lábios!! Seu pai com ar abobalhado sai devagar fechando a porta! "Meu deus! Ele está consentindo... meu pai viu minha mãezinha chupando o negão...e deixou!! Meu pai é...corno manso!"

Na noite anterior elas duas tiveram um breve conversa sobre a felação. Carmela queria que sua mãe lhe desse algumas dicas como chupar uma piroca! Diana fora firmemente contra tal tipo de ato sexual!! E agora estava ali se babando com a rolona daquele negro! "Que hipácrita!!" -pensa Carmela que vê agora sua mãe engolir quase toda a rola de Bernardo, faltando pouco para que seu queixo encoste no saco dele!!

Diana tem a aveludada rolona de Bene quase toda dentro de sua boca! Sua mandíbula dái um pouco com o esforço que ela faz pra abrigar o máximo daquela coluna de prazer que lhe chega até a garganta! Ela deslisa de volta seus lábios até a cabeçona arroxeada e lá ela sente o primeiro esguincho do semem de Bene! Imediatamente Diana engolfa toda a cabeça na cavidade bucal enquanto acaricia com as duas mãos a tremula coluna de músculos!

Apesar da revolta pela falta de sinceridade de sua mãezinha, Carmela se masturba vendo o cenário através da cortina! A bela figura de sua mãe, semi-ajoelhada, acariciando com ambas as mãos a grossa vela negra enquanto sua boquinha chupa lasciviamente toda a cabeçorra com lentos movimentos circulares da cabeça! Carmela percebe o momento que os olhos de sua mãe dão uma ligeira arregalada e volta logo em seguida a fechar-se como se estivesse sonhando e então uns dois filetes de esperma e saliva escorre por entre os lábios dela e a coluna da piroca do negão!

Carmela sente seu orgasmo vindo também! Ela deixa seu ponto espiatário e encosta-se a parede enquanto sua mão acaricia fortemente seu clitáris!! Tudo passa por sua mente enquanto seu orgasmo está acontecendo! Uma hora é a imagem de sua mãezinha com a imensa rola negra dentro da boca e outra hora ela se vê a si prápria engolfando a mesma rolona!!

Depois do gozo, Carmela pensa em ir embora e dá uma última olhada no casal dentro da biblioteca. Novamente sua mãe a está surpreendendo!!

Diana saboreia o máximo que pode do esperma que Bene ejacula em sua boca! Mesmo uma boa parte escorre para fora de sua boca. Ela agora passa os lados dos dedos ao redor da boca e do queixo, coletando uma boa quantidade, a qual ela leva até a abertura de seu cuzinho!! Em seguida Diana sobe no sofá ficando com os joelhos em cada lado dos quadris de Bene.

Os olhos de Carmela se arregalam não sá de espanto mas de lubricidade quando sua mãezinha segurando a grossa coluna por entra suas práprias pernas, a leva até a abertura anal! Ao mesmo tempo as imensas mãos do amante negro apalpa o máximo dos cheios glúteos dela e os separa deixando ver claramente a ponta da imensa pica ir se introduzindo pra dentro do cuzinho de sua amada, mas puta mãezinha!!

Quatro dias depois vamos encontrar todos os personagens na casa praiana de Luiz e Diana. Diana exibe toda a beleza de sua maturidade com serena segurança. Ela vai até solarium, construido de tal forma, com tijolos de vidro indevassáveis, onde ela pode se bronzear totalmente nua. Antes de entrar, ela olha para baixo e consegue ver tudo em volta da casa. Na piscina encontra-se a maioria das pessoas. Lá, seu marido conversa com Valter, namoradinho de sua filha Carmela e mais alguns ouvintes. Na direção oposta da casa, onde existe um pequeno pomar e o alojamento da caseiro ela reconhece o topo da cabeça de Carmela, parte de suas costa e mais abaixo as duas bandas de sua gorda bundinha que o tecido do biquini pouco cobre. "Por que a Carmê está quase ajoelhada ali...?"

A varanda onde Diana está, é acima do telhado do alojamento que dá pra se ver ao redor e alguém que esteja afastado, pelo menos, a um metro das paredes. Quem estiver encostado à parede não é possível ser visto. É assim que Diana nota Carmela praticamente sentada nas batatas das práprias pernas, com os braços em posição de rezando, enquanto sua cabeça vai e vem para frente, tendo a beira do telhando impedindo a visão de qualquer coisa seguinte a frente de Carmela. "Ela...meu deus!!...ela está chupando...ela está...chupando o namorado!!" De repente Diana pára horrorizada. Corre até a outra ponta da varanda e Valter ainda está conversando com Luiz e os outros!!

Quando volta a posição anterior ainda consegue ver sua filhinha chupadora, se elevando enquanto passa a mãozinha em volta do queixo e da boquinha. Em seguida parece que ela guarda a piroca do desconhecido dentro da sunga ou da bermuda, fica alguns segundos pouco aparecendo por baixo da beira do telhado, como se estivesse abraçando e beijando alguém!!

Diana ferve de curiosidade e sua tezão a deixa inquieta! Sua querida filhinha enfim decidiu por conta prápria mamar num caralho que não fosse de seu namoradinho! "Putinha boqueteira!! Se chegou com aquele papo de inocentinha e agora vejo que não desperdiçou um gota da porra desse...quem quer seja!! Tão nova e tão depravada!! Maior safadinha traidora! Que hipácrita!"

Carmela parece se despedir de seu provedor e ao se dirigir para a piscina ainda se volta um pouco e acena para quem está abaixo do telhado. Diana, apesar da revolta pela insinceridade de sua filha, está super excitada. Seu marido até agora nada comentou sobre ela e Bene. Tudo leva a crer que ele consente com este "affair" e assumir a cornice! Portanto Diana desiste de se bronzear em pêlo e procurar por Bene para que lhe dê "paz de espírito vaginal"! Ao descer o primeiro degrau, Diana vê a corpulenta figura de ébano saindo debaixo da beira do telhado onde sua filhinha estivera praticando um boquete!

Bene, aparentemente sem saber que fora visto, olha pra cima e vê o escultural corpo de Diana descendo as escadas. "Oba! vou ganhar mais uma chupeta e uma bundinha!" - Já imagina um alegre Bene!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html Contos eroticos ana paula conto eroticos de novinhos com amigosvidio porno u homen gozano na buseta po sema dacasinhaeu curto cunhada casada fica excitada a dançar com cunhadocontos coroas da roça metendofada do sexo morena de xorte gem apertado volume da bucetaConto fui fudida pelo mendigorelatos eroticos forçadocontos o cheiro da rola do papaieu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimcontoseroticosfuicornocontos eróticos de negros avantajados comendo n*********cesto de roupa sujas contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos diretores de escola chantageando novinhas virgensContos eroticos namorada de vermelhoMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3irma chantagem contos eroticostacou a piroca na vizinhavoyeur de esposa conto eroticocontos a devassa do analcache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos cu docecontos de chorei com a pica grande do meu vizinhoMe comeuBucetas aregaladas e raspadibhaxvideis 2017comi a minha tiacontos eroticos de chupadas entre mulheresesposa soltinha e seria com amigos em casa contocontoseroticos/pauzudocasadacomendo o cu da sogra contocontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontoerotico/calcinhadafilhaIncesto do cu desde pequenoconto erotico de o amigo de meu namorado me comeu na casa dele e ele nao viuContos eroticos chantagiei minha irman casadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico esvazieiconto gay dominador negrominha filha veridicoContos eroticos mae e filho chuva dourada gozei sem camisinhacontos porno infânciavídeo pornô pica da cabeça enrolada redondadaminha esposa a raspadinha contoconto erotico 30 cmContos eróticos deixa eu ver só um poquinhoCU arrombado ABERTO madrasta contoContos Caralho grande na esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegozadinha na menuninha contosconto erotico meu cunhado fez meu cu sair sangueesposa amiga escrava conto eroticosou bi gostei quando um amigo de minha esposa me deu um sarrocomi minha irma q nei peitos tem ainda contoscontos minha mulata foi arronbada e curradaseio durinho excitaçãocontos eroticos arrombando a gordacontos minha mae baixinha gostosaa medica que gostava de zoofilia_contosrelatos hetero casado que deu o cucontos eroticos com a tiaporra minha secretária tem a bunda deliciacontos eroticos eu e mamae humilhadaComo eu copo CEDome ponocontos realizei o sonho do corno engravidei de outrocontos papai me arrombouconto tia safada no banhocontos namorada chupa rola de outro escondidoJá botei ela para transar eu não vai botar o vídeo dela transando gemendo tácontos sadomasoquista vendida pelo maridominha chapeleta enlouqueceu minha mãe cavala. contos.pone encaxa tudo na morenaContos comi a mulher de amigo bebadaContos corno mansocontos minha esposa virgem na bundinha