Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEPOIS DO MEU AVô, TREPEI COM UM CASAL DE IRMÃOS

Me chamo Kelly e sou bastante parecida com a cantora do mesmo nome, porém tenho uns dois números a mais de seios. Estou com 33 anos e casada há 19 anos. Nunca amei meu marido. Meu avô foi meu primeiro homem e quando ele morreu, eu procurei substituí-lo por outros homens, mas sá consegui apenas alguma satisfação sexual. Meu marido,Otavio estava dois períodos a minha frente na faculdade e de tanto ele insistir, acabei namorando-o, enquanto saciava minha luxuria com outros homens, inclusive com seu pai, com quem permaneci fiel até sua morte há dois anos atrás. Portanto eu já estava farta de ter bons amantes que logo morrem. Resolvi me recolher a vida pacata de esposa e dona do lar. Já estava pensando em ter um filho, embora eu teria que abrir mão do meu trabalho como supervisora de um colégio de propriedade de nossa família. Raquel, uma amiga desde dos tempos de colégio me enviou o convite de casamento de sua filha Suzana, de 19 aninhos com Marcelo, antiga paquera minha ainda dos tempos de colégio, que estava agora com 34 anos!! A cerimônia foi lindíssima e Suzy belíssima. Fomos à recepção no club de golf, do qual o tio de Suzy e irmão de Raquel era um dos diretores. Durante as comemorações em que todos dançavam e bebiam, eu me encaminhava para o toalete e antes de chegar lá passando por um corredor com imensas janelas para o "field", eu ví Raquel e o irmão entrando na "hut" onde os caddies guardam os tacos de golfe. Achando estranho, pois eram irmã e irmão, mas com o pensamento dando mil voltas com a libidinagem que poderia estar acontecendo, sorrateiramente cheguei até a cabana (hut), encontrando um pequeno basculante, consegui me posicionar para ter a visão total do cômodo onde estava o irmão de Raquel com o rosto todo enfiado no rego da bunda dela!! Raquel estava com o rosto e os braços apoiados no encosto de uma poltrona, o vestido longo suspenso acima da cintura revelando sua magnífica bundona, as pernas dobradas e os joelhos em cima do assento. O irmão, meio que ajoelhado, abria com uma das mãos uma das bandas da nádega da irmã e com a outra masturbava lentamente sua imensa pica, já pingando de pré-gozo!! Raquel virava suavemente o belíssimo rosto de um lado para outro, com os olhos semi-cerrados ela murmurava por mais e mais. Eu julgava que eles não podiam me ver, pois minha visão era pelo angulo de lado, quase das costas deles, porém Raquel se virou e começou a acariciar os cabelos do irmão, como que dando ritmo as estocada linguais em sua xaninha e em seu cuzinho!! Todo o vulcão em mim estava agora em ebulição!! É lágico que eu já estava me masturbando freneticamente!! Raquel ainda virada com rosto por cima do ombro dizia palavras luxuriosas para o irmão quando num lapso que ela levantou o rosto nossos olhares se encontraram!! Seu belo rosto se ruborizou enquanto ela gritava meu nome! O irmão levou alguns segundos para atinar com o que estava havendo e logo também me viu!! Eu fiquei estupefata, não conseguia me mover! Bom pra encurtar a estária. Em vez de sair dali fui convidada a participar daquele ménage a trois incestuoso!! Raquel me apresentou Rafer, seu irmão mais velho e pediu que eu o beijasse!! Rafer me dava um beijo delicioso enroscando sua língua na minha. Raquel me alisava os ombros e depois, se abaixando me acariciava minhas imensas mais bem torneadas nádegas, conseguindo levantar meu vestido de jérsei até a cintura expondo toda exuberância de minha bunda que já foi área de lazer para alguns privilegiados homens, a começar pelo meu falecido avôzinho e baixando minha calcinha até os tornozelos !! Enquanto a língua de Rafer me penetrava a boca, Raquel colava os carnudos lábios em volta do meu anus e acariciava com a ponta da língua as preguinhas, como se estivesse contando uma a uma! Eu agarrava a cabeça de Rafer e lhe acariciava os cabelos e me tremia toda com sua lingona dentro de minha boca! De repente sinto que também a linguinha de Raquel conseguiu passar a barreira de entrada de meu cuzinho e está agora fazendo um vai-vem que me faz gozar tão abundantemente, tendo eu me contorcido e apertado tanto minhas coxas uma na outra que eu senti meus fluídos esguicharem e se derramarem por minhas coxas!! Rafer e Raquel sentem que eu desfaleço de tanto gozo. Me amparam e quando volto a mim, estou sentada no sofá com Raquel me acariciando o rosto e por fim me beija demoradamente! Rafer está a nosso lado com aquela imensidão de rola a nosso alcance! Não é preciso dizer o quê nás duas fizemos com nossas boquinhas naquele pauzão!! Antes de ele gozar, Raquel pediu para que eu não engolisse tudo e despejasse o que sobrou em seu cuzinho para deixá-lo mais lubrificadinho! Assim foi feito. Raquel punhetava a base do cacetão de Rafer enquanto eu sugava com sofreguidão até a metade dela, deixando ele mangueirar com esperma o interior de minha boquita! Mesmo evitando engolir, seria impossível, pois o volume era descomunal de esperma que enchia minha boca e que saia pelos lados! Mesmo assim consegui reter um pouco, mas o bastante pra derramar no anelzinho rosado de Raquel que pisacava de excitação! Ela já estava de novo na mesma posição que a tinha visto antes de entrar na brincadeira. Rafer ansioso, gentilmente me puxou pelos cabelos, para ter acesso ao cuzinho de sua irmãzinha!! Eu prestativamente, segurei aquela vergona pelo meio e a guiei direto ao cuzinho guloso de Raquel!! Lentamente, mas firmemente, aquela coluna de músculos introduziu-se até base da virilha de Rafer, encostando nas almofadas da bundinha de sua linda irmãzinha!! Eu delirei com aquela visão que nunca tinha visto antes, e me imaginei quantas vezes aquilo tinha acontecido comigo!! Num frenesi, não sei como, consegui me acomodar por baixo de ambos e começar a chupar suavemente os ovos de Rafer alternadamente!! Raquel via tudo isso por cima dos ombros. Rafer se curvou um pouco mais e colou sua boca na da irmãzinha, enquanto esta rebolava sensualmente sua polpuda nádega de encontro a virilha do irmão, enquanto eu tinha seus bagos dentro de minha boquinha!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tanguinha suja contos eroticosconto er seios quadril glandecheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contoscontos de estupro pelo caseirocontos eroticos diarista casadaComendo a mulher do amigo contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos a coroa e o roludo 28 cmem casa sou a puta da familia contoscontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte porno familia papai e minha irma e eucontos/ morena com rabo fogosocontos eroticos de como eu perdi minha virgindade aos 16margarinas na buseta e no cucontos de sexo de professoraconto erotico.mulher feiacontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovácontos eroticos gay comi um novinho pequenino sem remorsoconto erotico o ponei e mulhereu estava louco pra chupar atravesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteputinha vagabunda da familia contoscontos eroticos arrombando a gordafilha do caseiro e velho conto eroticoEnchi a buceta da sogra de.porra contoquadrinhos pornos de patrao dominadorContos fulerascontos noiva dando o rabo pro patraocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomi uma egua na roca contocontos eronticos tia levatou a saia de lado e setou em mimcontos minha mae e a travesti pauzudaContos sobre beijos e podolatriacontos eróticos com vários cachorroscontos eróticos pau de assopracontos eróticos velhinho transando com jumentoConto de puta presa e estuprada diariamente por muitos machosEu sou o irmão mais velho do meu irmao travesti ele mora sozinho na sua casa eu fui sozinho na casa do meu irmao travesti ele ja tava com silicone nos seus peitos ele tava com um bundao eu disse pra ele voce ta um lindo travesti eu e ele fomos pro seu quarto eu beijei sua boca eu chupei seu peito ele começou a chupar meu pau ele disse seu pau e gostoso de chupar ele ficou de quatro eu comecei a fuder seu cu conto eroticoninfeta chupa buceta e cospe a goza com nojocontos com fotos no carnaval levei chifrevídeos pornô Santa Rita taxistacontos eroticos chupando rola no aterro do flamengocontos eroticos de travesti no cine iriscontos eroticos mulheres de 60 anos gostosas fudendo no estupro e gostandocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha mulher pegou eu dando para o piscineiroOi meu nome ê marta tenho uma amiga travesti e ela micomeucontos eroticos comendo a filha abusadacontos eroticos praia com a familiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de coroas casadas comendo as e amigas com pinto de borrchas cinta lesbicasokinawa ufa gay contos titiocontos erotico de fantasia de esposaesperei meu maridinho dormir rola grossaele implorou e eu engoli sua porraA chapeleta arronbou minha bucetinha contoscontos eroticos arrombando a gordaler contos pornô de i****** pistola gostosa do meu filhoSexxu videu erica cazada jua da baiaContos erotico enfiando a mao no cuMeu sogro cheirou minha calcinhaRelatos eroticos de maes gostosas e safadasIncesto com meu irmao casado eu confessoa morena virtual itaperuna rjempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a bucetamenina de menor fazendo filme pornô com minha Dudumorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemcontos porno casadas o negrinho safadomae acorda de fio dental vai na varandacontos sado marido violentosviuva ecitada ver filho tomando banho e da pra elecontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadossou cadela pratico zoofiliacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente