Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ODEIO CELULAR COM CâMERA, PARTE 1

Oi pessoal, este é meu primeiro conto, apesar de já ser ativa sexualmente, nunca tinha saído do básico, sá algumas transas com meus namorados, ai surgiu essa histária maluca, e hoje tomei coragem para publica-la, mesmo tendo certeza do anonimato, fico receiosa, mas vamos lá.



Meu nome é Carol, sou loira, tenho 19 anos, 1,62m, 55 kg, seios médios e infelizmente um bumbum pequeno, mas bem redondinho, como minha mãe é formada em educação física e dona de uma academia, ela sempre foi muito exigente para que eu e meu irmão cuidássemos bem do corpo e nos proibia de comer besteiras, por isso tenho um corpo sarado, quando era mais nova achava isso revoltante, ver todas as minhas amigas comerem chocolate e tomar refrigerante, mas hoje agradeço minha mãe, pois minhas amigas vivem reclamando que estão gorda, ou que tem celulite, estria e tudo mais, enquanto eu atraio olhares por onde quer que eu passe, sem falsa modéstia já tomei cantada até de outras mulheres, hehe.



Bem, feitas as apresentações vamos ao relato, um belo dia, durante as férias de julho da escola eu e meu namorado (que depois dessa histária virou ex) estávamos no meu quarto dando uns grandes amassos, com direito a muita mão boba, eu estava massageando seu pau e ele chupando meus seios quando minha mãe me chama e corta nosso barato. Enquanto ele se arrumava rapidamente eu abaixei minha blusa e fui ver o que minha mãe queria. Chegando na cozinha já logo imaginei quando vi meu irmão e dois de seu amiguinhos lanchando, ela me disse que tinha que ir trabalhar e que eu deveria tomar conta dos pivetes a tarde toda. É claro que esperneei e fiquei brava, mas não adiantou, tive que bancar a baba, meu irmão e seus amigos tinham 19 anos, e eram umas pestes.



Voltei ao meu quarto e contei pro meu namorado que teria que cuidar dos moleques, aquele filha da puta inventou que tinha que ajudar o pai dele e se mandou, fiquei mais brava do que tava, afinal eu tava super excitada quando minha mãe me interrompeu, ia ter que cuidar dos moleques a tarde toda e aquele viado nem pra ficar mais um pouco pra gente dar uma rapidinha e saciar meu tesão. Sou ativa sexualmente desde meus 19 anos quando minhas amigas me ensinaram a maravilhosa técnica da masturbação, perdi minha virgindade com 16, pois apesar de querer muito, ainda tinha um pouco de medo, e também não tinha achado um homem de verdade até aquele momento, mas depois que experimentei a coisa, nunca mais consegui ficar sem, e me tornei uma super ninfomaníaca.



Continuando, depois de meu namorado ter me deixado literalmente na mão, falei pro meu irmão e seus amigos que eles podiam fazer o que quiserem desde que não bagunçassem a casa e nem se matassem, e se ouvisse algum palavrão ou se eles quebrassem alguma coisa iria botar eles de castigo, ele me respondeu que iriam jogar vídeo game no quarto dele, falei que tudo bem, e se precisassem estaria no meu quarto.



Fui pro meu quarto, ainda excitada e liguei o computador, pensei em ler alguns contos e ver um desses filmes amadores de sexo que tem de monte na net e saciar meu tesão com meu inseparável consolo, afinal toda ninfo que se prese tem um consolo sempre a mão hehehe. O tesão era tanto que me esqueci de trancar a porta do meu quarto, o que iria perceber mais tarde, já tinha lido dois contos e estava ensopada, estava sentada na cadeira de frente pro computador com a saia levantada, meu top abaixado e sem calcinha, passava o vibrador no meu grelinho e massageava meus seios com a outra mão, de vez em quando passava o vibrador no seios. Depois de acabar de ler o segundo conto já procurando o terceiro vi que meu namorado tinha esquecido um cd de filme pornô que ele tinha trazido pra gente assisti, sem pensar duas vezes coloquei o cd pra rodar e fui vendo o filme, era um filme de uma festa de faculdade americana, começava como uma festa normal e depois um casal começou a esquentar a coisa e acabaram transando bem na sala da casa onde estava sendo a festa, com todo mundo olhando, não sei porque mas aquilo me excitou mais, acho que transar em público deve ser muito excitante, mas acho que não teria coragem de fazer isso.



Bem, vendo o filme comecei a me masturbar mesmo, passei a enfiar um dedo na minha xaninha e a chupar o vibrador, depois de deixar os dois bem molhadinhos, passei a me masturbar com o vibrador, enfiando ele na minha grutinha ao mesmo tempo que massageava meu grelinho com o dedo, aquilo tava tão gostoso que me desliguei do mundo, fechei os olhos e sá curtia o momento, liguei o vibrador no máximo e introduzia ele bem rápido, apertava com força o seio e me contorcia de todas as maneiras até que cheguei ao orgasmo e gozei muito, molhando a cadeira inteira, sorte que o estofamento é de couro (fácil de limpar), depois de gozar fiquei largada na cadeira, desliguei o vibrador, mas continuei enfiando ele lentamente na minha xana, depois de quase um minuto depois de ter gozado estando completamente satisfeita é que abri os olhos e tomei o maior susto quando vi que meu irmão e seus amigos estavam sentados na minha cama me observando, e os pirralhos ainda tava se masturbando, estavam os três de shorts arriados e batendo uma punheta pra mim. Na hora que vi tentei me recompor mas já era tarde, os moleques também se assustaram quando eu “acordei” e vi que eles estavam ali, e tentaram se recompor do jeito que dava e foram saindo, eu estava tão chocada e com vergonha que não consegui dizer uma palavra.



Os moleques saíram, eu fiquei sentada um tempinho pensando no que tinha acontecido, me levantei ainda em estado de choque e fechei a porta, não conseguia pensar, a única coisa que me veio a cabeça foi tomar um banho, pois estava todo suada, tirei a pouca roupa que estava, peguei meu roupão e fui pro banheiro, no caminho passei pelo quarto do meu irmão e escutei eles dizendo que estavam preocupados com o que ia fazer, se eu tinha ficado brava, se eu ia bater neles, ai escutei um falando que tinha valido a pena, pois eu era muito gostosa e então a conversa mudou de rumo e começaram a falar do acontecido, elogiando meu corpo e falando que tinha sido a primeira vez que tinham visto uma mulher nua, ai o outro viro e disse que queria ser aquele vibrador e coisas do gênero. Eu fiquei indignada quando ouvi aquelas coisas, estava quase entrando no quarto e dando uma surra nos moleques, mas no mesmo instante veio na minha cabeça que eles poderiam falar pra minha mãe se eu fizesse alguma coisa com eles, então continuei e fui tomar banho.



Durante o banho fiquei pensando no que tinha ocorrido e principalmente nos três se masturbando e depois nos comentários (típico de homem), fiquei pensando naquilo e o que iria fazer, e no meio de meus pensamentos surgiu a idéia de transar com os três, logo descartei e pensei que estava ficando louca, mas este pensamento não saiu da minha cabeça e ficou mais corriqueiro até o ponto de não pensar em outra coisa e ficar imaginando várias formas de transar com os moleques, nessa hora achei realmente que tinha enlouquecido, mas percebi que tinha ficado excitada e que provavelmente era o tesão que estava me fazendo pensar naquilo. Então me masturbei mais uma vez durante o banho pra acabar de vez com o que estava pensando. Acabei meu banho e fui pro meu quarto, passei pelo quarto do meu irmão e ouvi que estavam jogando vídeo game, entrei no meu quarto, fechei a porta e comecei a secar os cabelos e depois a passar creme no corpo, e quando percebei estava novamente pensando no ocorrido e imaginando eu transando com os pirralhos, me masturbei mais uma vez, e dessa vez com direito a dois vibradores, um na frente e outro atrás. Mas todo meu esforço e gozo, hehe, não conseguiu tirar aquele pensamento da cabeça.



Não me conformando com isso decidi colocar uma música pra relaxar e deitei na cama pra tirar um cochilo, não consegui de forma alguma tirar aquilo da cabeça e quando vi, já estava todo molhadinha de novo, então coloquei um shorts e uma camiseta e fui pra sala assistir tv, depois de um tempo que já estava lá veio os pivetes e foram pra cozinha e depois vieram ver tv também, não desviei o olho da tv pra não dar bandeira, mas percebi que eles não tiraram os olhos de mim, eu estava sentada numa poltrona individual, meu irmão deitado no sofá de dois lugares, um de seus amigos no de três e o outro estava no chão. De vez em quando dava uma olhadinha pra eles e via que eles desviavam rapidamente o olhar de mim, tive a certeza de que estava ali sá pra ficarem me secando, e aquele pensamento voltou com mais força, sentia que minha xaninha estava super molhada e vi também que os moleques estavam excitados, pois era evidente o montinho dentro de suas bermudas. Já não estava aguentando mais de tanto tesão, se não fizesse algo acabaria agarrando eles ali mesmo, então decidi mudar de canal e consegui achar um filme de romance, daqueles bem melados. Não demorou muito e eles saíram da sala e foram pro quarto.



Continua....

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos orgia eu marido com as casais de amigos na chacarazoofilias inicando baby.comcontos eróticos, minha esposa putamulher entrando na chapeleta do pôneicontos porno casadas o negrinho safadocontos eroticos brincadeira nudista em familiacontos eroticos deixei o meu cunhado gozar na minha bocacasaei com uma safada contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos meu.padrasto me.comeucontos eroticos flagraconto tia e prima no meu banheiroporno zofilia peitinho inchado sozinhasmulher sobe em cima da pica do manequimcomi o cu da tia no acampamento na barracaConto d esposa magrinha e safadinhavelha cavala virando olhopegando amiguinha da filha no banho e gozando na bundinha delarelato esposa safada na fazendacontos de coroa com novinhocontos eroticos arrombando a gordacontos casada traindo maridomeu cunhado pega cunhada casada nas chantagensconto submissa ao paus negros e grandecontos eróticos a enteada bem novinhaminha prima malcriada contocontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos naContos esposa putacontos eroticos tio comendo sobrinhasContos e vidios eroticos marido tenta convese mulher a fazelo de cornocontos eroticos novinha com amigocontos de coroas casadas comendo as e amigas com pinto de borrchas cinta lesbicascontos menage inesperadocontos eroticos deixando doidocontos de mulheres q se masturbamcontos eroticos vi minha esposa me traindocontos eroticos arrombando a gordacontos de sexo entre conhados gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteemtiada fas sexo e masseje em padratoContos de novinho chupando kct de caminhoneiroContos erotico meu filho acariciou minha xoxotaver rapasea novos grizalhos pelados de pau durocontos comi minha cunhadacontos eroticos excitado por minha filhaContos eroticos gay primeira vez traumaticaconto erotico o sogroesposa bebada contos eroticosContos eroticos vendidaconto dopei ela e mamei o grelo e chupei o peitinho ela gozouconto sou doida pra da pro meu sobrinhojakelini meu sogro tem pauzaohomem sendo estrupado en oficinacontos eróticos ninfeta bem novinha com 10 aninhoscontos eroticos comi a professoraconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos estourando a bucetinha minusculacontos eróticos coloquei um shortinho para provocar meu paiconto erotico da grossura de uma garrafacontos eroticos tesao na maeporno guardete teresina na rolatirei o cabaço deledando pro genro. contos eróticosonto de encesto fui pega minha filinha no preminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistavelha peituda cheia de celulites contocontos foi assim que me arrombeiconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande delecontos eroticos meu marido gosta de leitinho na boca