Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TIA FOI COMIDA PELO SOBRINHO

Este conto que estou escrevendo aconteceu há algum tempo atraz. Meu nome fictício é Mario, sou um rapaz de 19 anos, que estudo e trabalho muito, com o corpo atlético pois malho desde os 19 anos. Minha Tia de nome fictício Rosana, é uma coroa muito gostosa, com os seus 38 anos, tem olhos verdes, rosto lindo, seios pequenos e durinhos, coxas grossas, pele bronzeada e uma bunda tão gostosa que dar inveja.

Eu sempre tive tesão por essa tia minha, morava perto de minha casa, e sempre participou de tudo, perdi as contas de quantas punhetas que bati pra ela, cheguei até a roubar calcinhas usadas dela.

Enfim, o conto começa quando numa tarde ensolarada de sábado, minha tia fala pra minha mãe que vai vir tomar sol de manhã aqui em casa, seu marido vai trabalhar, e ela virá aqui pegar um bronzeado. De costume, meu pai trabalha domingo de manhã e minha mãe dorme até quase meio-dia, então sobrava na casa eu e tia Rosana.

Bom, o sábado se foi, fiz uma balada de arrebentar e cheguei na madrugada e caí na cama, pensando em ver minha tia de biquíni no domingo. Eu estava em meu quarto dormindo, quando acordo repentinamente e vou tomar uma água na cozinha, quando passei pela janela, tive uma visão de deixar qualquer um maluco, tia Rosana estava de bruços tomando sol com um biquíni verde claro, socado naquela bunda gostosa, eu olhei bem e voltei a me deitar na cama.

Quando estava quase pegando no sono de novo, ouvi passos no corredor, e vi minha tia entrando no banheiro, que era quase de frente ao meu quarto, voltei a fechar o olho, quando tia Rosana entra em meu quarto, onde fica meu computador e o liga. Eu fingi estar dormindo e fiquei coberto sá olhando ela de relance. Depois de um tempo na frente da tela vi que ela entrou em um site pornô, ao qual eu havia entrado, ela fuçou nos histáricos, e num ato imprevisível dela começou a descer sua mão até em cima da sua parte de baixo do biquíni. Aos poucos ela enfiou sua mão por dentro do biquíni e começou a se masturbar levemente. E eu já estava de rola dura debaixo das cobertas e louco pra comer ela, assim depois de alguns minutos eu percebi que ela gozou, e tentou achar algo pra limpar a cadeira, num ato de coragem eu me levantei e disse:

- Deixa que sua bucetinha eu limpo tia.

Ela se assustou completamente e falou:

- Nossa Mario, você estava acordado!

- Acordado e vi tudo o que você fez tia, mas fica tranquila, não vou contar a ninguém, mas sá se você brincar comigo.

- Como assim ?

- É simples, vamos brincar, eu começo te chupando.

- Mas você é meu sobrinho Mario.

- Não importa tia, sempre tive tesão por você e sempre sonhei em come-la.

E num ato rápido peguei ela e coloquei na cama de frente pra mim e comecei a beija-la, mordi seu pescoço e sua orelhinha e desci aos peitinhos que já estavam durinhos, e ela contestava mas eu não parava, até chegar a sua bucetinha, onde tirei o biquíni e comecei a morder aquela coxa gostosa até chegar a sua bucetinha, e comecei a chupa-la e morder os lábios levemente, até que ela se entregou ao prazer completamnete, e segurou meus cabelos e minha cabeça contra sua xana.

Nisso rapidamente ela gozou, e eu propus um 69 que foi rapidamente aceito, ela se virou e veio por cima de mim ao contrário, empinou a bunda deliciosamente e desceu com a xana na minha cara, assim pegou minha pica e começou a chupa-la e punhetando ao mesmo tempo, que delicia de boquete, chupava como nenhuma menina que já experimentei.

Enlouquecida de prazer sentou na cama e abriu as pernas e me disse:

- Vem meu sobrinho, come essa sua tia que ta louca de tesão, me fode gostoso!

Assim eu não hesitei e introduzi meu membro no meio de suas pernas, devagarzinho, e comecei um vai e vem gostoso, no inicio devagar e aos poucos comecei a dar estocadas fortes, depois de uns 19 minutos coloquei ela de quatro na cama, e fiquei de pé comendo sua xana, ela gemia que nem uma louca, e fiquei até com medo de minha mãe acordar, mas a aquela altura do prazer queria mesmo era foder ela o possível. Assim depois de algum tempo ela gozou forte, esparramando porra em toda minha perna, aí eu falei que iria comer seu cuzinho, ela hesitou e disse que não ia dar, e eu disse que ela ia dar sim, e já introduzi o minha pica na porta do seu cuzinho, lubrifiquei ele e coloquei a cabeça devagarinho, ela soltou um gemidinho de prazer, dando sinal verde pra mim foder o seu cu. Comecei a foder seu cu mais forte, segurando minha tia pelos cabelos, e aquela coroa gostosa de quatro gemia que nem uma cadela no cio e pedia pra mim fuder ela, assim anunciei que iria gozar, ela rapidamente se ajoelhou perante mim e pediu pra mim gozar na cara dela, eu rapidamente esporriei seu rosto todinho e a safada engoliu toda minha porra.

Depois dessa foda gostosa nás fomos tomar banhos juntos, e metemos mais uma vez embaixo do chuveiro, e tudo voltou ao normal, de vez em quando eu ainda como essa tia sem vergonha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


o p****** do metrô mulher relata conto eróticoContos Eróticos De Coroa Dona De Casameu cuzinho desvirginadocontos minha filha olhou em dandohistorias eróticas com coroa de 80 anosconto bebada mandei goza no cucontos de putaria em familiacontos eroticos casada fui subjugadacontos sexo minha madrinha esposacontos nascendo pelinhoscontos encoxada com o maridocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos cunhado retardadocontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me enrabou dormindo quando eu tinha dez anosContoTransei com duasminha namorada se mostrando para outros contosapata velha greluda e ninfetaxanimhaconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariocontos eróticosgaysmeu primo de menorContos Eróticos De Como Eu Dei Para O Amigo Do Meu Filhomasturbei meu melhor amigo contos gaycontos eroticos massagem papaiconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostafoto de travestis arreganhadas de frentecontos sogra dando para o cachorrocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoContos homem casado se veste de munher e da cuvideos de clientes nao consegue segura e fica de pal duro na depilacaoconto erotíco fui sedusida nova e gosteiconto mamando minhas tetas e me abusandover contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadoconto erotico fui fudida em uma lan housecontos erotico cuzinho o cu da mamaecontos minha cunhada puta na praia com sua irma com fil dental e eu passei a mao nelas duasConto erotico marido surdoconto erotico dona de casa tranza com entregadoresContos Eroticos VóvoContos eroticoa transei cm um aduto na infanciacomi a prima do meu pai com mais de 50 anos contos eroticos publicadoscnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para variosContos Eroticos Chinesa e negãocontos eróticos com baixinhacontos verdadeiros narrados por mulheres encoxadas,sexo com animaisgostosa qee depois de levarvarias encoxada persebeu qee ta toda gozadamulher entrando na chapeleta do pôneicontoerotico guria patricinha com menino pobreTirei o c***** da minha enteada Camila e Ela gozou muitoirmao encochando no buzaocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestisex da negahjpadastru safadu enrabadudeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoPutinha do papai contoconto de dpcunhada sem calçinha contosmão amiga trêm metrô onibus show contos eróticosContos er pitao do paicontos o amante da minha mulher fez um leilão com elagostosa gordinhas tirando cabeçamulher passa muita margarina no proprio cuporn contos eroticos enteada gangbangcontos erotico ensinando o meninoConto erotico minhas filhas lindas do papaias rola de pratigo na bucetaContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachacontos de mulheres ninfomaniaca por sexodoeu meu cu entreu a maoTRAVESTI CHUPÁ OUTRO TRAVESTI E BEIJO NA BOCA E FUMANDO O CIGARRO Conto porno com escravo bem dotadocontos eroticos minhas filhas jeinnycomendo a veia crente contoscontos eróticos peguei minha mãe no flagrante