Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MADRASTA É ENRABADA PELO GAROTÃO!



Autor: Nina Von Teese



[email protected]







Madrasta é enrabada pelo garotão!



Como vocês bem sabem eu sempre acabo publicando situações e transas que aconteceram realmente comigo, e desta vez, o que venho contar não é diferente. Isso por que sou uma mulher que adora sexo, transpira desejo e possui na mente as mais loucas fantasias.



E isso para qualquer homem poderia ser o resumo de uma mulher perfeita, pois além de ser fogosa e cheia de tesão sou empresária bem sucedida, mãe de dois filhos que já estão na faculdade e respeitadíssima por todos.



Talvez esteja aí o problema, posso causar um certo "medo" nos homens, desconfio também que talvez seja pelo fato de ser casada há mais de 20 anos, e meu marido um conceituadíssimo e conservador empresário.



As vezes me vejo competindo profissionalmente com ele, e isso não é diferente em casa, na cama.



O Jorge, meu marido, enfrenta sérios problemas de ereção, é ansioso e para piorar tem ejaculação precoce. Eu como boa esposa, converso e sempre deixo claro que o amo e nunca vou deixá-lo por isso.



Sim, o amor permanece, mas e o tesão?

Eu quero continuar casada, mas as vezes me sinto queimando de desejo, fogo que ele há muito tempo não consegue apagar!



Mas sigo a vida, sá que coloquei agora na cabeça que sexo não tem a ver com amor e meu corpo necessita de um homem de verdade, quente, viril, que me pegue pelos cabelos e me faça gemer...



Ai... Eu fico toda arrepiada sá de falar, isso para mim é um desabafo!



Ele não sabe, mas eu já tive outros homens, e o pior ele nem imagina e até me mataria se soubesse. Como foi o que aconteceu no mês passado. Era aniversário dele, muitos amigos, parentes, entre eles a ex esposa e o filho de 19 anos, da idade do meu filho! Eu engravidei enquanto ele ainda estava casado com ela, mas hoje está tudo superado.



Bom, no jardim, champagne, salgadinhos, todos levemente embriagados em volta da piscina, escutando música alta e dando risada. Eu estava feliz, sorridente, recebia muitos elogios, pois apesar da idade, 42anos, eu ainda estava interaça! Eu ainda acho que estou melhor agora, ia a academia, me alimentava bem, o que possibilitou que eu naquele dia colocasse um biquine bem pequeno e andasse entre os convidados.



Naquela tarde, recebi muitos olhares, os maridos de nossas amigas estavam de olho em mim! Descaradamente apreciavam minha bunda e conseguiam ver as dobras da minha bucetinha pelada ainda por cima do biquine. Mas um olhar em especial passava a percorrer todo meu corpo como se analisasse uma escultura, era o Rafael, filho do meu marido.



Ele era lindo, olhos claros, moreno, magro, cheio de tatuagens um tesãozinho, confesso que em outras oportunidades eu já havia percebido que ele me cortejava, como foi no dia em que peguei ele no banho, ele levou um susto, mas entendi que tinha gostado, aliás, não posso deixar de comentar que ele tinha um pau enorme, ainda murcho dava para ter noção do seu calibre numa ereção.



Mas naquele dia, ele parecia estar querendo botar seu pau para funcionar, deitado numa espreguiçadeira via o volume de seu caralho no calção, ficava de frescuras e abracinhos com as meninas que estavam na festa.



Ele precisava despejar todo aquele mel dentro de alguém, e

aquelas ninfetinhas não iam dar conta disso.



Ele precisava de uma xana funda, larga, quente, que comportasse toda aquela porra que sempre jorra de homens jovens e saudáveis.

Já estava noite e eu fui colocar uma roupa mais quente, no closet procurava ao menos um agasalho, mas quando estava saindo levei um susto:



Linda? você tá ai?



Era como ela me chamava, Linda... Minha auto-estima ia nas alturas!



Eu quero um moletom! Grita ele já adentrando no quarto.



E eu, já sem a parte de cima do biquine, me cubro com uma toalha para evitar o susto do garoto. Mas ele entra rindo e enfatiza que o que é bonito é para se mostrar! Eu ainda complemento, que ele não queria ver de verdade...



Mas ele foi categárico e disse que aquele era o sonho da sua vida e me pede para ver meus seios, eu sem reação simplesmente deixo a tolha cair. Nesta hora ele se aproxima e de leve vem tocar em mim, ele aperta minhas tetas com tesão e voracidade, põe elas na boca e chupa meus bicos até ficarem latejando, guloso esse garoto! Sussurra ao meu

ouvido:



Você é linda, sabia!



Eu podia sentir o seu pau já duro como uma rocha fazendo volume na bermuda. Ele me abraça e beija minha boca, e eu lá de cima podia ouvir a música e as risadas do pessoal na piscina!



Era uma delícia, aquela lingua percorria meu pescoço e me molhava. Ele fechou a porta do closet e me deitou no chão, tirou meu biquinee caiu de boca na minha xoxotinha... Eu suspirava de prazer, como pode um menino desses sabia como fazer uma mulher delirar de prazer, e olha que eu já tive muitos homens, mas ele, transpirava cafagestisse e sensualidade.



Ainda no chão ele me põe como frango assado e sabendo da minha experiência vai logo no meu cu, tarado!



Ele agarra aquela pica grossa e mira bem no olhinho do meu cu e numa tacada sá chega a bater as bolas na minha bunda! Depois ele continua num delicioso movimento de vai e vem, que me faz latejar a bucetinha de tanto tesão.



Que ele era gostoso eu já sabia, mas que fodia tão bem eu estava descobrindo naquela hora! Ele me bota de quatro, e por trás puxa meu cabelo e como uma égua ele me doma.



Na minha bunda ele bate, e pergunta se está gostoso...



Gostoso? Tá átimo!



Mas preferi ficar calada, pelos gemidos ele já deveria saber que eu estava como uma cadela no cio, com a xana inchada de vontadade de ter um cacete arrombando ela. E assim ele fez!



Delícia, eu ainda não perco a oportunidade de sentir o gosto da minha porra que ficou no pau dele, uma cabeça de pica grossa, brilhante, lisinha... Ufa, era mil vezes melhor que o broxa do pai! Ele escorava sua mão na bunda, mirava seu pau no meu rabo e mandava ver!



E quando ele foi gozar, meteu na minha boca, e punhetava até sair aquele delicioso creme, porra gostosa, foda gotosa!



Fiz questão de engolir tudinho para não deixar vestígios.



Eu coloquei a roupa e descemos. Meu marido nem desconfia que seu filho tinha acabado de esvaziar o saco enchendo minha boca de porra poucos minutos antes, e então vem e me beija...



A festa prosseguiu sem que ninguém desconfiasse de nada, mas agora, é que eu não me separo do meu marido mesmo, seja por amor a ele ou ao filhinho gostoso dele!







Para visualizar outros contos bem picantes de

Nina Von Teese acesse o Blog:



http:contosninavonteese.blogspot.com



Ou ente em contato pelo email:



[email protected]



beijos bem molhados,



Nina Von teese.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos fui Penha a força por doiscontos eroticos. esposo duvidou da esposacontos de estupro nao resiste minha enteadacontos gay favelaSexo vagina primeiro amor contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto tranzar com patraocontos eroticos aventura em resendecantos eroticos dei o cuzao para meu filhocontos sodomizada por dinheirocontos eróticos com madrinhaconto gemendo no pau do pone taradoconto de medica lesbicacontos de coroa com novinhoporque.que.depois.que meu namorado chupou os meus peitos eles ficaram com o bico descacandohomem de pau duro pra outro no cfc contoeu e minha cunhada apos a festa conto eroticocontos eróticos com gordaAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhacontos gay negrinhocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosCdzinhas litoralcontos eroticos arrombando a gordacontos erotico fujonaconto erotico de pinto pequenocontos eronticos pai e filhia no camilhao trasei com elacontos eróticos rola babonaru e a amiga da minha esposa contoconto erotico casada com dupla penetraçãocontos eroticos de bala hallsPirocada sexo gay velhos tara contos veridicoscontoscomsograsapremira vez da fenandinhacontos eroticos a talaricaporno conto relava aquele peito em mimcontos o comedor falou o cu da sua mulher é muito gostoso.minha mulher se exibiu pra várioscontos eroticos gay meu padrasto de vinte e quatro anos me enrabou dormindo quando eu tinha nove anoshistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezrola na madrinha/contocontos eroticos de cunhado transando com a cunhada casada com o marido dela aceitandoAmigo do meu filho me fude junto com minha filha contocontos erotico garota do interior peteu cabaçoconto erotico viado afeminado chora na piroca do negao dominadorpega.pau.hendai.comtos.eroticosContos de sexo sobrinhos e tiasmulher vemdedora de avon cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto minha mae chupando meu pau com meu pai ao ladovagabundinha liberando a bucetinha e o cuzinho pra gurizinhos na ruaContos eróticos gay bem novinho querendo sentar no colo do papaium menino enrabou minha mulherContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cupernas grossas dosexogays coroas do bairro agua verdecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemacho subjugado a chupar buceacontos erroticos de incertos filha amante do mulher crente traindo o marido conto eróticomulheres com biquinis bem atolado na bumda fotossexo brasileiro com irmazinha gostosa na hora da malhaçaoConto de sexo com animalcontos eroticos/final de semana/dp analacordei com um boquete contos eroticominha patroa gortosa e tarada por pauGGsou casado meu cunhado vem morar com nós acabei transando com ele contos eróticosContos eroticos meu pai tirou minha virgindadecontos eroticos puta que ama ser putacontos filhinha brincando com a picapaguei para fuder minha tia contoscontos eróticos mostrandocontos eróticos relatados por mulheresconto estagiaria virgemContos erotico exibi meus peitos enormes pro papaicomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosestuprada pela quadrilha conto eróticoporno conto maecontos eroticos gay bebendo com meu padrinho