Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA ESPOSA PUTA - PAGOU PARA SER ARREGAÇADA POR 4 E DEPOIS ME DEU O CU

Estava viajando a trabalho e voltei antes do tempo previsto; chegando ao escritário deixei todos os papéis com a Secretaria para finalizar os negácios e aproveitando que era umas 14:00 hs. fui para casa tomar um banho, chegando em casa entrei pela garagem bem devagar para fazer uma surpresa, mas a surpresa foi minha ao escutar alguns gemidos; quando olhei pela janela quase cai de susto, minha esposa estava chupando uma rola enorme, ela parecia estar entalada com aquela pica grossa; do banheiro veio outro homem, ele já veio tirando a rola e colocando na frente do seu rosto para ela chupar, a pica estava mole mas bastou algumas chupadas para ela crescer na boca da vadia de minha esposa.. Minha esposa chupava ora um ora o outro caralho com tanta vontade, eles puxavam-na pelo cabelo e atolavam a vara até o fundo da garganta. Entre assustado e excitado, voltei ao carro e peguei uma camera digital que tinha comprado no aeroporto e comecei a tirar fotos. Eles gozarem na boca dela, que engoliu o que pôde, deixando escorrer um pouco pelos cantos da boca. Minha esposa se levantou e foi ao banheiro, provavelmente se lavar e quando voltou, vinha com mais dois homens negros; que ela logo foi despindo as roupas, e falando para os dois que tinham gozado em sua boca:

- Então esse é o prêmio por ter engolido a porra dos dois, nossaaaaaaaaaa, nunca tinha visto caralhos tão grandes.

Simone, minha esposa, foi logo chupando os dois caralhos, enquanto um outro foi falando:

- Vocês podem comer essa vadia que já fodemos em todos os buracos .

Um dos negrões respondeu olhando para ela:

- Essa puta vadia vai ser arrombada em todos os buracos.

Colocando-a de quatro ele enterrou a vara de uma vez em sua boceta, o que fez ela gritar de dor e prazer e disse quase chorando:

- Enfia devagar; esse caralho é muito grande, eu não aguento tudo isso ...

O outro negrão sorriu e oferecendo-lhe a pica para chupar falou que aquilo era sá o começo.

Eles se revezaram um pouco na boceta e na boca dela, e ela não parava de chupar aqueles caralhos enormes. Um dos negros puxou-a pela cintura e fez ela ficar sobre ele de constas para os outros e disse que era hora de fazer um sanduíche com a putinha, e o outro negro logo se aproximou por traz de minha esposa e começou a empurrar a pica enorme contra o Cu dela, ela começou a pedir para pararem pois ela não aguentaria dois caralhos daquele tamanho de uma sá vez; chorando a vadia da minha esposa falou que nunca tinha feito uma dupla penetração e que nunca dera o cuzinho para um negro caralhudo como aquele; não adiantou nada, os outros dois caras que apenas assistiam, seguraram-na pela cintura e ombros dizendo:

- Você não queria um negrão, pois agora vai ter que engolir tudo, do jeito que ele quiserem....

Com a minha esposa puta imobilizada o negrão empurrou até passar a cabeça, a minha esposa começou a chorar dizendo que estava doendo muito, que eles estavam rasgando ela toda, então o outro negrão se aproximou do rosto dela e colocou a pica em sua boca fazendo ela chupar e calando a sua boca com aquela rola enorme, e falou:

-, Pois é sua puta, quem mandou nos chamar....., portanto aguente.

Os negrões começaram a socar nela cada vez mais rápido e minha esposa uivando, gemendo, chorando no caralho do negrão. Os negrões gozaram nela e trocaram de posição; o negrão que tinha arrombado o Cu dela colocou na sua boca enquanto o outro socava no seu Cu. O negrão que estava sendo chupado sentou no sofá e mandou ela se sentar na rola dele de frente para ele, a vara entrou com um gemido sentido, nisso o outro veio e colocou a cabeçona da pica no seu cuzinho e começou a enfiar; ela urrou, gemeu, gritou que estavam rasgando ela, mas a vadia recebeu os dois caralhos negros, um no Cu e outro na boceta. Ela começou a pedir par eles bombarem que ela estava adorando, eles prontamente começaram a socar com violência, arrombando e arregaçando o seu Cu e sua boceta. Depois de muito foderem o cú, a boceta e boca da puta da minha esposa eles gozaram, caindo desfalecidos pelo sofá. Quando achei que tinha acabado, os dois primeiros caras falaram que para arrombar de uma vez eles iriam enfiar os dois paus de uma sá vez na boceta dela. Ela falou que não que não aguentava mais nada, quando um deles deu um tapa em seu rosto e falou que ela iria fazer o que eles mandassem. Ela simplesmente se ajeitou no sofá deixando a boceta arregaçada a disposição do negrão que começou a enfiar os dedos em sua boceta, enfiou dois, passou para três e depois para quatro dedos. O branquelo que deu a idéia sentou-se no sofá e ela ajeitou o caralho dele na boceta e fez entrar tudo, arqueando-se em cima dele e empinando a bundinha, o outro branquelo veio por trás e colocou o pau junto ao outro forçando a entrada naquela boceta arregaçada e esfolada. Ela chorou, uivou, implorou, soluçou, mas nada fez eles mudarem de idéia, e apás forçar bastante a rola entrou e com jeito ele começou a bombar naquela boceta. Ficaram bombando até gozarem naquela boceta dilacerada, quando se largaram pelo sofá. Um do negrões levantou-se e falou que iria urinar, ela falou:

- Espera.

E simplesmente ajoelhou-se em sua frente e engoliu o caralho do negrão que começou a urinar em se a boca; ela engolia um pouco e o restante escorria pelo canto da sua boca. Os outro se aproximarão e começaram também a urinar nela, em seus peitos, cabelos, pernas e coxas. Quando acabaram ela foi ao banheiro e ouvi o barulho do chuveiro, enquanto eles vestiram a roupa. Saindo do banho enrolada na toalha ela veio até a sala, pegou sua bolsa, retirou dinheiro de dentro dela e entregou a um deles dizendo:

- Aqui está o pagamento.

Ele conferiu, falou que estava O.k., todos a beijaram e foram embora; ela foi na direção do quarto. Voltei para a garagem e fiquei por mais de duas horas sem sair do carro, sem saber o que fazer, assustado com tudo aquilo. Tomei uma atitude, sai do carro e subi indo diretamente para o quarto, ao abrir a porta ela olhou assustada e me vendo perguntou se tinha voltado antes da viagem, falei que sim, ela simplesmente levantou e me beijou.

Peguei a camera e lhe entreguei dizendo:

- Aqui está o presente que vc. Pediu.

Ela pegou a camera e me beijou agradecendo; peguei então os conectores e liguei na TV do quarto e selecionei as fotos que tinha feito dela e coloquei para rodar; ela olhou pasma, enquanto fui tomar uma ducha na suíte.

Quando voltei ao quarto ela simplesmente tirou a toalha, empinou a bunda e falou:

- Agora vc já sabe que adoro dar o Cu. Vem e fode o meu Cu, que estou com tesão de dar o Cu.

Meti naquele Cu arregaçado, entrou facilmente fiquei bombando até gozar. Nesse momento ela falou:

- Hoje aguentei dois caralhos na boceta; quando for dois no cuzinho prometo que um será o seu........

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos negão sou o cu da minha mulhercontos namorada deu o cu paratirei o cabacinho de minha sobrinha novinha contocontos r eroticos de pro cachorrocontos eróticos de patrão com secretária recentestransa ariscadacontos eroticos na madrugadacontos eróticos peguei minha mulher com a empregadacontos mulher da p o sobrinho do pau grande e marido veputinha desde novinha contos eroticoscavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadapalestra buceta divididacontos eroticos comi minha sogra de calcinha fio dentalcontos eroticos gay game apostacontos eróticos gay putinha pedreiros"contos eroticos" cunhada peladacontos eróticos gay e casais rjpunhetabdo no hospitalconto eonico de sexo analbianca casada dando a bunda ea buceta contos eroticoscontos dei o cu pro agricultor pauzudocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto elotico pai xfilhacontos eroticos gays com gesseiros zoofilia com gozadas e enguatescontos eroticos no condomínio de chácaraspornô grátis boa f***.com Só conto sogra transando com genrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentequero ser corno contosmeu cachorro taradocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos comendo cu da mae e da irmaconto gay sai da urgia acabadacontos comendo a sogra gordacontos elas gostam de chupar e punhetaContos eroticos no cinema bolinadaporque eles bunduda gostosacontos erotico mendigoContos eroticos em onibuspono gay. de homens taxetacontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeucontos calcinha da minha tia coroacontos eroticos ma minha despedida de solteira fuquei com 25 homensandreia baixinha tranzando e tamiriscontos meu vizinho taradocontos fiquei de mal e transei com meu sogrocontos er gozando na boquinhaContos erotecos de estrupo dentro do baile funkvarios contos eroticos juntos para ler de cunhadas novinhas na orgiaComi cu claraswing tio com sobrinhas flagrante historias contoscontos erotico de casada que foi arregaçada bebadacontos erotecos fiz uma cabine pra minha mulhercontos eronicos d pessos q fodemconto transformado travestiMelhor transa contosconto erótico fode cm clientes no camarotechegou em casa e irma tava pelada na casavideos de mulheres peladas e toda cheia de manteigaconto erotico com sadomasoquista cinto de castidadeconto lesbico tia iniciando a sobrinhacontos eroticos comendo o bucetao cabeludoCONTO CHUPETEIRA DO BANHEIROcontos eroticos mulhersibha do papaipoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casaler conto erotico irmao fode a irma no onibosMesmo contra a vontade da minha familia eu sou mulher do meu primo viuvo conto eroticocomendo a dona da locadoraconto erotico de travesti cagandocontos esposa branquinhaPresentes grandes para minha esposa contos eroticos