Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUI MULHERZINHA DO CAMINHONEIRO

Resolvi fazer uma viagem de férias, mas muito diferente, sá de mochila nas costas e muita vontade. Eu levaria sá dinheiro para comer na estrada, tanto na ida quanto na volta. Fui para a estrada até perto de um posto de gasolina, onde haviam diversos caminhões parados, então resolvi arranjar a primeira carona ali. Vi vários caminhoneiros no bar do posto, outros indo para o banheiro que foi o primeiro lugar que entrei é claro. Alguns caminhoneiros tomavam banho, pois estava um calor muito forte e assim preparavam-se para pegar a estrada. Fui até o mictário onde tinha dois caminhoneiros e resolvi puxar conversa e depois de um tempo perguntei para onde iriam, já que pra mim qualquer lugar seria bem vindo. Então um deles, um homem negro muito forte, alto e com cara de sacana aparentando uns quarenta e oito a cinquenta anos me disse que já estava saindo para Caculé na Bahia, e que poderia me levar, pois seu caminhão era de cabine espaçosa, grande e confortável. então fomos para o caminhão, onde constatei que realmente era grande por dentro. Ele entrou e já tirou a camisa mostrando um corpo musculoso, braços e pernas grossos e como sua bermuda era justa deu pra observar bem o tamanho da sucuri que ele tinha entre as pernas. Começamos nossa viagem ouvindo musica sertaneja e contando aventuras de nossas vidas. Quando deram umas sete horas da noite ele parou num posto muito bonito onde tinha um terreno enorme que era usado como estacionamento para caminhões onde os caminhoneiros pernoitavam, era escuro, cercado e com vigia no portão, Ele resolveu estacionar seu caminhão na parte mais escura e deserta.Ele me disse que estava um pouco cansado e com sono por isso íamos tomar banho, jantar e dormir já que iríamos dormir no caminhão. Ele arrumou a cama na parte detrás do caminhão, onde tinha um espaço muito bom pra dormir. Ele me disse que dormiríamos ali e me perguntou se tinha algum problema e é claro que eu disso que não. Então fomos tomar banho, sá que quando entramos no banheiro que era enorme, havia uns vinte Box c chuveiro, sá havia um vazio e ele disse vamos ter que tomar banho juntos nesse aqui, pois ta lotado, eu disse que tudo bem. Ele disse então: -Espero que não se importe. E eu concordei dizendo que tudo bem. Entramos no Box e fechamos a porta, era meio apertado e começamos a tirar nossas roupas, quando tirei toda a minha e ele tirou a dele, quase tive um treco, pois ele tinha uma rola enorme que compara da à minha que tem 19 cm, a dele mole deveria ter uns 23 cm; ele ligou o chuveiro e começou a se ensaboar e eu não conseguia tirar o olho daquela rola enorme, isso ela mole, ele parece ter percebido e me disse: - Quer que eu esfregue suas costas?...eu prontamente disse que sim, então me virei de costas pra ele, me apoiei na parede, separei um pouco as pernas e ele começou a esfregar minhas costas chegando com a picona perto da minha bundinha, lisinha, redondinha, de cuzinho rosadinho e dava uma escostadinhas, tipo como quem não quer nada e aquilo sá estava me deixando com tesão que foi aumentando, tomando conta de mim rapidamente, ele percebendo tudo foi encostando cada vez mais aquela rola deliciosa e eu fui cedendo, já com a respiração ofegante, ele então começou a descer a mão passando sabonete nas minhas costas e de leve foi descendo a mão junto com o sabonete e começou a esfregar no meu reguinho, subindo e descendo onde derrepente parou com o dedo bem na entradinha do meu cuzinho e começou a forçar de leve, onde seu dedo enorme foi entrando, então ele enfiou dois, três, quatro e me fazia rebolar naqueles dedos, não aguentando mais, virei um pouco me inclinei e comecei a chupar sua rola que já estava meio dura. Aquela picona ficou enorme com uns 19 cm de circunferência e não demorou muito ele gozou na minha boca de maneira que consegui engolir tudo, mas a rolona não amoleceu, então ele me virou de costas pra ele, separou bem minhas pernas, se agachou e começou a dar estocadas fortes com a língua no meu cuzinho que há essa hora já estava disposto a engolir até a perna dele, eu já não tinha mais controle, ele levantou, me fez arrebitar mais minha bundinha e colocou a cabeçuda na entradinha do meu cuzinho e me disse para eu mesmo ir forçando de maneira que ele enterrasse aquela pica sem me machucar. Quando acabeçorra passou, ai deslizou todinho pra dentro, não acreditei que eu estava com tudo aquilo dentro de mim; eu sentia meu cu arregaçando e isso me dava um tesão violento, tanto que eu comecei a gemer e ele percebendo que eu estava pra gemer alto, tampou minha boca, me abraçou por trás e começou a mandar rola, era cada catracada mais forte que a outra e eu há essa hora queria mais. Ficamos assim por uns quinze minutos, então senti seus jatos de porra me inundando, foi tanto que escorria pelas minhas pernas e eu tava adorando tudo aquilo. Quando ele acabou eu estava com as pernas bambas, mal conseguia ficar em pé e ainda não tinha gozado, mas resolvi deixar pra depois, acabamos de tomar banho, chupei mais um pouco sua rola e fomos para o caminhão. Deitamos e dormimos rápido, Quando foi madrugada, o senti me abraçando por trás, colocando sua rola entre as minhas coxas, já que dormimos sem roupa devido ao calor que fazia. Senti o cacetão duro dele com a cabeçuda já na minha bundinha e a mão alisando minhas tetinhas. Meu pau estava endurecendo rápido devido ao tesão que eu sentia e me coloquei com a bunda mais arrebitada para facilitar a entrada daquela picona enorme no meu anelzinho novamente. Era um pau muito grande, como eu estava deitado de ladinho, ele lubrificou com muita saliva meu cuzinho, ergueu minha perna esquerda, forçou um pouco a entradinha do meu cuzinho e a cabeça passou com facilidade, sentindo depois o restante daquele poste me invadindo, mas estava tão bom que eu me sentia uma verdadeira puta e ele começou a bombar me chamando de piranha, vagabunda, safada, putinha e me dizia, sente eu te comendo safada, to te arrombando, arregaçando, te fudendo bem gostosinho, tesuda. Então ele gozou no meu cu, de maneira que eu gozei sem por a mão no pau e gozei muito. Dormimos assim até amanhecer, com a pica dele ainda enterrada na minha bundinha e acordei com ele endurecendo dentro do meu cuzinho e como eu já estava bem lubrificado, com o cuzinho cheio de porra, ele sá precisou começar a bom dar novamente e meu tesão também foi aumentando e comecei a gemer baixinho e ele me chamando novamente de putinha gostosa, quando ele já estava perto de gozar eu percebi e disse: - quero seu leitinho na minha boquinha meu macho gostoso, imaginem sá, um macho negro, forte, com uma pica gigantesca e grossa atolada no seu cu...é uma delicia, eu adoro ser putinha de macho assim, adoro me vestir com lingerie, tipo tanguinha fio dental enterradinha no reguinho da bunda, salto alto, espartilho, vestidinho coladinho, meia 78, peruca, maquiagem, sei me sentir uma verdadeira fêmea. Quando ele ia começar a gozar, tirei sua pica do meu arregaçado cuzinho, a coloquei na boca e comecei a chupar de maneira que em 3 minutos ele gozou na minha boquinha, onde sorvi toda a porra, deixando aquela picona limpinha e enquanto ele gozava na minha boca eu também comecei a gozar e muito. Levantamos, fui até o banheiro, tomei outro banho, mas ainda sentia porra escorrendo da noite anterior, tomei um banho super gostoso e voltei para o caminhão. Gastamos quatro dias para chegar em caculé, mas ele me comeu todos os dias pela manhã, tarde e noite e me tratava como putinha mesmo, fiquei toda arregaçada, mas valeu e muito. Se você quiser me fazer sua putinha como ele me fez, isso se você quiser, posso me travestir sá para você, me escreva, meu e-mail é: [email protected] ou [email protected] que responderei rápido. Logo estarei de volta com mais contos.

E-mail= [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay garotinhominha prima me deu conto eroticocantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzaosogra humilha genro contos eroticoscontos eróticos corno e viadinhomarido chupando a x*** delacontos eroticos arrombando a gordacontos de casadas que se entregam a outro homemconto erotico chefe do meu marido me bolino por de baixo da mezacontos erotico lesbico tirei a virgindade da minha irma com uma cenourafiz ela chupa meu pau dormindocomi o cu da minha sogra medrosa contovideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladapeitos da prima pulando fora da blusa no sexocontos eroticos eu e meu padrastocontos eróticos dívidi minha mulhercontos eróticos fábrica dos prazeresConto de puta esporrada por muitos machos no barContos eroticos. Meu rabo gostoso abertocontos eroticos gozando no cu da coroamasturbando pelo telefone contos eroticogenro fica só em casa com a sogra por causa da chuva ela gostosa contos eroticoscontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismocontos eróticos pular pulacontos eroticos dando o cu mais que xuxucontos de coroa com novinhoficou vixiada bo inxestoconto erótico meu marido bobãotrs com minha tia no banheirocontos fode mesmocolo conto gayqueria que minha esposa me traísse contosconto eroticos de novinhos com amigosaproveitam da inocência da mulher b******* na academia conto eróticoeu confesso mijocontos eróticos mostrei meu saco p minha maeContos erotico desvirginei as filhas do meu amigocontos eroticos em familiaver tv pornô mulher que tem a vajina muito linda e grade gozando na pica sem para vaquira com o cavalocontos eróticos comedor a família todameu primo bate punheta todo dia e fico toda molhadagreludinha na praia contocontos sem calcinha no coloPULAVAAI XVIDEOconto erotico trepei com meu primo engravideiconto eróticos primeira vez estrupada com dor com negrocontos eroticos comi a enfermeira no hospitalo comedor do casal contoPiquena mais ja assanhadinha pelos coroas contos eroticoscontos erodicos toma no cu tomaContos sexo com pai da amiga e engravideicontos eroticos minha mulher apanhacontos de sexo bebada depiladahomem de calcinha enrabadocontos dois gemeos chupandoContos erticos trouserao meu marido bebado pra casaComtos mae e tia fodidas pelo filho e amigos delecontos enteadacontos eroticos arrombando a gordaeu quero ver a coroa instigando o marido com a calcinha fio-dentalcontos tia preferidamulher gozando a um metro de distansia e mijandoconto arebentei cu meu patraoeu e minha cunhada apos a festa conto eroticoFotos erótico padratos e entiadaconosco toma a porra de. macho na. bucetacontos enquanto dormia comi minha irma e suacontos comi a japonesa rabuda casadacontos verdadeiro meu sogro insaciavelConto erotico comendo Cliente e Crentecontos eróticos da casa da irmã queridatia gosta de ver pau enorme de sobrinanos 90ho classico quero ver contos de fada tia dando a bundinha para sobrinhosobiu no cu delacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepica de bode conto