Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADINHA DE BRASÍLIA

Lamentavelmente, não tenho tido, nos últimos tempos, ocasião para compartir com Vocês algumas de minhas deliciosas aventuras eráticas. Mas, consegui encontrar um tempo agora.

Pelos meus relatos abaixo podem ter uma idéia de como sou. Chamo-me Paulo, tenho 43 anos, casado, super jovial e esportivo, o que me faz estar em átima forma física. Durante os últimos 4 anos vivi uma relação deliciosa, erática, apaixonada e totalmente depravada com uma super gata de Brasília, casada também, moradora do Lago Sul. Irei aqui chamá-la de Márcia.

Com 33 anos, Márcia é uma mulher simplesmente deliciosa, super malhada de academia, profissional super competente, inteligente, super agradável, de muito bom nível social e cultural, enfim um charme e um tesão de mulher. Morena, cabelos lindos, rostinho de menina e um corpo simplesmente fantástico. O que mais me encantava, porém, era sua bunda, deliciosa, bem durinha, sempre protegida por uma microcalcinha.

Nos conhecemos na academia de ginástica, uma super famosa, quando eu estava morando em Brasília. Nossas conversas eram animadas e percebemos claramente que tínhamos inúmeras afinidades. Daí para o primeiro beijo foi apenas um passo. Passamos a nos encontrar diversas vezes mas, ela tinha medo. Brasília é pequena e muitos se conhecem. Era natural que ela tivesse medos e angústias. Eu também tinha que ter cuidados, pois afinal também era casado.

Por razões de trabalho, tive que voltar a morar no Rio. Mas, não queria perder a Márcia. Nem tínhamos transado mas tinha certeza de que entre nás existia uma química única e fantástica.

Passei, então, a buscar oportunidades em meu trabalho para ir à Brasília. Foi assim que tudo começou.

Nossas trepadas eram absolutamente fantásticas. Nunca tinha vivido uma relação tão intensa e apaixonada. A Márcia tinha muita curiosidade em como seria dar a bundinha, o que me deixava absolutamente louco e alucinado, pois amo, sou simplesmente louco por sexo anal. Para minha imensa surpresa, ela me disse que o marido dela jamais tinha tentado comer sua bundinha.

Nossas brincadeiras eram deliciosas. Ela desfilava para mim, se exibia toda, abria bem a bundinha, arregaçava a bucetinha e a esfregava em meu rosto. Eu a lambia toda, colocava minha língua lá dentro, bem no fundo mesmo. Ela gemia, dizia que era minha puta tarada, depravada. Com muito cuidado e muito lubrificante mostrei a ela como sexo anal poderia ser delicioso. Ela simplesmente delirou. Ficou viciada em dar o cuzinho, em todas as posições possíveis e imagináveis, e sempre queria mais e mais. A deixei totalmente arrombada e ela adorava me mostrar seu cuzinho bem aberto.

Comprei para ela vibradores e um plug anal. A deixava de quatro na cama e colocava um vibrador em sua bucetinha e outro, bem mais grosso, em seu cuzinho. Ela gozava como uma puta com os dois vibradores imensos. Rebolava, gritava, me xingava. Me dizia que se fosse minha mulher iria me fazer de corninho em nossas viagens de férias, o que me deixava ainda mais excitado e me fazia gozar fortemente. Era delicioso comer o cú dela com um vibrador enfiado em sua buceta.

Adorava também colocar luvas de látex em minhas mãos para ir abrindo bem sua bucetinha e seu cuzinho. Conseguia colocar meus cinco dedos inteiros bem lá dentro, de tão arrombada que ela estava. Ela me dizia que eu tinha liberado a puta que existia nela, algo que ela não sabia que existia pois seu marido sempre foi super conservador com ela na cama.

Comprava para ela também roupinhas de putinha, como microsaias, shortinhos mínimos, tamanquinhos. Ela delirava e fazia um super desfile para mim. Como ela mesma dizia, ela era minha putinha chique e sofisticada. Amo mulheres assim.

Enfim, vivemos uma relação deliciosa e totalmente depravada. Por morarmos em cidades diferentes, nossa relação pôde durar graças aos nossos diversos e-mails e telefonemas.

Por razões várias, sobretudo porque não consegui voltar a morar em Brasília e porque seu marido começou a desconfiar ela se afastou de uma forma inesperada, o que me deixou muito triste e chateado. Conseguimos voltar a conversar pessoalmente, mas ela está ainda assustada com as desconfianças de seu marido, o que entendo perfeitamente. Nossa relação hoje em dia está bem mais distante, o que é uma pena.

Mas, a vida continua. Estarei em Brasília, por razões de trabalho, durante todo o mês de outubro, e adoraria encontrar uma super gata, muito gostosa, comprometida ou não, ousada, super discreta e de átimo nível social e cultural para curtir momentos deliciosos e bem sacanas. Discrição é fundamental. Eis meu e-mail: [email protected] .







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos o motorista e a ninfetacontos servente de pedreirocontos eroticos surubascontos esposa branquinhaconto erótico meu sogro bem dotadosogra contando como chorou na pica do genro contos eroticosempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a bucetacontoseroticos negaocontos d cdzinha d shortinho socadosexo com vizinha muito rabuda vigiadocontos minha mulher olhando o volume do caracontos eróticos sequestrocontos bebe safadacasa do corno de mulata traindo cu arombafoNao aquento conto pornoconto erotico flagraEstuprei uma mulher obesa bebada dormindo de short largo contocachorro pinche lambe buceta e festaescanxa na picacontos erótico participei da tranza quando minha prima perdeu o selinho com me namoradoaquelas olhadas safadasContos pornos-esporrei na comida da cegazoofilia mulheres beijando e transando com cachorros contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos arrombando a gordanoite fria com titia contos eróticoscontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeuContos eroticos no acampamentoxvdeo porno mulheres batenopuheta e gozando na boca punheta é boqueteContos bdsm sequestradasarinha contos eróticos numero de telefoneporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetahestoria porno a fatasia do meu marido e c cornocontos eroticos eu minha esposa e os flanelinhas safadoso virgem comi uma egua preta contocontos eroticos casal voyeur sem quererconto erótico comendo o passivo de calcinhaComtos mae fodida pelo filho e sobrinholoucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaocontos eroticos velha e dotadoContos eroticos pai come a filha como castigoconto namorada puta corno obrigadocontos eróticos incestos a bucetinha da minha filha é so minhacontos eróticos cu saindo pra foravídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindacontos esposa branquinhacontos de coroa com novinhoencoxada no onibus conto eroticoestuprada na lanchonete contoscontos eróticos abusadavideos porno de mulheres que se engravidam na zoofiliacoroas de bucetas grandes conto eróticosbucetuda goza ate travarcontos eroticos arrombando a gordaConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmacontos aliviando as tetas de minha irmacontos erotixos comi abuceta da minha irma cadeirantecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteuma.gradi.rola gozano.nabuçetaContos eroticos pai come a filha como castigoContos eroticos o professor de quimica me comeu varias vesses e tirou minha virgidadedando desde pequeno contos eroticos gayscontos eroticos arrombando a gordaporno fui estudar na casa da prima gostosa e ela dise que ia ter aula de fidebuceta inchada da cunhada...contosler contos com fotos de esposas sendo estupradas engolindo porra de dotadoscontos eroticas professora e alunomae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornobuceta Detinhacontos eroticos menininhas dormindo na rolaeu estava raspada contos de esposa acanhadaele ficou sem as pregas do c*contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de sexo so da u cu cagando