Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NEGÃO DA MINHA PRIMA ME ARROMBO

Este conto aconteceu com um amigo meu, que pediu pra contá-lo, escrevi dizendo exatamente às palavras que ele me ditou...



Aconteceu perto do Natal, eu estava com meus 19 aninhos e muito bonito, sarado, bundinha dura grande e empinada, cabelo loiro e ondulado na altura dos ombros...

Na época, minha prima, de 25 anos levou seu novo namorado para o natal com a família, ele tinha 28 anos seu nome era Roberto, um negro lindo, sarado e alto, careca e muito gostoso, é claro que fiquei reparando o cara, mesmo porque não conseguia evitar.

E em certo momento ele vai passar por mim na escada e passa, me encoxando, dei um suspiro e ele uma risadinha, do tipo “te peguei garoto!”, o tempo foi passando e eu decidi dormir na casa da minha tia, mãe desta prima, em um outro dia, e quando chego lá descobri que minha tia tinha ido viajar e que sá estavam minha prima e o Roberto lá, ai como eu não queria atrapalhar os dois fui falei a minha prima que voltaria pra casa (nossas casas são perto então eu fui e voltei a pé) mas no meio do caminho um carro parou e baixou o vidro, era o Roberto

- entra ai garoto! Vamos dormir lá... – disse ele com um lindo sorriso

- mas vc vai ficar transando com minha prima e eu vou ficar lá pra atrapalhar! – ele assustou com minha resposta, mas já rebateu.

- sua prima esta de tpm e eu não vou conseguir nada com ela, espero que seu videogame esteja ai na sua mala porque nás vamos passar a noite em claro (sá não imaginava que era transando... haha...)

- não, está em casa, mas se vc quiser nos vamos até lá e pegamos! – tinha acabado de convidar o cara pra ir em casa na maior ingenuidade...

-vamos, sobe ai.

No carro ele colocou a mão enorme na minha coxa e ficou o resto do caminho sem move-la, não falou nada, nem eu, ele desligou o carro, entramos em casa e eu como de costume tirei a camisa e falei que ele podia fazer o mesmo, então depois de ele ter tirado a dele ficamos um tempo nos olhando, nos analisando, ai eu disse

- arruma as coisas pra mim que eu vou tomar um banho rápido, esta muito calor.

Então eu fui e não tranquei a porta, deixei levemente encostada o tempo passou eu estava lá, de costa para a porta, e acabei me virando, e ele estava lá, me olhando, e mexendo no pau, fiquei constrangido, queria agir mas não tenho coragem.

- desculpe me dizer, mas puta que pariu! Que bunda gostosa que vc tem, agora que vc virou percebo que não é sá a bunda, mas todo o seu corpinho sarado né, hahaha...

- ah obrigado, vc tbm é muito gostoso, forte...

- posso tomar banho com vc? – pronto, estava feita a merda!

- claro – ai ele tirou o shorts e a cueca e libertou aquela cobra negra enorme, e aquele saco lindo, fiquei boquiaberto, seu cacete estava meia-bomba, então ele entrou, pegou o sabonete e disse:

- onde vc estava lavando, deixa eu te ajudar ai depois vc me ajuda, pode ser?

- acho que sim, mas, por favor, se vc for rude eu te denuncio como estupro.

- mas que grosseria priminho, é claro que eu vou te tratar como uma mulherzinha linda e delicada – dizendo isso ele me virou, me abraçou por trás e bateu uma punheta deliciosa até meu cacete ficar duro como pedra, sentia aquela jeba encaixada na minha bunda com a cabeça roçando minhas costas e seu peito musculoso, seus mamilos duros.

Então ele se abaixou abriu minha bunda e enfiou sua língua em mim, a água caia nas minhas costas e passava pelo meu cuzinho, que delicia aquele cunete, ele sabia o que estava fazendo, quase tive um orgasmo, então ele se levantou me virou e eu automaticamente peguei no seu pau e comecei a socar uma bronha pra ele, ai ele disse;

- esta vendo, olha como vc deixou meu caralho! Timmy, abaixa e chupa o tio vai – não pensei duas vezes ajoelhei e enfiei aquela jeba na boca, mamei desesperadamente, desci e abocanhei suas bolas, uma depois a outra e revezava, voltei para o caralho passava a língua na cabeça sugava, brinquei que era uma chupeta e então senti suas veias estufarem, e uns espasmos, sabia que ele iria gozar, entao me concentrei na cabeça e no vai-vem com meus labios enquanto bolinava ele, ele curvou a cabeça pra tras e soltou um urro entre-dentes, e senti, 5 jatos de porra quente e grossa na minha boca e garganta, seus jatos eram fortes e eu engasguei.

Roberto então me levantou e me beijou, me virou de costas e pegou o sabonete, passou na minha bunda e na sua mão, e enfiou um dedo, depois o outro e revezava e enfiava três, girava mexia e eu gozei muito no chão do box, ai então ele já estava com o mastro em pé novamente e pediu:

- putinha passa sabonete no seu cacete vai - com o cu empinado para seus dedos eu me virei e alisei aquele caralho ate estar muito ensaboado e nisso meu pau já estava duro tbm e eu excitado de novo.

Ele encostou a cabeça no meu cuzinho e me segurou pela cintura, escorregou vagarosamente me rasgando ao meio, eu gemia de dor, então entrou a cabeça e eu soltei um grito abafado, ele continuou, empurrando o cacete bem devagar, sem nunca voltar, e depois de muito tempo eu já estava chorando e o caralho finalmente atolado no meu rabo, ele disse:

- pronto agora nás esperamos vc se acostumar ai eu acabo de arrombar esse cuzinho delicioso! – dizendo isso eu não aguentei mais e rebolei naquela pika enorme que eu sentia na minha barriga, ele deu uma risadinha e começou um vai-vem, bem devagarzinho não tirando quase nada, ai ele aumentou o ritmo cada vez mais e quando percebi ele estava me comendo com muita força, me segurando pela cintura, tirava ate a metade e atolava a jeba de novo, minhas mãos estavam apoiadas na parede e eu empinava cada vez mais meu cuzinho para receber aquela vara enorme, eu gozei de novo, e depois de alguns segundos ele acelera mais e me abraça, me segura pelo peito e mexe loucamente sá o quadril, sentia como se aquele caralho fosse me atravessar, então ele urrou e me apertou mais e senti jorrar porra no meu cuzinho arrombado e os espasmos do caralho.

Ficamos assim ate ele recuperar o fôlego, minhas pernas falharam quando tentei ficar em pé sem ele, ai ele me segurou, me lavou as pernas que estavam sujas de porra e me secou, secou ele depois e disse:

- Muleque! Vc quer me secar! Olha meu cacete duro de novo querendo esse cuzinho lindo e apertadinho! – realmente seu pinto estava duro de novo, eu nem pensei, me abaixei e comecei a mamar, ele empurrava minha cabeça e gemia, ai ele me levantou e me carregou ate minha cama, me jogou lá e colocou as minhas pernas em seus ombros (frango-assado), cuspio no meu cu e no caralho e enterrou de novo, soltei um gemido de prazer, e ele já começou a bombar eu gemia de prazer, olahva aquele corpo másculo e musculoso suado me comendo de novo, ai que delicia.

Ele saio de cima e deitou na minha cama, com o cacete apontando o céu, ai então eu fui ate o banheiro passei lubrificante no cu e voltei, me agachei de frente pra ele e calvalguei naquela pika, ele apertava meu peito enquanto eu sentava ai depois quando eu já não aguentava mais ele me colocou de bruços e ergueu uma das minha pernas para abrir minha bunda pra ele, e fincou o cacete no meu rabo, me comeu mais um pouco assim e entoa ele acelerou e me abraçou, (fez a mesma coisa no chuveiro) sentia seu hálito quente na nuca e o suor escorrendo, meu cu ardia e ele bombava muito rápido e forte, ai gozou, encheu de novo meu cu de porra, depois ele se levantou e nos voltamos pro bamho, nos lavamos e ele vendo que eu ainda não tinha gozado se ajoelhou, me abraçou e me chupou ate eu gozar na boca dele.

Depois nos nos secamos e colocamos roupa ele me abraçou e nos beijamos, ai ele disse:

- vc vai ser sempre minha namoradinha agora né?

- sim, e vc sempre vai poder comer esse cuzinho, hahah...

- vamos voltar então sua prima deve estar preocupada

- ok – então nos voltamos ela já estava dormindo, ficamos abraçadinhos assistindo filme, ai eu dormi e acordei na minha cama no dia seguinte, e como prometemos por mais dois anos eu fui sua mulherzinha, mas depois nos paramos porque a família começou a desconfiar e minha prima separou dele.





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos ccb viuvas safadasContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludoscontos eroticos arrombando a gordamulher sobe em cima da pica do manequimcontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvaeu gordinha arregacada por um roludo contoscontos porno sou puta dos meus cachorroscontos eróticos minha mãe fumou baseado e comi elaminha sobrinha no motel no meu pau conto eroticoContos Eróticos De Como Eu Dei Para O Amigo Do Meu FilhoContos eróticos dei em nova iguaçutransparente e coladinha bucetinhacontos eroticos tio da escolacontos eroticos abusando do garoto da ruacontos eróticos se esfregando em coisascontos eroticos tatuadorboa f*** mulher leva travesti para comer o maridocontos eroticos de casada pedindo ao marido outro homemcontos eroticosmeu marido me chamou pra ver um filme porno com os amigossoquei forte na buceta da filha dormindo ela gritou e continuei judieiesposa na praia de nudismo passa lama contobranca gordinha casada estrupada por maniaco no cuConto erotico gay de calcinha para coroaseu meu irmaozinho e nossa cadela contos de sexoconto de meu avô rasgou meu cudona Florinda abrindo pernas mostrando calcinha pornContos bdsm sequestradaconto primeira peitinhoconto tio queria agarrar a moçaconto erotico arrastaram minha namorada na festaContos eroticos gay iniciado pela maeConto porno de coroas o avo da minha amiga me comeuvirei cdzinha e dei o cuzinho contoContos eróticos meu papai me comeuContos minha irma e meu cunhado vieram passar uns dias conoscoWwwcasa dos contos meu marido e rasistaconto erótico novinho flagra sustocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gays papaizinhocontos escravizada por chantagenssexo gay okinawa ufa papaitia na piscina conto eroticoconto erótico viadinho usa shortinho de lycra e calcinhaver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedoscomo fui estuprada contos eróticosdei p meu genro contocontos porno traição da senhorameteu no cu dela a força mas entrou parte1contos de mulheres fudendo com homes depica grande e grosa3amigo chupa paus amigosContos eróticos da minha sogracomi minha tia contovidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetaconto erótico gay com estupro e muito sanguecontos eróticos massagemmulheres religiosas corpo bonito seio grande quadril largo transandocontos comi a colega da minha prima a martinha.Contos Eroticos Dando a Buceta Pro Meu Vizinho BrennoContos eróticos:meu querido professorconto escrito ese ano cavalono nuafiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibusConto de putinha objeto de prazer para todos os machoscontos eroticos da minha tia amadoraslésbicas esfregando pernas de rã veridicocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos a calcinha da garotinhamensagemquentesminha enteada pediu para fudela contoscontos eroticos casada e comida por traficanteszoofilia custou cara e mulher nao aguentou estocada do cavcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos minha sogra franciscapassagem erótica eu vou a loira gostosona na f*** boacontos eroticosirmazinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevirei cadela contos gaysContos eróticos no cu não amor